Um partido com o parafuso solto: Brasil está em recessão técnica, mas no mundo de propaganda do PT tudo está lindo e maravilhoso

7
79

mantega2

É nisso que dá um governo ter se especializado em inventar desculpas esfarrapadas: o barco da economia está afundando e os governistas dizem que “está tudo sob controle”. Não, não está sob controle. Por causa da opção deliberada  do governo em prol de um projeto de manutenção de poder à todo custo, Dilma e Mantega conseguiram a proeza de fazer o Brasil entrar em recessão técnica.

Como eles não conseguiram censurar a mídia (embora tentem arduamente), a imprensa divulgou os dados do IBGE mostrando que o PIB do segundo trimestre encolheu 0,6%. Lembrando que o PIB do primeiro trimestre já havia caído 0,2%.

Aécio Neves comentou:

Hoje é um dia triste para o Brasil, o país entrou em recessão técnica […] Na verdade, o governo do PT terminou antes da hora e o legado será crescimento baixo, investimento baixo, com inflação alta, juros altos e uma perda crescente da confiança na nossa economia, o que impacta nos investimentos e no emprego […] Mais do que nunca fica claro que este modelo que está aí fracassou.

Como o governo está sem discurso no momento (embora ontem tenham soltado as asinhas, e falarei disso em outro post), caíram naquela situação onde agem assim: “Vá lá, tente arrumar algum discurso e veja o quanto é possível enrolar. Confiamos em você, Mantega!”

O resultado, naturalmente, é essa miséria que vemos abaixo no discurso do atual ministro da economia:

No terceiro trimestre vamos ter 10 por cento a mais de dias úteis… É como termos 10 por cento a mais de produção e comércio […] Vamos ter terceiro trimestre positivo.

Isso é simplesmente surreal! O maior problema é que o crescimento do PIB tem sido pífio já no terceiro trimestre. Para piorar, o resultado consolidado dos meses anteriores é negativo. Ou seja, mesmo que exista um terceiro semestre positivo no resultado consolidado isso ainda não significa um PIB positivo ou, na melhor das hipóteses, com crescimento razoável. A frase “vamos ter terceiro trimestre positivo” merecia um sonora vaia no estilão daquela lançada sobre Dilma durante a Copa do Mundo.

Aliás, A Copa do Mundo, cantada em verso e prosa pelo governo nas primeiras semanas do torneio e esquecida após a humilhante derrota por 7×1 para a Alemanha, agora virou a culpada da história, por causa de 10 dias parados. O que, evidentemente, não é verdade, pois as empresas em geral trabalharam um pouco mais de horas nos dias seguintes aos jogos para compensar alguns (poucos) dias em que o turno foi feito pela metade.

Isso é outro atestado de incompetência: o governo assumiria ter trazido um torneio que nos fez ter o PIB diminuído? É isso que ele está querendo alegar? Deve ter perdido o juízo. Mas que fique bem claro: a transferência de culpa feita por Mantega, como sempre, é conversa pra boi dormir.

O parangolé de Mantega também foi repetido por Dilma, que afirmou que o mês de Junho foi aquele com o maior número de feriados: “o maior da história”.

Mas por que isso simplesmente não é verdade? Por que copas do mundo existem há várias décadas e a ocorrência de jogos durante os turnos de trabalho também. Geralmente, as empresas liberam seus funcionários durante meio período (não turno integral), com compensação nos dias imediatamente próximos.

Vejam um resumo dos dias produtivos impactados nesta Copa 2014:

  • 12/6 – Brasil 3 x1 Croácia – jogo às 17 horas – profissionais liberados às 15 hrs. – sem desconto – era feriado
  • 17/6 – Brasil 0x0 México – jogo às 16 horas – profissionais liberados às 14 hrs. – 4 horas de desconto
  • 23/6 – Brasil 4×1 Camarões – jogo às 17 horas – profissionais liberados às 15 hrs. – 3 horas de desconto
  • 24/6 – Feriado – dia de São João – 8 horas, sem desconto
  • 28/6 – Brasil 1×1 Chile – jogo às 13 horas – sábado – sem desconto

Tivemos dois feriados, em 12/6 e 24/6, o que é plenamente normal. Nos dias 17/6 e 23/6 tivemos, em ambos os dias somados, 7 horas de desconto. Para arredondar, vá lá, vamos contar como se fosse 8 horas, apenas por um pouco de caridade. As empresas liberavam os funcionários e eles compensavam em outros dias. E mesmo que não descontassem, teríamos no máximo 1 dia a mais de descanso em comparação aos outros meses. Isso não justifica a queda do PIB. Cadê os 10 dias parados em junho, Dona Dilma e Seu Mantega?

Ontem, de forma grotesca, Mantega criticou Armínio Fraga, dizendo: “Sei que o setor financeiro gosta disso porque lucra, faz arbitragem. Eu me preocupo: se estão criticando tudo isso é porque vão fazer o contrário. Até poderão ser bem-sucedidos, mas vão criar recessão, desemprego e a população vai regredir. Tudo isso que a população avançou, corre o risco de ser revertido, é perigoso. É melhor que deixem claro para a população”.

Pensando bem, qualquer um afirmando querer mudar o rumo de como a economia tem sido gerenciada, já salta na frente do governo do PT. Resta a Mantega ficar bravinho por que Armínio desmascarou a gestão petista com fatos. Deve ser degradante um sujeito ter que viver fazendo propaganda criando um mundo que não existe na realidade. Mas os números estão aí para mostrar que Mantega deveria pensar em se abster de falar com a imprensa nesses dias para as coisas não ficarem mais constrangedoras para ele.

Em relação ao PSDB, devemos reconhecer que Armínio Fraga colocou Guido Mantega no bolso. A má notícia é que hoje em dia isso não significa absolutamente nada.

Anúncios

7 COMMENTS

  1. Pronto! O crescimento parou e o brasileiro vai perceber que o salário, a esmola estatal e o dinheiro no porquinho virou pó. Aí, é que Dilma não se reelege mesmo.

  2. Por falar nisso, estou lutando para comprar uma lavadora de roupa e um vestido amarelo (que custa 1/4 dessa mesma lavadora), antes que a inflação galopante me impeça de comprar os dois. Ai, que dilema.

  3. E a mais recente pesquisa DATA FOLHA divulgada a pouco no JN aponta crescimento de Marina frente a Dilma. A vantagem se dá no cenário de primeiro e eventual 2° turno. Gostaria do ponto de vista do amigo…

  4. eles estão sendo os incoerentes de sempre, onde a culpa é sempre dos outros, do PSDB, da elite branca de olhos azuis, agora a culpa é da copa? pois foi justamente o lula que o trouxe ao Brasil. a culpa são dos estrangeiros? mas não foi a dilma quem ficou reclamando do tsunami de dólares e daquela conversa fiada de guerra cambial? e quando a dilma perder a culpa vai ser de quem? bem, temos uma ideia.

  5. Uma denuncia do absurdo!!! A previsão de aumento do salário mínimo para 2015 é de 8.8% e o aumento da carne bovina,já é de 22%!!! Volta o adágio popular: pobre só sente o gosto da carne quando morde a língua?!

Deixe uma resposta