Israel chama o Brasil de “anão diplomático”. É muito pior que isso…

49
259

eticomoral

O governo do PT é só isso: garantia de vergonha alheia. Temos que visualizar um futuro no qual contaremos para as gerações mais novas os papelões diplomáticos de um governo que se alia aos países que compõem a escória moral do mundo, como Cuba, Venezuela e Coréia do Norte. Neste futuro, contaremos a história do PT como algo “que nunca mais deve se repetir”. Não muito diferente de como tratamos o Holocausto.

A postura petista em relação aos conflitos entre Israel e o Hamas dá um exemplo de como o governo brasileiro baixa o nível da conversa, sempre com o raciocínio mais estreito que garagem de bicicleta.

Como sabemos, o Itamaraty decidiu chamar para consultas seu embaixador em Tel Aviv. Corretamente, o porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Yigal Palmor (foto), afirmou que a decisão do governo brasileiro “não reflete o nível de relação entre os países e ignora o direito de Israel defender-se”. Palmor também disse que a medida é “uma demonstração lamentável de como o Brasil, um gigante econômico e cultural, continua a ser um anão diplomático”.

Veja a nota oficial do governo israelense:

Jerusalém, 24 de Julho de 2014

Israel manifesta o seu desapontamento com a decisão do governo do Brasil de retirar seu Embaixador para consultas. Esta decisão não reflete o nível das relações entre os países e ignora o direito de Israel de se defender. Tais medidas não contribuem para promover a calma e estabilidade na região. Em vez disso, elas fornecem suporte ao terrorismo, e, naturalmente, afetam a capacidade do Brasil de exercer influência.

Israel espera o apoio de seus amigos na luta contra o Hamas, que é reconhecido como uma organização terrorista por muitos países ao redor do mundo.

É claro que o ministro das relações exteriores Luiz Alberto Figueiredo tinha que responder (petistas não conseguem ficar quietos, mesmo quando defendem o indefensável), mesmo que fosse com uma resposta mais vagabunda que arroto de mortadela.

Leia o que ele afirmou, em um evento acompanhado pela CBN:

Somos um dos 11 países do mundo que têm relações diplomáticas com todos os membros da ONU e temos um histórico de cooperação pela paz e ações pela paz internacional. Se há algum anão diplomático, o Brasil não é um deles […] Mas não contestamos o direito de Israel de se defender, jamais contestamos isso. O que contestamos é a desproporcionalidade das coisas.

Claro que o discurso alegando “desproporcionalidade” é mais furado que ralador de queijo. Típico de pessoas que “travam” se exigirmos deles que apresentem evidências de sua luta contra a “desproporcionalidade” dos russos contra os afegãos na guerra entre 1979 a 1989. E já que falamos em “diplomacia”, veja a gentileza da turma do Hamas, ameaçando de morte um jornalista que mostrou evidências do uso de pessoas como escudos humanos pelos radicais islâmicos. Tudo gente fina.

Para além da ausência de senso de proporções petista, temos os fatos: Israel é o país mais civilizado do Oriente Médio. É apoiado pelos países mais civilizados do mundo. Se derrotado, o mundo perde com isso, pois ficaremos à mercê de pessoas que adoram usar homens bomba e apedrejar suas mulheres. Por outro lado, o Brasil apoia governos genocidas que matam seu próprio povo. Exemplo: China, Coréia do Norte e Cuba. A vitória destes países aliados ao PT, que também adora ditaduras islâmicas, configuraria um mundo de barbárie. Quando aquilo que o PT apoia dá certo, temos genocídios, e a história do século XX está aí para nos mostrar isso.

Perto de Israel e de quem o apoia, o Brasil, pelos aliados que escolheu, não é apenas um anão diplomático, mas um anão ético e moral.

Anúncios

49 COMMENTS

  1. Parabéns pelo comentário. De fato, não podemos estar certos se andamos na companhia de governos que oprimem os próprios povos e demonstram evidente ódio à democracia representativa. Faz tempo que a diplomacia perdeu credibilidade internacional. O desastre começou quando ficou a reboque de Chávez e de sua ideologia arcaica e autoritária. O governo do PT é tão ruim que, até agora, não sabe o que responder à nota do governo de Israel.

  2. Gostaria de entender o motivo que o senhor deixou a Russia de fora da lista de países que compõem a escória mundial. Sem esquecer os milhões de mortos nos tempos de URSS, tempos estes governados pelo mesmo grupo político do atual presidente Putin.

  3. A real é que não existe futuro nenhum aqui,nem aqui e nem em nenhum outro lugar desse mundo.
    Ver o Brasil marchando e prefigurando ao lado dos exércitos vermelhos de todas as ordens que mataram, pisotearam e jogaram na merda não só Cristo, como também os verdadeiros cristãos.Que esses cães não pensem que vão escapar ilesos e ricos não?!
    Que nem em sonho eles pensem que o Verdadeiro Senhor da Guerra vai se esquecer de todas as humilhações,roubos,assassinatos e mentiras que fizeram!
    Tudo isso não vai passar batido não!
    Tão pensando que Cristo é algum religioso comédia hein?
    Sim..eu espero ouvir essa palavra aqui:

    “Saiam dela, vocês, povo meu, para que vocês não participem dos seus pecados, para que as pragas que vão cair sobre ela não os atinjam!
    Pois os pecados da Babilônia acumularam-se até o céu, e Deus se lembrou dos seus crimes.
    Retribuam-lhe na mesma moeda; paguem-lhe em dobro pelo que fez; misturem para ela uma porção dupla no seu próprio cálice.
    Façam-lhe sofrer tanto tormento e tanta aflição como a glória e o luxo a que ela se entregou. Em seu coração ela se vangloriava: ‘Estou sentada como rainha; não sou viúva e jamais terei tristeza’.

    Apocalipse 18:4-7

  4. Moralidade petista:
    Israel atacar terroristas e se defender é um crime contra a humanidade. O Hamas usar escudos humanos é uma tática de guerra e parte da cultura de seu povo.

  5. sempre percebi um certo destempero em petistas, ainda me lembro da mensagem xenofóbica do ex-presidente petista contra os de “olhos azuis”. talvez seja impressão minha, espero estar errado, mas parece-me que o governo está mostrando um viés antissemita.

  6. Quem é Israel ? Um Estado Terrorista que massacra civis entre eles crianças e voces chamam isto de guerra?Israel é um Estado inventado.Diante de tanto horror chego a achar que Hitler foi incompetente.

      • Meu Caro Luciano.

        Acho muito bom que você forneça esses exemplos didáticos de psicopatas explícitos.

        Aproveito para lembrá-lo da sua excelente ideia sobre aquele mapeamento e tabelamento das regras e protocolos, que você denominou de “neo ponerologia”, e eu de “poneromaquia”.

        Abs.

        Apolo.

    • Israel está exercendo o seu direito de legítima defesa. Se o Hamas quer atacar Israel e depois utilizar mulheres e crianças como escudo humano é problema deles que ocorram efeitos colaterais.
      Senta aí e chora.

    • Não sei se o que esse pessoal esquerdista tem é alguma deficiência de memória ou é puro cinismo e falta de caráter mesmo, pois mesmo depois de tudo ser explicado e refutado continuam a vomitar as mesmas besteiras como se fosse uma verdade incontestável.

      Depois de ter sido explicado tantas vezes o que se passa naquele conflito, desde os motivos absurdos até as táticas terroristas e suicidas do Hamas, a pessoa continuar com esse papo é realmente digno de estudo psiquiátrico. Um trabalho que o Luciano faz com maestria nesse blog.

  7. Falando em desproporcionalidade (eita palavrinha difícil), além da guerra urss X afeganistão, temos também o caso China e Tibete.

    Um dos chavões esquerdista: os palestinos devem ter o direito à autodeterminação. Sem dúvida, sempre respondo. E os tibetanos? Devem ter o mesmo direito?

  8. Também discordo que o Brasil seja um anão. Pensei em inseto. Ou bactéria.
    A atitude do governo petista não é surpresa alguma. Cuba rompeu relações com Israel em 73, Bolívia e Venezuela, em 2009. É só ler nas atas do Foro de São Paulo as declarações sobre a Palestina para entender o porquê.

    • Bem lembrado Leo.

      E vemos ai claramente que estamos, nós brasileiros, literalmente sendo arrastados nessa onda vermelha psicopática.

      Esse é mais um bom motivo para divulgarmos nossas ideias ao máximo, fazendo a nossa parte nessa verdadeira guerra.

      Lembremo-nos da fábula do Beija-Flor no incêndio da floresta.

      Abraços.

  9. Prezado! Não conheço um governo terrorista que não apoie outro e quem diz ser democrata, vindo do terrorismo, não muda, apenas falcea o modus operandi; para mudar a pessoa precisa ser mudada por dentro e o que vemos é que temos gente pronta a promover atos anormais por ser típico de suas mentes patológicas.

    Eles perderam a oportunidade de ficar calado.

  10. Esquerdista falando de desproporcionalidade? O que acham da desproporcionalidade com que tratam a ‘GRANDE AMEAÇA CONSERVADORA’ que não passam de alguns blogs e um ou outro jornalista na imprensa? E da ameaça fascista no Brasil?

    • HAHAHAHAHA! Excelente! É bom que os programas de humor tomem a coragem pra retratar essa corja de forma caricata e escrachada, pois é exatamente isso que eles fazem com todo mundo que não reza a cartilha deles. Um dos maiores inimigos da religião política, é o bom humor.

  11. Chamar a reação de “desproporcional”, é apenas um truque retórico de quem não tem argumento, além de ser uma mentira.

    O Israel tem poder militar para barrer da mapa a Faixa de Gaza em poucas horas, só não faz isso porque seu objetivo é apenas acabar com a ameaça dos misseis que caem na sua população constantemente sob o silêncio dos hipócritas de sempre.

    O Israel tem poder para derrotar todos os países árabes vizinhos ao mesmo tempo, já fez isso duas vezes (1948 e 1967) e já deixou claro que fará o mesmo quantas vezes for necessário, é o direito à sobrevivência que assiste a qualquer nação.

    O Israel não está em guerra com os outros países vizinhos porque nenhum deles está lançando foguetes nas cidades israelenses.

    Se amanhã o Hamas abrisse mão dos ataques à população israelense no próximo dia teríamos a paz na região. Se amanhã o Israel suspendesse suas Forças Armadas, no próximo dia o Israel não existiria mais.

    Vale a pena se informar um pouco sobre o tema antes de sair rasgando as vestes apoiando terroristas.

    A Questão do Oriente Médio
    https://www.youtube.com/watch?v=7zsLAXc8ieE

    Mark Levin ANNIHILATES Jon Stewart on Hannity

  12. OFF

    Para aqueles que gostam e necessitam de conhecimentos avançados de matemática, estando já na universidade, e não tiveram, como eu tive, a oportunidade de estudarem Cálculo Diferencial e Integral ainda no Colegial em nível pré-universitário (hoje não existe mais o antigo Colegial), vai ai uma boa dica de curso de Cálculo.

    Ideal para suprir as tão notórias lacunas vergonhosas do ensino fundamental da atualidade, e prover, aos universitários interessados, um tratamento de recuperação do atraso intelectual, em matemática, a que o Brasil foi jogado.

    CÁLCULO PARA YOUTUBE

    http://www.youtube.com/watch?v=UJipHrtF-2U
    ……….

  13. É claro que como diplomata ele não diria isso, mais que seria um verdadeiro “soco no figado” daqueles de não conseguir respirar.

    Com 1,09 milhão de homicídios entre 1980 e 2010, o Brasil tem uma média anual de mortes violentas superior à de diversos conflitos armados internacionais, apontam cálculos do “Mapa da Violência 2012”, produzido pelo Instituto Sangari …

    Afirmar que seu país é pacifico, desarmar sua população, permitir mais de 55.000 assassinatos por ano dentro de suas fronteiras e entre seus cidadãos e ainda emitir nota sobre conflitos externos como se soubesse como solucioná-los.

    Devemos admitir: essa hipocrisia é desproporcional.

  14. ‘‘Aprovecho para condenar de nuevo, desde el fondo de mi alma y de mi víscera, al Estado de Israel. ¡Maldito sea el Estado de Israel , maldito sea! ¡Terrorista y asesino!’’ (Hugo Cháves)

    A extrema-esquerda pira com esses discursos cheios de ódio, desde Chávez a Ahmadinejad. Eles odeiam o Estado de Israel, destilam ódio tal ao ponto de vomitarem ‘‘a varredura de Israel do mapa’’. A esquerda, que vez e outra chama o holocausto de ‘‘holoconto’’, e que infantilmente ou pior do que isso – desprezivelmente e desproporcionadamente! -, compara o conflito a um holocausto e chama de nazista quem apóie Israel pelo direito de defender-se. Há quem sinta saudades do Führer nazista (e que evoque por um), que o que os judeus passaram na Segunda Guerra Mundial não é nada comparado ao que acontece com os palestinos. Olha a mentalidade dessa gente! É insanidade. Esse Luiz Alberto Figueiredo é um frouxo, um bundão. Fez vista grossa para o deputado boliviano Roger Pinto Molina, refugiado na Embaixada Brasileira; mas Cesari Battisti, o terrorista italiano de extrema-esquerda, foi recebido de braços abertos, o que gerou uma tensão diplomática com a Itália. A diplomacia brasileira, em se achegar a ditaduras e facínoras, foi posta em frangalhos, para a vergonha do bom povo brasileiro. O lava-cara que Ygal Palmor deu foi pouco com a estultice que é essa diplomacia brasileira. Anão diplomático, simplesmente é isso que o Brasil se tornou.

    Lula vira piada em Israel: http://www.youtube.com/watch?v=jtUL0repR0o.

  15. Luciano, uma pergunta: você acha que o Brasil deveria cortar relações diplomáticas com a China vide que eles são uma ditadura,logo não são legítimos representantes do povo chinês?

Deixe uma resposta