Correa dá a “solução” da extrema-esquerda para conter o avanço da direita

7
42

GTY_CorreaSmile_wmain

Observe este bloquinho de texto do Brasil247. Falo do texto “Correa alerta para avanço da direita no continente”:

O presidente do Equador, Rafael Correa, fez um alerta aos chefes de estado dos países vizinhos da América Latina para uma “restauração conservadora” que ela pode “pôr fim a esse ciclo de governos progressistas” no continente caso eles não estejam “atentos”.

“As direitas nacional e internacional já superaram o aturdimento. Estão claramente articuladas”, diz ele em entrevista a colunista Mônica Bergamo.

Segundo ele, países latinos são vítimas de próprios êxitos. “Olhe os espetaculares avanços no Brasil, sociais, de redução da pobreza. E veja os protestos que ocorreram contra Dilma e contra o Partido dos Trabalhadores. Há uma nova classe média que nos exige cada vez mais. Os meios de comunicação, que são instrumentos da direita, se aproveitam para dizer que nada vale, que o passado era melhor”, afirma.

Ele defende a lei do Equador que regula os meios de comunicação e afirma que pode voltar a se candidatar à reeleição em 2017. Está no poder desde 2007.

O que vemos aqui senão uma mistura de descaramento e ato falho? O resultado é uma confissão quase “sem querer”, onde vemos mais uma vez que a extrema-esquerda visualiza um único caminho para conter o avanço natural da direita na América Latina: censurar a mídia.

O padrão é o mesmo de sempre: culpar a mídia quando o socialismo começar a dar resultados (isto é, o país ir para a bancarrota, enquanto seus líderes vivem como nababos), dizendo que os meios de comunicação são controlados pela “elite” contra o socialismo. A partir daí, basta pedir a censura dos meios de comunicação através da censura sutil, chamando-a de “democratização de mídia”.

É fato: essa escória precisa amordaçar a mídia para abocanhar o resto dos recursos que sobram no país.

Anúncios

7 COMMENTS

  1. O bolivarianismo mantém as eleições como mero procedimento de fachada, pois se sabe que as eleições são viciadas na Venezuela, Bolívia, etc. A Freedom House considera, desde o relatório de 2009, que a Venezuela não é mais uma democracia eleitoral. O importante é subjugar todas as instituições, inclusive o poder judiciário, à vontade do executivo, ou melhor, do “grande líder” que o controla. Nesse processo de liquidação da democracia representativa do tipo liberal, a mídia livre precisa ser silenciada e Correa se mostra um dedicado tiranete a serviço dessa causa. A imprensa diz hoje, por exemplo, que o crescimento da economia brasileira em 2014 não deve passar de 1%. Não vai demorar para que os petistas culpem a direita interna e externa, apoiada pela “grande imprensa”, pelo fracasso econômico que só eles provocaram. Tudo isso é uma velhacaria, mas esse discurso ainda é levado a sério na AL, uma prova de nosso atraso político-institucional.

  2. Não perca tempo com canalhas ! Para os bandidos comuns a Policia resolve com 38 mas, para Corruptos como esse aí , que roubam a Nação e a PETROBRAS, O BRASIL VAI DE 45 !!
    45 Neles !
    É UMA AVALANCHE QUE VEM POR AÍ ! Pra cima deles Brasil , de 45 #Brasil #CPMI #CPI #CPIPETRO #PETROBRAS #WORLD #MMM

  3. Agora temos um episódio mais explícito de briga entre os que apoiam e os que combatem o marxismo-humanismo-neoateísmo: Guilherme Boulos, líder do MTST que é filho de um médico de renome, escreveu hoje para a Folha um artigo descendo a lenha no que diz serem midiáticos liderados por Reinaldo Azevedo. Pode ser que esteja havendo alguma estratégia do lado que não é marxista-humanista-neoateísta, pois o Reinaldo não fez a habitual análise em que põe seus comentários em azul e limitou-se a chamar o tal Guilherme de “coxinha”, tal qual ele faria com o Haddad, a quem colou a pecha de Supercoxinha, ficando o ataque mais forte por conta do Rodrigo Constantino, que chamou o tal Guilherme de “pulha”.

Deixe uma resposta