Dissimulação sem limites: um vídeo bolivariano em prol da censura de mídia sob medida para enganar os incautos

28
180

bolivarianos

Será que alguém ainda tem dúvida a respeito do altíssimo grau de dissimulação dos bolivarianos tarados por censura de mídia? O vídeo que veremos ao final deste post, criado pelo Canal Intervozes, serve para tirar a dúvida

O Coletivo Vozes é mais um desses “coletivos” que só pensam em uma coisa dia e noite: obter verba estatal do governo, para em seguida funcionar como aparelho de um estado totalitário.

É o eterno toma lá da cá que sempre resulta na destruição da vida dos habitantes do país, os quais em sua maioria que buscam meios legítimos de ganhar seu sustento. Pena que no final estes últimos (a grande maioria) serão servos de um governo depravado e seus sovietes.

Grupos como este “coletivo” fazem parte dos sovietes do PT. É por isso que algumas perguntas são urgentes. Por exemplo, há partidos tão cínicos e que consigam amealhar tantas pessoas sórdidas como eles? Vocês estão prontos para combater e denunciar este nível de chantagem emocional?

É neste território, em que os jogos psicológico mais sujos que mentes deformadas podem conceber, todas elas interessadas em construir um totalitarismo perverso em nosso país, que a guerra pela liberdade vai ser disputada.

Se a direita se recusar a se preparar para desmascarar mentes psicopáticas, deve também estar ciente de que as regras do jogo dos bolivarianos já estão disponíveis para todos tomarem sua decisão de participar ou não.

Desmascaramento, ridicularização e escracho de quem faz esse tipo de jogo podre (fazendo uso até de crianças, de forma torpe) deveria ser só o começo.

Anúncios

28 COMMENTS

  1. Bora brincar de dar nó na cabeça dos esquerdistas?
    http://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,medicos-denunciam-escassez-na-venezuela-imp-,1548291

    Se algum esquerdista chegar dizendo que isso é culpa do imperialismo yankee, lembre a ele que Cuba sofre um “terrível embargo econômico dos EUA”, e mesmo assim, “tem uma saúde exemplar” (nas palavras do próprio esquerdista). Bem, das duas, uma:
    -O imperialismo yankee é o responsável, e, portanto, o sistema de saúde de Cuba é uma desgraça, visto que eles dizem sofrer com influencia americana o tempo todo
    -Cuba tem mesmo um sistema de saúde bom, Maduro que é incompetente e não consegue controlar a situação da saúde do país, independente de influência americana

    Ou ainda uma terceira:
    -Cuba tem um sistema de saúde péssimo, a Venezuela também, e isso é culpa da incompetência de seus líderes mesmo.
    Duvido que ele vá aceitar o terceiro ponto, então mostre a ele apenas os dois primeiros. Vamos ver o que sai daí 😉

  2. Acho que isso aqui (http://www.paraexpressaraliberdade.org.br/index.php/2013-04-30-15-58-11 ) merece refutação sua e ampla divulgação destes embustes, como estes aqui:

    “Pare e pense! Como o índio, o negro, as mulheres, os homossexuais, o povo do campo, as crianças, aparecem na televisão brasileira? Como os cidadãos das diversas regiões, com suas diferentes culturas, etnias e características são representados? A liberdade de expressão não deveria ser para todos e não apenas para os grupos que representam os interesses econômicos e sociais de uma elite dominante? Existem espaços para a produção e veiculação de conteúdos dos diversos segmentos da sociedade na mídia brasileira?”

    Claro, não existem canais regionais, nem negros, nem homossexuais, nem índios na TV. Só há brancos europeus ricos na televisão. Acho que o programa “Esquenta”, os jornais regionais e as novelas deve ser uma ilusão de ótica criado pelo capitalismo malvado.

    Além disso, eu me perguntei qual a diferença entre “Público” e “Estatal” – visto que um canal sem fim lucrativo precisa se manter de alguma forma. Se ele não dá lucro, precisa pegar de outro local – e não sendo privado, só o estado conseguiria fornecer tais recursos. Ou seja, eles querem 2/3 da televisão em controle estatal.

    E ainda tem a CARA DE PAU de chamar isso de “liberdade” – e o pior, usando crianças.

  3. Olha o que tem na página do site da instituição que financia essa bosta:

    “Junto com nossas organizações parceiras, entre outras o PT (Partido dos Trabalhadores), a CUT (Central Única dos Trabalhadores), inúmeras organizações da sociedade civil, instâncias governamentais e instituições científicas, estamos há mais de 30 anos atuando a partir de São Paulo como FES Brasil, ocupando-nos de múltiplas questões: política internacional, o estado e a sociedade, as relações trabalhistas/sindicais e a inclusão social.”

    http://www.fes.org.br/

  4. O psicopata sempre assina sua obra, buscando o reconhecimento e a adesão dos que com ele se identificam. No caso do vídeo a assinatura vem aposta nos segundos finais, quando o espectador enojado provavelmente já abandonou a exibição, mas aqueles que comungam com o propósito exposto ainda estão se deleitando. Vejam novamente e observem até o final. Quem assina a produção é uma entidade auto intitulada MOLOTOV, cujo logotipo não deixa qualquer margem de dúvida quanto à ideologia que a anima.

  5. Tadinho do governo, tão pobrezinho, né? Tão pobrezinho a ponto de chantagear o SBT ameaçando cortar a verba publicitária estatal. Que meiguinho. Depois de Bezmenov, eu fiquei vacinada. O discurso esquerdista entra por um ouvido e sai pelo outro.

  6. É interessante como até um sítio como o da Veja pode estar veiculando uma propaganda esquerdopata.

    http://veja.abril.com.br/multimidia/video/conheca-o-manifesto-que-um-grupo-de-estudantes-brasileiros-criou-para-apontar-os-principais-problemas-da-educacao-no-brasil

    O link acima é de um programa aparentemente bem intencionado que visa, entre outros pontos, acabar com a doutrinação política nas salas de aula. Fui na página do Facebook do Grupo (https://www.facebook.com/mapadoburaco) e vejo ali o vídeo de lançamento do grupo produzido pelo #MidiaNinja onde se ouvem os depoimentos de Marcelo Freixo e Jean Willis. Com essas credenciais fica muito difícil acreditar nas “boas intenções” dos que os apoiam, já que são alguns dos principais fomentadores da ditadura socialista e responsáveis pela implementação ditatorial de censura a jornalistas, demissão de trabalhadores e esforços para implantar a censura à imprensa.

    Fica aqui um alerta, pois imagino que seja mais um soviete esquerdista para controle das salas de aula ou, quem sabe, alguém possa me provar que errei na minha avaliação do tal novo conselho.

  7. Seria a hora?!
    Reparou no final o nominho da empresa que produz e edita os filmes!!!
    Molotov Filmes, referência cara-de-pau a lá black block, no qual o ícone representa uma, digamos, feminazi segurando um coquetel molotov, o símbolo máximo declarado do leninismo-esquerdismo!
    Chego a ficar “de cara” com tamanha demonstração de intenções declaradas na semiótica socialista, indicando alertas subliminares para seus “coletivos” e em qual o engajamento estão direcionando.
    Nós temos obrigação de detectar esses “sinais” que eles estão transmitindo de forma conspiratória e suave, pois isto mostra que estão dando as indicações aos “liberadores de verbas” sovietes que pertencem aos seus quadros com mecanismos aparelhados de membros estatais de financiamento, ditos culturantes.
    Penso inclusive, pois me preocupa, que deveríamos começar a se auto-organizar e criar nossas próprias “ONGS”, pois, ou nos organizamos, ou seremos engolidos pelo poder econômico suga-verbas estatais deles.
    Se não vejamos, imagine que eu não tenha como encontrar Luciano Ayan na internet, porque este sofreu uma “força” de censura esquerdista individual a sua pessoa, ou ainda porque lhe é particularmente muito oneroso manter o blog e a comunicação via internet, ou é reprimida por um mecanismo judicial usado como censura?!
    Acredito no poder descentralizado da internet, mas temo por perdas de pontos-chave da nossa militância intelectual, por hiposuficiência econômica…
    O que fazer?!
    Criar um site crowdfounding, ou ao estilo Rotary direitista, ou algo ao estilo Small World Foundation
    https://ww.asmallword.com/aboutus
    Ou entrar na guerra política, bem antieticamente e com estômago forte, ao ponto de ludibriá-los com Ongs que pedem verbas públicas, e formar militâncias direitistas embaixo do nariz deles?!
    Sermos organizados apenas por interlocutores individualmente, em cada trincheira é suficiente na guerra política?!
    A maior prática esquerdista sempre foi a mobilização, afinal esses vagabundos não tem o que fazer no dia a dia, e se encontrar pra eles é fácil!!
    Seria o caso de apenas usar algum engajamento ao estilo “software-livre foundations”, simplesmente contribuindo com atualizações de códigos nas horas-vagas?!

    Afinal, se o poder está no pensamento, não por ele em prática, inviabilza a realização.

    Saudações
    Sergio

  8. Engraçado que o vídeo abre espaço para muitas coisas que essa turma não vai gostar!

    Eles não vão querer dividir os “brinquedos” da mídia com o Instituto Mises, IL, Logos apologética, mídia sem máscara a Veja e muito menos com este blog. Só jogar isso na cara deles!
    Chega a ser piada a comparação entre dividir os brinquedos e o estado, com uso da fora, querer que os donos de meios de comunicação dividam seus espaços com quem o governo julgar conveniente. Então vamos dividir as armas das forças armadas com a população. Precisamos democratizá-las.
    Por que não tirar uma lição do vídeo? Usar um vídeo parecido para ridicularizar essa turma… mostrando como a “ley de medios” brasileira não dará espaço para o contraditório da direita. Ou um vídeo mostrando os defensores dessa lei como sendo crianças egoístas querendo pegar o brinquedo do coleguinha.

  9. Eu não entendo a reinvindicação deles… A TV consegue sintonizar mais de 100 canais. O governo já tem alguns canais, já existem outros canais de outras emissoras… Porque é que eles tem que se intrometer na programação das emissoras já estabelecidas?

    Ninguém está obrigando o povo a assistir a Globo, o SBT ou a Band… As pessoas assistem PORQUE QUEREM. O governo reclama dizendo que a mídia não dá espaço! POMBAS! É o próprio governo que aloca os canais de TV! Crie 50 canais estatais pô! Tá faltando canal na TV?

    • O objetivo é simples.

      Criar um monte d canais públicos e LIMITAR a ação dos canais privados, além de fazer todos estes vulneráveis aos anúncios estatais.

      Depois disso, o governo direciona os anúncios para aqueles que se aliarem a ele.

      É a censura sutil.

      Eles estão com a estratégia certinha.

      Uma dica é ler La Cocina de La Ley, livro argentino que mostra como eles implementaram a lei de mídia por lá.

      As rotinas, os frames e a estratégia são exatamente iguais.

      http://www.villamanuelita.org/lacocina/La%20Cocina%20de%20la%20Ley%20.pdf

      Abs,

      LH

      • Eu sei que é isso, Luciano…
        A crítica na verdade é a seguinte: “Quem eles acham que conseguem convencer com esse discurso?”.

        Se alguém me abordar na rua e dizer “Você precisa assinar isso aqui: Lei de democratização da mídia”, eu vou responder: “Mas ué! A mídia já não é democrática? O que é que impede qualquer um de abrir um canal de TV?”

      • Daniel,

        Eles conseguem pressionar o congresso com isso, criando uma legião de pessoas “da sociedade civil” que vão reclamar nos termos dessa propaganda.

        Claro que não convencem eu e a vc. Mas o problema é convencer a massa…

        ABs

        LH

  10. Ford Fundation Grants: Intervozes

    1 TO 7 OF 7 RESULTS
    GRANTEE YEAR AMOUNT REGION INITIATIVE APPROACH
    Intervozes-Brazil Social Communication Collective 2007 $300,194 Brazil * *
    Intervozes-Brazil Social Communication Collective 2006 $160,710 Brazil * *
    Intervozes-Brazil Social Communication Collective 2008 $500,000 Brazil Advancing Media Rights and Access *
    Intervozes-Brazil Social Communication Collective 2010 $400,000 Brazil Advancing Media Rights and Access Evaluation and Assessment
    Intervozes-Brazil Social Communication Collective 2013 $250,000 Brazil JustFilms Media/Content Development
    Intervozes-Brazil Social Communication Collective 2013 $300,000 Brazil Advancing Media Rights and Access Capacity Building and Technical Assistance
    Intervozes-Brazil Social Communication Collective 2011 $160,000 Brazil Advancing Media Rights and Access Capacity Building and Technical Assistance
    RESULTS PER PAGE:

Deixe uma resposta