A guerra política se torna imprevisível (e muito mais interessante) após as denúncias de Paulo Roberto Costa. Aécio e Marina precisam ligar a artilharia pesada.

24
111

aecio-x-marina-tucano-reforca-que-tem-projeto-consistente

Conforme notícia do Estadão, a coisa começou a “feder” para o lado dos governistas. Aécio Neves foi rápido no gatilho, e não deixou barato:

O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, publicou em sua conta no Facebook um vídeo em que comenta as denúncias do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa de que políticos da base aliada receberam propina em contratos da estatal. Segundo o tucano, o Brasil acordou “perplexo” com as “mais graves denúncias de corrupção da nossa história recente.”

No vídeo, Aécio classifica as denúncias de “Mensalão 2” e afirma que o “governo do PT” está “patrocinando o assalto às nossas empresas públicas para a manutenção do seu projeto de poder”.

— Estamos disputando essas eleições contra um grupo que utiliza o dinheiro sujo da corrupção para manter-se no poder. Por isso, eu acredito que chegou a hora de darmos um basta a isso e tirarmos, de forma definitiva, o PT do poder — diz Aécio no vídeo.

Rosane de Oliveira: uma bomba em plena campanha
Leia as últimas notícias de Zero Hora

Para o candidato, é fundamental que as investigações possam ir “ainda mais a fundo” para que os responsáveis sejam punidos “de forma exemplar”.

Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento e Refino da Petrobras, fez um acordo de delação premiada, que ainda precisa ser homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), para denunciar pessoas que teriam recebido dinheiro em troca de facilitar operações dentro da Petrobras. Em seus depoimentos, que estão sendo prestados desde o fim de agosto, ele citou diversos políticos que estariam envolvidos no esquema. Os nomes foram revelados pela revista Veja na edição desta semana.

A presidente Dilma Rousseff afirmou que não irá se manifestar sobre os nomes citados por Costa até receber “informações oficiais”. A oposição pediu uma reunião de emergência para discutir as denúncias.

Veja o vídeo:

Agora é hora de lançar toda a artilharia pesada para cima do governo. Para começar, toda a campanha petralha tentando demonizar adversários que seriam “contra o pré-sal” deve ser desconstruída. Marina Silva, que tem sido vítima de campanha de demonização por parte do PT, disse que a maior ameaça ao pré-sal é a corrupção na Petrobrás, culpa do próprio governo:

“Quem está ameaçando o pré-sal não somos nós, nós vamos manter a exploração no pré-sal e usar os recursos para a saúde e para a educação, para que a gente tenha conhecimento, ciência, tecnologia, informação, para ajudar a melhorar o futuro do Brasil”, disse. “Quem ameaça o pré-sal é a corrupção que está assolando a Petrobras”, disse.

Se Aécio e Marina tiverem a esperteza necessária, tiram toda e qualquer autoridade moral dos petistas em falar em pré-sal. Ou Petrobrás. Deve ser dito aos petistas: “lave a boca com sabão antes de falar o nome Petrobrás, pois o que vocês fizeram não tem perdão”. A coisa deve ser deste tom pra cima.

E agora as coisas ficam imprevisíveis, pois algo vai respingar sobre Marina (pela citação do nome de Eduardo Campos) e muito mais em cima de Dilma. Aécio pode reaparecer na disputa se for assertivo o suficiente e mostrar o quanto a devastação das empresas públicas (para corrupção e tomada de poder) tem destruído a vida da população. A regra é clara: fale ao coração!

Enfim, as eleições de 2014 adquirem um novo tom e Aécio entra novamente na disputa. No que precisar de ideias vindas deste blogueiro, pode contar comigo (e o mesmo vale para os marineiros), pois daqui a pouco sai um texto desconstruindo o PT, de uma série de 4 ou 5 textos até o final da próxima semana.

Anúncios

24 COMMENTS

      • Problema do Aécio quando ele vai atacar o PT é que ele faz uma cara pra tudo. Isso meio que nivela os problemas, como se todos tivessem a mesma carga (i)moral.

        Com isso, por exemplo, a recessão técnica da economia e a corrupção na Petrobras ficam no mesmo patamar de “pecado”. O problema é que o primeiro é um problema de incompetência (ok, pode ter MUITA corrupção no meio, mas deixemos isso de lado) e o segundo, um problema criminoso. Não dá pro Aécio tratar os dois do mesmo jeito.

        É só olhar o Eduardo Jorge. Quando ele vai falar de economia, ele mantém um tom firme, mas o tom de voz baixo. Quando ele vai falar das “800 mil” (???) mulheres que sofrem com o aborto, ele gesticula mais e aumenta bem o tom de voz.

    • Percival é quem conta que quando o PT subiu ao poder, ele (ingênuo, tadinho) ficou esperando as investigações do partido sobre as denúncias que ele mesmo fazia. Passou o 1º ano… Nada! Passou o 2º… Idem! Bem, só ele fosse cego ou sofresse de algum retardo mental grave para não enxergar a bravata do PT. Se decepcionou, com certeza. Não ficou claro se ele era petista, creio que ele só ficou torcendo para o Brasil ser levado a sério. Não espere nada do próximo governante, esse tipo de coisa só funciona de verdade em países em que a população é educada e se respeita. O Brasil é uma pizzaria gigante, apelidada por Reinaldo de Banânia.

    • Vi. Ele está na defensiva. Usou ameaça de processinho e ainda falou “tem o mensalão mineiro”. No que isso refuta a existência um caso tão escabroso quanto a delação de Paulo Roberto?

      Esse texto do Rui Falcão nem se refuta, mas se escreve outro ataque embutindo ridicularizações a ele no meio.

      Abs,

      LH

  1. O pessoal do PT está dizendo que a Marina vai privatizar a Petrobras.Seria interessante ela usar esse escândalo para dizer como seria bom para o país privatizar essa empresa (apesar de eu achar que ela não tem intenções de privatizar).

  2. O PT nada assume como sempre, e sabe fabricar um bode expiatório, além de tecnologia de ponta em montar dossiês falsos e doutores em subversão – além de serem satanistas barra pesada – sendo que os comunistas são experts em engenharia social para ludibriar as mentes dos incautos e sobrevivem apenas à custa desses expedientes.
    Aliás, o comunismo tem as mesmas bases maiores ideológicas do nazismo e fascismo.
    O crescimento dos comunistas no Brasil deveria ser mais obra da Teologia da Libertação que apregoa nos interiores e nas paroquias socialistas – existem muitos padres comunistas infiltrados por aí – e da filha da “Mãe Terra” e doutros social-humanismos, a CNBBolivariana, que não os combate, comportando-se como sua aliada.

    • Bem, Paulo Roberto não estar de puxar cadeia o tanto que o tonto de Marcos Valério vai. Ele é um pouco mais corajoso que o carequinha de Minas e também não é justo servir de boi de piranha e ficar no preju sozinho. Tem que levar o máximo de gente envolvida para o xilindró. Se não o xilindró, pelo menos o ressarcimento ao erário. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK Que eu estou falando? Estou em Banânia. Vou tomar um cafezinho e esperar a queda da Babilônia brasileira. Haja esperar…

  3. A defesa do PT já está com a defesa preparada, tudo não passa de recursos não contabilizados e o Ministro Ricardo Lewandowski juntamente com o restante da bancada do PT no Supremo (Dias Tofolli, Luiz Fux e Teori Zavascki ) já deram seus respectivos vereditos inocentando os réus do núcleo político e condenando com o máximo rigor da lei os peixes pequenos.

  4. O Brasil só sai desse lamaçal que se tornou a política e os poderes no dia em que o povo entender que para garantir o próprio futuro vai ter que sair do conforto de suas casas e pegar em armas para promover uma limpeza moral neste país
    O povo não acorda nem na porrada, encabrestaram a população de uma forma tão eficiente que ainda tem idiota que prega mais estado na economia e grita que o petróleo é noço!!!.

    • Eduardo,

      Para pegar em armas, é preciso mobilizar o povo. Para mobilizar o povo, é preciso fazer discursos. Se a direita fizer discurso de “pegar em armas” se queima de vez.

      A guerra é no ambiente democrático.

      Abs,

      LH

    • A democracia já ruiu! Não existe mais a alternância de poder e não há nenhum partido realmente de direita com chances de ganhar porcaria de eleição nenhuma
      Os ratos vermelhos mostrarão de vez a quê vieram, a partir de 2015.
      Que o que sobrou da oposição faça uma gigantesca mobilização antes que os comunas a façam.
      Ninguém está obrigado a votar no Aécio, ninguém está obrigado a votar na Dilma. Ninguém está obrigado a votar na Marina. Ninguém está obrigado a votar no Pastor Everaldo. Ninguém está obrigado a votar nulo. Ninguém está obrigado a rigorosamente nada. A situação em que vivemos é kafkiana, absurda. Teremos muito a fazer no ano que vem, como estamos vendo tendo, paciência, persistência e coragem. Dias piores virão.

      • A única alternativa é a volta das Forças Armadas. Há uma ala, que está anestesiada e amorfa, mas há em vários bons quadros dela, militares indignados e atentos ao que se passa na mambembe e criminosa política nacional. Se esses bons militares se mobilizarem, terão o apoio de uma enorme parcela da população. Visito vários sites e blogs, converso com muitas pessoas sobre o país e quase todas estão descontentes com a condução política (salvo os politicamente corretos e idiotas úteis). Por outro lado, se sentem desanimados por não se verem representados ou liderados por homens de princípios e valores reais da nação e da família.
        As FABs ainda podem liderar um levante. No início do ano no RJ, houve uma manifestação pelo retorno dos militares, imediatamente uma passeata de semoventes esquerdopatas se realizou bem próximo.
        Uma ditadura bolivariana, castrista e stalinista está a caminho, já colocam em pauta os tais Conselhos Populares para fechar o Congresso Nacional e governar por decreto como acontece em países comunas.
        Não haverá meio termo e quando isso acontecer eu estarei no front.

      • Eduardo,

        Você sabe que isso de intervenção militar não vai ocorrer. Um povo que se recusa a lutar politicamente e fica pedindo “volte militares” não merece que eles façam nada.

        A ditadura bolivariana já colocou o Conselho…

        Você e o pessoal que pede intervenção militar tem feito o que em relação a isso?

        Abs,

        LH

      • Sim, foi aprovado.
        O clima é o mesmo de 1964, quando o governo de João Goulart exercia um forte domínio sobre os movimentos revolucionários e fez ameaças à democracia, espalhou e insuflou o ódio na sociedade no desejo de gerar um conflito de classes. Promoveu discursos insanos e dementes incentivando a desapropriação e a invasão de terras e empresas.
        Esperar! Haverá o momento em que os campos estarão brancos para a ceifa.
        Abs

  5. “O governo do PT patrocinou um assalto à Petrobras”, diz Aécio:

    http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/o-governo-do-pt-patrocinou-um-assalto-a-petrobras-diz-aecio

    destaque:
    “Agora tem uma nova candidata que eu respeito pessoalmente, mas precisa explicar seus vínculos com esse grupo político. Marina tem uma militância no PT maior do que da própria Dilma”

    Não sei até que ponto foi uma hipérbole ou se de fato ele acredita nisso. De qualquer maneira, um exagero se dá sobre uma realidade menor, mas existente. De qualquer maneira, Aécio aparece bem mais incisivo.

  6. E essa a melhor hora para que o povo levante a coragem de extrair os ladrões petistas do governo.Não vendam seus votos familiares,eles(os bandidos políticos) são capazes de oferecer 100,00 Reais por um voto pra continuarem governado ao modelo cubano.Aécio ou Maria é e serão um grande principio de mudanças!
    Os governantes PETISTAS não são brasileiro são comunistas cubanos infiltrados na política nacional,fora!

  7. Não há necessidade de se pegar em armas, a arma da democracia é o voto. Ainda flata um mês para as eleições. Aqueles que apoiam um golpe de estado, não precisam de muito esforço, basta votar em quem achar que lhe representa.

Deixe uma resposta