O cinismo stalinista de Dona Dilma: adversários do PT não podem chorar. Esse direito é só dos petistas.

9
184

Para entendermos melhor a baixeza dos petistas basta deixá-los falar. Mas não pode ser só isso. Temos que avaliar bloco por bloco de seu discurso, como sempre desonesto e cínico até a medula. Enfim, aqui está uma notícia onde vemos que Dilma chamou Marina de “incapaz de suportar pressões” após a adversária ter se comovido ao lembrar dos ataques sujos dos petistas contra ela. Veja:

A presidente Dilma Rousseff, candidata do PT que tenta a reeleição, respondeu indiretamente neste sábado (14) ao choro da adversária Marina Silva (PSB) ao dizer, em discurso, que quem não quer que fale de si não pode ser presidente.

“Presidente da República sofre pressão 24 horas por dia. Se a pessoa não quer ser pressionada, não quer ser criticada, se não quer que falem dela, não dá para ser presidente da República”, afirmou Dilma.

Tudo bem que em seguida, Dilma desconversou, amenizando o tom, dizendo “chorar é intrínseco ao ser humano”, mas em termos de marketing o que ficou gravado é a mensagem dizendo que, ao ser questionado sobre o choro de alguém, deve-se desqualificar essa pessoa como “incapaz de resistir às pressões” e “desqualificada para o cargo de Presidente da República”.

Então a regra é essa, não é Dona Dilma? Quem chora se torna desqualificado para “lidar com pressões” e não pode ser presidente da República, não é?

Então que tal uma compilação do chororô petista?

Observem o nível de gente com que estamos tratando. A partir de agora, quem quiser concorrer em eleições contra essa turma deve se preparar para se defrontar com um nível de dissimulação que só vemos em psicopatas. Eles são capazes de fazer uma simulação em cima de qualquer coisa, mas qualquer coisa mesmo, sem nenhuma justificativa moral/lógica, apenas pela paga política e a obtenção de uma sensação no eleitorado a partir da manipulação psicológica.

Nem que para isso eles tenham que simular que um momento de “choro” de um adversário o desqualifica para qualquer cargo, ao mesmo tempo em que eles tenham um histórico de choros, aí sim a maioria deles simulados.

Do jeito que o PT está se comportando nessas eleições, usando da chantagem emocional e da violência psicológica, sempre com mentiras e baixezas abaixo da crítica política tradicional, parece que teremos que criar uma nova disciplina para a política: a arte de lutar contra psicopatas.

Como sempre, eu já aviso que não fiz nenhum diagnóstico de psicopatia aqui. Estou apenas avaliando comportamentos de pessoas que mostram capacidade de dissimulação que só pode ser encontrada em psicopatas. Se eles não são clinicamente psicopatas, então precisaremos estudar o fenômeno que os faz agir com um nível de sordidez típico dos mais frios psicopatas.

Anúncios

9 COMMENTS

  1. Luciano, basta consultar o verbete psicopatia na internet e verificar que esses petistas reúnem, sim, as condições mínimas para serem classificados como psicopatas.

  2. Concordo com o que foi escrito, exceto que nessas voce não dá para saber se esse choro das fotos de petistas são choros por conta de pressão política. Isso abre o flanco para condenações e ridicularizações. De certa forma o PT está certo sobre a idéia de que um político tem que aguentar ser criticado, e a Marina tem lidado mal quando a crítica é feita pelo Aécio, por exemplo. É claro também que o PT se aproveita para misturar calúnias com críticas bem feitas e dizer que a Marina não aguenta a pressão.

    • Acervo,

      Em guerra política, o que vale é o soundbyte. Alias, Marina poderia, se quisesse, usar até o discurso de “machista”, que oprime as mulheres que choram, ao fingir que “choro é coisa de mulher”.

      Mas aí isso já seria bem petista.

      A maestria do PT está em aproveitar cada “mini bloco” de discurso do oponente e capitalizar.

      Se eles ganharem essa eleição será por desconstrução, enquanto os adversários ainda nem perceberam o que é isso.

      Abs,

      LH

  3. Luciano, você não está errado em falar em psicopatia. A VIDE Editorial lançou em Abril deste ano a obra “Ponerologia: Psicopatas no Poder” do psiquiatra polonês Andrzej Łobaczewski que foi, inclusive, indicação do Olavo de Carvalho. Em linhas gerais o autor defende a tese de que toda a alta cúpula dos partidos comunistas eram/são formados por psicopatas, incapazes de produzir sentimentos de ordem moral. Em torno deste núcleo duro há uma rede colaboradores histéricos, que são aqueles que reagem aos estímulos dos psicopatas suscitando reações baseadas em sentimentos e não na análise do mundo real. A idéia pode ser resumida neste artigo: Lógica da histeria (cf. http://www.dcomercio.com.br/index-php/opiniao/sub-menu-opiniao/118103-logica-da-histeria).

    • ‘Em linhas gerais o autor defende a tese de que toda a alta cúpula dos partidos comunistas eram/são formados por psicopatas’

      Não só comunistas, a versão original desce o cacete na pseudo ‘direita’ neocon, que o astrólogo adora. Na versão brasileira botaram o prefácio dele falando esquerda isso, esquerda aquilo… o que mostra bem como ele é uma merda desonesto, Lobacevsky NUNCA disse que só a esquerda tem psicopatas.

  4. Pois eu já acho que há psicopatia no Lula sim, visto o tom assustador com que ele fala. Parece um mendigo daqueles agressivos que trombamos por aí de vez em quando.
    E eles podem vir sim com seus ataquezinhos de araque, pois também temos o nosso. Que delícia essas imagens deles chorando feito bezerros desmamados, contradizendo as palavras da presidanta jumenta. Ninguém tá mais aqui pra brincadeira não. Não é só o Aécio que precisa de sangue nos olhos não, nós também, muito sangue nos olhos nós também, muita disposição pra chegar na voadora da moral desses corvos vermelhos.
    Filhos da puta, preparem-se pra chorar, chorar muito, com o fim do PT que está próximo…

Deixe uma resposta