A jovem gremista com a vida destruída e o que isso tem a ver com Luciana Genro e Dilma Rousseff

102
178

patricia

Nos dias recentes, é difícil imaginar uma vítima maior da ausência deliberada de senso de proporções do que a torcedora Patrícia Moreira, do Grêmio, que há oito dias atrás gritou “macaco” em um estádio para se referir ao goleiro Aranha, do Santos.

Como as notícias recentes nos mostraram, sua vida foi definitivamente destruída a partir daí. De origem humilde, ela perdeu o emprego. Sua família teve que se mudar. Ela não conseguirá emprego tão cedo. O mesmo deve ocorrer com seus pais.

Mas isso ainda não é nem o começo. Ameaçada de morte e estupro aos quatro cantos, ainda teve que se humilhar em público, pedindo desculpas ao goleiro: “Boa tarde. Eu queria muito pedir desculpas ao goleiro Aranha. Desculpas mesmo […]Perdão, de coração. Eu não sou racista. Perdão, perdão.”

Patrícia pediu encontro para ver se tinha chances de pedir desculpas pessoalmente, o que foi rejeitado por Aranha, que não admite conversar. A ideia é que ela seja punida o máximo que for possível. Contra Patrícia, não há mais limites do que pode ser feito. Sempre foi assim quando as massas são levadas a uma mistura de ódio e histeria, por que agora seria diferente?

Concordo que a prática de racismo é abominável e deve ser punida. Porém, o que estão fazendo com essa garota é absolutamente fora de qualquer proporção. Em relação ao caso, a opinião pública transita entre psicose e psicopatia com muita facilidade.

Nada justifica destruir a vida de alguém por tão pouco. Enquanto isso, a médica urologista que decepou o pênis do namorado voltou a clinicar em Minas Gerais. E quase ninguém falou disso.

Ok, tudo bem, creio que já fechei minha opinião quanto a isso. Mesmo que tudo que esteja acontecendo com Patricia seja injusto e desproporcional, ela ainda será enquadrada no crime de racismo. Mas o que mais se aplica a ela está para injúria, e não racismo. (Recebi este puxão de orelha de um leitor, e já ajustei, pois antes defini como racismo)

Claro que racismo é algo extremamente grave. É correto existirem leis para puni-lo. Porém, somos logicamente obrigados a entender a natureza desta criminalização: é abominável punirmos alguém por uma característica inerente que não prejudique sua vida social. Por isso, é imoral punir ou destratar alguém por ser negro, branco, amarelo ou vermelho.

O duro é quando o movimento LGBT tenta subverter a lógica e equiparar a homossexualidade ao racismo, o que é terminantemente injustificável: a homossexualidade, assim como a heterossexualidade, é um comportamento, e não uma característica inerente.

Mas é exatamente isso o que o movimento LGBT quer, apoiado por políticos de extrema-esquerda como Luciana Genro e Dilma Rousseff. Tudo bem que Dilma fez um acordo com evangélicos há alguns anos para barrar o PL 122, mas a roda girou: recentemente, quando Marina Silva declarou suas opções evangélicas, e contra o projeto que criminaliza a opinião contrária ao comportamento homossexual (chamada de forma deturpada pelo movimento LGBT de “homofobia”), voltou a colocar a defesa dos truques LGBT em sua agenda. Com isso, igualou-se a Luciana Genro nesta questão.

Muito cuidado nessa hora. Enquanto raça não é um comportamento, o homossexualismo é. E o truque aqui, agora apoiado por Dilma, é colocar a crítica ao comportamento homossexual no mesmo patamar que a crítica a alguém por sua cor. Uma desonestidade intelectual sem limites, além de um truque sujíssimo.

Qual o resultado desta ação deliberada da extrema-esquerda? Todos aqueles que manifestarem predileção pelo comportamento heterossexual a ponto de defendê-lo, considerando-o como desejável e preferível, estará submetido ao mesmo risco que se materializou sobre Patrícia.

Assim como Patrícia foi punido por chamar alguém de “macaco” no estádio, o mesmo pode ocorrer quando alguém chamar um são-paulino de “bambi”.

Essa é a consequência inexorável da equiparação do racismo com a crítica ao comportamento homossexual. Pense nisso no momento de votar nas próximas eleições, tirando do páreo partidos que defendem as bandeiras da extrema-esquerda (PT, PCdoB e PSOL).

Anúncios

102 COMMENTS

    • Deve-se utilizar a cabeça para pensar…
      Pode ser crime…. e … pode não ser nada!!!!
      Você deixar de atender um paciente num hospital, por ele ser preto…. é crime!
      Você ir em um estádio de futebol,
      chamar o juiz de ladrão, de fdp, xingar a outra torcida pode, então…. numa situação como esta, com seu time perdendo, seus nervos a flor da pele…. chamar o cara de macaco???? Deveria dar um troféu e um bolsa família para ela…. não fez nada, não matou ninguém, não tirou emprego do Aranha!!!!!
      Cada dia que passa está mais ridículo viver neste país!!!!
      No texto Luciano, deixa um excelente exemplo,
      aquele da mulher que arrancou o pênis do namorado!!!!!

    • Seguinte:
      Preto pode zoar branco
      e branco n pode zoar preto
      eu sou preto e posso zoar vcs
      vlw flw HUAEUHEAHUEAUHEAHUEAHUEHUEHUAEHAUUHEA
      carae q absurdo

    • Eu fico embasbacado com a quantidade de jurisconsultos penalistas exibindo todo o resplendor de sua sabedoria.

      Veja bem, o Direito Penal se limita a eleger os comportamentos, condutas humanas mais abjetas e odiosas de uma determinada ordem política para punir com a sanção máxima em uma democracia civilizada que é a restrição da liberdade.

      O racismo atingiu esse requisito, pois primeiro a associação política de indivíduos, vulgarmente denominada povo, rejeita a conduta do racista de tal forma que legitima a restrição de sua liberdade como forma de reprimir e prevenir a ocorrência de novos episódios.

      Acontece que, no caso do “discriminação” de pessoas em razão de suas atividades íntimas ainda não há um consenso dentro da associação política, povo, de que essa conduta, quando externada, seja capaz de gerar inquietação pública de tal magnitude que justifique a adoção da medida extrema como meio eficaz e suficiente à repressão e a prevenção de novos casos.

  1. Luciano, tenho acompanhado com frequência tuas postagens e admiro muito a tua opinião em relação a vários temas da nossa política atual, no entanto tenho que discordar das tuas afirmações nesse momento:

    “Enquanto raça não é um comportamento, o homossexualismo é”

    O objeto de desejo de cada pessoa é inerente à pessoa. É evidente que a partir do objeto de desejo possa existir um comportamento decorrente dessa característica, mas da mesma forma a raça pode também definir traços de comportamento que estão incorporados numa cultura de raça.

    Entendo que teu objetivo é criticar a equiparação do racismo com a critica ao comportamento homossexual, do ponto de vista da lei ou do Estado, mesmo no que tange ao controle da opinião individual a respeito do tema, mas considero que o viés por onde tu fizeste tua avaliação está equivocado.

    Embora concorde plenamente que a fogueira moral em que estão queimando a torcedora do grêmio seja um show para o povo ver, teus argumentos em relação a homossexualidade não ser inerente ao indivíduo não posso concordar.

    • Luís Brandão.

      Assim como o objeto de desejo de uma pessoa pode ser inerente, ainda é um comportamento. A religiosidade é inerente a maioria dos seres humanos, e também é um comportamento.

      Se podemos criticar alguém por ler a bíblia, alguém pode ser criticado por dar o koo…

      Abs,

      LH

      • Caralho, perfeito, me lembrei de quando eu estava começando a estudar quando ainda era o Missionário Marcelo, rs, e topei com alguns dados que eram usados pra zoar os crentes, porém que tem que ver com essa sua indagação, era aquela tentativa dos anti-religiosos de querer achar um gene teísta e ligá-lo a comportamentos negativos.

        Muito interessante essa linha de raciocínio sua, pois quando se demonstra que há um fator genético na construção da religiosidade, e esse fator é dito como “ruim” pelos que defendem a construção genética da homossexualidade como “boa”, é possível traçar um padrão de desonestidade e contradição, e aí você consegue pegar um gayzista neo-ateu como o Eli Vieira em seu devido lugar.

        Você tem aberto meus olhos dia-a-dia Luciano, infelizmente estive apagado por quase 3 anos por motivos pessoais, mas já começo a perceber um retorno aquela minha antiga voracidade pelo conhecimento “auditor” ou seja, pelo conhecimento de buscar padrões nos discursos que apontem fraudes intelectuais, precisava porém de um lista mais acurada, a sua tem muitos títulos difíceis de achar e mais avançados, você podia indicar livros básicos por exemplo sobre a construção do pensamento Marxista, Karl Popper parece uma boa pedida, porém a bibliografia ainda está MUITO carente, se você pudesse me indicar, eu adoraria.

      • Ainda assim é um comportamento. Todo comportamento pode ser criticado.

        Vestir terno, vestir bermuda, comer uma mulher, comer outro macho, comer macarronada, comer bolachas tostines, etc…

        É diferente de criticar alguém pro “ser negro”, oque não é um comportamento.

        A tática do movimento LGBT significa colocar a crítica a um comportamento na mesma categoria que a crítica a uma raça.

        Abs,

        LH

    • Cria-se aí uma subjetividade imensa já que comportamentos decorrem geralmente de elementos inerentes ao sujeito, num caso extremo um naturalista fatalista pode dizer que todo pensamento e consequente comportamento decorre de reações químicas incontroláveis e pode blindar qualquer ação humana.

    • Tentando trazer algum esclarecimento…

      Homossexualidade hoje em dia significa orientação sexual(ou seja, desejo erótico), homossexualismo se refere a prática e ambos são aspectos do comportamento. A prática pode ser mais fácil mais fácil de mudar, mas não é impossível que o desejo erótico seja mutável. Não conheço nenhum desejo humano que seja imutável, mesmo o desejo de viver ou de se alimentar, que tem um alto valor para a sobrevivência da espécie, não é imutável, inclusive podendo perdê-los completamente.

    • Vou aproveitar o gancho do comentário do colega para narrar como funciona a lógica jurídica por trás dessa questão.

      “Enquanto raça não é um comportamento, o homossexualismo é”

      A Lei que pune o racismo, não se limita apenas a questão da coloração da pele de uma pessoa, mas visa inibir e reprimir o comportamento discriminatório e estabelece, em seguida, um rol de condutas discriminatórias moralmente odiosas:

      Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. (Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97)

      http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L7716compilado.htm

      No dispositivo o legislador incluiu a discriminação religiosa que também não é condição inerente do indivíduo, mas sim um comportamento.

      Portanto, esse argumento não se sustenta para obstar a tentativa de também criminalizar a discriminação contra homossexuais em razão de sua condição, ou como preferem alguns, em razão de seu comportamento.

    • Luciano: “O duro é quando o movimento LGBT tenta subverter a lógica e equiparar a homossexualidade ao racismo, o que é terminantemente injustificável: a homossexualidade, assim como a heterossexualidade, é um comportamento, e não uma característica inerente.” Vc está equivocado!! Trabalhos científicos já demonstraram que a homossexualidade está ligada a genética. Trata-se de uma alteração – num determinado cromossomo – que faz com que a pessoa sinta atração por outras do mesmo sexo. É algo que ocorre na fase fetal ou logo após o nascimento do bebê. É uma explicação aceita pela comunidade científica e pela OMS. Já faz muito tempo que homossexualismo deixou de ser considerado “desvio de comportamento”, doença tratável pela psicologia ou doença que deve ficar a cargo da medicina convencional. A pessoa nasce com uma configuração diferente …. e isso ela não escolhe. O problema é o desconhecimento, a intolerância e a brutalidade da nossa sociedade que não consegue se relacionar bem com os diferentes.

      • Sua estupidez não tem limites! A ignorância também é épica.

        O fato de alguém sentir atração por outras do mesmo sexo NÃO MUDA O FATO de algo ser um comportamento ou não, e, portanto, passível de crítica.

        Por exemplo, o instinto pelo estupro é inerente a muitos seres humanos, e o instinto SE REFLETE em um comportamento. É o mesmo com a religiosidade, com a sexualidade, etc.

        Então, não é por que algo possui tendências biológicas que DEIXA DE SER um comportamento.

        Na boa, sua argumentação demonstra que você tem problemas cognitivos sérios.

        Abs,

        LH

  2. O pior de tudo é que essa mulher não é racista, inclusive vários amigos negros dela a defenderam dizendo que aquilo foi no calor do momento e que ela era fanática pelo grêmio que tava perdendo pro santos. mais essa merda de politicamente correto tem que fomentar o ódio e botar lenha na fogueira em tudo.

    http://i.imgur.com/uULgYab.jpg

    (é só clicar na imagem que ela aumenta)

    http://globoesporte.globo.com/rs/noticia/2014/08/amigos-negros-defendem-jovem-que-ofendeu-aranha-ela-nao-e-racista.html

    • O pior de tudo é como tratam os casos.Enquanto essa garota está tendo a vida devastada por uma besteira que disse, não vemos o mesmo, por parte da impresa e políticos, do pessoal que apedrejou a sua casa e fez ameaças de morte e estupro (caê as feministas?).
      O pior é que é bem esse tipo de pessoal que depois pinta o homofóbico e racista guevara como herói e libertador.

      • Ela deveria pedir asilo em algum país, creio que seria a melhor opção no momento. Claro, a não ser que a justiça a impeça de sair do país.

    • Esse caso tá me emputecendo muito…
      Muito pela hipocrisia gigantesca, mais essa praga de politicamente correto e vitimismo baitola dessa bonequinha do goleiro aranha.
      Se daqui algum um tempo o REAL racismo aumentar ainda mais não vai ser uma surpresa e vai tudo ser culpa desses imbecis (mídia, esquerdistas e cia).
      O tanto de gente alienada querendo jogar a mina na fogueira por causa de um porra de um xingamento besta, enquanto hipocritamente tem pena de ladrões, pedófilos, estupradores, criminosos “vitimas da sociedade”

      Daqui a pouco se eu tenho um amigo negro e chega nele na zuera dizendo – Eae seu negão do caralho!, blz? – vão me condenar a pena de morte.

      Na minha opinião se o negro não for privado de fazer alguma coisa, não ser morto ou proibido de frequentar algum lugar por ser negro ou qualquer outra coisa que REALMENTE prejudique ele, nesse caso sim é racismo e crime, Fora isso é pura viadagem politicamente correta.

      Esse aranha, um homem de uns 30 anos,rico, jogador titular da porra do santos foi chorar se vitimizar em rede nacional e ainda se recusa a perdoar a garota que é pobre e teve a vida destruída por essa frescura. É uma completa donzelinha esse cara.

      E antes de aparecer algum babaquinha moralista de merda, falar que eu sou racista e mimimi eu sou pardo, meu melhor amigo é negro e tem pessoas negras na mina família, então seu argumento de merda cai por terra seu pau no CÚ!

      O blog é foda, tenho aprendido muito aqui e me desculpe se me exaltei demais. rsrs.

    • Sim … ela tem o direito de se defender e dizer q não é racista. Aliás …. ela pode não ser mesmo. Porém, ela entrou na “onda” de parte da torcida do Grêmio …. e …. foi pega (em flagrante) cometendo o ato de injúria racial. Ela vai responder por isso …. por injúria racial e não por racismo (a lei diferencia bem isso).
      Talvez ela não seja racista, mas cometeu injúria racial …. assim como outros torcedores do Grêmio o fizeram. É uma parte da torcida que faz isso … mas o problema é que faz e se nada for feito, vai continuar fazendo. Vai continuar com os cânticos ofensivos (“Olha a festa Macaco … torcida é coração! Quem não … é amargo e nunca vai ser … um campeão”) e vai permanecer fazendo os gestos, xingamentos e tudo mais.
      O empregador … agiu mal e todas as outras pessoas com raiva desmedida …

      • er…

        Raiva desmedida causada por quem? Não foi por mim.

        Por pelo pessoal do politicamente correto de sempre.

        E depois reclamam que o “empregador agiu mal”.

        Com tanta pressão da massa é claro que ele tinha que seguir o fluxo…

        O que fizeram com a garota não tem perdão.

        ABs,

        LH

      • “Ela vai responder por isso …. por injúria racial e não por racismo (a lei diferencia bem isso).”

        não, a lei não diferencia e muito menos as massas que estão tratando ela como um “hitler” feminino! porque uma pessoa que comete “injuria” deve ser presa e apedrejada se ela(até que se prove o contrário) não oferece riscos fisicos á ninguém??? ah é, só japoneses,loiras e brancos podem sofrer assédio moral de brasileiro babaca que acha que tem “crédito histórico” pra fazer isso…

        sim, a lei diferencia “injuria” de “racismo” propriamente, mas não as leis latinas e sim a dos USA. por mais que isso seja negado.

    • A moça gremista anda sofrendo perseguição com ameaças de morte. É de se analisar com seriedade a questão. Alardearam caso de racismo, mas é comum gremistas chamarem colorados de macacos sendo o animal macaco o mascote desse time. Havendo mesmo negros entre os torcedores gremistas agindo assim no calor da rivalidade. Colorados chamam gremistas de gazelas. Amigos negros da torcedora testemunham a seu favor afirmando publicamente que ela não é racista. Ela mesmo atendia negros no trabalho. http://globoesporte.globo.com/rs/noticia/2014/08/amigos-negros-defendem-jovem-que-ofendeu-aranha-ela-nao-e-racista.html

  3. “Deve ser julgada e punida”, a não ser que esteja falando do julgamento privado do Grêmio e CBF, como é que pode se chamar de liberal se acha que injúria racial é crime? A pessoa usa apenas suas faculdades que vieram com ela, sem invadir a propriedade alheia(através da violência), onde está o crime contra a propriedade alheia?

    Também vale lembrar aquela máxima “Quando ficar ofendido dá poder às pessoas, elas ficam ofendidas mais facilmente”. No que difere sofrer uma injúria racial de qualquer outro tipo de injúria?

    Agora que eu citei a questão de injúria racial, percebi que você não discriminou o crime de racismo e injúria, coisas totalmente diferentes. Alias, um cético político deveria saber diferir bem nesse caso, pois essa é uma rotina comum dos socialistas, confundir os dois crimes inferindo que existe uma ideologia racista, homofóbica, machista e etc por de traz de certos padrões da linguagem, a fim de abusar deliberadamente da falácia do espantalho e com isso, invadir a propriedade alheia.

    Você não estava muito inspirado nesse post…

    OBS: Comentei da injúria, mas quero aproveitar o espaço para dizer que sou a favor da liberdade de defender o racismo. Eu abomino totalmente essa ideologia, alias, como racionalista, é trivial desprezá-lo. Essa ideologia encontra espaço justamente em filosofias irracionalistas como o marxismo. Mas o erro dele é moral(trivial), não legal. Me utilizo da mesma lógica da injúria. Se ao me expressar não estou violando a propriedade alheia(isto é, se não tiver nenhuma regra sobre tal no estabelecimento em que estiver presente), menos ainda ter um pensamento e expô-lo em monólogo.

    Aproveito, também, para alfinetar os socialistas brasileiros. Falam tanto do regime militar, que censurava marxistas, mas qual a diferença teórica entre censurar o racismo e o comunismo? Simplesmente nenhuma. Não podem nem mesmo argumentar a questão da violência, pois o marxismo é até mais violento hahahaha

    • Se você considera uma pessoa que vai assistir ao seu time racista,
      você é débil mental ou viado (pois nunca foi a campo, e deve odiar futebol).
      Em um estádio você xinga a todos quando o time está perdendo,
      do juiz, ao bandeirinha, do técnico, ao atacante…..
      de fdp, ladrão, macaco, viado, e todos os palavrões que existem!!!!!!
      Se isto é racismo prendam todos do planeta!!!!!

      Racismo é você ser sentenciado a 20 anos de cadeia, porque alguém “parecido” com você foi o ladrão…. isto é racismo!!!!!
      Racismo é você não ser atendido num hospital por ser negro…. isto é racismo!!!!!
      Racismo é você jogar lixo no chão ao lado de um gari (negro) e dizer, vai juntar macaco!!!…. isto é racismo!!!!
      Racismo é você não matricular seu filho na escola que quer, por ele ser preto!!!! Isto é racismo!!!!

      Chamar de macaco um goleiro de futebol, DENTRO DO ESTÁDIO, E NO MOMENTO DO JOGO………… ISTO NÃO É RACISMO!!!!!!!!

      • É, o fato d’os jogadores e árbitros estarem em seu local de trabalho é detalhe. O que importa é o torcedor ter total liberdade pra xingar todo mundo. E urinar nas arquibancadas quando dá na telha, como um amigo meu relatou. Civilidade pra quê? Aqui é Curíntia.

        Depois reclamam que não dá pra trazer a família para o estádio. Idiotas.

  4. É necessário, Luciano, nesse momento, você usar as próprias técnicas que ensina, e o uso dos mártires é necessário nesse momento, devemos lembrar que o crime de furto, roubo e assassinato são piores que a mera injúria étnica, e o que fizeram com a Rachel por sua opinião, não foi seguida nessa situação aqui, já que a mesma se mostrou arrependida e teve sua vida destruída pela opinião de vários BLOSTISTAS.

    • Só corrigindo, quando falei à menina arrependida, logicamente me referia à gremista.

      Não devemos ser complacentes com seu erro, porém devemos denunciar a hipocrisia esquerdista aqui, sem dó nem piedade, colocando esses movimentos uns contra os outros (digo o feminista, o negrista e o gayzista, estratégia do dividir para dominar).

  5. Racismo é separar pessoas na sociedade por conta da cor de sua pele. Hitler fez isso e vemos hoje o partido comunista dominante no Brasil fazer o mesmo, separando o negro do branco, o patrão do empregado, o heterosexual do homosexual…etc..ad nauseam na velha e manjada luta de classes marxista.

    O que fizeram com essa menina é mil vezes pior do que sofreu o tal do aranha, este sequer ouviu ela gritar macaco, sem falar no ambiente selvagem que é um estádio de futebol…..outros fizeram gestos de gorila num ato muito mais ofensivo do que a captura labial desta guria pelo Big Brother.

    Ela cometeu crime de injúria, mas jamais deveria passar por execração pública como fizeram. Isso é só um sinal que quem está em risco é o cidadão brasileiro que ficará cada vez mais afugentado….
    Eu não vi apenas essa menina ser execrada…eu vejo é a nação sem liberdade quando atos desproporcionais como este se tornam um aviso subliminar ao povo incauto que não percebe a corda no pescoço.

    • ‘Racismo é separar pessoas na sociedade por conta da cor de sua pele. Hitler fez isso’…
      Não, não fez…judeus tem a mesma pele clara que o povo ariano, a tal ‘raça’ superior…
      Racismo vai bem além da cor da pele.Google: one drop rule

  6. O racismo depende do grau de ditadura socialista em que o país está. Eles sempre souberam fazer bom uso do conflito (luta de classes) para seu projeto de poder.
    30 anos atrás o didi podia xingar o mussum de negão, azulão, tição, crioulo etc…e ninguém acusaria o programa trapalhões de racista, ou de incitação ao ódio.
    Naquela época a esquerda não tinha o poder, nem o aparelhamento atual, sem falar no terreno que já vem sendo cultivado por todos esses anos via ONU, orgãos de mídia etc.

  7. Uma pena que a grande maioria dos brasileiros já comprou essa ideologia de merda de luta contra alguma “classe”…..

    “Sou especial porque nasci pobre, os ricos ( aqueles que tem mais dinheiro que eu) fizeram alguma sacanagem para estarem assim… e tem a obrigação de me dar algum…”

    “Temos uma dívida histórica com os negros…”

    “Os homens nos oprimem… ”

    “Homofobia é crime…”

    Tá foda….

  8. Luciano,

    Aqui também há um outro artigo interessante falando sobre isso. Pelo que deu para ver, havia um couro com outras pessoas que incluía até não brancos, mas infelizmente ela foi flagrada pelas câmeras.

    No futebol, sempre houveram insultos que devem ser combatidos na medida do possível. No entanto, parece que o Grêmio já comemorou até o câncer da mãe do Ronaldinho Gaúcho ou a morte de um jogador do time rival e por que nada aconteceu?

    É perguntado até no blog do Mr. X, se chamar os brancos de “raça maldita” pode. Segundo o X (que é do RS) a própria torcida do Grêmio chama os rivais do Inter de “macaco” e que o próprio Inter tem um mascote que é um macaco chamado “escurinho”.

    Se você for ver os casos de racismo, Luciano, dá para notar facilmente o extremo destaque que a mídia dá a isso, mas não fala nada quando acontece com os brancos. Outra coisa também: indenizações por racismo são geralmente altíssimas, além de ser crime inafiançável e imprescritível, o que é um exagero isso, pois há crimes piores e outros tipos de injúria.

    Em Navegantes – SC, um motorista atropelou e matou de forma imprudente uma inocente garota e pagou um baixíssimo valor de fiança para ser solto. Sem contar o fato de ser um crime imprescritível também e ganhar pouco destaque. Por outro lado, um advogado foi condenado a dois anos de prisão e a pagar 30 milhões por “racismo” ao dizer que a cultura europeia é superior a cultura indígena, além desse “racismo” ser crime inafiançável e imprescritível.

    Como foi falado, no Brasil, boa parte dos crimes não tem solução ou recebem poucas punições, mas racismo é punido com o máximo rigor da lei.

    Racismo tem que ser punido, mas não de forma exagerada e há outros crimes muito piores do que isso, que merecem destaque e serem considerados como inafiançáveis e imprescritíveis, como atropelar e matar pessoas, estupro, espancamento, etc.

  9. Antes, os comunistas acabavam fisicamente com seus opositores e quem eles achavam que era “inimigo do povo”, hoje a extrema-esquerda acaba com a vida pública de uma pessoa que se opõe a eles e de uma pessoa que não segue com a cartilha deles.

  10. Luciano, veja este vídeo

    youtube.com/watch?v=zETnccdJVkk&itct=CC0QpDAYASITCI6Btt3ky8ACFdVDqgodKHwARTILYzQtb3ZlcnZpZXdaGFVDekxHb2RUVllZSHJjVUN0NlhWWmtBUQ%3D%3D&gl=BR&hl=pt&client=mv-google

  11. Luciano, você viu esta palestra que o padre Paulo Ricardo deu semana passada em Londrina em um evento pró-família que também teve a presença do xará e candidato a deputado federal Paulo Eduardo Martins?

    http://www.youtube.com/watch?v=J1MoMpmi6vg

    Obviamente que há todo um contexto na fala dele, bem como o fato de haver um significativo número de pessoas católicas, mas começo a ver que está havendo uma certa convergência no pensamento relacionado ao combate ao marxismo-humanismo-neoateísmo, em parte porque o sacerdote em questão já troca figurinhas com outras pessoas que estão na mesma missão, mas também em parte porque há o tal lance dos que rejeitam as utopias em serem o mais pragmáticos e práticos que puderem. Logo, podemos dizer que essa é uma convergência que iria acontecer mais cedo ou mais tarde justamente por estar baseada em parâmetros palpáveis.
    Também não podemos deixar de falar novamente sobre o quão importante é dizer as coisas de uma maneira simples de ser compreendida. Claro que pesa a favor do padre a experiência de dar missa todo santo dia e lidar com gente bem simples, mas também vemos aqui algo do próprio Paulo Ricardo enquanto pessoa, que demonstra grande facilidade em explicar bem conceitos complicados (vide a famosa palestra sobre marxismo cultural que o tornou notório para além de Cuiabá e para bem além do catolicismo). E isso não vemos naqueles que combatem as obras dos marxistas-humanistas-neoateístas em grande parte.

    Achei interessante também o padre dar exemplos práticos para a eleição e comparações importantes, como dizer que para se fazer um plebiscito sobre legalização do aborto seria preciso antes fazer um plebiscito sobre se devemos legalizar a matança de presidentes, além de traçar cenários importantes, como o tal lance de por vezes ser melhor votar no menos pior para que se ganhe tempo para aí haver uma frente que de fato não seja MHN e tenha tido tempo de incubação. Ele também alertou para a coisa importante de quando se vota em alguém não se deva concordar obrigatoriamente com tudo aquilo que o candidato defende, até como forma de combater o messianismo que reina na política destas bandas.

  12. Só pra deixar registrado, eu não acho que Aranha estava errado em recusar o encontro. Qualquer coisa além dos depoimentos que ele deve à policia e das coletivas de imprensa que ele deve ao clube só vão beneficiar a mídia, mais ninguém. Não vou ficar julgando se a garota foi sincera ou não, mas existem meios para um pedido de desculpas chegar ao Aranha sem passar pela mídia.

    Quanto ao resto do texto, não entendo esse conceito de comportamento homo/hétero. Se um gay não namora ninguém, ele deixa de ser gay? Um garoto só vira hétero depois de beijar a primeira menina?

    • Rafael,

      A questão é o seguinte: criticar um comportamento (independentemente dele ter influencia biológica ou não) não está na mesma categoria moral que criticar uma característica inerente. O homossexualismo sempre será um comportamento, e portanto, é passível de ser criticado. Assim como um gay pode criticar a heterossexualidade.

      Abs,

      LH

  13. Sou contra qualquer descriminaçao e preconceito. Mas o que fizeram com essa moça ja esta passando dos limites. Por que essas pessoas furiosas não agem com essa mesma furia contras os politicos corruptos que causam males muitos piores á sociedade basileira???

  14. Que país de merda esse Brasil! A garota pisou na bola? SIM! Mas perder trabalho, ameaçar de mortes, estúpros e a família ter que mudar de casa, isso SIM é esagerado e vergonhoso! Um assassino tem mais respeito, mais liberdade e ajuda nesse país do que qualquer outro cidadão! Vergonha essa sociedade burra, medíocre, ignorante e egoista! Vergonha esse Aranha, que nem aceitou as desculpas dessa garota, falta de humildade, de humanidade, de coragem e inteligência! Viva o Brasil!

    • Quanta besteira. A garota “pisa na bola” mas a vergonha está com o Aranha? Uma ova! Pra começar, Aranha não tem que aceitar pedido de desculpas de ninguém, principalmente quando este vem como isca para mais draminha midiático. Mas você nem se tocou que ele não recusou as desculpas; o que ele recusou foi se encontrar com a garota. Legal que agora que ele diz que a polícia deve fazer seu trabalho e continuar investigando, ele vira vilão. O goleiro fez o mínimo, que foi parar o jogo, alertar o árbitro, e depois se explicar perante a polícia e a imprensa. Qualquer coisa além disso não passa de novelinha das oito pra gente que acredita em contos de fadas, tipo você.

  15. Vamos pegar pra CRISTO, pau nela, vamos destruir, esta miseravel,nos somos melhor que ela,arrebenta,toma o porre, aproveita para por o odio para fora.

  16. Isso se chama INSTIGAÇÃO DE LUTAS DE CLASSES, onde existe um governo comunista,sob as ideias de um sujeito satanista barra-pesada, Karl Marx, aí é que as coisas se acirram sem medida; são uns malucos e satanistas por cima.
    PRECISAMOS ODIAR. O ODIO É A BASE DO COMUNISMO! – Lênin.

  17. Gostei do texto, até certo ponto. Não acredito que a criminalização da homofobia será um meio de inibição da opinião geral a respeito, apesar de eu não entender a razão de se propagandear um comportamento, já que não é decidido pelo ser humano uma vez que é impossível a troca de orientação, no máximo, uma subversão forçada e lamentável à viver uma mentira.

    Creio que o intuito da criminalização não é perseguir quem é heterossexual ou quem afirma gostar, apenas proteger um grupo social por criar punições justificáveis e esperadas à ações extremas. Ninguém nunca apanhou por ser heterossexual, ninguém nunca morreu por ser heterossexual, já o inverso, sim, infelizmente sim.

    Tenho um pensamento que o respeito deve ser a virtude mais importante da convivência coletiva. Assim como deve-se ter respeito à homossexuais, deve-se ter respeito à crença alheia. Você pode acreditar no que for, contanto que não venha dar pitaco na vida alheia, questão de respeito.

    Concordo com a primeira parte do texto, exceto por afirmar que ela se humilhou para pedir desculpas. Pedir desculpas não é humilhação, é reconhecer um erro feito, algo totalmente admirável.

    • Samuel,

      Meu texto argumenta mostrando que crítica a um comportamento não pode ser igualada a uma crítica a uma característica inerente.

      E mostra os riscos da aprovação do PL/122.

      E mostra a imoralidade de se comparar o racismo com “homofobia”.

      Abs,

      LH

    • Gordos,as vezes apanham por serem gordos,quando são ofendidos e revidam os chingamentos,orelhudos,narigudos,carecas,baixinhos,todos estão sujeitos a apanharem,quando revidam as ofensas…Se forem criminalizar chingamentos,vai faltar cadeias.A lei tem que ser igual para todos.

    • Sem a lei da homofobia,os gays já fazem sexo no meio da rua,em banheiros públicos,etc…Imagine se aprovarem esta aberração.Sem contar o fato de a grande maioria dos gays assassindos,serem mortos pelos próprios gays,por ciúmes,inveja,brigas por pontos de prostituição,garotos de programa que matam seus clientes,para roubalos etc…Os gayzistas querem culpar os Cristãos até pela epidemia de aids no meio homossexual.

  18. Pobre criatura… Não se tocou que está em país de fanáticos destrambelhados e xingar agora é crime. Eu, hein! Inversão de valores é uma temeridade e a casa do brasileiro pode cair a qualquer momento por causa disso.

  19. Nas mãos da esquerda, “Racismo” é apenas uma palavra-código para ANTI-BRANCO. O negro que chamou o goleiro de macaco, do mesmo modo que a garota, não está sendo crucificado ou tendo a vida destruída pela horda descerebrada. Nem a escória hipócrita do movimento afrocoitadista moveu uma palha contra as ofensas ao então ministro Joaquim Barbosa, quando este condenou a quadrilha petista ao xilindró.

    • Parabéns pela sua postagem!!! Por que é que ninguém, inclusive a Polícia, o Ministério Público e a Justiça não tomam qualquer providência contra os torcedores do vídeo acima, incluindo o cidadão negro? Por que os grupos “anti racismo” e dos chamados “movimentos negros”, igualmente não fazem nada? Onde está a coerência??? A verdade é que a Patrícia Moreira é uma menina branca e linda, ou seja, ela é o alvo perfeito dos esquerdopadas, geralmente, incompetentes, invejosos e feios.

  20. Racismo, ou luta de classes, etc, é apontar as diferenças onde elas não existem e fingir-se de morto onde elas existem. Este é o verdadeiro racismo.

    Não vou entrar no mérito de defender a moça de racismo, pois para mim ficou evidente que ela cometeu racismo e isso deixo para a instituição justiça decidir. O que me enoja é a farsa da pseudo religião marxista que explicitamente quer se aproveitar do momento, fazendo aquilo que eles sabem fazer de melhor: destruir reputações, ao mesmo tempo que fomentam ainda mais o racismo.

    Para mim a punição fanática e histérica que esta jovem está sofrendo não provém da instituição justiça, mas sim dos fanáticos da pseudo religião fundada por Karl Marx e sua turma de sociopatas à centenas de anos atrás, religião esta que futuramente será uma das maiores chagas sociais da espécie humana, no mesmo nível que ocupa uma certa religião do oriente médio.

    Convém apontar que, pela instituição justiça, esta jovem acabará por pagar alguma cesta básica ou prestará algum serviço comunitário, dada que é réu primária e sem antecedentes. Entretanto, se dependesse da pseudo religião ‘marxista’, estaria a muito tempo torrada na fogueira, o que certamente é um dos objetivos desta.

    Eu se fosse esta jovem, jamais daria entrevistas ou qualquer esclarecimento sobre o ocorrido para essa gente, pois o objetivo máximo deles é justamente esse: destruir a dignidade das pessoas.

    • Você tem que ler o comentário do Hans Herman-Hoppe lá em cima. A garota não cometeu o crime de racismo, mas sim o de injúria racial. São diferentes.

    • a sociedade não, esquerdopatas sim, pois sempre querem polemizar e aproveitar disputas como essas para fins próprios, como o Luciano descreveu em seu texto…

  21. Me angustia ver o que aconteceu com essa menina! Me angustia mais ainda não saber como ajudá-la nem poder fazer nada para mudar esta realidade.

    Hannah Arendt no livro As Raizes do Totalitarismo descreve, passo a passo, como o racismo, defendido pelos apoiadores do Movimento Negro, levou a Europa e o mundo à II Guerra. Foi um caminho lento de muitos séculos de involução até toda a Sociedade, em todo o mundo, concordar que havia raças superiores e raças inferiores e que as raças ditas “superiores” tinham o direito outorgado, em alguns casos pela Bíblia e em outros pelo darwinismo de dominar sobre as raças ditas “inferiores”.

    Não importa o discurso que o movimento negro use para justificar astais “ações afirmativas”, o fim do caminho que eles estão seguindo será o mesmo descrito por Arendt.

  22. Sugiro a leituramatéria escrita por Milton Simon Pires no jornal Alerta Total “Vocês são o PT”. São acusações bastante sérias contra a imprensa que tem muito de culpa na situação da jovem, já que apesar de, segundo alegado, vários torcedores terem xingado o goleiro de “macaco”, inclusive torcedores “negros”, apenas ela é focada nas fotos e filmes divulgados pela mídia.

    http://www.alertatotal.net/2014/09/voces-sao-o-pt.html

  23. Total inversão de valores no Brasil. Tanta coisa BEM pior acontecendo e ninguém espuma de ódio. Um xingamento durante uma partida de fultebol (lugar de fanáticos e intolerantes por natureza) toma essas proporções gigantescas. Tá tudo virado mesmo.

  24. Resumindo, você acha que eh um absurdo criminilazar a homofobia, e que as pessoas têm o direito sim de, ao ver um homossexual na rua, chamar de viado, bixinha e outros termos pejorativos, afinal isso seria expôr a sua opinião, quanto ao ”comportamento homossexual”.. Da msma forma que muitos criticam o ”comportamento homossexual” espancando gays na rua, pelo fato de eles serem… Gays. Homossexualismo eh algo que nasce com a pessoa, ninguém acorda um dia e resolve que quer dar o ”koo”, e soh o que nós queremos eh ter o direito de andar na rua sem correr o risco de sermos espancados, pelo simples fato de sermos gays. e isso soh vai ter mais chances de acontecer quando a homofobia for criminalizada de verdade, homofobia sim, e nao ”opinião contrária ao comportamento sexual”. Por que opinião cada um pode ter a que quiser, mas guarde para si, nao eh pelo fato de você nao gostar de determinada coisa pessoa, raça religião, que você tem o direito de sair por aí ofendendo, xingando, espancando.

    • Charles,

      Quase todo texto que escrevo sobre o truque da homofobia é visto de forma histérica. O resultado é que alguns leem algo que não está no meu texto.

      Eu não falei nada em “dar direito de uma pessoa xingar a outra”.

      Eu disse que não se pode equiparar o racismo com críticas a comportamentos.

      E mostrei as consequencias claras.

      Suas críticas e seus comentários falam de um texto que foi criado por sua mente, mas não tem nada a ver com o que escrevi.

      Abs,

      LH

    • ‘e soh o que nós queremos eh ter o direito de andar na rua sem correr o risco de sermos espancados’

      Mentira, se fosse isso não estariam enfiando crucifixos no cu, fazendo pixação de igrejas, fazendo beijo gay dentro de templos evangélicos ou apoiando o kit gay do mec.

      • Perfeito!
        Se querem ser viados… que sejam… no meio de 04 paredes!!!!
        Ninguém tem que presenciar, e muito menos deve ver algo tão bizarro!

  25. Acho que que racismo é reprovável, baixo e vil, mas se ela tivesse matado alguém no estádio não teria tanta repercussão e histeria, não teria apedrejamento na casa dela, reportagem falando com vizinhos nem nada, esse ano em Pernambuco um torcedor morreu porque outro jogou uma privada nele dentro do estádio( não sei como) e ninguém fez nada disso, então matar importa menos.

  26. Ela nao seria moralmente linchada se tivesse chamado o Schweinsteiger de macaco pois a injuria racial nao se aplica, ao que parece, aos loirosduzoiosazuis, como diria Lula. Pela logica, o mesmo vale para os casos da chamada homofobia, ou seja, so eh homofobico quem insulta homossexuais. Logo, no penultimo paragrafo, o blogueiro assume que todo saopaulino eh de fato bambi, rsrsrsrs.

  27. Luciano, mais uma vinda do Rio Grande do Sul, desta vez do senhor Marcel van Hattem:

    http://www.facebook.com/marcel11022/photos/a.659280464093866.1073741825.186189258069658/788762447812333/?type=1

    http://www.facebook.com/marcel11022/photos/a.659280464093866.1073741825.186189258069658/788788857809692/?type=1

    Sim, exatamente isso que você leu: o candidato gaúcho a deputado estadual meteu BO em todos os MAVs que o chamaram de “fascista” e “nazista”, isso para não falar de outras coisas, como gente que desejou que ele fosse enforcado. Não esqueçamos que “fascista” e “nazista” são adjetivos que permitem sossegadamente que se enquadre quem os profere nos três tipos de crime contra a honra, uma vez que são calúnia pelo fato de aqui no Brasil ser crime a propaganda nazista ou fascista, bem como uma difamação forte à pessoa que recebe o epíteto, pessoa essa que inclusive tem sua honra subjetiva minada (injúria).

  28. Só estão defendendo ela porque ela é mulher.
    Se fosse um homem o cara já estaria na cadeia e estaria um monte desses justiceiros de internet incentivando a linchar o cara.

    • Esta é a técnica dizendo “você faria isso na condição X”, o que não passa de falácia. Até por que há vários exemplos de pessoas criticando a destruição de vidas de homens também pelo Politicamente Correto. Como exemplo, o caso de um jogador de basquete ou futebol americano que teve sua vida destruída por causa de falsa acusação de estupro.

      Então, sua tentativa falhou.

  29. E falando serio, como torcedor passional que sou, quero mais que o Gremio se exploda. Mas o defendendo, pergunto: como pode uma instituicao ser punida por injuria racial? Nao seria essa uma transgressao (ou um crime, sei la!) exclusivamente praticada por individuos?

  30. Concordo 100%,é um absurdo,querer comparar comportamento com raça.Homossexualismo é comportamental,não existe gene gay.Os gayzistas querem criminalizar até a simples discordância da prática homossexual.As cadeias já estão super-lotadas com traficantes,estupradores,assassinos,etc…Aonde vão prender os 90% da população Brasileira,que não concorda com a prática homossexual.

  31. O xingamento da garota nada tem a ver com racismo, quando muito, pode ser enquadrado como injúria racial. Mesmo assim, face à diversidade linguística, não creio que imagens de leitura labial sirvam como provas definitivas. Pena que ela deu uma de inocente e tenha se auto-incriminado. Tivesse sido bem orientada, metia um processo na rede de tv e no goleiro bundão.

  32. Enoja-me grandemente essa sociedade atual. Já viram agora a modinha do balde de água gelado na cabeça em prol de ‘boas coisas’?

    Pois bem, já tem pessoas mais sensatas premeditando a próxima: ‘Pode ser que, para o ano [que vem], a moda seja meter a cabeça numa fossa séptica, a favor da cura do Ebola. Como se isso fosse realmente ajudar.’

    No tocante ao caso da moça gaucha, acredito que ela devia pensar, seriamente, trocar de advogado, pois tenho absoluta certeza que o atual deve ler a pornografia marxista [e pior: gostar], para expô-la desta maneira aos leões e hienas.

    E outro fator preocupante: punir um time de futebol [no caso, o Grêmio] pelo que a torcida fez em campo desvirtua completamente o direito institucional. Abre precedentes perigosos para charlatões disfarçados de ‘juízes’ ou ‘auditores’ poderem, em um futuro breve, começarem a punir ou até mesmo fechar instituições que não compactuem com o ‘politicamente correto’ dos leões e hienas que estão no topo da hierarquia, bastando uma palavra: racismo.

    Se não me engano, um desses ‘juízes’ (ou ‘auditores’, sei lá) que puniu o grêmio foi pego cometendo atos de racismo na internet. Hipocrisia estratosférica.

    O mundo está se tornando lamentável.

  33. Parabéns pelo texto, excelente argumentação boa discussão por mais que alguns discordem (já embebidos do pensamento esquerdopata) não mudaram o juízo. Infelizmente pegaram a Patrícia parta boi de piranha uma pena mesmo.

  34. Se for punir todas as pessoas que insultam e xingam os outros durante uma partida de futebol o judiciário que ja faz pouco (?) deixaria de punir crimes graves. Essa moça está sendo tratada desta forma por quê o povo brasileiro considera jogadores de futebol como deuses e semideuses, agora estão tratando ela como bandida, isto sem ela ser, a mídia ja julgou e condenou-a, e o bando de maria vai com as outras estão aí, Ela está recebendo uma pena infinitamente maior do que a ofensa que disse.

  35. E parece que a rixa entre grupos étnicos tão almejada pelos marxistas-humanistas-neoateístas começa a ganhar corpo, como se viu no último jogo entre Flamengo e Grêmio:

    http://www.youtube.com/watch?v=X-6hF7zuKd4

    http://www.youtube.com/watch?v=SVulg7onLbs

    Como dá para ver, daria para dar uma adaptada naquela frase do Cumpádi Washington e dizer “sabe de nada, inocente útil” para os flamenguistas que ficaram xingando os gremistas de “racistas”. Algo que me surpreendeu nessa história toda foi a reação do pessoal à matéria da ESPN (que, como sabemos, é reduto do que chamo de “gramscismo de chuteiras”):

    http://espn.uol.com.br/noticia/438067_confusao-torcedores-do-flamengo-chamam-gremistas-de-racistas-e-jogam-latas-de-cerveja?fb_comment_id=fbc_876874778991656_876958638983270_876958638983270

    http://espn.uol.com.br/noticia/438067_confusao-torcedores-do-flamengo-chamam-gremistas-de-racistas-e-jogam-latas-de-cerveja?fb_comment_id=fbc_876874778991656_876943868984747_876943868984747

    http://espn.uol.com.br/noticia/438067_confusao-torcedores-do-flamengo-chamam-gremistas-de-racistas-e-jogam-latas-de-cerveja?fb_comment_id=fbc_876874778991656_876913325654468_876913325654468

    http://espn.uol.com.br/noticia/438067_confusao-torcedores-do-flamengo-chamam-gremistas-de-racistas-e-jogam-latas-de-cerveja?fb_comment_id=fbc_876874778991656_876961672316300_876961672316300

    http://espn.uol.com.br/noticia/438067_confusao-torcedores-do-flamengo-chamam-gremistas-de-racistas-e-jogam-latas-de-cerveja?fb_comment_id=fbc_876874778991656_876985658980568_876985658980568

    http://espn.uol.com.br/noticia/438067_confusao-torcedores-do-flamengo-chamam-gremistas-de-racistas-e-jogam-latas-de-cerveja?fb_comment_id=fbc_876874778991656_877375565608244_877375565608244

  36. A ESPN é a principal responsável pelo circo que foi armado em cima desse caso. Os marxistas de buteco dessa emissora fizeram questão de jogar tudo nas costas dessa menina, sendo que tinham dezenas de pessoas xingando o Aranha, inclusive alguns negros e mulatos.

  37. O erro todo acontece desde o seguinte princípio. Porque existe cota para negros em universidades? Vocês querem maior prova de racismo do que isso? Os negros tem cotas porque? Por que são mais burros do que as outras raças? Existem outras coisas tão mais importantes para nos preocuparmos, como assassinatos, estupros, roubos, entre tantas outras coisas que vão passando e sendo deixados para trás como se não houvesse importância nenhuma. Temos que dar prioridade as coisas que realmente tenham importância e muitas vezes não são feito nada sobre. Agora esse Aranha está querendo o que? polêmica? mídia? Porque não conversar com a garota pessoalmente e aceitar o seu perdão? Talvez essa não seja a intenção e sim virar mais e mais assunto na mídia.

  38. tem que tomar cuidado também com alguns “negros” na internet que estão criando uma nova ideologia nazista chamada “pan-africanismo”, se eles juntarem muitos seguidores haverá uma guerra racial, e sinceramente eu vou defender o meu lado. não vou lutar por gente que me chama de “demônio do olho azul”.

Deixe uma resposta