Mais uma vergonha para a coleção da BLOSTA: conheça um “simples eleitor” petralha que não desistiu do Foro de São Paulo

12
77

vergonha

Eleitores funcionais do PT já são uma figura indigna por si só. Eleitores funcionais do PT que aproveitam-se para capitalizar com a morte dos outros conseguem ser ainda mais abjetos. Mas como diria o Barão de Itararé, de onde menos se espera, daí mesmo é que não sai nada, pois ainda podemos ver pessoas se fingindo de esquerdistas funcionais quando na verdade são beneficiários.

Um tal de Carlos Francisco da Silva, de Bezerros (PE), postou uma “carta aberta” dirigida a Eduardo Campos. É mais ou menos como a carta da Dona Lúcia ao Felipão após o desastre dos 7×1 entubados no Brasil pela Alemanha.

Os incautos, como sói ocorre nesses casos, se emocionam, pois teríamos um “eleitor comum” dizendo que “não desistiu do Brasil”. É isso aí: o “eleitor” Carlos Francisco quer passar a mensagem de que “não desistiu do Brasil”, ao dar uma resposta para a frase “Não vamos desistir do Brasil”, de Campos.

Vamos ler a carta, com minhas breves participações (mas veja até o final, pois o que virá lá na frente é constrangedor para os petralhas):

CARTA A EDUARDO CAMPOS

Por Carlos Francisco da Silva, de Bezerros (PE)

Eduardo, você não imagina o quanto eu e todo povo pernambucano estamos lamentando a tua trágica e inesperada partida. Temos muitos motivos para isso. Primeiro, pela falta que irás fazer a tua família e aos teus amigos. Depois, pelo exemplo de homem público que representavas para o nosso estado e para o Brasil.

Exemplo de homem público que foi chamado de “tolo” pelo PT há poucos meses…

No entanto, eu tenho um motivo particular para lamentar a tua morte. Depois da tua entrevista no Jornal Nacional, eu fiquei com muita vontade de te encontrar, de apertar a tua mão, olhar no teu olho e te perguntar: Quem disse que eu desisti do Brasil, Eduardo?  Infelizmente, no dia seguinte, ocorreu o trágico acidente e eu nunca vou poder te dizer isso. Eduardo, não fui eu, nem o povo brasileiro que desistimos do Brasil.

Lá vem a mania de falar em nome de todo o povo brasileiro. Além do mais, a frase “não desistir do Brasil” pode significar muitas coisas. Para as pessoas trabalhadoras, significa não desistir de seus esforços. Para socialistas, significa não desistir de verbas do estado. Assim, fica ridículo um socialista falar “em nome do povo”.

Quem desistiu do Brasil foram setores da política e da mídia brasileira, quando promoveram o golpe militar de 1964 que mergulhou o nosso país em 21 anos de ditadura militar e que submeteu o povo brasileiro aos anos mais difíceis de nossa história. Inclusive, sua família foi vítima na carne daquele momento, quando o seu avô e então governador de Pernambuco, o inesquecível Miguel Arraes, foi retirado à força do Palácio do Campo das Princesas e levado ao exílio.

Errado. Eles não desistiram, mas lutaram para evitar que marxistas com sede de sangue dessem um golpe no Brasil. Parece que o conceito de “desistir” é totalmente vazio de significado para ele.

Eduardo, você não imagina o que essa mesma mídia está fazendo com a tragédia que marcou a queda do teu avião. Eu nunca pensei que um dia pudesse ver carrascos do jornalismo político brasileiro como Willian Bonner, Patrícia Poeta, Alexandre Garcia e Miriam Leitão falando tão bem de um homem público. Os mesmos que, um dia antes do acidente, quiseram associar a tua imagem ao nepotismo no Brasil choram agora a tua morte como se você fosse a última esperança do povo brasileiro ver um Brasil melhor. Reconheço as tuas qualidades, governador, mas não sou ingênuo para acreditar que sejam elas o motivo de tanta comoção no noticiário político brasileiro.

Olhem a hipocrisia. Eduardo Campos foi questionado sobre nepotismo, enquanto o site do PT não fez apenas questionamentos sobre o tema, mas acusações diretas. Ele está acusando os outros daquilo que o PT faz. Ou seja, toda a culpa que ele tenta imputar à mídia pertence na verdade ao PT. Que nível, que nível…

A pauta dos veículos de comunicação conservadores do Brasil sempre foi e vai continuar sendo a mesma: destruir o projeto político do partido dos trabalhadores que ameaça por fim às concessões feitas até então a eles. O teu acidente, Eduardo, é só mais uma circunstância explorada com esse fim, do mesmo jeito que foi o mensalão, os protestos de julho e a refinaria de Pasádena. Se amanhã surgir um escândalo “que dê mais ibope” e ameace a reeleição de Dilma, a mídia não hesitará em enterrar você de uma vez por todas. Por enquanto, eles vão disseminando as suposições de que foi Dilma quem sabotou o teu avião, e que fez isso no dia 13 justamente pra dizer que quem manda é o PT. Pior do que isso é que tem gente que acredita e multiplica mentiras e ódio nas redes sociais.

Vamos tentar entender o que essa figura quer nos dizer. Segundo ele, há uma conspiração da mídia contra o PT. Até aqui, é a chorumela de sempre. Mas por causa desta conspiração, estão dando espaço excessivo de mídia à morte de Eduardo Campos. E por que pessoas comuns suspeitam que há algo de errado na morte de Eduardo Campos, essa suspeição é “causada” pela Rede Globo. Nada do que ele diz faz sentido. Esse é o problema de pensar só por frames e não pela lógica que deveria estar contida nos discursos. Por muito menos que isso, já mandaram pessoas para sanatórios.

Lamentável! A Rede Globo e a Veja não estão nem aí para a dor da família, dos amigos e dos que, assim como eu, acreditavam que você não desistiria do Brasil. Você é objeto midiático do momento.

Ele está nos dizendo que comprou uma máquina de mensuração de empatia para dizer que as pessoas da Rede Globo não sentem esse tipo de emoção. Ele deveria patentear essa descoberta e ganhar muito dinheiro. Já imaginou conseguir adivinhar o que  sua namorada sente ou deixa de sentir? O que você está esperando para lançar essa tecnologia no mercado, Carlos Francisco?

Eduardo, não fui eu quem desistiu do Brasil. Quem desistiu foi o PSDB, que após o regime militar teve a oportunidade de construir um novo projeto de nação soberana e, no entanto, preferiu entregar o Brasil ao FMI e ao imperialismo norte americano, afundando o Brasil em dívidas, inflação, concentração de renda e miséria. O mesmo PSDB que, antes do teu corpo ser enterrado, já estava disseminando disputas entre o PSB e REDE para inviabilizar a candidatura de Marina, aliança que custou tanto a você construir.

Pena que não há uma evidência sequer do que ele falou. Ao contrário, existem evidências de que o PT tentou rachar o PSB um dia depois da morte de Eduardo Campos. Enfim, mais uma instância do “acuse-os do que fazemos”.

Eu não desisti do Brasil, Eduardo. Quem desistiu foi a classe média alta que vaiou uma chefe de Estado num evento de dimensões como a abertura de uma copa do mundo porque não se conforma com o Brasil que distribui renda e possibilita a ricos e pobres, negros e brancos as mesmas oportunidades.

Aqui ele deu uma mudada no discurso da Marilena Chauí. Antes a culpa de todos os males era da classe média. Agora é da classe média alta. Enfim, é a rotina de sempre, fingindo que “a elite não quer ver os pobres melhorarem de vida”, o que jamais fez o menor sentido. Exemplo desta rotina: “Direitistas não querem ver pobres viajando de avião”.

E tem mais uma coisa, Governador. Se ao convocar o povo brasileiro para não desistir do Brasil o senhor quis passar o recado de que quem desistiu foi Lula e Dilma, eu gostaria muito de dizer que nem eu, nem o povo e, nem mesmo o senhor, acredita nisso. Muito pelo contrário. A gente sabe que o PT resgatou o Brasil do atraso imposto pelo nosso processo histórico de colonização, do intervencionismo norte americano e da recessão dos governos tucanos. Ao contrário de desistir do Brasil, Lula e Dilma se doaram ao nosso povo e promoveram a maior política de distribuição de renda do mundo, através do bolsa família. Lula e Dilma universalizaram o acesso às universidades públicas através do PROUNI, do FIES e do ENEM. Estão criando novas oportunidades de emprego e renda através do PRONATEC e estão revolucionando a saúde com o programa mais médicos.

Pois é, Lula e Dilma fizeram tudo isso que ele falou, enquanto FHC é culpado “apenas” pelo Plano Real. Só que quem está entregando um país em recessão é o PT, mesmo recebendo um cenário favorável dos criadores do Plano Real. Aliás, o site Dilma Mente mostra sete mentiras do PT sobre educação. E a saúde pública vai indo tão bem que só foi possível preencher vagas com médicos escravos. Esse tal “eleitor comum” que “não desistiu do Brasil” não tem vergonha na cara?

Eduardo, eu precisava te dizer: não fui eu, nem o povo brasileiro, nem Lula, nem Dilma que desistimos do Brasil. Quem desistiu do Brasil, meu caro, foram os mesmos que hoje estão chafurdando em cima das circunstâncias que envolvem o acidente que de forma lamentável tirou você do nosso convívio. Fazem isso com o motivo único e claro de desgastar a reeleição de Dilma e entregar o país nas mãos de quem, de fato, desistiu do Brasil.

Aqui é o blá blá blá de sempre…

Descanse em paz, Eduardo. Por aqui, apesar da falta que você vai fazer a todo povo pernambucano, eu, Lula, Dilma e os brasileiros que acreditam no futuro do Brasil vamos continuar na luta, porque NÓS NUNCA DESISTIREMOS DO BRASIL.

Será que é assim mesmo?

Então vamos ver o vídeo abaixo:

Quer dizer que o tal Carlos Francisco não é um “eleitor comum”, mas um político profissional que ocupou (ainda ocupa?) cargo a partir do PCdoB? Isso é mais do que asqueroso! O incrível é que ele não sente vergonha alguma por ter posado como “eleitor comum” para cooptar corações, quando na verdade, pela função que ocupa (e pelo partido de que participa), tudo que temos são propagandas desonestas e milimetricamente encenadas para obtenção de benefício político.

Em suma, “o eleitor comum mandando carta aberta a Eduardo Campos”, para ajudar o PT, não passava de um político profissional manipulando a emoção alheia. De fato, o poço moral da extrema-esquerda não tem fundo…

De uma coisa nós podemos ter certeza: Carlos Francisco não desistiu do Foro de São Paulo. E por isso não podemos desistir de tirar essa escória da extrema-esquerda do governo.

Anúncios

12 COMMENTS

    • Normal, vindo do brasil171, ops! brasil247.

      Hilário que nem um site que é 100% petista consegue mais segurar os comentários contrários à Dilma.
      Esse, abaixo, achei o máximo:

      “E a pesquisa ‘Boca de Túmulo’? A viúva impostora conseguiu perder a pesquisa feita durante o velório!!!”

  1. Oi, luciano, tudo bom ?

    Gostaria de saber o que você acha da possibilidade forte da Marina ganhar….
    Bom, ela é meio louca, mas ao menos para mim parece ser menos pior que a Dilma. Ao romper a hegemonia ptista já é um primeiro passo….
    Apesar do PSC ter socialista no nome, estar alinhado com o foro de são paulo, é um partido menos esquerda que o PT… se bem que ela é mais esquerdista que o restante do partido, aparentemente…..

Deixe uma resposta