O que a gestão do tempo tem a ver com este blog?

5
36

Time-Management

O fato é que o tempo “ruge”. E a extrema-esquerda também resolveu dar uma mãozinha. A metralhadora de parlapatices e insanidades proferidas por eles tem superado o padrão habitual, o que requer mais postagens de minha parte.

Como resultado, algumas pessoas talvez notaram que estou aprovando comentários contendo perguntas, sem respondê-las. Mas prometo que vou responder a todas, mas não durante a “semana”. Somente em sábados, domingos ou feriados.

Eu não me sinto bem quando deixo de responder a alguma pergunta, mas o fato é que a confecção de posts tem tomado boa parte de meu tempo disponível para o blog. E, como muitos que tem falado comigo de forma mais particular sabem, este não é meu ganha pão.

Decorre disso que meu tempo para postar é limitado a 1 a 2 horas por dia. Exatamente por isso, vou adotar o padrão de aceitar os comentários que tenham perguntas, mas tomar a liberdade de respondê-las posteriormente. Espero que ninguém se sinta magoado por não ter uma resposta “real time”.

Além disso, resolvi organizar as coisas dessa forma: durante a semana, dedicarei-me a posts sobre o cotidiano da política, ou seja, notícias comentadas. Posts com um trabalho mais atemporal (incluindo aplicações de ceticismo político, controle de frame, críticas à direita desculpista e coisas do tipo) ficarão para os finais de semana.

Enfim, era isso. Eu precisava esclarecer o motivo pelo qual desde ontem não estou respondendo comentários que contenham perguntas. É uma questão de método, com foco em organização do tempo.

E os posts, é claro, continuam no mesmo ritmo.

Anúncios

5 COMMENTS

  1. Luciano, acho que se voce tentar fazer postagens mais gerais reunindo dois ou três assuntos relacionados, talvez seja mais fácil lidar com o tempo e dê uma visão mais geral sobre alguns tópicos. O problema de publicar muita coisa de uma vez é que talvez as pessoas que comentam no blog, depois de uma semana até se esqueça em que post perguntou alguma coisa.

    Por exemplo, nas ultimas 5 postagens há três post sobre o conflito Israel X Hamas e dois sobre um mesmo projeto. Talvez fosse melhor unir essas 5 em postagens em 2. Outra forma de fazer isso é pegar alguma forma de pensar ou argumentar da esquerda em comum que aparecem em diversos tópicos.Por exemplo, o post do Marcelo Tas fala da intolerância dele de só ouvir quem é honesto(porém, só dá para saber se alguém é honesto depois de ouvir essa pessoa.) e o post que quer calar politicamente as pessoas que não estão organizadas em coletivos.

  2. Endosso a proposição do “ACERVO”. Já que está aberta a temporada de perguntas. Aqui vai uma:
    Você acredita que existia uma demanda reprimida por ideias liberais e conservadoras ou parte desta procura se dá em razão da desilusão com o governo do PT?

Deixe uma resposta