O Brasil prestes a entrar em guerra civil, conforme declaração do Coronel Moézia

68
195

mcooimbra

É com satisfação que vejo que o canal do YouTube Ficha Social voltou a um bom ritmo. Depois de uns 4 ou 5 dias parado, agora estão lançando um vídeo atrás do outro.

Neste aqui, vemos Marcos Coimbra tratando a declaração do Coronel Pedro Ivo Moézia na Comissão da Verdade.

Como todos os leitores sabem, sou contra qualquer forma de intervenção militar e contra qualquer discurso trazendo esse tipo de proposta, mas o que vemos é bem diferente: o Coronel Moézia mostra que os militares andam calmos até demais, e, enquanto isso, o PT parte para esmagamento de instituições a todo momento.

A própria Comissão da Verdade já é uma provocação por si só. Há vários anos, os militares estão aturando afronta atrás de afronta, o que inclui a nomeação de uma escola com o nome do terrorista Carlos Marighela e do cuspe de um militante marxista sobre um general octogenário.

Esses fatos, assim como os fatores apontados pelo Coronel Moézia, mostram que o PT está fazendo de tudo para criar um caos social, a ponto de levar-nos a uma guerra civil de forma deliberada. E aí, no caso de uma guerra civil, tudo pode acontecer, o que é uma pena.

Enfim, veja o vídeo:

Anúncios

68 COMMENTS

      • Marcos Coimbra é um personagem interpretado por Flávio Oliveira. Está na descrição do vídeo. A Iza parece não ser mesmo. Mas não entendo por que a outra garota e esse sujeito usam de um personagem. Acho muito estranho. Será um jeito de não arcar com as consequências do que falam? Para mim isso demonstra certa falta de caráter deles, ainda que o conteúdo dos vídeos seja bom.

    • GUERRA CIVIL FAZ TEMPO QUE JÁ TEMOS, FALTA SÓ A AÇÃO DO EXÉRCITO, POR EXEMPLO MINANDO O TRÁFICO E CONTRABANDO DE FRONTEIRA, JÁ QUE ESTRATÉGIA SE FAZ COM ANÁLISE DE FATOS E ESTAS DEVAM TER A FLEXIBILIDADE DE ACOMPANHAR TAIS FATOS COM FEITOS E NÃO PALAVRAS QUE DEIXEMOS DE “ANALISAR” SEGURANÇA INTERNA E SEGURANÇA PÚBLICA COMO DOIS IRMÃOZINHOS BRIGADOS E EMBURRADOS UM COM O OUTRO, HAJA VISTA QUE NA SOMA DAS DERROTAS QUE A VIOLÊNCIA NOS IMPÕE NO DIA A DIA, A SEGURANÇA CLAMA POR UMA NOVA ARMADURA, MAIS EVOLUÍDA, COM MENOS SEGREDOS EM COFRES E RELATÓRIOS E COM MAIS AÇÕES, COM TODOS NÓS A PALAVRA.

  1. Em caso de uma guerra civil, alguém com visão política de Direita poderia contratar um ou mais exércitos privados do Peru ou dos EUA para ganhar a guerra.
    Seria uma boa maneira de destruir o aparelhamento de Estado que a esquerda gramsciana construiu ao longo de 30 anos no Brasil.
    Lênin provocou uma guerra civil e ganhou a guerra civil na Rússia exatamente com o intuito de aniquilar a oposição ideológica.

    • Acha uma coisas dessas barata? Quem pagaria? De onde viria o dinheiro? Saiba que essas forças mercenárias só são usadas como auxiliares das outras forças nacionais; elas só atuam como guarda-costas ou em algumas operações, portanto, não poderiam ajudar muito caso ouve-se guerra civil aqui e as ”nossas” Forças Armadas vendessem sua lealdade ao PT.

    • E vc acha que gente que passou anos se esbaldando com mensalões e petrolões não vai ter dinheiro pros mercenários deles?
      Leia Maquiavel pra entender pq só um rei tolo confiaria em mercenários.

      • O que mais existe no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Goiás são caras com muito dinheiro e loucos por mais terras.
        Em caso de guerra civil, se fosse fechado um acordo com antecedência entre uma associação desses ricaços e exércitos privados do exterior (no plural mesmo), facilmente esses ricaços dominariam o governo do Brasil.

        Um perigo é se esses caras “são de Direita”, o que duvido muito.
        Outro perigo é se depois de vencerem, eles fazerem igual Stalin na União Soviética, “””coletivizando””” tudo no território do Brasil com esses exércitos.

        A questão do número é irrelevante, a G4S possui quase 1 MILHÃO de empregados, sendo 625000 soldados ativos. Some mais Unity Resources Group, a Academi e juntos facilmente ganhariam do exército brasileiro, MST, PCC e FARC juntos.

  2. Tanta bravura destes ladrões,que não tem suporte para uma guerra com os militares? Eles,apenas insultam mais sem poder de fogo! Eles pretendem uma gurra civil para se foragirem e dizer que estão sendo perseguidos pelos militares: o que é,eles sabem,que os civis não tem suporte para enfrentar seus militantes,paramilitares,instalados no poder do governo.

    • São os fatos, e este blog sempre se atentou aos fatos. Eu sou terminantemente contra intervenção militar, mas o governo do PT está FAZENDO TUDO para causar uma guerra civil, especialmente pela afronta aos militares com a Comissão da Verdade, que só investigou um dos lados. Ao obrigá-los a se “desculpar” partiram para a afronta. Para que fizeram isso?

      • Caro Luciano.

        Eu também, assim cono você, sou terminantemente contra quaisquer intervenções inconstitucionais, e portanto ilegais, militares ou não.

        Você tocou no ponto. O grupo do movimento revolucionário (Foro de São Paulo, PT, PC do B, PSOL, MST e MTST) está fazendo de tudo para causar uma guerra civil. Eles estão provocando intencionalmente para poderem dar o golpe revolucionário final em nossa República Democrática.

        Esses bastardos, psicopatas e malditos contam com o apoio das milícias guerrilheiras treinadas do MST, das tropas das FARC, de guerrilheiros cubanos (já embarcados no Brasil via mais médicos) e possivelmente também com o exército da Venezuela de Maduro. Também vão usar as massas controladas pelo MTST para causar o caos e o pânico nos grandes centros urbanos, dificultando assim uma integração e fortalecimento de forças patrióticas de resistência.

        Chegamos a um ponto no qual devemos, todos aqueles que são BRASILEIROS e PATRIOTAS, prepararmo-nos para APOIAR e DAR SUPORTE POLÍTICO INCONDICIONAL às NOSSAS FFAA, que perfazem a nossa última instituição ainda íntegra e confiável, na qual podemos depositar nossas esperanças.

        Todos nós necessitamos, nesse decisivo momento, de nossas FFAA, pois o programa de desarmamento deixou a população civil desarmada e indefesa contra as milícias dos psicopatas.

        Se queremos a paz, então devemos nos preparar para a guerra.

        SE OS PSICOPATAS PENSAM QUE SÃO MACHOS, ENTÃO MOSTREMOS A ELES OS NOSSOS CACETES, E CERTAMENTE NÃO PASSARÃO, PORQUE COVARDES ELES SÃO.
        ……….

      • guerra civil entre governo e militares?
        bem, nao se trata de guerra civil, seria apenas intervencao militar.
        o exercito fez um monte de merda e agora nao tem apoio da populacao para promover nada.
        nao tem forca alguma.

      • E quem falou entre governo e militares?

        Mas a partir do momento em que o governo começa a afrontar os militares, e estes começam a reagir à afronta, consequencias podem ocorrer.

        Bem… o exército pode estar enfraquecido, mas eles recusaram-se a pedir desculpas e ficar de joelhos para a escória. Vejamos os próximos capítulos.

        Ah… sua técnica de inevitabilidade e alta confiança em vitória inexorável da esquerda não cola aqui.

        Abs,

        LH

      • Falando em guerra civil, quando o piripaque eclodir poderemos, de modo legitimo e plenamente legal, abrirmos a nossa tão esperada, sonhada e prazerosa ATIVIDADE RECREATIVA, a saber:

        A TEMPORADA de CAÇA à ESCÓRIA COMUNISTA.

        E TEMPORADA de CAÇA ao MOLUSCO-X9 e à SAPATA-752-Terrorista-Vulcabraz.

        ……….

        E para o nosso maior prazer na caça à escória comunista, lembremos afinal:

        Em tempos de guerra a lei silencia — INTER ARMA ENIM SILENT LEGES (Cícero).

        Se queres a paz, prepara-te para a guerra — SI VIS PACEM, PARA BELUM.

        ……….

        Veja só que bela ideia!

        Estipularemos um belo prêmio (dólares) por cada tentáculo do maldito MOLUSCO-X9.

        Como nunca antes na história deste país.

        ……….

      • Quando vc acha que vê de tudo…
        ‘guerra entre governo e militares’
        Que diabos é isso? Mais um produto da novilíngua? Tire os MILITARES do governo e militarmente o governo não tem NADA. E aí vai guerrear contra quem? Que idiotice.

        Se alguém ta achando que os militontos do PT, PSOL, PSTU, merdas do tipo servem pra guerra, putz, esse pessoal não serve nem de estrume pra maconha que eles fumam.

      • Boas palavras por parte do site e dos comentários que lia aqui, gostaria de lembra que ainda existem 7 milhões de armas “ilegais” no país, e digo ilegais porque são armas que supostamente não tiveram seus registros renovados e estão nas mãos de cíveis, por este motivo acredito que o Exército Brasileiro menciona uma guerra sangrenta, pelo menos, por parte dos que estão na reserva. É bem verdade que o MST treinou sei lá onde, e que o PT conta com o PCC, FARCS entre outros, mas o contingente dessas forças é pequeno. No caso de uma guerra mesmo, as FFAAs do Brasil destruiria todas, a não ser que os EUA ficasse do lado do PT. É só uma opinião, ainda estou levando em conta a atual situação de “sucateamento” das FFAAs. Ainda acredito que as forças armadas da Venezuela e Cuba não farão qualquer ataque ao Brasil diretamente, pois daria motivo aos planos Americanos de conseguir mais petróleo, principalmente da Venezuela. Cuba não tem nada que interessa.

    • Atualizações do caos do Hotel:

      http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/stf-suspende-a%C3%A7%C3%A3o-contra-envolvidos-na-morte-de-paiva

      http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/sequestrador-que-mantem-refem-foi-vereador-pelo-pp

      O curioso é que o cara foi vereador do PP, um partido da base governista, e ter usado uma arma de brinquedo.

      O pior ainda é que é provável que a BLOSTA e a militância utilizem esse incidente para capitalizarem politicamente.

      E como sempre será…

  3. Citando o Luciano: “E aí, no caso de uma guerra civil, tudo pode acontecer, o que é uma pena.”

    Este é o que, talvez, os que insistem numa intervenção militar parece não conseguir enxergar: no caso de uma revolução, ou pior ainda, de uma guerra civil, tudo pode acontecer! Já vimos este filme em 1964, quando, para livrar o Brasil da cubanização, os militares fizeram a contra-revolução, com a promessa de próximas eleições para “breve”. Tudo indica que esteara mesmo a intenção do grupo que fez o movimento. Mas, em algum ponto, o poder foi retirado daquela liderança e, algo que deveria durar uns poucos meses duro duas décadas.

    Entretanto, eu, cá com os meus botões, acredito piamente que, para “limpar” o atual nível de corrupção que permeia o Estado e toda a sociedade brasileiros, o que democraticamente poderá levar algumas gerações – supondo-se governos saneadores durante todo esse período, uma intervenção militar poderia resolver em alguns meses. Não há coisa que um corrupto mais tema do que a palavra inquérito e se esta for circundada pelo carimbo das FFAA, aí então é que eles se borram todos.

    • Uma pergunta que me fiz, depois de ter colocado este comentário foi: Se o PT está chamando as nossas muito mal equipadas forças armadas para a briga (e me parece que face ao escrito no post esta é uma possibilidade real), com o quê ele e os demais socialistas estão contando para sairem vitoriosos no caso de uma provável guerra civil?

      • Na verdade não sei, mas no Brasil fabricamos de tudo, deste de fuzil, granadas até mísseis, e essas indústrias estão nas mãos das FFAAs e o efetivo das FFAAs é bem maior que as supostas milicias do PT, são aproximadamente 340.000 soldados das três forças mais 500.000 soldados da polícia militar (força auxiliar do exército). A PM está treinada principalmente a do Rio de Janeiro e São Paulo, porque é uma luta contra o crime terrível e diária. Acredito que em caso de intervenção militar não haveria resistência, mas também não sei porque o PT está provocando, acho que estão acreditando que as FFAAs estão aparelhadas também, mesmo depois de várias avisos de não aceitarem qualquer tipo de ideologia contrária a seu dever para com o Brasil.

  4. O povo brasileiro não aceitaria de maneira nenhuma uma guerra civil. As ffaa tem alto conceito junto a população.pode haver escaramuças e focos de guerrilha, mas um derramamento de sangue, não tem chance nenhuma, o povo ficará do lado das ffaa.podem acreditar, principalmente os mais pobres. Vivo neste meio, conheço o pensamento da maioria dentro das comunidades, esmagadoramente cristãs. Saiam da Internet e conversem com as pessoas, não saiam acreditando no que a mídia informa como verdade, se acostumaram a mostrar versões e visões pessoais e não fatos.

    • “mostram que o PT está fazendo de tudo para criar um caos social, a ponto de levar-nos a uma guerra civil de forma deliberada.”

      Aliás, já estamos em guerra civil faz muito tempo.

      • Concordo que o número de assassinatos no Brasil refletem mais mortes do que numa guerra civil. Mas, em minha opinião, a analogia para aí.

        Os mais de 50.000 assassinatos anuais ocorrem em sua esmagadora maioria em um dos lados dessa “guerra”, se é que podemos chamá-la assim, o lado mais indefeso, o lado desarmado, isto é, o da sociedade civil. Alguns meliantes também acabam engrossando as estatísticas mas devido a guerras de poder entre quadrilhas, não por ataques vindos da sociedade civil.. Numa guerra civil ambos os lados se matam, o que não me parece ser o que acontece no Brasil. Aqui, apenas um lado é vitimado pelo outro, sem qualquer probabilidade de defesa ou resistência.

    • Embora desconhecesse esse Protocolo, era nesse ponto que queria chegar. Além da Rússia e, comentada por Shuma Gorath, e certamente Cuba, os países que fazem fronteira conosco (militarizados por Cuba) não deixarão barato uma provável destituição da canalha que hoje está no poder.

      Quanto ao povo, comentado pela Luciana, eu acho que o povo nunca participa de fato. Ele sofre as consequências. Quem participará, se isso vier a acontecer os participantes serão, por um lado as FFAA e do outro os atuais black bloc, mídia ninja, movimento passe livre etc. e outros já infiltrados e dispostos a tudo para se manter no poder. Afinal hoje têm muito mais aparato de ataque do que tinham em 1964 quando começaram seus atos terroristas e a guerrilha.

      Se chegarmos mesmo a uma guerra civil, vai correr muito sangue e o povo será a maior vítima.

      • os milicianos Black blocs, ninjas ,passe livres etcs são mal vistos pelo povo, as pessoas dão valor ao esforço para se construir as coisas . A população não apoiou esses movimentos quando partiram para violencia e quebra quebra, restou uma minoria , não conseguem por uma multidão na rua, nem o Luladrão, conseguiu reunir nem 500 num comício aqui no Rio.
        Durante os protestos de junho passado tão logo a população percebeu que estava sendo manipulada por grupelhos, que o protesto não era espontâneo e sim direcionado, abandonaram as ruas.nao apoiaram. Lembrem se somos 200 milhoes , a maioria quer paz ordem e progresso, detesta roubalheira, conheço muitas famílias que tem vergonha de receber bolsa família pois demonstra sua miséria e falta de perspectiva (a falta de estudo as impede de progredirem, a falta de recursos as impedem de irem estudar, vivem prisioneiras, e tão logo conseguem algo, deixam aliviadas a bolsa. Lógico que tem cretinos que se beneficiam sem precisar, o ser humano tem esse lado ruim.
        Se esses grupelhos saírem por aí atirando , matando as pessoas, o povo vai estar ao lado das ffaa, vejam o que acontece nas favelas, as ffaa não são hostilizada pelos moradores, são hostilizada pelos traficantes.

  5. O problema nessa conversa de intervenção militar é que ela promove a subversão da ordem, o que só favorecerá o jogo do PT. O negócio é fazer as coisas dentro da democracia que ainda dá para expulsar essa corja do poder. Intervenção militar me lembra bem a mentalidade paternalista do “Estado babá” que afeta a mentalidade do povão tanto na economia quanto na política.

    • O Olavo vem tendo razão a muito tempo. Muito do que ele falava à anos atrás e era considerado coisa de louco por muitos (inclusive por mim) hoje é realidade. Sinto em não ter dado ouvidos à ele a uns 20 anos atrás.

      Olavo para mim é um dos poucos que ainda fala a mais pura e amarga verdade sobre o Brasil, mesmo que na maioria das vezes precise apelar para o linguajar de baixo calão.

      • Eu também acho que o Olavo exagera no uso do linguajar de baixo calão.

        Isso é muito feio, muito feio, sem dúvidas!

        Acho ser amplamente deselegante utilizarmo-nos de toda essa caralhada de palavras dessa porra de palavreado do caralho.

        Puta que pariu! Isso é um puta de um mau exemplo para os porras dos mancebos cabaços.

        Vou falar para o Olavo parar com essa merda de estilo linguístico do caralho. É deselegante!

        Essa porra de linguagem do cazzo é mais larga e suja que o cu do Edir Macedo.

        Deixe comigo.

        Vou dar um jeito nessa porra, nessa caralhada, nessa merda, nessa putaria acintosa e veementemente reprovável deselegância do Sr. Olavo de Carvalho.

        Se o Olavo não parar com essa porra, desse caralho, dessa merda de linguagem deselegante do cazzo, e com toda essa desenvoltura desavergonhada, então vou denunciá-lo ao Padre Paulo Ricardo. E direi que o Olavo é um filósofo desavergonhado, desnatado e ex-putanheiro convicto!

        Deixe comigo.

        Puta que pariu! Isso é extrema e indeterminadamente inaceitável!
        ……….

    • Muito bom teria que ter feito no periodo da copa e/ou colocado em todo as capitais e grandes cidades do país tudo bem coordenado ia dar o que falar.

  6. Caro Luciano.

    Eu também, assim cono você, sou terminantemente contra quaisquer intervenções inconstitucionais, e portanto ilegais, militares ou não.

    Você tocou no ponto. O grupo do movimento revolucionário (Foro de São Paulo, PT, PC do B, PSOL, MST e MTST) está fazendo de tudo para causar uma guerra civil. Eles estão provocando intencionalmente para poderem dar o golpe revolucionário final em nossa República Democrática.

    Esses bastardos, psicopatas e malditos contam com o apoio das milícias guerrilheiras treinadas do MST, das tropas das FARC, de guerrilheiros cubanos (já embarcados no Brasil via mais médicos) e possivelmente também com o exército da Venezuela de Maduro. Também vão usar as massas controladas pelo MTST para causar o caos e o pânico nos grandes centros urbanos, dificultando assim uma integração e fortalecimento de forças patrióticas de resistência.

    Chegamos a um ponto no qual devemos, todos aqueles que são BRASILEIROS e PATRIOTAS, prepararmo-nos para APOIAR e DAR SUPORTE POLÍTICO INCONDICIONAL às NOSSAS FFAA, que perfazem a nossa última instituição ainda íntegra e confiável, na qual podemos depositar nossas esperanças.

    Todos nós necessitamos, nesse decisivo momento, de nossas FFAA, pois o programa de desarmamento deixou a população civil desarmada e indefesa contra as milícias dos psicopatas.

    Se queremos a paz, então devemos nos preparar para a guerra.

    SE OS PSICOPATAS RAIVOSOS PENSAM QUE SÃO MACHOS, ENTÃO MOSTREMOS A ELES OS NOSSOS CACETES E CULHÕES. A COBRA VAI FUMAR NOVAMENTE !

    CERTAMENTE QUE NÃO PASSARÃO !
    METEREMOS BALAS NELES, COM RAZÃO !
    PUSILÂNIMES COVARDES TRAIDORES ELES SÃO !
    ……….

  7. Yancabral. O Brasil é signatário de um lixo chamado Protocolo de Ushuaia. Concordo. Mas acredito nas Forças Armadas.

    É para onde essas milícias estão fazendo o povo caminhar.

    Não se queixem quando a outra parte da verdade for contada.

    Esse filme vivemos na frente das câmeras. Estávamos lá nos anos 60 e é tolice nos ameaçar.

  8. Uma guerra civil formal levaria o Brasil a uma onda separatista, com a divisão entre o sul/sudeste e as demais regiões, bem como o surgimento de focos terroristas nos moldes jihadistas. Acho que o Brasil, pelo seu tamanho e complexidade, deveria ter cinco “presidentes”, um para cada região, que governariam o país na forma de um conselho. A Constituição poderia ter umas dez páginas no máximo. Eleição só para legislativo, sendo que os candidatos deveriam ter uma ficha-coerência, isto é, faz o que fala, coisa muito mais importante do que a eugenista ficha-limpa. E o mandado poderia ter tempo semi-fixo ou flexível, isto é, se tudo for bem, podem ficar mais tempo, com um teto de tempo, talvez de 8 anos. Ao contrário, se a coisa for mal, vão para a rua. Já o serviço executivo deveria ser contratado pelo poder público, assim como se contrata uma empresa para algum trabalho. O judiciário e o MP poderiam ser uma parte do executivo, pois cabe a eles a aplicação da lei.

  9. Luciano, você já viu o vídeo abaixo? O candidato cita um jornalista que supostamente acusa a CIA de matar Eduardo Campos, e usa essa situação como um de seus projetos políticos de campanha. O_O

  10. Luciano, uma pessoa sem dinheiro, mas que quer ajudar na luta para vencer a esquerda no Brasil, o melhor jeito seria se organizar para formar um grupo estudantil em uma universidade publica? E depois tentar conseguir aderir mais e mais pessoas? Ou qual seria uma outra estrategia mais viável para uma pessoa sem recursos?

  11. Nem o protocolo de Ushuaia, nem a Rússia, nem Cuba, nem qualquer outro país ajudaria esses valentões esquerdistas que insistem em estabelecer o socialismo por aqui.

    Embora haja rumores de que nossas FFAA só disponham de uma hora de munição, podem estar certo de uma coisa: covardes como são, esses vagabundos não suportariam 10 minutos. Essa turma só é valente quando está em patota e enfrentando poucos. No que dia que for preciso, eu serei voluntário para particar o esporte que o leitor comentou acima.

    Aliás, em frente de onde trabalho há um Quartel do EB. Eu vivo dizendo aos meuis amigos que quando a hora chegar, eu atravessarei correndo a Avenida, perguntarei onde assina e onde pego minha farda e fuzil.

  12. talvez em uma guerra cível o governo poderá armar alguns grupos da população para derrubar os militares quase igual os terroristas do oriente médio a diferença é que eles lutam para derrubar o governo que seria ótimo aqui no brasil pra acabar com essa cambada de ladrão

Deixe uma resposta