Em vídeo sobre Israel, Pirulla é vítima do efeito Dunning-Kruger e passa vergonha nas mãos de Polemarco Guilherme

42
275

mejores-juegos-multijugador-online-para-android-gratis3

Eu falei que não ia fazer um post para refutar um vídeo de Pirulla sobre a questão Hamas X Israel, e não vou mesmo. Vou fazer um post apenas para anunciar outra refutação, feita pelo Patriota (a qual está no último dos três vídeos anexados neste post) e trazer alguns comentários breves que eu não poderia deixar passar.

É importante que eu fale sobre o que tenho notado ultimamente em alguns vloggers da Internet. Alguns deles tentam falar absolutamente sobre tudo, e, obviamente, em alguns casos eles estão claramente mal informados. Muitas vezes eles são completamente ignorantes nas disciplinas que estão tratando.

Por exemplo, neste blog eu não comento sobre o aquecimento global, pois não sei quase nada sobre o assunto. Também não comentei sobre a questão de uma resolução indígena da qual andaram falando recentemente por aí (algo com “OIT”, ou coisa do tipo). Por que não comentei? Por que não estou por dentro suficientemente desses assuntos para tecer comentários que valham a pena ser lidos. Vloggers como Pirulla, ao contrário, se sentem extremamente confiantes para fazer até comentários estratégicos sobre geopolítica. Nesse caso, um assunto realmente pantanoso para ele.

No vídeo de Pirulla, há um momento risível no qual ele diz que a criação do estado de Israel foi uma “cagada”. Assim, desse jeito, na lata, e sem uma argumentação convincente. É tudo no mesmo nível de quando um torcedor de futebol diz que “Felipão fez cagada ao escalar o Fred”. Realmente é fácil saber que Felipão pisou na bola. Mas dizer o mesmo em relação à decisão de se criar o estado de Israel? Por quais critérios ele faz esse julgamento? Ele não sabe dizer. É evidente que o sujeito baseia sua análise sobre estratégias de guerra sob a perspectiva da geopolítica como se estivesse jogando WAR.

Veja:

Quase tudo ali se encaixa na categoria OANI (Objeto Argumentativo Não Identificado), beirando o surrealismo. Como alguém pode ter um desempenho tão pífio? É evidente que o sujeito é claramente uma vítima do Efeito Dunning-Kruger. Ou seja, ele não tem consciência do quanto é ignorante em relação ao tema sob discussão e exatamente por isso se sente confiante para elaborar teses e conselhos até em relação a que Israel deveria fazer. Reveja o vídeo que citei essa semana sobre o Efeito Dunning-Kruger:

Certo momento, ele diz que se não fosse a criação do Estado de Israel, provavelmente não teria ocorrido o atentado do 11 de setembro. Quer dizer, a coisa toda se qualifica como argumentação trash. É como assistir a filmes da série “Chucky, o Brinquedo Assassino”. Chega a ser cômico.

O melhor mesmo é ver a ótima refutação de Polemarco Guilherme, do canal Patriota (parabéns pela paciência, Polemarco, desde já), que apontou 20 erros nos diversos OANI’s que perambularam pelo vídeo de Pirulla:

Anúncios

42 COMMENTS

  1. Pô, Luciano, cê tinha que ter esperado o meu video, rapaz!!! rsrsrsrsrs… Tô preparando um agora mesmo para o Dr.Pérolla. Bom, por um lado foi ótimo porque eu já vou incluir o seu pensamento construção do video. Um grande abraço do seu seguidor e admirador Pizzaria Brasil!

    • eu mandei a resposta para o LH,ele já a avaliou,foi uma besteira só.
      Agora ele vai fazer como a maioria dos neo-ateus,se calar e esquecer o tema.

  2. Fico impressionada com a burrice desse cidadão. Na verdade, não sei se ele é burro ou mal intencionado. Ele tem o mau caráter de, no começo do vídeo, afirmar que a terra era dos Judeus e que foram expulsos injustamente pelos romanos, e depois ainda dizer que a criação do Estado deles, na terra deles mesmos, foi errada.

    Destaque para a comparação com o Bolsonaro. Compararam um deputado que não quer que crianças aprendam pornografia em sala de aula com um movimento que viola direitos humanos de mulheres, crianças e de quem mais não seguir as leis malucas deles.

    Além disso, eu pesquisei no Google várias coisas do que ele falou, como a questão da esterilização de mulheres judias, e as únicas fontes que eu achei foram de blogs amadores de ideologias duvidosas.

  3. “Certo momento, ele diz que se não fosse a criação do Estado de Israel, provavelmente não teria ocorrido o atentado do 11 de setembro. ”

    Além de tudo é burro na área de História.Qualquer historiador sabe que em História não existe “se”.

  4. Ai Luciano.

    Very important “OFF”!

    Seu carro é nacional ou importado?

    Não importa!,Pois, sendo um ou outro, todos nós brasileiros sempre fomos enganados.
    Somos um “PAISÉCO” de LADRÕES e/ou TROUXAS. Veja o artigo abaixo.
    ……….

    ( http://vespeiro.com/ )

    Indústria automobilística: a grande trapaça.

    http://vespeiro.com/2014/08/02/industria-automobilistica-a-grande-trapaca/
    ……….

    Lembremo-nos de dormir com um barulho desse, querendo ou não…

    Abraços.

  5. No vídeo o Pirulla “argumentou” igual um asno, repetiu exatamente tudo o que qualquer pessoa analfabeta que assiste algum jornal da Mídia Brasileira falaria sobre Israel.

    O engraçado é que formadores de opinião de milhares de jovens no Brasil como o Pirulla e o Cauê Moura que são vloggers que sempre disseram que pensam “fora do sistema” (o Pirulla nem tanto, ele sempre falou que era cético e crítico de tudo) estarem apenas repetindo o que toda a mídia fala sobre Israel.

    Não duvido nada do Japa neo-ateu, entrar na onda do Pirulla e disser as mesma asneiras.

    • Talvez um dos maiores problemas que enxergo nesse tipo de coisa é que eles são apenas neo-ateus, cidadãos como qualquer outro: Pirula, Clarion, Cauê Moura, até a tal da Kérfera (que só fala baboseira), são formadores de opinião da juventude aí.

      Quantas vezes já ouvi jovens falando que eles são incríveis e que conhecem muito, mas aí existe a falácia do abuso de prestígio (e olhe lá, porque nem todos eles são formados ou dominam alguma área).

      Eles acham que podem opinar sobre tudo e falam com muita propriedade, mas demonstram, através da linguagem corporal, que não dominam o tema, principalmente por meio de alguns cacoetes que demonstram a falta de domínio aprofundado do assunto.

      Possuem uma didática dinâmica, legal, instrutora e acolhedora, coisa que todo jovem queria que os professores tivessem, entretanto, alienando as pessoas mais do que a própria rede esgoto de tv O.o

      Tá osso hein

      Esse japa que tu diz, Douglas, se trata de quem?

  6. Se você passar pelo canal dele já fica evidente que ele fala merda quando se mete a assuntos polêmicos, basta ver que ele muitas vezes faz um determinado vídeo e depois faz outros por cima com adendos ou comentários justamente pra tentar consertar as merdas que falou, o cara simplesmente não admite que falou BOSTA!

  7. Pirulla, Clarion, Izzy e outros quetais são o que eu chamo da Praga do Vlogger palpiteiro. O segredo do sucesso desses caras está em falar o que é o senso comum de quem freqüenta youtube, ou seja, falar o que adolescentes de 15 anos e universitários analfabetos funcionais ACHAM que é verdade. Por isso que vídeos de neo-ateísmo, esquerdismo-de-faculdade e idéias libertárias rasteiras bombam às pencas.
    No fim das contas, são idiotas-espertos que falam para idiotas-imbecis.

    • Formadores de opinião de YouTube em uma casca de noz.

      Apenas repetem o que todos da mídia e do senso comum dizem ad nauseam e se acham “intelectuais”.

  8. Luciano, o efeito Dunning-Kruger é epidemia nas pós-graduações, principalmente no doutorado. É surreal cara, é muito estranho porque a maioria dos alunos até são pessoas humildes, bem educadas, pessoas que dão bom dia pros funcionários da universidade, doam coisas quando tem campanha: são boa gente, Mas são tomadas por uma atmosfera de sorbeba e nem se dão conta. Você escuta comentários tipo: “aff, esse concurso paga só 5 mil pra doutor”, “fazer doutorado pra que, se tem gente aí ganhando muito mais com vendas”, ou então começam um assunto com a pérola “mas pra nós q somos esclarecidos”. E ainda acreditam q mesmo, estudando de graça numa federal/estadual, ganhar uma Bolsa de R$ 2.200,00 livrinhos de impostos (e muitas vezes ir pro exterior estudar um tempo numa Universidade top) é muito sacrifício. Uma vez falei numa rodinha pós aula que estudar na pós era moleza pq eu tenho amigos de graduação que em certas épocas (épocas de plantio ou colheita agrícola) trabalham das 5 da manhã até 10 da noite, todos me acharam um babaca. Penso seriamente em investigar esses fenômenos e um dia escrever sobre isso.

  9. Pra toda essa esquerda raivosa que esbraveja contra a criação do Estado de Israel, só é bom lembrar que ele foi criado com o total apoio das esquerdas socialistas da época, o próprio Estado israelense foi governado nos seus anos inicias com esse viés. Somente com o posterior apoio americano nas guerras que se sucederam da comunidade árabe contra Israel, é que a turba antiamericana gira suas metralhadoras também para Israel. Se a criação do estado judaico foi uma cagada, esta foi das esquerdas da época, que sem o apoio incondicional desses, talvez a ONU nem teria tanta força para sugerir a partilha do território que tanto criticam agora.

  10. Cada dia um texto melhor que o outro, a gente pensa este é o melhor texto do Luciiano e no outro dia ele se supera.
    Gostei do termo “OANI (Objeto Argumentativo Não Identificado)” vou “roubar”.

  11. Não sei se isso confere, mas segundo o Olavo Israel tem uma posição estratégica no Mundo. Na hora que cair Israel, estará a ´´Nova Ordem Mundial“ instalada ai.

    Agora eu não sei o que ele quis dizer com ´´Ordem Mundial“. Porque no debate com Dugin ele fala de três Projetos :

    1. Ocidental

    2. Russo-Chinês

    3. Islâmico (Califado Universal)

    lembrando que Jihadistas do ISIS atualmente ocupam Síria e parte do Iraque.

    • Ordem Mundial é basicamente é a implementação de um Estado global.
      Todos estes três grupos têm o projeto da implementação deste governo.
      Quem já estudou o comunismo sabe que o projeto para ele precisa ser global, por isso a implementação de blocos nacionais. É mais uma ideia de unificação estatal.
      O Islamismo também tem o projeto de dominação mundial, e se não for pela conversão voluntária, que seja pela violência. Quem já estudou o islamismo sabe disso. É mais uma ideia de unificação religiosa.
      E o Ocidental tem um pensamento mais econômico.
      Estes três grupos sabe que o que impede a implementação dos seus objetivos é apenas uma coisa, a moral judaico cristã. Então eles precisam atacar constantemente o judaísmo e o cristianismo, e principalmente a Igreja Católica. Uma vez destruindo a Igreja Católica, todo cristianismo cairá, e os burros dos protestantes não conseguem perceber isto. Destruir os protestantes depois de derrubar a Igreja Católica é fácil, porque desunidos eles já são, depois é só jogar uns contra os outros.
      A derrubada da moral judaico passa por diversos pontos como por exemplo o impedimento que a instituição familiar traz para os seus planos.

  12. Momento cômico na parte dos comentários:

    Heleno pergunta para Pirulla:

    “Pirulla, se você diz que os judeus não tem direito a recuperar o pedaço de terra “roubado” a 3.000 anos, por que esta favorável a volta dos palestinos para essa área? Duplo pensar?”

    A “grande” resposta de pirulla:

    “Porque a porra dos caras que foram expulsos TAO VIVOS. Se me expulsassem da minha casa eu ia querer voltar pra lá. Agora, recuperar a casa do meu tatatatatataravô, que nunca vi na vida, não faz sentido pra mim.”

    Segundo a “brilhante” teoria do pirulla (deve ser pirulla do dia seguinte), a “causa palestina” só é válida até que as pessoas que foram “expulsas” estiverem vivas (ou como ele chama delicadamente de “porras”).Depois disso que se dane a Palestina.

    Vale lembrar que o tal “povo palestino” NUNCA existiu.

    http://www.beth-shalom.com.br/artigos/verdadeiraidentidade.html

  13. O Estado de Israel é odiado não pelos seus defeitos, mas pelos seus méritos tais como, democracia em seu solo, um estado de direito que respeita todos os credos e etnias que vivem entre suas fronteira inclusive árabes e mulheres com direitos iguais aos homens e tolerâncias com todos os costume. Isto é o que causa arrepios nas ditaduras, califados e teocracias que o rodeiam. Este é o fulcro da questão. Quanto o a este pirula, o pior castigo que se pode dar ao idiota é ignora-lo.

  14. o FODA, é ter que gastar tempo pra consertar as “merdas” de estúpidos, que não tem nenhuma moral pra falar do assunto e ainda por cima não contribui em nada para a busca da verdade

  15. É o gato escondido com o rabo de fora. Os esquerdistas não hesitam em defender regimes que oprimem mulheres e criminalizam homossexuais, dentre outras coisas.

    Mas também não posso deixar de comentar o efeito Dunning-Kruger futebolístico no blogueiro. Pô, o Brasil toma 4 gols em seis minutos, todos por culpa do incensado David Luiz que se mandava irresponsavel e alucinadamente para o ataque deixando buracos na defesa, e “o Felipão fez cagada por escalar o Fred” vira verdade absoluta? Pirulou…

  16. Interessante a esquerda, depois do antissemitismo puro que mostrou esses dias, continuar a afirmar que o nazismo (nacional-socialismo) ser uma ideologia de “extrema-direita”.

  17. Será que o Pirulla sabe que o Hamas usam civis como escudos humanos? Ou ele acha que já está tão bem informado pela mídia mainstream que se alguém disser isso é uma “teoria da conspiração”?

  18. Luciano,

    Eu tive a paciência de ver o vídeo dele e não sabia que você tinha escrito sobre isso. Mas juro que pensei, logo após ver o vídeo, em enviá-lo a você. Notou que ele inicia o vídeo já pedindo desculpas antecipadas, dizendo que não queria fazer vídeo sobre politica, etc. No fim me parece que o cara quer ser um especialista em generalidades.

    O vídeo é repleto de falhas lógicas e meias verdades. A comparação com os índios brasileiros é risível e anacrônica. Principalmente porque os índios tinham e têm varias identidades étnicas diferentes e muitas rivais, tampouco pensavam em termos de Estado-Nação como o movimento sionista. O Cara é muito burro mesmo.

    No mais, parabéns pelo site.
    Júnior

  19. Luciano e sobre o vídeo deste mesmo pirula sobre o nióbio que por se tratar também de um assunto político você está suficientemente por dentro deste assunto para tecer um comentário ? adoraria saber seu posicionamento a respeito 🙂

  20. Estava achando pertinente os comentarios até alguém citar Olavo de Carvalho o rei da Falacia.E olha que eu não sou de esquerda e jamais fui petista, mas temos que tomar cuidado, pois querer criticar o Pirula com idéias do Olavo é o sujo falando do mal lavado.

    • Polemarco refutou cada baboseira dele com dados históricos e acho que já ficou bem claro Pirulla não passa de mais um desses neo-ateus idiotas úteis. Não é necessário perder mais tempo refutando esse vídeo do que o Polemarco já gastou.

    • Cala a boca Olavete burro! O Pirulla é admirador de intelectuais judeus. E não fala bosta otário. A maioria dos judeus são de esquerda e odeiam a raça branca. E são os mesmos quem fazem filmes ridicularizando o cristianismo e criticando o ocidente. Só olavete idiota mesmo pra acreditar que nazismo “era de esquerda” e que os judeus “estão do lado da direita”. Cala a boca idiota.

  21. Não fala cocô Luciano! O comunismo e o feminismo são criações dos judeus. A luta de classes e o ódio ao “Homem branco capitalista de olhos azuis” também foi disseminada pelos judeus. E me parece que o Pirulla é judeu. Vocês Olavetes são engraçados. Adoram fazer piada com negro, agora se alguém critica os judeus, vocês já usam as mesmas táticas ridículas dos esquerdistas, acusando quem critica o judaísmo de “antissemita”. É muita desonestidade. E é muita BURRICE de vocês Olavetes defenderem um povo que despreza valores tradicionais e promove o ódio contra o homem branco. Cala a boca Luciano Ayan. Vai chupar o pau do Olavo de Carvalho, aquele astrólogo embusteiro. kkkkkkkkkk

  22. Luciano Ayan, você nem deveria defender o Estado de israel pois ele foi construído graças ao apoio total da esquerda mundial. Foi concebido como um estado socialista, que é o que a direita mais odeia, o socialismo. E não me venha com desonestidade. O anti-sionismo da esquerda é aceito até por judeus. Basta conferir no google centenas de fotos de judeus protestando contra o estado de israel e o sionismo. Portanto você e as Olavetes histéricas, não venham falar bosta.

Deixe uma resposta