Até que enfim vão fazer algo: Federação Israelita do RJ reage a propaganda eleitoral do PSTU

41
66

2467246-9882-rec

A extrema-esquerda não consegue parar com seu discurso de ódio contra os países civilizados ao mesmo tempo em que endeusam regimes genocidas. É algo que eles já não conseguem mais controlar, mesmo que corram risco de serem processados por diversas violações aos direitos humanos.

O candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro Cyro Garcia, do PSTU, saiu pedindo o fim do estado de Israel no horário eleitoral da última terça-feira, dia 19. Veja o que ele disse:

O estado de Israel tenta calar a dor e a revolta do povo palestino com o assassinato de inocentes. Essa ação é repudiada em todo o mundo quer retirar os palestinos de suas terras e tem o apoio dos Estados Unidos. O PSTU defende a heroica resistência do povo palestino, o direito de permanecer em suas terras, a retirada das tropas, o fim do estado de Israel e a construção de um estado palestino laico e democrático, onde convidam todas as religiões.

O bizarro é pedir um estado palestino laico e democrático. Com o Hamas por lá comandando as ações? Cyro Ferreira não apenas agiu feito um propagador de discurso de ódio, mas também como um fanfarrão sem noção.

Geralmente, as pessoas ofendidas por essa escória tendem a amansar, mas não foi o que ocorreu desta vez: o presidente da Federação Israelita do Estado Rio de Janeiro, Jayme Salim Salomão, garantiu que está sendo feita uma análise do conteúdo do vídeo por advogados, que irão acionar o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Disse Jayme Salim:

Não podemos nos abalar com as declarações destas pessoas. Todos nós brasileiros judeus temos que combater esse tipo de declaração. Quando uma pessoa dessa coloca numa televisão e instiga um momento, é ruim para toda a população. Está ativando o antissemitismo, o racismo. Não temos que aceitar isso em um país democrático como o Brasil […] Isso ultrapassa o limite geográfico que atinge a todos nós. Temos que trabalhar para que isso não seja incorporado no Brasil.

Como sempre ocorre, as declarações do PSTU são indecentes. Veja um exemplo de como esse partido bizarro defende o indefensável:

Esse massacre, diferente do que parte da mídia tenta passar, não é uma guerra entre iguais. O território palestino foi destruído ao longo dos anos. Não há como assistir a crianças, mulheres e trabalhadores inocentes sendo assassinados e não se solidarizar.

Igualdade de condições em guerra é no mínimo piada. Isso vindo de um partido que jamais falou nada da superioridade bélica da Rússia contra os afegãos e da China contra os tibetanos.

Ainda na análise das empulhações do PSTU, eles seguem endossando o fim de Israel:

Temos no interior do PSTU militantes que são judeus, por exemplo. Já fomos em diversos debates convidados por judeus que também corroboram da mesma posição nossa, contra os massacres e em defesa de uma Palestina laica e democrática, onde possam conviver de forma pacífica tanto judeus, como cristãos e muçulmanos. Não somos contra o povo judeu, mas sim contra o estado do Israel. Defendemos uma Palestina livre, laica e democrática onde convivam lado a lado judeus e árabes, sob um estado democrático e laico, que aceite as diferenças. Isso significa destruir o Estado de Israel, ou seja, suas instituições (Exército, Justiça, Parlamento, Leis racistas, entre outras), já que hoje essas instituições atuam como uma verdadeira base militar dos Estados Unidos na região.

Como é que um estado será destruído sem o uso da força? E após o estado destruído, o que será feito com o povo judeu na mão de países comandados por jihadistas que dia desses sequestraram mais de 100 mulheres yazidi (que devem estar sendo estupradas neste momento, para depois serem forçadas a se converterem ao islamismo).

Esses sujeitos do PSTU não estão interessados em países democráticos, mas em implementações totalitárias por todo Oriente Médio. É por isso que odeiam tanto o estado de Israel, sabendo que isso implicará em massacre de judeus.

Já passou da hora de lançarmos uma efetiva rejeição social contra o PSTU, assim como toda a extrema-esquerda. Mas a comunidade judaica tem que ir muito além na hora de tratar um partido que, aí sim, precisa ir para a lata de lixo da história.

Anúncios

41 COMMENTS

  1. All we need is a Brazilian Lee Oswald.
    A Brazilian Lee Oswald is all we need.

    PS: This fucking bull-shit was not powered by John Lennon.
    PS: This fucking bull-shit was powered by Only-Me Facebook Friend’s Group.
    PS: I do not need more foes, because I just have enough friends.
    ……….

    Brazilian Lee Oswald = Lee Oswald – version 2.0
    With all do respect Sir, he will do the correct and aseptic way of politic in Brazil.
    ……….

    Do not forget that Babalu!
    ……….

  2. esse aí é um marxista ortodoxo, ele só tá seguindo a “natureza” dele em pregar o fim de israel. um marxista ortodoxo é um espécime em extinção justamente por eles serem uma ameaça até ao próprio marxismo ao serem extremistas demais. esse imbecil nunca vai ganhar nenhuma eleição justamente por provocar “gente grande” de fora… otário é o esquerdista que acha que pode falar “as verdadi”(segundo os fãs de lula) e não pagar um preço alto por isso…

    • Não sei. Parece-me que esses marxistas ortodoxos cumprem ao menos a função de colocar os limites e o eixo mais a esquerda, fazendo os menos ortodoxos aparentarem ser moderados ou até não seguidores de Marx.
      Vide o PT. Pelo senso comum da imprensa e da sociedade brasileira a quadrilha de Lula e Dirceu não está mais identificada o com marxismo.

  3. pcb, pc do b, psol, pstu e outros mais nanicos deveriam ser colocados na clandestinidade e declarados ilegais. Usou foice e martelo, tem que ter o mesmo tratamento da suástica. Enquanto estes stalinistas amantes de ditaduras tiverem a liberdade de proferir discursos de incitação ao ódio racial ou de classes em horário nobre e pagos com dinheiro do contribuinte, estaremos nos encaminhando rumo ao abismo. Estes caras não têm jeito, o Brasil é que precisa dar um jeito neles. E este jeito é muito simples: Cadeia ou exílio. E sem anistia pelos próximos 200 anos!

  4. Comentário de maluco.

    O PSTU, um dos partidos satélites do PT é mais um braço da SS Nazilullista. Fica claro quem são so nazistas nesta história, mas esses vermes insistem em chamar de nazistas os outros…

  5. Que retórica atravessada a desse partideco genocida. Quem aguenta tanta inversão de valores? Ontem, li que as mulheres yazidi estão se jogando das pedras para não serem estupradas pelos “democráticos” componentes do Estado Islâmico. É com a mesma bondade e compaixão que os jihadistas vão tratar os israelenses. Esse PSTU é um horror.

  6. Esses perturbados do PSTU não estão nem aí para o povo judeu. É fato. Sem ladainha de Estado laico. Haja vista as afirmações de seus pronunciamentos sempre enfatizando Israel como base dos EUA. Eu como Cristão vejo da seguinte forma: as profecias do Senhor se manifestando. É fato. O povo Dele seria mesmo perseguido. Ora, são viáveis as perseguições políticas e religiosas.

    • Não que isso tenha importância pra mim que sou agnóstico, mas enfim…
      Você, como CRISTÃO, devia saber que a religião judaica não reconhece Jesus como salvador coisa nenhuma, pra eles Jesus foi um cara normal, um impostor e eles ainda estão esperando o salvador.

  7. Fiquei até pensando em escrever algo contra essa bullshit “antissemitismo, racismo” e outras palavrinhas sem conteúdo comumente utilizadas por gente histérica para “trancar debate”.
    Mas aí achei melhor não passar por defensor do PSTU.

    • Você não ia ‘passar por defensor do PSTU’, parte da direita americana condena os crimes que o estado de Israel faz, e condena que dinheiro do taxpayer americano seja mandado pra lá.
      Essa conversa de que SÓ a esquerda condena Israel é uma lorota típica dos neocons brazucas: tio rei, constantino, o olavete da veja… e do Luciano também.

  8. Em uma parte do texto você escreve PSOL ao invés do PSTU (não que muitos do PSOL pensem de forma igual -porém discreta- mas eu acredito que a matéria do texto é o pstu).

    E olha que isso não é novo.Se você jogar no Google Fierja pstu vai encontrar a Fierj reclamando desse partido no ano de 2009.

  9. Luciano você cometeu um erro.Os terroristas do IS não convertem yazidis,esse “privilégio” só é dado aos dhimmis.Os yazidis eles só matam mesmo.

  10. “Defendemos uma Palestina livre, laica e democrática onde convivam lado a lado judeus e árabes, sob um estado democrático e laico, que aceite as diferenças.”

    Um estado único PALESTINO?

    Às custas de tudo o que os israelitas CONQUISTARAM até hoje?

    Que aceite TODOS os judeus de Israel sem problema algum?

    E ainda por cima LAICO?!

    Depois dessa, o PSTU já pode fechar as portas e mandar seus militantes irem pra casa dormir. O único mundo no qual eles estão habilitados para exercer participação política é o mundo dos sonhos.

  11. Esses cretinos querem negar a Israel o direito de se defender contra o radicalismo satânico. Eles falam em Islã, mas essa é uma doutrina que, como o cristianismo, prega o amor e não o ódio. O hamas não é islâmico, ele é satânico. Israel nunca tomou a iniciativa de atacar os árabes, mas sempre soube se defender com muita competência. Parabéns, povo israelense!

  12. O mais engraçado é que não aparece NINGUÉM para dizer – e denunciar – que esses caras estão fazendo REALMENTE apologia ao crime, no caso, genocídio. Enquanto isso, em Banânia, a jornalista do SBT, Sherazade, é perseguida por “incitar o linchamento do menor infrator”, o que não aconteceu de forma alguma, e censurada por exercer sua opinião de jornalista. É sempre assim: dois pesos, duas medidas, canalhas por todos os lados, zumbis, orcs e anencéfalos. E em breve, todos votando, é claro…

    Oriana Curitiba

  13. Alguém avisa esse povo que o país laico e livre, com igualdade entres os cidadãos já existe. Chama-se Israel. Lá todos são livres! A Palestina devia é aprender com Israel e não querer o seu fim. O Hamas é terrorista, quem apoia o Hamas apoia o terrorismo.

    • A questão não é se será implementado ou não, mas se o partido no poder TERÁ COMPETENCIA/CONDIÇÕES/HABILIDADE/ETC/ETC para implementar. É o tal julgamento apenas por intenção, que não sobrevive em termos de argumento.

  14. realmente….aki em Santa Catarina, escutei propaganda no radio, uma candidata, falando em tom de ódio, xingando Israel de racista, e dizendo que o Brasil deve acabar com qualquer relação diplomática com Israel…. achei aquilo um absurdo, uma estupidez, …. ela devia estar é pelo menos propondo algum ponto de seu programa….mas ao invés disto, apenas discurso de ódio…..

Deixe uma resposta