DataCP: Dilma 38%, Marina 27%, Aecio 22%

14
26

aecio

Ontem, 30/09, saíram as mais recentes pesquisas do Datafolha e IBOPE. A boa notícia é que o segundo turno está garantido. A má notícia é que finalmente o PT conseguiu aumentar a taxa de rejeição tanto de Aécio Neves como de Marina Silva. Como resultado, esse primeiro turno constituiu-se de vida fácil para o PT.

Ainda teremos o debate da Globo na quinta-feira, 02/10, portanto a diferença de 5 pontos entre Marina Silva e Aécio Neves pode ser reduzida.

Atualmente, Marina está em queda livre, praticamente neutralizada pela campanha petista. O detalhe é que o PT consegue disparar suas armas na direção de Aécio Neves também.

A verdade é que as duas campanhas não foram bem. Foram lerdas de raciocínio, não souberam desconstruir o PT e não conseguiram rebater todos os ataques. Enquanto isso, o PT teve praticamente o monopólio do ataque. Esta tem sido a campanha mais fácil da história do PT, de acordo com a postura dos adversários, embora o cenário não esteja favorável ao partido (denúncias de corrupção, o país à beira da falência, etc.). Quem tem tornado as coisas fáceis para o PT são os marqueteiros do PSDB e do PSB.

No caso de Marina Silva, uma sugestão é que se ela for para o segundo turno, que mexa em seu time. De preferência, que dê um chute nos fundilhos de Luiza Erundina, essa sim uma petista retinta. A campanha marinista precisa de muito mais malícia e assertividade do que tem demonstrado.

No caso de Aécio Neves, se ele for para o segundo turno, sua campanha precisará perder uma mania terrível, suficiente para alijá-lo da disputa: a de não revidar todos os ataques.

Por exemplo, quando Dilma diz que havia o “engavetador-geral da República”, Aécio deve responder dizendo “a acusação de Dilma é tão cretina que ofende um procurador geral sem conseguir provar nada contra ele”. Em seguida, basta apontar o número de inquéritos arquivados por Rodrigo Janot e dizer: “não tenho culpa se no teu governo os crimes se tornaram a regra, de forma que há muitos inquéritos cheios de provas”. Pergunta: a campanha de Aécio faz isso? Vai ter que começar a fazer.

Outro exemplo: quando Dilma diz que o “o governo FHC quebrou o país três vezes”, ele deve rebater dizendo “o governo FHC trouxe estabilidade e não maquiou os números, ao contrário do governo do PT, que divulga via IBGE uma taxa de desemprego que é a metade da taxa real, do DIEESE; essa é a diferença de quem trabalha, como nós, e de quem devasta um país e depois só vive de propaganda”.

Mais um exemplo, ainda focado na corrupção? Dilma disse no debate anterior que demitiu Paulo Roberto Costa. Aécio Neves pode dizer: “Vergonhosamente, Dilma mentiu no debate anterior, pois tenho em mãos aqui a ata da reunião do conselho da Petrobrás, mostrando que ele renunciou e, mais, foi elogiado pelos serviços prestados em uma reunião de conselho envolvendo, entre outros, Guido Mantega e Graça Foster. Deixe de enganar o eleitor, pois isso está escrito em ata.”

A coisa vai ter que ser nesse nível e nesse tom, caso contrário nem adiantará ir para o segundo-turno.

Repetindo, Sr. Aécio, de forma tão clara quanto a neve: se você tomar 3 tocos de Dilma, terá que dar no mínimo 3 estocadas de volta, em contra-ataques. E isso vale para qualquer interação, seja em debate televisivo, seja no resto do debate público. A matemática é bem simples e não é possível errar. Basta contar os ataques (leve um papel para anotar na hora do debate) e saiba que um ataque tem que gerar no mínimo um contra-ataque. Isso sem contar os ataques espontâneos, que não precisam ser contra-ataques. Ironias são úteis, piadinhas também, mas se não for adotar a tática de revide ao terrorismo, poderemos dizer que o senhor foi para o segundo turno para tirar a chance de alguém que podia vencer o PT. Mas agora é o justo: “Estamos todos confiando no senhor”.

Enfim, os dados estão lançados. E, como de costume, devemos sempre deixar bem claros: o PSDB tem a obrigação moral de tirar o PT do poder. Devemos cobrá-los disso.

datacp

Anúncios

14 COMMENTS

  1. Luciano queria sua opinião sobre Aécio indo p segundo turno com dilma? Vc acha q ele teria chance?

    Voto nele mas acho dificil passar marina pela desconstrução do psdb feita pelo pt durante tantos anos sem terem uma resposta a altura.

    abraço

  2. Não foi falha dos marqueteiros de Marina que a colocaram em queda livre e sim a própria Marina! Ele sempre ficou em cima do muro , deixando suas propostas de governo pra galera decidir! “Aí não dá nè, é querer demás”!

  3. Bem, se esses dois continuarem de mimimi, que desistam de suas campanhas e vão tomar sol no Caribe. Pô, eu nunca vi uma gente tão sem sangue nos olhos, tão meia-boca. Você precia ver o DEM aqui na Bahia, não deixa barato. Paulo Souto dá cada estocada que o PT fica tontinho. Eles são oposição de verdade e não galhos de uma mesma árvore, se é que vocês me entendem.

  4. Acho que uma das formas de pressionar (além de claro, continuar pressionando o Aécio) esse pessoal é tentar reproduzir seus textos pra esse marqueteiro do Aécio, se eu não me engano o nome dele é Paulo Vasconcelos.

  5. Luciano, qual sua opinião sobre o blog do Felipe Moura Brasil? O cara ganhou um espaço na Veja em cima do nome de Olavo e o utiliza pra detonar Marina, numa demonstração de estupidez política impressionante.

    • Eu prefiro não comentar, mesmo que tenha uma visão de política muito diferente da dele. Ultimamente, tenho gostado bastante dos textos de Rodrigo Constantino, embora não concorde com tudo. Alias, tenho gostado muito das análises mais pragmáticas feitas pelo Olavo de Carvalho, embora também minhas discordâncias. Em relação ao Felipe, digamos que temos perspectivas diferentes.

      • Acho que o Felipe persiste em não desistir antecipadamente do Aécio, acho válido essa postura.
        Mas o discurso vai mudar caso o Aécio não consiga o 2o turno.

      • Mathias,

        Eu entendo a posição dele. Mas ficar atirando 2 meses em um adversário do PT e depois correr o risco desse ataque ser o suficiente para ajudar o PT a ganhar é um baita de um risco.

        Assim como ele, eu gostaria que Aécio chegasse ao segundo turno, mas tirando pontos de Dilma, não apenas de Marina.

        Abs,

        LH

  6. Luciano, seu frame sobre o caso do procurador geral da republica beira a perfeição, Parabens.
    Lendo seu texto consegui bolar uma resposta-ataque que o Aecio poderia utilizar com muita facilidade.

    O que me frustra é não ter como levar isso até os corrdenadores da campanha dele, e principalmente a certeza que ele não utilizara esse frame.

  7. Luciano, com todo o respeito, não sejamos ingênuos. Aécio não está disputando eleição alguma. Ele apenas faz “escada” para as protagonistas. Lembre-se: Fabianos só assumem o poder quando necessitam fazer parecer que há um estado democrático de direito e preparar o jogo político para que a esquerda revolucionária assuma e implante o projeto comunista. Quando o fabiano FHC assumiu e governou o processo de transição via marxismo cultural ainda estava em curso e era necessário destruir as trincheiras nas quais a sociedade brasileira se assentava. A guerra de posição impunha a presença de um fabiano no governo. Agora, o processo está consumado e na fase de consolidação da hegemonia do Moderno Príncipe. Não há mais a necessidade de fabianos no governo. Participam (Serra, Alckmin e outros) apenas para que o eleitor conservador pense que há uma oposição. O que nos resta é a esperança que estes comunistas de araque arrebentem de vez com o país para que em 2022 sejam escorraçados pelos liberais que até lá já tenham conseguido se organizar. Quem sobreviver ao Gulag verá.i

    • Archturus,

      Já li Gramsci e várias obras sobre Gramsci. Sua interpretação fatalista derrotista da obra dele é… apenas uma interpretação. É teu direito agir assim, se isso o satisfaz. É uma forma de você lidar com as derrotas de partidos menos alinhados com a extrema-esquerda, por exemplo. Mas não se justifica. Essa tentativa de encontrar arquitetos por trás de tudo, por exemplo, e descrever detalhamente como agem é outro exemplo. Alias, Gulag? Ditaduras modernas não precisam de gulags. Alias, precisam fugir deste tipo de recurso.

      Na verdade, temos sido incompetentes para fazer uma oposição e pressionar os partidos que mais nos interessem. Neste momento, este é o PSDB.

      ABs,

      LH

  8. Uma dúvida, Luciano: você já tentou procurar a organização de alguma das candidaturas para “oferecer seus serviços”? Duvido que algum deles aceite, mas acho que você poderia tentar…

Deixe uma resposta