Onde está a elite psicopática de Marina Silva?

20
32

seven_psycho

Ontem eu acompanhava o debate da Record quando recebi o seguinte SMS: “Note que a Marina não critica o decreto 8243, portanto é igual”. Este é o eterno erro de avaliação unicamente por intenção, que tem nublado boa parte de nossa capacidade para tomar decisões nesta eleição.

A avaliação unicamente por intenção significa igualar as pessoas apenas por suas intenções. Ou seja, se alguém diz que tem intenção de implementar o futebol de José Mourinho, automaticamente já se permite ser contratada por um grande time europeu, pois a intenção similar igualaria os seres humanos. Neste universo, bastaria alguém declarar ter a mesma intenção do CEO de sua empresa para poder ganhar um cargo similar. Em suma, este é o erro bizarro da avaliação unicamente por intenção.

Na verdade, a avaliação de intenção deveria ser apenas um dos fatores no processo de tomada de decisão, mas não o único. E sempre que a direita iguala Marina e Dilma como escolhas para a eleição apenas por algumas intenções similares de Marina em comparação ao PT comete o erro assustador visto na avaliação unicamente por intenção.

Por qual motivo devemos tirar o PT do poder? Principalmente por que o partido se tornou uma ameaça à democracia, e, com isso, uma ameaça a todos nós adeptos da liberdade. Mas as intenções do PT não seriam nada se eles não tivessem uma militância preparada, um aparelho montado e, principalmente, uma elite psicopática.

Elite psicopática é um termo que uso para definir uma tropa de elite em suporte a um projeto apta a mentir como os psicopatas mais frios, mesmo que até não sejam psicopatas clinicamente falando. Para se implementar uma ditadura, é um diferencial absurdo ter um time desses associado a você.

A forma como Marina tem reagido aos ataques do PT nesta eleição prova que não temos um duelo de elites de psicopatas. Ou seja, onde está a elite psicopática do lado dela? Se avaliarmos de forma objetiva, chega a ser deprimente ver como ela não consegue revidar os ataques do PT e como vem perdendo pontuação a cada pesquisa. Cadê o nível de embustes e jogadas maliciosas (que uma elite psicopática dominaria) do lado dela?

Resumo da ópera: Marina não é igual a Dilma como opção nem aqui nem na China, especialmente por não ter uma elite psicopática ao seu lado. Atualmente, Marina corre o risco de nem ir para o segundo turno. A eleição está aberta e tanto Dilma pode vencer no primeiro, como Aécio também pode ir para o segundo turno.

Os dois minutos (contra 11 do PT) não explicam tamanha vulnerabilidade. O PT tem um diferencial que Marina não tem. Mas quando a direita tratou ambas como se fossem exatamente iguais, praticou uma leviandade inacreditável: fez a avaliação unicamente por intenção. Mas agora os fatos nos mostram que na hora do confronto e no uso de logros e embustes, ambas eram tão iguais quanto Poison e Black Sabbath. Ambos dizem tentar fazer boa música, mas só um consegue, já que de boas intenções o inferno está cheio.

Essa era a tese que eu defendia. Para a implementação de projetos bolivarianos, Marina poderia ter até a intenção, mas não tinha um dos ativos mais importantes e fundamentais, uma elite psicopática ao seu lado. O PT tem isso. Caso o partido vença as eleições, a partir de agora que fique claro: preparem-se para o duelo com psicopatas, pois se nós não tivemos esse preparo intelectual (e sangue frio), assistiremos a implementação de uma ditadura em no máximo dois anos com uma facilidade impressionante.

E se Aécio for para o segundo turno, é imperativo que ele se prepare para lutar no inferno. E ninguém está dizendo para ele se aliar a psicopatas, mas para ter um time preparado para o confronto com eles. A falta de preparo para o duelo contra uma elite psicopática não será um atenuante caso ele não esteja pronto para este nível de confronto.

Anúncios

20 COMMENTS

  1. Excelente. Perdi a paciência com os “direitistas” que ficam difamando a Marina no facebook e mandei esse texto a todos eles dando os parabéns pelas altas chances da Dilma ser reeleita, e do quanto a elite psicótica está rindo a cada vez que eles difamam a Marina.
    Agradeço pelo bom serviço que está prestando aqui, mostrando pra até cego ver quais as diferenças entre elas para os asnos que insistem em colocá-la na mesma sacola.
    Eu, no início dessas eleições, quando Marina entrou no lugar de Campos também pensei “nem pensar, essa aí não tem competência nem pra montar um partido, imagina governar, e é ex-petista”. Até que fui lendo aqui, vendo o que postava a respeito, vendo que fazia sentido e fui mudando de opinião. Acho que é pra isso que devemos ler as coisas, ler pra apenas confirmar o que já sabe não adianta. Por isso agradeço o serviço que tem feito aqui.
    Espero que os direitistas de merda a quem recomendei esse texto hoje o leiam e comecem a perder o adjetivo “de merda”.

    • O problema é o fanatismo, isso atrapalha alcance de objetivos. Psicopatas não agem por fanatismo, quando agem, fingem ser fanáticos. Eles agem com pouca ou nenhuma emoção, por isso conseguem se aliar a uma oposições e ter sucesso em seus objetivos, igual a elite psicopática do PT.

      Alguns opositores do PT agem fanaticamente, igual aos militontos, não conseguem pensar racionalmente, estão pondo emoção e muita burrice nessas eleições, isso estar levando o pior e mais perigoso partido(PT) a alcançar a vitória. Em vez de tirá-lo do poder, estão ajudando inconscientemente. Fanáticos tem a características de agir ao contrário de psicopatas, mais semelhantemente a doentes mentais, mesmo não tendo doença mental, não conseguem analisar e agir de acordo com a realidade.

      A Dra. Ana Beatriz descreveu a diferença do psicopata e o psicótico, dizendo que o psicopata não é um doente mental da forma como nós o entendemos. O doente mental é o psicótico, que sofre com delírios, alucinações e não tem conhecimento do que faz. Vive uma realidade paralela. Se cometer delitos, terá atenuantes. O psicopata sabe exatamente o que está fazendo. Ele tem um transtorno de personalidade. É um estado de ser no qual existe um excesso de razão e ausência de emoção. Ele sabe o que faz, com quem e por quê. Mas não tem empatia, a capacidade de se pôr no lugar do outro.

  2. ELA NÃO É IGUAL. ELA É PIOR DO QUE DILMA. DILMA CONHECEMOS, MARINA NEM ELA SABE O QUE PENSA. MUDA MUITO. NÃO É IGUAL APENAS POR NÃO CRITICAR O DECRETO, MAS MARINA É A FAVOR DO DECRETO, E PORTANTO ADEPTA DO COMUNISMO.( ASSIM COMO DILMA) MOVIMENTOS SOCIAIS NÃO ESTÃO ACIMA DO PODER DA CONSTITUIÇÃO E DO VOTO PARA INTERFERIR NO GOVERNO FEDERAL, COMO O DECRETO INSTITUI

    • Jorge,

      Parabéns. Tem um membro da elite psicótica do PT rindo a cada frase tua difamando a Marina. Espero que esteja satisfeito com esse desserviço que vc e todos os direitistas de merda vem prestando ao PT, dando força pra reeleição da Vilma gratuitamente.
      Direitistas como vc desvalorizam trabalhos como o do Luciano, que vem há tempos tentando nos ajudar a nos livrar dessa desgraça chamada PT. Ao invés de honrarem o trabalho dele e colaborarem, ajudam o oponente. É um outro tipo de idiota útil: que está do outro lado, mas ajuda os ditadores sem perceber.

  3. Por que a Marina seria tão incapaz de implementar o plano bolivariano? Se ela não sabe responder as críticas, vai ver que ela não tem um marqueteiro tão competente como o do PT? Ou simplesmente ela gosta de se fazer de vítima, ela gosta muito de imitar o Lula com seu vitimismo, sujeitinho que ela adora de paixão. “Estão me atacando, votem em mim, a coitadinha que quase morreu de fome”. Outra coisa, atacar o PT de uma forma muito ácida causaria um desgaste, que poderia inclusive promover o Aécio, portanto ela toma bordoadas, e está tudo bem, entre família, por isso o que pode se chamar de revide dela contra o PT é extremamente vago, ela não irá colocar o dedo na ferida do PT.

    Se ela tem a mesma intenção do PT, por que ela não utilizaria a máquina estatal para implementar seus objetivos? O objetivo do PT-Foro de SP é compartilhado por outros partidos, que não irão barrar a Marina por picuinhas, ela fará uso do aparelhamento petista. Lembro-me na época dos protestos, o pessoal do Fora do Eixo, que tem ligação com José Dirceu/PT, aquele Pablo Capilé que coordena este movimento (chamado por Rui Falcão de companheiro em uma entrevista) demonstrou muita simpatia pela Marina (isso pode ser visto na entrevista dele e do Bruno Torturra no Roda Viva), e entrar na tal Rede, ele seria indicado para Ministro da Cultura, algo assim. Pelo uso do aparato construído pelo PT, o partido não sairia do poder, e sim teria sua imagem preservada com problemas durante a gestão Marina Silva, e ainda haveria a possibilidade de o PT voltar em 2018 com um discurso de salvar o país, com a possível volta do Lula.

    O marido dessa senhora trabalha para o PT, e ela já “foi” petista por volta de 30 anos. Não acredito no conto que certas pessoas estão dizendo, e aqui não estou me referindo a você, Luciano, que a Marina seria uma aventureira no estilo Collor, que não teria apoio de ninguém e não conseguiria fazer nada. Ela tem apoio de gente grande por aí, teve um jornal esquerdista britânico que estava lambendo as botas dessa senhora.

    Creio que você está subestimando a Marina.

    Segundo as últimas pesquisas, Marina está caindo e Aécio melhorando, o que é muito bom, que esta senhora se afunde na lama junto de sua amiga Luciana Genro, porque é necessário que Aécio pelo menos vá para o segundo turno, e precisa de todo o apoio possível, já que ele ainda é fraco em seus ataques.

    • Eu não estou subestimando a Marina. Ela simplesmente não está revidando os ataques adequadamente e não está demonstrando a CAPACIDADE DE NEUTRALIZAÇÃO DE ADVRSÁRIO que o PT tem. É isso que eu sempre disse: avaliação unicamente por intenção é um erro absurdo.

    • Marcelo, diz então, QUE SOLUÇÃO VC PROPÕE? É como o babaca que comentou mais ali abaixo que assume que tá mais perdido do que cego em tiroteio? Vcs resmungam, resmungam, montam teorias de acusação, MAS NÃO PROPÕE SOLUÇÃO.
      Dilma e Marina no segundo turno, votar em quem? Anular? HA HA.
      Que raiva, vá tomar no cu tamanhas burrices, vcs merecem PT mesmo.

  4. Entendo o ponto de vista, mas este ativo que diz faltar à Marina, ela pode conquistar facilmente se o PT sair do poder sua elite como diz, pode sim converter-se em apoiadora das intenções de Marina. A malucada da Universidade aqui e muita gente que era petista passou para o time da Marina. Um bando de acomodados, bolsistas e bicho grilos acham que quem trabalha é coxinha. Desistiram do PT por este ser “moderado”. São tudo Marina. Parece um caminho natural que mais gente da militância petista deve seguir. E daí se ela já tem as intenções e então tiver esse capital político todo ? Mas tudo bem, concordo que o objetivo desse batalha atual é tirar o PT.

  5. é luciano, vou discordar de você. entre os esquerdistas há uma qualidade intrínseca que é a “divisão” pelo bem maior, independente de quem ganhar eles lutarão pelo objetivo final, diferente dos direitistas que não entendem isso nem a pau. Hegel ensina isso a 200 anos (você precisa de duas vertentes para dominar). Farinha do mesmo saco sim! e o Foro de são Paulo sai campeão para derrota do brasil.

    • Ewerton

      Isso do pensamento dialético todo mundo sabe. é uma forma racional de se ver a política. a direita precisa aprender a pensar assim tb.

      Porém, estamos vendo a marina correndo riscos de perder o segundo turno para aécio neves, o que mostra que a tal “armação” do Foro ou é muito mal armada ou que há um erro na descrição da arquitetura de controle

      Abs,

      LH

  6. Lu, você trás duas premissas como se fossem verdades insofismáveis e é a isso especificamente que eu me oponho.

    (1) Marina não tem uma elite psicopática;

    (2) Marina não faz parte do PT, é um indivíduo totalmente isento de petismo.

    Eu ainda não consigo entender sozinho o que leva você a depositar tanta fé sobre essas premissas a ponto de estabelecê-las como base de todos os seus raciocínios sempre que esse assunto é o cerne de alguma de suas manifestações.

    Marina pode não ter uma elite de psicopatas aptos a enfrentar os psicopatas petistas, mas isso não diz que os psicopatas de Marina sejam incapazes ou ineptos para dar pleno seguimento à agenda cultural revolucionária, essa com raízes profundas nos setores da imprensa, nas Universidades, sindicatos, 400 mil ONGs, jornalistas e professores secundaristas que são os principais responsáveis pela pavimentação de uma tirania bolivariana!

    Perceba que mesmo o Aécio ou até o Jair Bolsonaro, se eleitos, precisariam enfrentar toda essa horda de psicopatas e histéricos que formam o grande coletivo responsável pela implantação de uma ditadura bolivariana. A tomada do Poder Executivo é consequência desse trabalho que se iniciou ainda no governo dos militares, não se originou em 2003, quando Lularápio foi eleito.

    Marina poderá trocar Ministros de Estado, Secretários, nomear alguns cargos comissionados, mas ela promoverá uma mudança radical em todas as Universidades?? Varrerá todos os doutrinadores marxistas travestidos de professores? Marina se opõe a essa face da agenda revolucionária?? Ou melhor: para você apenas o Poder Executivo longe das mãos do PT e nas mãos de Marina Silva é única garantia de que a agenda bolivariana cessará ou reduzirá sua marcha??

    Eu tenho sérios motivos para crer que Marina Silva representa sim o mesmo perigo que Bandilma Ducheff, ESPECIFICAMENTE no tocante a agenda cultural, se você considerar, inclusive, a ação dos milhares de coletivos não-eleitos que a pressionarão e com os quais ela tem mais afinidades históricas e ideológicas do que divergências.

    Marina é, enquanto indivíduo, menos péssimo do que Bandilma, mas dizer que Marina não é um perigo apenas e somente porque seus psicopatas são menos competentes do que os psicopatas petistas, para mim, é muita ingenuidade.

    • Dennys,

      Onde que está que meu texto, parte de VERDADES INSOFISMÁVEIS conforme a que você alegou. Você criticou outro texto, mas não o que escrevi,veja…

      (1) Marina não tem uma elite psicopática;

      Meu texto questiona o talento da elite psicopática de Marina, pois estão tomando um vareio da elite psicopática de Dilma.

      (2) Marina não faz parte do PT, é um indivíduo totalmente isento de petismo.

      Isso… Marina faz parte do PT, e enquanto isso o PT desconstruiu ela tanto que há riscos de Aécio ir para o segundo turno. O PT teria enlouquecido ou há algo de falho nessa tua tese?

      Eu ainda não consigo entender sozinho o que leva você a depositar tanta fé sobre essas premissas a ponto de estabelecê-las como base de todos os seus raciocínios sempre que esse assunto é o cerne de alguma de suas manifestações.

      Não sei em que texto você viu isso. Estamos vendo os fatos. A campanha de desconstrução que o PT faz de Marina não tem revide do outro lado. Tá meio estranho isso, não? Eu estou questionando essa tal elite psicopática, pois a direita corre o risco de tomar OPÇÃO DELIBERADA por Dilma, achando que “é tudo igual”, o que, como vemos, é mto difícil de ser verdade.

      Marina pode não ter uma elite de psicopatas aptos a enfrentar os psicopatas petistas, mas isso não diz que os psicopatas de Marina sejam incapazes ou ineptos para dar pleno seguimento à agenda cultural revolucionária, essa com raízes profundas nos setores da imprensa, nas Universidades, sindicatos, 400 mil ONGs, jornalistas e professores secundaristas que são os principais responsáveis pela pavimentação de uma tirania bolivariana!

      Ou seja, aí voltamos à tese que eu já tratei do certo pelo duvidoso. Em sua ótica, ambos são iguais. Beleza. Se o PT for eleito, lembrarei disso.

      Marina poderá trocar Ministros de Estado, Secretários, nomear alguns cargos comissionados, mas ela promoverá uma mudança radical em todas as Universidades?? Varrerá todos os doutrinadores marxistas travestidos de professores? Marina se opõe a essa face da agenda revolucionária?? Ou melhor: para você apenas o Poder Executivo longe das mãos do PT e nas mãos de Marina Silva é única garantia de que a agenda bolivariana cessará ou reduzirá sua marcha??

      Entendi. Se Marina não se opõe, então o risco dela estar lá é igual ao de Dilma. É teu argumento da similaridade. É o centro de minha crítica: avaliação unicamente por intenção.

      Eu tenho sérios motivos para crer que Marina Silva representa sim o mesmo perigo que Bandilma Ducheff, ESPECIFICAMENTE no tocante a agenda cultural, se você considerar, inclusive, a ação dos milhares de coletivos não-eleitos que a pressionarão e com os quais ela tem mais afinidades históricas e ideológicas do que divergências.

      O problema é que você precisaria de muito mais do que “motivos para crer”, mas sim ARGUMENTOS para demonstrar similaridade de CAPACIDADE. Este é o centro de meu argumento.

      Marina é, enquanto indivíduo, menos péssimo do que Bandilma, mas dizer que Marina não é um perigo apenas e somente porque seus psicopatas são menos competentes do que os psicopatas petistas, para mim, é muita ingenuidade.

      Outro espantalho, pois eu não disse que ela “não é um perigo”, mas, a julgar pelo desempenho nas eleições, nota-se que o perigo Dilma é uma CERTEZA.

      Você vê ingenuidade em um texto que você criou em sua mente, mas não no que eu escrevi.

      • Apenas para efeito de esclarecimento.

        Eu deixei bem claro, acredito, que a minha maior e, talvez, única preocupação esteja delimitada em relação a ação revolucionária que corre paralelamente as ações de governo, ou seja, a agenda cultural. E nesse ponto, eu não apenas “tenho motivos para crer”, o que não deveria ter sido entendido em sua literalidade, pois existem sim! razões para se afirmar, se forma segura e honesta, que Marina Silva, nesse quesito, o qual eu pessoalmente reputo importância singular, representa o mesmo mal que o PT, por intermédio de qualquer de suas personalidades, já que Dilma é apenas e nada além de um simples fantoche.

        Se você não admite a vida pregressa, a biografia, os vínculos ideológicos e as afinidades de Marina com essa agenda cultural como sendo fatos/argumentos, e, ao invés disso, reduze todo esse portfólio a mera condição de “intenção”, então é o risco que você próprio assume, e sobre o qual eu me referi a “verdade insofismável”.

        Eu consigo distinguir ameaças a depender das circunstâncias onde elas repercutem: no âmbito estritamente administrativo (Administração Pública Federal), certamente Marina representará uma “mudança” em relação a Dilma, mas no campo cultural e no campo da ação dos coletivos não-eleitos, em minhas observações não há especulação distanciada da realidade, mas fato consumado, ESPECIALMENTE porque 99,999% desses coletivos não-eleitos SOBREVIVEM dos recursos federais que recebem do governo, e quem detiver a caneta na mão os controlará, e isso é outro fato.

        Porém, afirmar que Marina, se eleita, fechará a torneira para todos os coletivos não-eleitos e se oporá firmemente a sua agenda cultural radical, a meu ver, isso sim é uma “avaliação unicamente por intenção”.

      • Eu deixei bem claro, acredito, que a minha maior e, talvez, única preocupação esteja delimitada em relação a ação revolucionária que corre paralelamente as ações de governo, ou seja, a agenda cultural. E nesse ponto, eu não apenas “tenho motivos para crer”, o que não deveria ter sido entendido em sua literalidade, pois existem sim! razões para se afirmar, se forma segura e honesta, que Marina Silva, nesse quesito, o qual eu pessoalmente reputo importância singular, representa o mesmo mal que o PT, por intermédio de qualquer de suas personalidades, já que Dilma é apenas e nada além de um simples fantoche.
        O problema é que não falamos de Dilma, mas da candidatura do PT. Você está dizendo que o PT faz o “upload” de todo o ativo automaticamente para Marina, de forma a igualar as ameaças. Mas aí voltamos à tese de certo pelo duvidoso.
        Se você não admite a vida pregressa, a biografia, os vínculos ideológicos e as afinidades de Marina com essa agenda cultural como sendo fatos/argumentos, e, ao invés disso, reduze todo esse portfólio a mera condição de “intenção”, então é o risco que você próprio assume, e sobre o qual eu me referi a “verdade insofismável”.
        “vida pregressa, biografia, vínculos” ainda estão no território da intenção, mas não da CAPACIDADE DEMONSTRADA, o que, como vemos nessa campanha, é de dar pena em comparação com a campanha do PT. É só olhar as pesquisas… São os fatos.
        Eu consigo distinguir ameaças a depender das circunstâncias onde elas repercutem: no âmbito estritamente administrativo (Administração Pública Federal), certamente Marina representará uma “mudança” em relação a Dilma, mas no campo cultural e no campo da ação dos coletivos não-eleitos, em minhas observações não há especulação distanciada da realidade, mas fato consumado, ESPECIALMENTE porque 99,999% desses coletivos não-eleitos SOBREVIVEM dos recursos federais que recebem do governo, e quem detiver a caneta na mão os controlará, e isso é outro fato.
        O problema é que a arquitetura das ações vem todas do partido, e para você igualar as ameaças precisaria mostrar toda essa arquitetura. Não há nada disso. Essa tentativa de igualar carece de provas.
        Porém, afirmar que Marina, se eleita, fechará a torneira para todos os coletivos não-eleitos e se oporá firmemente a sua agenda cultural radical, a meu ver, isso sim é uma “avaliação unicamente por intenção”.
        Em que texto você leu isso? No meu texto é que não foi…

    • Nenhum candidato vai “revolucionar” as universidades, afastar marxistas travestidos de professores, nem nada disso. Está enganado se espera de Aécio Neves qualquer movimento neste sentido. Pesquise a atuação dele como Governador e Senador e não verá uma medida sequer contra o marxismo cultural. Nem um projetinho de lei.
      A recuperação é serviço para décadas e olhe lá. Se duvidar de mim, pesquise o governo de São Paulo. Não gostará de ver o material didático comprado pela Secretária da Educação, incluindo livros e vídeos voltados à educação de jovens e adultos.
      Lutar contra o marxismo cultural é trabalho da sociedade civil mesmo. Gente como o Olavo, Reinaldo Azevedo, o Constantino, o Luciano, o Felipe, o Lobão, o Padre Paulo Ricardo, o Villa, o povo do Midia Sem Máscara, do Midia a Mais, as igrejas, os pais que partiram para o homeschooling, os milhares de anônimos espalhados pelo Brasil etc. Leva tempo. Por isso é tão urgente vencer o PT.
      Agora, a Dilma reeleita poderá nomear 5 ministros do STF. Só vai sobrar o Gilmar Mendes.Considerando que o STF já “reformou” a Constituição Federal por decisão judicial ao menos duas vezes, quanto tempo vcs acham que vai demorar para “reformarem” a Constituição e controlar a liberdade de imprensa também?

  7. Pra entender a cabeça do eleitor esquerdista típico basta ver os comentários no blog da lola, ou do sakamoto, ou do brasil171…
    Marina é mulher, negra, pobre mas eles sempre acham uma ‘fobia’ pra ela, ela é magra então tem fobia de gordos, pronto.
    http://escrevalolaescreva.blogspot.com.br/2014/09/guest-post-carta-aberta-de-uma-gordinha.html
    —————-
    O que me deixa mais PUTO é a estupidez do Aécio e dos idiotas que não vêem como ele não tem chance! NÃO TEM. E por causa dessas antas a pouca chance de tirar o PT do poder vai indo por água abaixo…
    O imbecil já falou que não vai apoiar a Marina no segundo turno.Ele TEM que apoiar, é o único jeito.

  8. É uma pena ver o que o mau caratismo do PT é capaz de fazer. Mesmo diante de tantos escândalos e roubos, até mesmo bem próximos das eleições. São capazes de mentir descaradamente e começar a reverter o quadro que se formava com a candidatura da Marina. Veja bem, não sou a favor da Marina, mas sou contra o PT e contra o estupro da democracia que a nação vem recebendo com esses 12 anos de PT no poder. A direita que temos hoje é inócua… O Aécio é completamente incapaz de se eleger, e não me parece que surgirá um representante digno da direita nos próximos anos…. Somos obrigados a ver a nossa nação ser degradada com essa esquerda burra, que remete aos tempos de Cuba e Fidel, ao invés de se espelhar na esquerda européia, que age de maneira inteligente, para o bem da comunidade.

    Ainda não sei em quem vou votar… Ia votar no Eduardo Campos… Marina, nem pensar, Dilma nem se for ameaçado de morte e o Aécio… Coitado do Aécio… Com uma assessoria um pouco melhor, e menos difamação de sua imagem pública ele seria o adversário natural da Dilma, depois de tantos anos de covardia e violência que a nação sofre na mão dessa quadrilha de salafrários que foi instaurada com aprovação popular…

    Mas… Diante das novas informações que obtive, que nem mesmo as nossas urnas eletrônicas estão a salvo de corrupção, invalidando todo e qualquer processo eleitoral nesse país fudego e fajuto!

Deixe uma resposta