É, Juca Kfouri, realmente a encenação do mês passado não colou

13
84

junho2010_f_003

Segue uma regra de ouro: sempre que um esquerdista, especialmente se for da extrema-esquerda, verbalizar uma alegação política, você já pode entrar em campo duvidando. Quase sempre você vai se dar bem.

Foi mais ou menos o que ocorreu com este blogueiro que vos escreve ao tratar do mimimi cínico de Juca Kfouri em 13 de junho, logo após Dilma tomar um VTNC na abertura da Copa do Mundo. Eu apostei e me dei bem.

O jogo de Kfouri foi bem básico. Usando a técnica de “shaming”, ele tentou constranger Aécio Neves por este ter compreendido as vaias sofridas por Dilma. Segundo Aécio, ela colheu o que plantou.

Foi o suficiente para surgir a revolta de Kfouri, que fez a seguinte encenação:

Ele [Aécio] poderia ter criticado as ofensas, porque pimenta semelhante já doeu em seus olhos. Afinal, ele também foi vítima de um coro cruel, em pleno Mineirão, quando Brasil e Argentina jogaram pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010 e Diego Maradona era o técnico dos hermanos: Ei Maradona, vai se f…, o Aécio cheira mais do que você.

Esta foi a deixa para que eu lançasse um desafio público, onde os admiradores de Kfouri deveriam comprovar que na época realmente Kfouri havia se solidarizado com Aécio. Essa evidência (que não foi apresentada) seria imprescindível para que Kfouri comprovasse não estar fazendo uso de hipocrisia. Não deve ter causado surpresa o fato de que nenhuma evidência apareceu em favor de Kfouri.

Eis que, investigando um arquivo de conteúdo da extrema-esquerda, eu encontrei o exato oposto: não apenas Kfouri silenciou diante das ofensas contra Aécio, como também tentou capitalizar politicamente em cima delas.

Em uma entrevista dada ao blogueiro (também chapa branca) Renato Rovai no final de 2009, Kfouri lançou a acusação de que Aécio havia agredido a namorada (hoje esposa) Letícia Weber. Não é preciso dizer que Kfouri não apresentou nenhuma evidência de sua acusação, ridicularizada pela suposta agredida. Ou seja, ele praticou tanto calúnia quanto difamação.

Mas o momento mais revelador da entrevista é este aqui. Veja a declaração de Kfouri, dada a Rovai:

É isso mesmo que você está pensando, Renato. Circulam mil histórias em relação ao Aécio, histórias que, aliás, o Mineirão canta em coro [durante a partida Brasil e e Argentina, no ano passado, parte da torcida presente entoou o coro “Ô Maradona, vai se f…, o Aécio cheira mais do que você”]. Acho que a imprensa tem obrigação de investigar isso, como deveria ter feito o mesmo em relação ao caçador de marajás. Isso não pode ser tratado como coisa menor, como algo regional.

Qualquer pessoa que não esteja vendida ao governo ou não esteja mentalmente corrompida pela sujeira ideológica petralha, haverá de reconhecer que Kfouri não demonstrou qualquer forma de solidariedade para com Aécio na época em que ele foi xingado.

Com toda razão, podemos saber que, caso no lugar de Dilma tivéssemos um presidente não apoiado por Kfouri, ele não apenas comemoraria o VTNC, como também temperaria sua manifestação com uma acusação falsa sobre aquele que foi vaiado.

Então ficamos assim: qualquer um que tenha caído em qualquer manifestação hipócrita de “shaming” tentada por Kfouri (assim como por seus amigos petralhas) não tem mais motivos para fazê-lo. Kfouri não tem moral alguma para usar o “shaming” contra qualquer pessoa que seja por um VTNC contra sua candidata.

Anúncios

13 COMMENTS

  1. Por enquanto: Brasil 0 x 5 Alemanha.

    E os “patriotas” insipientes do futebol já começaram a rasuração da Bandeira e o quebra-quebra a brasileira.

    Brasil um país de todos, sim! de todos os bárbaros da nova era!

    VERGONHA!
    ———-

    • Vejam que estorinha interessante.

      Obs.: Feministas, atenção! Leiam com muito cuidado. E no! no! se esqueçam disto!

      Antigamente na Magna Grécia os Homens direcionavam o foco de suas consciências às alturas, olhavam para o alto, e contemplando O Cosmos identificavam o esplendor, a grandeza e a nobreza dos deuses, e então legitimamente, buscavam a equivalência aos deuses, igualarem-se aos deuses.

      Atualmente as criaturas feministas direcionam o foco de suas consciências embotadas às alturas, olhando para o alto, e contemplado, lá no alto, a grandeza esplendorosa e a nobreza do Homem, e então legitimamente, buscam a equivalência aos Homens, igualarem-se aos Homens.

      Temos, então, que reconhecer o ELEVADO BOM GOSTO dessas criaturas feministas, né?
      ———-

  2. Luciano, acho que valeria a pena fazer algum comentário sobre eventuais efeitos da humilhante derrota de 7 a 1 do Brasil contra a Alemanha, maior derrota da história de nosso selecionado. Não que obrigatoriamente aconteça um reflexo direto, mas se formos pensar no quanto que o PT jogou em cima da Copa, talvez fosse uma boa.

    • Certamente o PT iria tentar a manipulação política caso o Brasil ganhasse mais está Copa. Hoje, comentando com alguns colegas sobre o jogo , sem explicitar o que eu estava querendo dizer, falei de minha esperança de Deus provar que é brasileiro neste jogo. E Ele mostrou! Nos livrou da charlatanice petista de faturar politicamente com a vitória do Brasil. Não torci contra o Brasil, nem jamais torceria, mas senti que um peso foi tirado de minha alma.

      Vamos ver se em outubro, Ele repete o feito! 😉

  3. Olha só que página linda essa!
    https://www.facebook.com/DePyongyangALaHabana?fref=ts
    Ela também dá acessoa a um blog de mesmo nome, cheio de notícias bem fundamentadas, com excelentes pesquisas bem feitas. Mas pera, que a melhor parte vem agora:
    Ayan, olah aqui o blog.
    http://depyongyangalahabana.blogspot.com.es/
    Agora que vem a melhor parte. Esse sujeito diz que há sim observadores internacionais nessas eleições. Procure por esses dois no Google, e me apresente um site que não fale sobre esse mesmo assunto, onde eles aparecem. Tem mais: um deles é relacionado a uma entidade Russa, e o outro… bem o outro é estudante. Claramente, um sujeito capacitado para dar pitaco nesse tipo de coisa.
    Depois, ele tenta provar que as pessoas da Coréia do Norte estão satisfeitas com o governo. Como? Citando o resultado de uma entrevista feita por uma rádio… da Coréia do Norte. Agora sim, vi honestidade aí. Claro que essa rádio sim é bastante imparcial, não é como a ONU, ou até mesmo a coxinha da “Reporters Whithout Borders” que botou a Coréia do Norte como o segundo PIOR país do mundo em liberdade de imprensa.
    http://rsf.org/index2014/en-index2014.php
    Véi, tem muita maravilha nesse site, acho que eu vou amar

  4. [OFF] Luciano, minha mente parafusou aqui:

    O que dizer da morte do Plínio de Arruda Sampaio, um dos maiores ícones do PSOLixo?

    Eu particularmente não gosto de comemorar essas coisas, mas também não fico com peninha, e sim indiferente. Era um comunista, mas não exercia um poder ditatorial (apenas porque não teve oportunidade).

    Já um ditador em exercício, um verdadeiro carrasco do povo, se fosse morto ou morresse de alguma forma, seria moralmente certo ficar feliz com a morte dele?

    É porque detesto ficar com pena, principalmente de socialistas, já que as ideias esquerdistas são um incentivo ao crime, além de uma moral psicopática por trás.

    • Aguiar Felinto Filho.

      O Padre Paulo Ricardo Azevedo Jr. tem uma resposta precisa para seu dilema.

      Disse o Padre Paulo:

      “NÃO É POSSÍVEL AMAR PLENAMENTE O BEM SEM ODIAR VEEMENTEMENTE O MAL.”

      Não existe coisa tal como uma “mulher meio grávida”.

      ———-

Deixe uma resposta