Como tratar um petralha em debate: Gleisi Hoffman se descontrola ao ter suas imoralidades exibidas ao público

21
421

noticia_231659_img1_3-f1

Prestem atenção nesta notícia/comentário do ótimo blog Ucho.Info: “Gleisi irrita-se quando lembrada de sua ligação com o pedófilo Gaievski e com o amigo do doleiroi Youssef”:

À flor da pele – Senadora pelo PT e candidata ao governo do Paraná, Gleisi Hoffmann perdeu o controle durante o debate promovido pela Band-PR. Esse descontrole ocorreu quando a petista foi lembrada, pelo candidato Túlio Bandeira (PTC), adversário na corrida ao Palácio Iguaçu, de sua associação com o pedófilo Eduardo Gaievski, que levou para a Casa Civil do governo Dilma Rousseff para coordenar os programas federais destinados a crianças e adolescentes; e com o deputado federal André Vargas (ex-PT), na fila da cassação por conta das ligações com o doleiro Alberto Youssef. Gleisi havia atacado Túlio, acusando-o de ser “imoral”. Levou um troco fulminante.

“Eu não posso deixar de responder a candidata Gleisi que me acusou de imoral, mas imoral é ela que anda amadrinhada com bandidos. A exemplo do Gaievski que estuprou mais de 32 mulheres na cidade de Realeza. Eu fui o primeiro a representar contra este cidadão e ela levou para ante-sala dela no Palácio do Planalto. O André Vargas que ela andava até poucos dias rodando pelo Paraná, e os companheiros dela que estão condenados na Papuda. Eu respondo sim, fui preso e respondo um processo criminal, e eu vou ter prazer de provar a minha inocência”, disse Túlio Bandeira.

Trêmula e visivelmente transtornada, Gleisi não conseguiu se recuperar do ataque e passou o restante do debate externando nervosismo. Não foi para menos, pois a associação íntima da ex-chefe da Casa Civil da Presidência com auxiliares complicados é marcada pela constância. Além de Gaievski, que costumava detalhar aos amigos os estupros que cometia, a senadora tem outros complicados em seu círculo. A coordenadora da campanha na região de cidades importantes como Cianorte e Cascavel, Regina Dubay (PR), prefeita de Campo Mourão, é suspeita de comandar o esquema que obriga funcionários públicos comissionados a devolver parte dos salários para uma quadrilha que, segundo o Ministério Público, está “instalada no alto escalão”.

Há mais episódios nada republicanos na trajetória da petista. Gleisi Hoffmann, na condição de senadora, nomeou o petista Gláudio Renato de Lima como assistente parlamentar. Gláudio foi condenado em dois processos pela Justiça do Paraná, um por improbidade administrativa, outro por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e concussão.

Todos esses contratempos têm levado a senadora a apresentar sinais de estresse elevado, o que explicaria o seu suposto desejo de “dar um tempo” na campanha, período que dedicaria a uma viagem à Índia. Gleisi segue os ensinamentos da Brahma Kumaris, entidade não governamental criada na Índia, em 1937, com o objetivo de promover valores humanos, morais e espirituais universais. Fora isso, a petista é discípula do guru anglo-australiano Ken O’Donnell, conhecido como Hare Baba, a quem costuma recorrer em casos de emergência.

A última fonte de fúria da senadora foi diante dos resultados de uma pesquisa nacional, divulgada pela revista Época e produzida pelo instituto Paraná Pesquisas. A sondagem revela que a chamada “nova classe média” (2 a 5 salários mínimos) que teria crescido durante os governos do PT, estaria migrando em massa para a candidatura de Marina Silva. A perda do apoio desse estrato estratégico do eleitorado está deixando Gleisi à beira de um ataque de nervos.

Veja o vídeo:

O que ocorre com os petistas? Simplesmente esse é um grande calcanhar de Aquiles que felizmente Aécio e Marina tem aproveitado nos debates com Dilma, mas dá para avançar muito mais nesse quesito. Ocorre que enquanto os petistas possuem um histórico de erros administrativos e imoralidades extremas, ao mesmo tempo são incapazes de reconhecerem seus próprios erros. Isso os torna excessivamente confiantes enquanto estão acusando os outros, ao ponto de “abrirem brechas” para contra-ataques fulminantes.

Mas se lembrarmos das regras para táticas de Saul Alinsky, uma delas é “faça o adversário sucumbir pelo seu próprio livro de regras”. Ou seja, todo o código lançado pelo oponente deve ser usado contra ele. É assim: “você acabou de defender X, mas fez Y em contradição com X”.

É a mesma coisa com Dilma Rousseff: recentemente ela está tentando lançar constrangimento sobre Marina por esta última não apoiar o PL/122. Mas foi a própria Dilma que fez aliança com pastores evangélicos para ajudar a derrubar o PL 122 tempos atrás. Agora Dilma faz campanha dizendo que Marina é um “Collor de saias”. Mas é a própria Dilma que tem aliança com Collor. Se ele é tão “ruim”, qual o problema? E assim, sucessivamente, para cada vez que eles decidem “cagar regras”, podemos pegá-los no contrapé.

Foi exatamente isso que ocorreu com Gleisi Hoffman. Tecnicamente, isso devia se tornar um esporte. Algo como? “Quem já usou a tática 5 do Saul Alinsky contra um petista nessa semana? O quê? Nenhuma vez nessa semana? Já está perdendo o jeito, hein…”

Anúncios

21 COMMENTS

  1. Luciano, em off: (para perceber a anencefalia desse tipo de pessoas)

    Em uma discussão de facebook com um socialista feminista (perceba “socialista” e não “comunista”), eu disse que o socialismo queria destruir a propriedade privada (mesmo sabendo que não era isso), ele me xingou de burro e disse que isso não era socialismo. Então eu joguei verde e perguntei o que era socialismo para ele e como que o socialismo não era a abolição da propriedade privada.

    Então ele disse que no socialismo, empresas podem existir sim, mas as maiores empresas devem ser coletivas (o imbecil fielmente acredita que empresas estatais “são de todos”, mas nós pagamos impostos E MAIS por seus produtos), deve haver distribuição de renda através de programas sociais, leis trabalhistas fortes que cada vez mais impedem o enriquecimento “injusto” e “parasita” de empresários menores.
    Um Estado desse tamanho, obviamente só pode existir, com altíssimos impostos sobre a população.

    Isso era exatamente o que eu queria que ele respondesse, pois o NACIONAL SOCIALISMO (nazismo) foi EXATAMENTE ISSO o que ele disse.

    Então expliquei para o retardado que xingou minha família até a 10ª geração, porque ficou com raivinha, que: A diferença entre o socialismo soviético e o socialismo nacionalista (socialismo que hoje é conhecido como “fascismo”) era que o Partido Comunista Bolchevique pretendia chegar à coletivização total (estatização total) da sociedade soviética, enquanto que o Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães pretendia ficar no Socialismo MESMO, não tinha aspirações em transformar-se no Utópico e Impossível “Comunismo”.
    E o socialismo de Hitler era EXATAMENTE isso que ele descreveu que ocorreu na Venezuela e na Argentina e está quase ocorrendo no Brasil.
    O enriquecimento de grandes empresas privadas aliadas a empresas estatais É A ESSÊNCIA DO SOCIALISMO, meu filho. O Brasil, a Venezuela e a Argentina é um exemplo quase que perfeito disso.

    Enfim, ainda escrevi que um socialismo ser racista, como foi o extermínio dos judeus e o recente extermínio étnico dos bósnios feito pelo Partido Socialista da Sérvia , não anula o fato de um partido ser socialista.

    O cara, como não tinha argumentos para refutar as verdades que eu disse, quis alterar a definição de socialismo que ELE MESMO FEZ.
    Mas, sem sucessos, disse para eu ir estudar e parar de dizer que o nazismo é socialista.
    Apresentei o documentário “The Soviet Story” para ele, mas obviamente não irá assistir.

    • O que difere o nacional socialismo do socialismo soviético.
      O nacional socialismo não é marxista não altera a forma de produção , claro que ambos são coletivistas um de classe e outro de “raça”.
      O socialismo não nasce nem termina em Marx.
      Claro que o objetivo real é o totalitarismo por meio de um estado inchado e intervencionista.

  2. Fico realmente em êxtase ao ler sobre os socialistas apanhando e ficando histéricos por causa disso. Quando o socialista é petista, como a Dilma, a Gleise e a Maria do Rosário, então, o êxtase é quase orgásmico. Às vezes não sei o que é melhor aqui, as matérias publicadas ou os comentários. 🙂

  3. É o velho ditado: Quem tem telhado de vidro não joga pedra no do vizinho. O problema é que esses psicopatas perderam o contato com a realidade. Estão vivendo num mundo paralelo, na 5ª dimensão e aí demonstram o perigo que são para a nação.

    • Antes de mandar professor fazer mestrado e doutorado tem que desinfetar a faculdade do pensamento comuno-marxista. Fora isso, é dinheiro jogado fora e perda de tempo.

  4. Aos interessados, começa aos 23:40 do video abaixo (com uma pergunta do Beto Richa) e aos 27 o candidato ainda dá mais uma nela, falando que está nervosa e não respondeu sua pergunta. Ela pede o direito de resposta e o mediador apenas “deixa anotado”. Chupa, Miss Botox!

    • “No vídeo, ela fala sobre a tendência de mostrar “personagens femininos geralmente insignificantes e com os quais não se pode jogar, cuja sexualidade ou vitimização é explorada de modo a dar um tempero provocativo ou picante aos universos dos games”.”

      Olha!Usando a “lógica” de Sarkeesian eu chego a conclusão que passei a minha infância jogando o misógino “Super Mario Bros”.Quer coisa mais machista do que um encanador sacrificar a vida para salvar a princesa (NPC)?
      Isso fora a violência contra os animais que ele pratica ao pisar em tartarugas e usar o “pobre” Yoshi como burro de carga.Sem contar a apologia ao uso de drogas que ele faz quando usa cogumelos.
      Vou levar o jogo para o Jean Wyllys.Com certeza ele vai ver algum tipo de homofobia nesse game imperialista.

  5. O comentarista está certo, as táticas do PT chega dar nojo em acusar oponentes de tudo aquilo que eles fazem de pior.
    Vejam esta por exemplo:
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/09/1510644-pt-pede-apuracao-sobre-renda-com-palestras-de-marina-silva.shtml

    Veja, ninguém chegou a tanto de pedir apuração de quanto ganhou LULA e seus capangas José Dirceu, Pallofiiii, e outros menos nobre mas com informações privilegiadas.
    Mas eles querem empurrar a Marina para a lama quando neste item palestras eles estão no atoleiro da imoralidade até a cabeça.
    Dá nojo este partido do cão.

  6. Não achei que a candidata se mostrou mais ou menos nervosa do que os outros. Aliás, que debate mais jeca, hein? Acho que a gente encontra mais classe em debate pra eleição de síndico de bordel. Destaque para os dois candidatos com adesivo de campanha na roupa.

  7. E sou um Brasileiro com uma idade que já tenho Bastante conhecimento sobre os Governos do Paraná, com 60 anos vivendo no paraná conheci dois governo que sempre confiei que.fizero um bom trabalho um é vivo o outro já falecido mais acho que foram os unicos até agora.

Deixe uma resposta