Vai faltar óleo de peroba: depois do vexame da seleção, campanha de Dilma diz para ela “descolar” da Copa

29
96

dilmaperoba

O PT, que tentou capitalizar de forma desonesta durante a Copa 2014 (pois a seleção não é deles, mas do povo), agora decide “descolar” da Copa. Se antes diziam que a vitória do Brasil levaria à inevitável reeleição de Dilma. Agora, dizem que “a derrota não vai ter influência”. A facilidade com que eles mudam de discurso é realmente macabra.

Não que eu seja contra usar propagandas honestas em associação com a imagem dos jogadores. Isso seria legítimo. O problema, como já disse, é o PT ter fingido de forma desonesta que a vitória da seleção seria uma “vitória do governo petista”. Para piorar, não faltavam as provocações a cada vitória do Brasil, quando os petistas bradavam: “Seus urubus, perderam mais uma vez. O Brasil vai ganhar, contra vocês. E vai descer rasgando!”. Ou seja, uma mesquinharia fora de qualquer parâmetro aceitável.

Segundo texto de Natuza Nery e Valdo Cruz para a Folha de S. Paulo, o governo agora teme que o mau humor decorrente da goleada sofrida pelas mãos da Alemanha “contamine expectativas já não muito favoráveis na economia e tenha reflexos na campanha eleitoral”.

É como eu também disse por aqui: era muito difícil de crer que petistas se interessassem pelo futebol. Quando eles eram oposição, diziam que “futebol é um ópio do povo”. Agora, os colunistas da BLOSTA viraram todos cronistas esportivos. O divertido é que todos conheciam tanto de futebol quanto Carla Perez entende de música erudita. Chegava a ser cômico, às vezes, mas não podemos nunca nos esquecer de que enquanto o futebol é paixão para a maioria dos brasileiros, foi apenas um instrumento temporário para o PT.

No Twitter, Dilma disse ontem, após a derrota: “Assim como todos os brasileiros, estou muito, muito triste com a derrota. Sinto imensamente por todos nós, torcedores, e pelos nossos jogadores”. Depois disse: “Não vamos nos deixar alquebrar. Brasil, ‘levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima'”. Não, o Brasil não vai dar a volta por cima por um bom tempo, e essa derrota vai demorar para ser esquecida. Não é preciso ser especialista em futebol para saber disso.

Confirme diz a matéria de Natuza e Valdo, imediatamente após o jogo uma das expressões proferidas pela tropa de Dilma foi: “precisamos descolar da Copa”.

A estratégia será a seguinte: no início, os governistas vão dizer que o fracasso foi apenas pela metade, com o sucesso fora de campo, contrabalançando o fracasso dentro dele. Depois, vão tentar tirar o assunto da Copa 2014 da pauta, de uma forma geral.

O problema é que com o fim da catarse coletiva (causada pelos jogos), a tendência é que os erros de organização apareçam, assim como as questões de violência sejam mais divulgadas. Ontem mesmo vários casos de vandalismo ocorreram pelo Brasil.

É só esperar para ver: um partido que usou a Copa 2014 de forma instrumental, usurpando méritos que jamais foram seus, vai começar a mudar o discurso da mesma forma que troca de cueca ou calcinha. De fato, vai faltar óleo de peroba nas prateleiras dos supermercados nos próximos dias. E como de costume, os ratos são sempre os primeiros a deixar o navio.

Assim seja: O PT quer “descolar” da Copa? Nós não vamos deixar. Vamos citar sempre que possível essa mesquinharia feita contra o povo brasileiro, a partir da instrumentalização desonesta da seleção brasileira.

Anúncios

29 COMMENTS

  1. O feitiço virou contra o feiticeiro. Agora, pra se livrar dessa mancha, só com ácido muriático. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  2. Nós merecemos. Doamos duas refinarias para a Bolivia por US$ 850 MILHÕES. Financiamos um porto para Cuba por US$ 1 BILHÃO. Perdoamos as dívidas de ditadores africanos por US$ 600 MILHÕES. Compramos uma lixeira nos USA por US 1.5 BILHÃO , mas nada tão horrível como fazer uma festa de US$ 35 BILHÕES para a Argentina festejar. VIVA O PT e o FORO DE SÃO PAULO. kkkkkkkk……..

    • Fora isso, estamos financiando metrô na Venezuela, mantendo 39 ministérios chefiados por incompetentes e batendo todos os recordes com gastos em propaganda. No mais, a nossa indústria está retraindo, o agronegócio sofrendo, a inflação voltando com tudo, e o crescimento baseado no crédito facil (nao na geração de riquezas) se esgotou. A população, acreditando na estabilidade, trouxe para o presente o rendimento que supunha ter no futuro, e agora se vê endividada acima do limite, temendo a recessão e o desemprego. Ainda: mesmo com uma arrecadação recorde de impostos, o governo não investiu em infraestrutura e nao diminui gastos. E para entornar ainda mais o caldo: sustenta uma corja de comissionados que militam para o partido e nao para o país. Gente que promove a desunião, a luta de classes e a violência, para deixar o povo cada vez mais acuado e dividido. E para terminar, vale lembrar que o aparelhamento do estado foi feito, e mesmo que eles deixem a presidência do Brasil, continuarão sabotando em nome dos interesses macabros do partido.

    • Esse Texto é perfeito e poderia ser acrescentado outros casos, como o dinheiro do mais médicos que vai para cuba. Voce ou outra pessoa poderiam fazer uma imagem com essa mensagem e espalhar pelas Redes, seria uma bela contra-propaganda

  3. Capitalizar politicamente em cima de Copa é algo que não cola faz muito tempo.

    O que aconteceu em 1998? Fernando Henrique era candidato à reeleição, e não foi a presepada brasileira diante da final com a França a lhe tirar o segundo mandato.

    Em 2002, pela lógica de copa, o PSDB deveria eleger seu candidato. O que aconteceu?

    Em 2006 e 2010, nova decepção em copa. E a pergunta que não quer calar: mudou a eleição para o executivo em que aspecto?

    Pode haver ingênuos de outra espécie hoje, na hora de votar. Mas não que associem as duas coisas.

  4. Luciano, não seria bom se a Argentina ganhasse a Copa?

    Eu acredito que sim, a imagem da presidANTA entregando o caneco para los hermanos seria a imagem perfeita para arranhar de uma vez por todas a imagem do PT e com a tal “Copas das Copas”.

  5. Reflexões de um Apolo Mortal e Brasileiro.

    ———-


    Ouviram do Ipiranga as margens plácidas,
    De um povo heroico, um brado retumbante.
    (…)

    A pergunta que me atormenta e não quer calar: “QUE e QUAL?”

    “QUE brado retumbante e QUAL povo heroico?”

    Nosso Hino Nacional não é um “Professor de História”, mas sempre mentiu para nós…

    ———-

    • ———-

      NOVE de JULHO!

      O MMDC e A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932.

      ———-

      Devemos cultuar A CONSCIÊNCIA MAIOR dessa DATA e seu GRANDE SIGNIFICADO.

      Significado PERENIZADO no MONUMENTO no PARQUE do IBIRAPUERA.

      M — Martins.
      M — Miragaia.
      D — Dráusio.
      C — Camargo.

      Esses HOMENS eram BRASILEIROS, que AMAVAM O BRASIL, que LUTARAM e MORRERAM por ELE.

      Lutaram contra uma ditadura, a ditadura do Estado Novo daquele pústula que se auto removeu da vida pensando que sairia bem na foto da história, mas a justiça, ora vejam! foi feita!

      Esses HOMENS eram BRASILEIROS e VERDADEIROS PATRIOTAS, que AMAVAM O BRASIL, mas DESDENHAVAM a seleção de futebol.

      ———-

      O MMDC e A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932.

      NOVE de JULHO!

      ———-

  6. E tome mais veículo de informação marxista-humanista-neoateísta criticando políticos por falar de futebol. Agora é a vez de Carta Capital criticar políticos peessedebistas por falarem de eventuais efeitos políticos. O mais engraçado de tudo é o texto estar com mais choradeira que a produzida pelos jogadores de nossa seleção durante esta Copa. Vejam o exemplo usado como o mais moderado:

    http://twitter.com/Aecio45Oficial/status/486632369362063361

    Já que as candidaturas estão definidas, nada mais natural do que o candidato usar comparações com o futebol que é tão querido de nosso povo. Disse a CC que esse era moderado, o que é verdade. Agora vejam o que a tal publicação considera agressivo:

    http://twitter.com/xicograziano/status/486635686112813056

    Se achar que “certo que Lula e Dilma se ferraram” é algo agressivo, vou perguntar o que eles considerariam quando Lula chamou Itamar de “filho da p…” naquele distante 1993. É claro que aqui temos um uso de sensibilidade artificial que, se não é do tipo histérico, é do tipo friamente calculado. E aqui não podemos tirar a razão do Xico, pois ficou evidente a tentativa de uso político dos dois maiores eventos esportivos do mundo ao trazê-los para cá, bem como as muitas críticas que já existiam.

  7. “Os injustos vão de mal a pior, enganando e sendo enganados” ou será que pensam que podem enganar todos o tempo todo?

    Parabéns pelo texto!!!

    Att,

    Dercio

  8. Me ajeitando no sofá e estourando umas pipocas pra me divertir com a vaia que a presidanta tomará domingo no Macaranã entregando a taça.

  9. Nada de novo sob o sol. O petê SEMPRE foi isso que é hoje, só não dizia em voz alta para não desagradar a militância e os inocentes úteis dos anos 80. Hoje têm orgulho de roubar e da vida boa que levam às nossas custas.
    Bando de salafrários.

  10. Não acredito que seja possível o governo se desvincular do vexame da copa, nos dois últimos dias quando estava no transporte coletivo só ouvia um burburinho do povão criticando a presidanta pelo vexame. O estrago já está feito e não é uma blosta que ninguém do povão lê que vai mudar isto.

    • O mais interessante é a forma como eles querem executar a “manobra”: como a Fifa proíbe intervenção estatal, eles querem fazer “intervenção indireta”, ou seja, vão manter os cartolas mas os cartolas terão que rezar a cartilha do governo ou serão substituídos. Tipo, a mesma manobra que os nazistas fizeram com as empresas privadas na época…

  11. Meu primo mandou bem no quote, mas faltou so a ressalva que achei ser pra ele…

    Sou fan do grandiosissimo Nikki Lauda. Nao o ofendeu ser chamado de Rato pelo igualmente foda James Hunt. Rato eh um ser dotado de um senso de preservacao e inteligencia pra fuga muito desenvolvido. Se ta fudido, vai morrer so porque o barco tah afundando? Se eh o capitao tudo bem, mas se eh o povo, melhor que Jack e Rose saiam vivos dessa. Admiro os caras mesmo. hehehe

Deixe uma resposta