Depois da fuga de Dilma Rousseff da entrevista ao JN, Altamiro Borges quer implantar censura sutil na Globo. Ah, eles se entregam tão fácil!

34
117

maxresdefault

Como todos sabem, na semana passada Dilma fugiu da entrevista ao Jornal da Globo. Mesmo assim, o programa colocou no ar as perguntas que faria. Veja:

  • Os últimos índices oficiais de crescimento indicam que o país entrou em recessão técnica. A senhora ainda insiste em culpar a crise internacional, mesmo diante do fato de que muitos países comparáveis ao nosso estão crescendo mais?
  • A senhora continuará a represar os preços da gasolina e do diesel artificialmente, para segurar a inflação, com prejuízo para a Petrobras?
  • A forma como é feita a contabilidade dos gastos públicos no Brasil no seu governo tem sido criticada por economistas, dentro e fora do país, e apontada como fator de quebra de confiança. Como a senhora responde a isso?
  • A senhora prometeu investir R$ 34 bilhões em saneamento básico e abastecimento de água até o fim do mandato. No fim do ano passado, tinha investido menos da metade, segundo o Ministério das Cidades. O que deu errado?
  • Em 2002, o então candidato Lula prometeu erradicar o analfabetismo, mas não conseguiu. Em 2010, foi a vez da senhora, em campanha, fazer a mesma promessa. Mas foi durante o seu mandato que o índice aumentou pela primeira vez, depois de 15 anos. Por quê?
  • A senhora considera correto dar dentes postiços para uma cidadã pobre um pouco antes de ser feita com ela uma gravação do seu programa eleitoral de televisão?

Obviamente, seria um desastre de proporções bíblicas para a presidente. Mas e como fica a imagem da presidente, agora uma “fujona dos questionamentos”?

Altamiro Borges tenta reduzir o dano com um texto patético: Dilma devia cortar publicidade da Globo. Leia um trecho:

Dilma acertou ao recusar o convite do império global. Mas, infelizmente, ela errou durante toda a sua gestão ao não enfrentar os monopólios da mídia – principalmente os que exploram as concessões púbicas de rádio e televisão. Pior ainda: o seu governo financiou estes grupos, alimentou cobras! Segundo recente relatório da Secom-PR (Secretaria de Comunicação Social da Previdência da República), de 1º de janeiro a 30 de junho, o governo investiu R$ 109,3 milhões em publicidade oficial. O valor é 29,7% maior do que o aplicado no mesmo período de 2013, que foi de R$ 84,3 milhões. O aumento decorre da Lei Eleitoral, que proíbe esse tipo de despesa nos três meses anteriores à eleição.

A maior parte desta grana, arrecadada dos contribuintes (do meu e do seu bolso), foi parar nas mãos de meia dúzia de famílias que monopoliza os meios de comunicação do país. Para ser mais preciso, cerca de 60% destes recursos públicos enriqueceram os três filhos da famiglia Marinho – que hoje desponta no ranking da revista Forbes como a mais rica do Brasil. Esta grana ajuda a bancar os salários de Bonner, Waack, Jabor, Leitão e de tantos outros “calunistas” da Rede Globo que diariamente destilam veneno nestes veículos – que são concessões públicas, vale enfatizar!

O montante citado é apenas o da publicidade institucional. Não inclui os gastos em anúncios das estatais, como Petrobras, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, etc. Em 2013, o total investido foi de R$ 2,313 bilhões. Os mesmos 60% foram abocanhados pelo Grupo Globo. É muita grana para quem manipula a informação e deforma os comportamentos, para quem agride a democracia! Caso seja reeleita – apesar de todo o bombardeio midiático –, Dilma bem que poderia repensar sua política de publicidade e sua postura diante da proposta da regulação democrática dos meios de comunicação. Não basta apenas deixar de comparecer às sessões de tortura da TV Globo!

É hora de traduzir o que ele quer dizer. Primeiro, como Dilma não implantou a censura de mídia, tem que aturar que uma emissora faça questionamentos que ela não pode responder. Segundo, como Dilma não cortou a grana dos discordantes (exatamente igual os bolivarianos da Venezuela e da Argentina já fazem) ela tem que aturar a divulgação dos fatos sobre o governo. Como sofre um bolivariano que ainda não viu a mídia ser censura, não é Seu Miro?
A proposta de Altamiro para isso é simples: implementar o bolivarianismo de vez e só liberar grana para os organismos de mídia que falem bem do governo. Como as páginas da BLOSTA, da qual ele faz parte.
Essa é a situação: o PT utiliza-se de um bando de blogueiros depravados que pensam dia e noite em verba estatal, a qual é retribuída com apoio para que uma ditadura crie uma fachada “de democracia”. Nem todos levam verba, evidentemente, mas vários sim. É só navegar pelas páginas de vários desses blogs e ver anúncios da Caixa, da Petrobrás e daí por diante.
Dá para alguém descer mais baixo que esse tal de Altamiro Borges? Não, não dá. E ele tem plena consciência do quão baixa é sua ladainha, sob quaisquer parâmetros morais.
Pelo menos a turma da BLOSTA anda mais bravinha e estressada que o habitual, com os baixos números nas pesquisas, e entregando cada vez mais o ouro, confessando o quanto são inimigos da democracia.
Anúncios

34 COMMENTS

  1. O mais me causa repugnância nesse gente é como eles tomam pra si alguns termos, como “democracia”. Eles ficam confabulando entre si como irão censurar a mídia, chamando tudo isso de “democratização” da mídia.

    Quando alguém da mídia opina contrariamente, manifestando a liberdade de imprensa, chamam isso de “inimigos da democracia”.

    São podres mesmo.

  2. “A maior parte desta grana, arrecadada dos contribuintes (do meu e do seu bolso)…”

    Curioso que quando é para criticar eles até usam discurso liberal (e não é contribuinte, mas sim pagadores de impostos).
    E tanta maluquice que o cara chama de investimento gastos com publicidade do governo e estatais, e se a maior parte vai para a Globo isso se deve ao fato da maioria da população assistir a essa emissora.Ou o “gênio” queria que essa bolada fosse para portais pro-governo que dão pouquíssima audiência?

    Ayan, como você responderia a uma pessoa se ela falasse que isso não é cesura sutil porque você já sabe que é censura?

    • Basicamente, por que censura sutil não é uma censura prévia, mas o exercício do poder do estado na pressão econômica sobre os meios de comunicação. Então, é uma forma muito mais sutil do que a censura prévia (requerendo um “carimbo” estatal por exemplo). Por isso, o nome censura sutil.

  3. O correto mesmo seria ninguém receber verbas publicitárias do governo. Deveria baixar uma lei tornando ilegal esta prática; o governo seria terminantemente proibido de fazer propaganda de si mesmo. Coisas de utilidade pública seriam veiculadas nos meios de comunicação GRATUITAMENTE. O Estado ficaria de fora quando o assunto é mídia e meios de comunicação em geral.

    As ditas concessões públicas também deveriam ser privadas, totalmente privadas. Assim acabava com essa palhaçada toda de gente histérica ficar chantageando canais de mídia com corte de verbas e afirmando aos berros “viu só o que eles falaram em uma concessão pública”.

    Uma reforma política que se preze incluiria na pauta de mudanças essas questões.

  4. A GRANDE IRONIA, é o cara cometer um ATO FALHO tão grotesco que quem estiver no básico da guerra política, já ‘fuzila’ de cara:

    de 1º de janeiro a 30 de junho, o governo investiu R$ 109,3 milhões em publicidade oficial. O valor é 29,7% maior do que o aplicado no mesmo período de 2013, que foi de R$ 84,3 milhões….

    O montante citado é apenas o da publicidade institucional. Não inclui os gastos em anúncios das estatais, como Petrobras, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, etc. Em 2013, o total investido foi de R$ 2,313 bilhões.

    haha….. o salafrário tá falando da globo que (segundo ele) recebe 60% desta IMENSA QUANTIA DE DINHEIRO QUE O GOVERNO GASTA SOMENTE PARA FALAR BEM DELE MESMO!!!!

    Qualquer pessoa honesta e bem intencionada já percebe que o governo gasta DEMAIS em propaganda, enquanto estes petistas de merda, só reclamam porque o dinheiro NÃO FOI PARAR NOS BOLSOS DELES……….Ô vida triste essa de FUNCIONAL 🙂 Ou seja o problema não é a IMENSA QUANTIA DE DINHEIRO (seu e meu) GASTA PELO GOVERNO PARA FALAR BEM DELE MESMO……muito menos os SUPOSTOS 60% que vão pra família Marinho…

    O problema todo segundo o sr. Altamiro é que o Governo ‘ainda’ não CENSUROU QUALQUER veículo de mídia que o critique.

  5. Eu recuso o convite do império comunista. Que tal proibir a existência de um partido comunista no Brasil? Como é que pode em pleno século XXI sermos forçados a ouvir canalhas defendendo o regime mais genocida da história da Humanidade?
    Um puto destes tinha que passar o resto da vida assentando dormentes em estradas de ferro, de sol a sol, para ter direito a uma quentinha!

    • realmente eu fico indignado, a suastica foi banida por causa dos 25 milhões de mortes, mas como pode a foice e o martelo, que matou 110 milhões ainda existir tremulando em bandeiras por ai…..é revoltante, mas mais do que simbolos, são as idéias que estão sendo ensinadas em nossas escolas, é a mesma que levou aos genocidios….

  6. O blog desse senhor é a central das teses mais golpistas que circulam pela BLOSTA. É importante que todos da direita, que se querem bem informados, o acompanhem.

  7. Como a desculpa de que algumas empresas são de capital aberto (ação em bolsa) e outras tem concorrentes no setor privado, “malandramente”, como sempre, os governos de plantão vão dizer que precisam da propaganda para não “perder mercado” (pilantragem pura).

    Para estes casos, somente o “raio privatizador” do Paulo Batista daria um fim.

    Com relação a propaganda oficial, aquele ligada diretamente ao governo (ministerios, secretárias, etc.), deveria ser estipulado limites (algo parecido com o realizado com os partidos politicos).

    Mais uma dos golpistas …

    Estrangeiros podem ?
    http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/congresso/estrangeiros-poderao-votar-no-brasil/

    • Ou eles não sabem o significado de fascista ou simplesmente acusam os outros daquilo que eles são. Até um estudante do ensino médio… não, não sabe não, mas não sabe mesmo. Não com a educação brasileira. O candidato Everaldo vive repetindo “vou cortar na carne, vou reduzir o Estado, vou privatizar”, e o imbecil vem chamar o candidato com propostas liberais de fascista. Tsc. Esse “shaming” da extrema-esquerda é o mais ridículo. Esse homofascista é outro. Quer estatizar até o cu dos gays que estão no armário, porque o armário é a propriedade privada – e o cu também. Quer arrancá-los à força e sindicalizá-los todos.

  8. Luciano, e quanto aquele argumento que os petralhas usam para defender a censura da mídia ”Nos EUA, na Alemanha e nos outros países desenvolvidos, existem leis de regulamentação de mídia, se existem nestes países porque não pode existir no Brasil também ? ” Meu professor petista uma vez me disse isto e eu fiquei sem o quê falar.

      • Nem tenho mais como pedir porque na época que isto ocorreu eu ainda estava no ensino médio, hoje estou na faculdade, mas gostaria de saber o que dizer quando um petralha ou alguém de extrema-esquerda usar a seguinte rotina ”Ah quando os EUA faz vocês da direita elogiam, quando o PT faz é ditadura comunista” ou ”Os EUA são um dos países mais protecionistas do mundo, ai quando PT faz protecionismo vocês reclamam”. Neste caso específico que eu te citei foi uma discussão entre mim e um professor de história petista que estava defendendo censura de mídia ai eu argumentei da seguinte forma ”Professor, esta ”regulamentação” da mídia não seria uma forma de censura velada para impedir críticas ao governo, não seria um atentando contra a democracia e contra a liberdade de expressão ? ” E ele respondeu que ”Nos países defendidos pela direita como os EUA e a Alemanha, existem leis e decretos que regulamentam a mídia” como eu não tinha ideia das leis existentes nos EUA e na Alemanha muito menos informação sobre isto, eu me fiquei sem saber o que dizer, me calei e perdi o debate. Enfim o que dizer quando seu oponente usa países desenvolvidos como exemplo(EUA, Alemanha, Canadá) para justificar seus projetos bolivarianos, tipo quando cara fala ”Ah quando os EUA faz vocês elogiam, quando o PT faz vocês criticam, vocês da direita tem memória seletiva”. O que fazer exatamente quando eles utilizam este tipo de rotina ? Já escreveu um texto sobre isto ? Eu acompanho você á pouco tempo então não sei……

  9. Aécio bate forte e com precisão:

    “”Não acredito que a presidente tenha recebido recursos desses esquemas, mas, do ponto de vista político, foi beneficiária, sim. Ela tinha obrigação de saber o que se passava no seu entorno. A principal empresa pública brasileira foi submetida aos interesses de grupos para quê? Para manter o PT no poder. O PT enlameou nossa principal empresa. Não adianta dizer que não sabia, tem que investigar e punir exemplarmente os responsáveis”, disse.

    http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/petrolao-era-para-manter-o-pt-no-poder-diz-aecio

  10. Luciano, acho que esse texto do Paulo Ghiraldelli merece uma conferida sua: http://ghiraldelli.pro.br/o-crime-eu-nao-sabia/

    Segue uma amostra:

    “É necessário algumas conversas e campanhas em torno de certos conceitos. Por exemplo, o conceito de minoria usado pelo IBGE, pelo governo e pela sociedade culta em geral, não é entendido pela maior parte de nossa população. Vemos escolarizados que são do naipe de um Lobão ou de um Roger ou de um Gentili. São pessoas que imaginam que minoria não é um conceito sociológico, mas uma noção numérica. Não entendem que minoria é minoria por conta de deter uma cultura válida, ou algum ethos válido, legítimo, mas que não é hegemônico e, portanto, precisa às vezes ou de proteção ou de incentivo. São pessoas que pensam que não estão diante de um conceito que já ganhou expressão oficial no quadro de nossa vida social. Pensam que é uma politicalha de esquerda. Não conseguem sequer saber que o IBGE trabalha assim, com tais conceitos, como o mundo todo trabalha assim.”

  11. Ressalte-se que, por um lado, o governo fomenta a dependência da grana estatal em todos os setores da sociedade e, por outro, tenta criar leis restritivas de veiculação de propaganda de produtos da iniciativa privada, como a proibição de anúncios de alimentos de alto teor calórico para crianças (biscoitinhos recheados, por exemplo), de cigarros etc., anúncios dos quais a imprensa independente tanto precisa para se manter independente.

  12. Como eles podem deixar de anunciar em O Globo e na Veja? Eles podem é tirar a o Bóris Casói, Rachel Shehrerazade e o Paulo Martins do ar, mas nunca deixar de fazer publicidade nas grandes mídias. Os que lhes são favoráveis não vendem, os que vendem não lhes são totalmente favoráveis. Quem lê Carta-Capital e os anúncios dela? Com certeza, não é o leitor da Veja, ou mesmo a massa de leitores de outras publicações como Scientific América, Isto é!, Caras etc! Quem assiste TV Brasil e seus anunciantes? Até as reprises do Chaves levadas às 03:00 da madrugada vão ter mais audiência do que quaisquer dessas TVs públicas mantidas pelo PT.

    A pergunta que fica é: Se não anunciarem na Globo e em suas publicações e na Veja e mídias semelhantes, onde vão papagaiar, para serem divulgados, os seus “grandes feitos”?

Deixe uma resposta