Desconstruindo o PT – 1 – Um momento decisivo para quem luta pela liberdade contra a opressão bolivariana

7
80

Dilma-Maduro-Evo-Morales-480x269

1. É vital que nas redes sociais nos juntemos e redobremos nossos esforços em favor da democracia, cada vez mais em perigo por um governo ditatorial como o do PT.

2. O que está em jogo não é apenas a retirada do PT do poder, mas a manutenção de nossa democracia. O que está em jogo, fundamentalmente, é o futuro do Brasil. Se tomarmos a decisão adequada poderemos frear o processo de isolamento do Brasil em relação aos países mais civilizados do Globo e bloquear a aliança feita ultimamente com governos totalitários e genocidas. Precisamos entender o quanto a aliança com a escória do mundo é danosa para o povo brasileiro.

3. Nos últimos 12 anos, o governo do PT deu passos firmes na direção de esmagar a vida do povo brasileiro a partir do aparelhamento da máquina estatal. Tudo isso é sustentado por uma maquiagem nojenta da realidade, como, por exemplo, dizer que “o governo colocou 36 milhões de pessoas na classe média”. Eles só não explicam que foi o próprio governo do PT que mudou os critérios para definir o que é classe média, fazendo com que pessoas que ganhem R$ 291,00 reais passassem a ser chamadas de “classe média”. Vergonhoso. Mas esse é o costume da escória das nações, que são os países totalitários e genocidas que esmagam seu próprio povo, recusando-lhes uma vida digna, enquanto fabricam realidades com propaganda. O governo petista aprendeu a lição direitinho com essa escória.

4. Todos os passos positivos dos governos anteriores foram sendo pouco a pouco demolidos pelo governo do PT. Com a aliança com poderosos (o PT é o maior recebedor de financiamento empresarial de campanhas), o governo petista tem a marca de privilegiar sua elite (do partido e de aliados, sejam empresários ou apenas políticos) usando a máquina estatal. Não surpreende que todas as principais empresas financiadoras tenham negócios com o governo. É um jogo onde os beneficiários dão dinheiro para eles às vésperas de campanha e depois recebem seus dividendos. Já o povo? O PT conseguiu diminuir a evolução do IDH conquistada por FHC. A lógica é clara: quanto mais o PT governa, mais ele consegue demolir as conquistas de governos anteriores. O pouco que sobra para eles apresentarem é apenas maquiagem da realidade a partir de propaganda enganosa. É claro o compromisso do governo com os grupos políticos e empresariais que mamam nas tetas do estado, criando apenas caos e ruína para o povo brasileiro. O PT destrói tudo que toca.

5. O estágio atual do governo petista mostra que todas as conquistas do governo FHC já foram devastadas, e como eles não conseguem criar valor (por estarem comprometidos com os poderosos que mamam nas tetas do estado, grupo do qual eles fazem parte e hoje até lideram), é evidente que o segundo mandato de Dilma será ainda mais devastador para o povo brasileiro. Em sintonia com os pedidos de mudança do povo, sabemos que o PT representa a velha política, baseada em usar o estado para a obtenção de benefícios, enquanto o cidadão sofre. A luta pela mudança, pela soberania, pelo bem-estar social e por nossa soberania sobre as riquezas nacionais depende da retirada do PT do poder.

6. A extrema-esquerda sabe que este é o sentimento popular. Por isso, estão tão desesperados em agarrarem-se ao poder no máximo que conseguirem, na luta pela implementação da censura de mídia para calar a voz do povo. Claro que a presidente tentou esconder suas intenções totalitárias, mas os seus grupos aparelhados continuam trabalhando dia e noite nisso. Assim como o Decreto 8243, que usa coletivos não-eleitos como forma de validar as atrocidades do governo, todos os principais projetos petistas se baseiam em usar recursos ditatoriais para a manutenção do poder no máximo que for possível. É evidentemente um plano que se for levado até o fim nos tornará iguais à Venezuela e Argentina, países devastados por tiranetes bolivarianos. Falamos de altíssimas taxas de desemprego, uso de milícias para trucidar cidadãos que protestem e até racionamento de alimentos. E os empresários sérios, é claro, fogem desses países.

7. É só ler o que os petistas realmente propõem e buscam e observar o que todos os governos aliados do Foro de São Paulo já fazem para notar que as ambições petistas cospem na cara da maioria da população. Tudo não passa de inchaço e aparelhamento estatal para beneficiar os donos do poder, enquanto o povo vive à míngua. Quando a coisa se complica pelo caos reinante, eles passam a lutar para censurar a mídia, cercear a atuação política pelas regras dos donos do estado e usar coletivos não-eleitos para calar a dissidência. Com isso, conseguirão devastar o resto da riqueza nacional.

8. Ficar do lado do PT é ficar do lado do retrocesso: menos soberania nacional (basta ver o financiamento do Porto Cubano e a perda de duas refinarias nossas para a Bolívia), maior dependência de países perigosos (e alguns destes países praticam genocídios contra seus povos e financiam derrubada de aviões repletos de inocentes), e a destruição do nível de vida da população, com desemprego, queda da riqueza e endividamento. Quer dizer: o de sempre em se tratando de governos socialistas que aprendem suas lições com países atrasados que transformam o seu povo em gado de poderosos mamando nas tetas do estado.

9. No programa econômico da extrema-esquerda (representada pelo PT) precisamos destacar algumas propostas com graves consequências: “o uso do Banco Central para maquiar a crise”, “a manutenção da política externa” e “uso da Petrobrás como instrumento de manutenção de poder”. Vamos fazer a tradução do programa da esquerda para um português mais claro que a neve: eles usam o Banco Central para fingir que a economia está bem a partir da maquiagem (com isso, conseguiram lançar 57 milhões de brasileiros na inadimplência, o que vai destruir a vida de muitas famílias), entregando o comando de nossa economia aos grupos que querem se perpetuar no poder, ajudando apenas a políticos que emulam o padrão dos governos mais atrasados do mundo, alguns deles chegando a escravizar seus habitantes. Não se esqueça de atos vergonhosos de corrupção como os do Mensalão e do recente Petrolão, que é o uso da Petrobrás para a manutenção do poder. A manutenção do PT no poder é a opção pela destruição deliberada do Brasil em prol de poderosos que vivem mamando nas tetas do estado. Exatamente como ocorre com a população de países não-civilizados com os quais o governo do PT tem feito aliança, desafiando a soberania nacional. Típico caso de traição da Pátria.

10. Em resumo, a manutenção do PT no poder se sustenta em fraudes intelectuais, manipulação de informações, aliança com a escória das nações do mundo, uso da máquina estatal contra o povo, medidas opressoras e táticas de desinformação, dentre outras baixarias, configurando a manutenção de um enorme passo atrás não apenas na política e nos direitos humanos, como também em todas as conquistas econômicas de governos anteriores (e muito mais democráticos) e, principalmente, em todas as nossas conquistas civilizacionais. Ao lutar contra o PT lutamos para o fim de um reinado de terror.

***

Este texto é uma desconstrução reconstrucionista da parte inicial vista no texto publicado na Página 13, com o título Anteprojeto de resolução (ao DN do PT de 06/09/2014. Obviamente, todas as mentiras do PT são traduzidas para fatos (ou seja, onde os desconstruímos), bem como usamos o novo conteúdo reformatado para dizer o que precisa ser dito. A desconstrução foi criada por Jacques Derrida, e a reconstrução por John Dewey. São métodos de esquerdistas que podem ser usados de forma muito mais justificada a partir de todos os adeptos da liberdade, sejam eles de direita, centro ou até a esquerda moderada.

No próximo texto dessa série teremos a desconstrução reconstrucionista de outras partes deste texto, com foco na ampliação do item 9, onde será tratado especificamente o projeto totalitário de poder do PT, incluindo o conselho soviético, a censura de mídia e a criação da política dominada pelo estado (que eles chamam de reforma política).

Se tiverem sugestões de desconstruções e reconstruções, também agradeço, pois quero publicar um texto por dia até o final da semana, de forma que ele seja útil para a propagação de conteúdo em quaisquer ambientes na luta contra os projetos de poder do PT.

Anúncios

7 COMMENTS

  1. Luciano, há um artigo bastante esclarecedor, de Carlos I.S. Azambuja, no Alerta Total, que trata dos Círculos Bolivarianos no Brasil. Penso que uma contrarrevolução cultural de direita, à altura da contaminação esquerdista já disseminada e em pujante proliferação em nosso país, precisaria da mobilização de um esforço igual e contrário, em estratégias e organização. Talvez, a criação de uma entidade equivalente e em oposição ao Foro de São Paulo, centralizando e irradiando a necessária resistência, pudesse colaborar para um despertar mais rápido de consciência e de ação da direita! É só uma ideia, que me ocorreu a ler o artigo do Azambuja e que não tendo com quem dialogar, submeto à sua crítica e à consideração de outros melhores pensantes que eu!

    http://www.alertatotal.net/2014/09/circulos-bolivarianos-no-brasil.html

  2. Texto excelente, principalmente os 10 pontos onde se destacou os males do PT para o nosso país, nossa democracia e o nosso povo!

    O que falta à direita é se organizar. Mesmo poucos militando, conseguimos virar o jogo e amedrontar os esquerdistas. Acho que estamos muito desorganizados e algo divididos. Combatemos em várias frentes, muitas vezes desperdiçando esforços.

    Conversava com um colega na hora do almoço e ele comentou que o que o PT está fazendo ao país já devia ter provocado uma Revolução. Mas, aparenemente, não temos em nossa constituição nenhum mecanismo de defesa contra os crimes de lesa-pátria que a terrorista que hoje nos governa comete, como o roubo escrachado de nosso patrimônio, o desvio de nossos recursos para Cuba e os demais aliados da América Latina.

Deixe uma resposta