A maluquice (ou esperteza?) de Cristina Kirchner

10
115

ARGENTINA-cristina-kirchner-20110804-reuters-G

Antes de mais nada, deixemos algo bem claro. Cristina Kirchner não rasga dinheiro. Se você colocar diante dela um fio de alta tensão desencapado, ela não segurará. Mesmo assim, a oposição argentina diz que a presidente atual é “delirante”, conforme matéria da Veja:

Políticos de oposição na Argentina reagiram ao discurso confuso e paranoico da presidente Cristina Kirchner proferido na noite de terça-feira. Ela afirmou, entre outros absurdos, que os Estados Unidos podem estar por trás de um complô para derrubá-la ou até mesmo matá-la. Mais sensatos, os opositores dizem que a mandatária “perdeu a noção da realidade”.

“Como ela não aguenta a realidade, com desemprego, inflação galopante, dólar nas alturas, ela resolve falar que não é mais o EI que quer matá-la, mas os EUA”, disse Elisa Carrió, pré-candidata presidencial da coalizão oposicionista Unen, em declaração reproduzida pelo jornalThe Guardian.

A deputada Laura Alonso, da Unión PRO, disse que a presidente “entrou numa fase delirante, o que é grave em termos políticos e institucionais”. Acrescentou que, nesse ritmo, o delírio de Cristina pode chegar ao de Nicolás Maduro, o presidente da Venezuela que também aponta para o inimigo externo, os Estados Unidos, em uma tentativa de desviar o foco dos problemas internos.

Os opositores relacionaram a fala da presidente aos embates da Argentina com Justiça americana sobre o não pagamento da dívida. As divergências sobre os chamados ‘fundos abutres’ levou o governo argentino a ficar perto de expulsar o embaixador americano Kevin Sullivan depois de ele dizer a um jornal local que era importante para a Argentina resolver o default.

No discurso de ontem, que foi transmitido em rede nacional, Cristina disse: “Se algo acontecer comigo, não olhem para o Oriente Médio, olhem para o norte”, relacionando ao suposto complô banqueiros e empresários que contam com ajuda externa. Em outro momento, provocou ao dizer que “talvez decidam prendê-la da próxima vez que for a Nova York”. Antes do discurso, ela havia afirmado que recebeu ameaças dos terroristas do Estado Islâmico devido à sua amizade com o papa Francisco. Depois do discurso, a hashtag ‘se algo me acontecer’ passou a ser usada por argentinos nas redes sociais como fonte de piadas.

Se a oposição diz que Cristina mergulhou em fase delirante, podemos até concordar se o foco é fazer uma asserção satírica, com fins políticos. Ou seja, o lançamento do frame “delirante” por cima da presidente argentina.

Mas a verdade é que ela é muito lúcida em seu objetivo: saquear o estado em benefício de sua manutenção no poder. Uma técnica pela qual eles fazem isso (principalmente quando controlam a mídia) é dizer que “a culpa é dos Estados Unidos”.

Quer dizer, a definição de um bode expiatório para bolivarianos não é um delírio, mas uma estratégia para ganhar mais tempo de vampirismo estatal.

Anúncios

10 COMMENTS

  1. Luciano: “Mas a verdade é que ela é muito lúcida em seu objetivo: saquear o estado em benefício de sua manutenção no poder.”

    Esta frase resumiu tudo. O mesmo se passa em todos os outros países da AL: Saqueadores.

    Ayn Rand acertou na mosca em 1957 com ‘Atlas Shrugged’

  2. Poderia até escrever um texto sobre essa rotina esquerdista de dizer que há um agente de fora querendo desestabilizar o governo (Ela faz isso, Maduro faz isso e Dilma também, quando diz que a economia vai mal por causa da crise mundial).

  3. A direita cai muito fácil na incompetência, burrice ou loucura simulada por líderes esquerdistas. Na ânsia de condenar esses líderes, o caracterizam, afobadamente, com pelo menos um destes três defeitos, mas no momento que faz isso, entende mal o opositor, e portanto, erra estrategicamente ao lidar com ele. O que precisa ser salientado é o caráter perverso de suas intenções e a ignorância e estupidez em relação a determinados assuntos, não por que o esquerdista não é capaz de entender, mas por que ele não se importa. Um fator que traz esse tipo de confusão é que o esquerdista militante ou simpatizante costuma ter alguma destas características, apesar do lider não ter(a não ser que ele seja um líder de mentirinha). Além de poder confundir os opositores direitistas, tem mais um motivo para o líder esquerdista agir desta forma, que é trazer a identificação e simpatia dos cidadãos em relação a este líder. Imaginam, que um líder simples(leia-se ignorante como as camadas mais ignorantes da população), não faria mal a um semelhante ou não teria capacidade de levar a diante um plano para enganar o cidadão comum. Derrepente, essa simplicidade ignorante se torna modelo de conduta moral, e retroalimenta a sociedade, levando ao próprio povo querer se tornar um pouco como o líder aparenta ser. Depois que vêm os escânda-los a tona, a admiração de parte do povo acaba, mas outras pessoas tomam os crimes destes líderes modelos para si próprios, como se a própria corrupção pudesse ser louvável se não for para si ou se for para acabar com o sistema capitalista.

  4. Uma bilionária que fez fortuna, junto com o marido, saqueando os cofres do estado e que possui incontáveis investimentos não iria se lançar em uma louca tramóia socialista se não fosse para aumentar ainda mais o seu patrimônio. Para mais detalhes sobre a sua carreira, sugiro o livro “La Dueña”, lançado recentemente.

  5. Desvio de moral e conduta ela tem, mas não é louca.
    Lamento pelo povo argentino que está numa armadilha.
    Que o Brasil retire Dilma do poder enquanto há possibilidade, Aécio 45…

  6. Eu tenho tanta antipatia por essa indivídua. Pra mim ela mais grotesca que o próprio Maduro. Pelo menos, o caudilho da Venezuela é colombiano, tá destruindo o país alheio. Ela não. É traíra do próprio povo e do próprio país, coisa imperdoável.

  7. Nada existe de INCOPETENTE nesta vaca da Kirchner enem em nenhum outro mandatário ESQUERDISTA na AL: A ESQUERDA sempre quer FERRAR COM A ECONOMIA DO PÁIS ONDE SE INSTALA! E, isso, pelos seguintes motivos:

    1) Gera o CAOS geral, o queos permite permanecer no PODER MAIS TEMPO;
    2) Enfraquece a OPOSIÇÃO, já que uma situação econômica adversa priva esta de recursos sempre necessários a luta;
    3) TORNA MAIS FÁCIL O GOLPE, onde o ESTADO, finalmente se apodera das FORÇAS ARMADAS, levando finalmente o País ao último estágio que é o COMUNISMO CLASSÍCO, com seus campos de trabalho escravo e suas COMUNAS.

    A Argentina está já muito próxima desta realidade, sem contar com BASE CHINESA que a Cristina vendeu aos chineses por 11 Bilhões em CRÉDITOS…

  8. Ela está seguindo o roteiro preparado pelo foro de São Paulo para esses casos: acuse os outros de serem responsáveis pelos problemas que você causou.

    E lembrem que para a construção do socialismo são necessários dois inimigos: um para justificar o desastre inevitável que o socialismo gera e outro para pagar a conta. Normalmente os EUA servem para as duas coisas (por exemplo, no caso da Argentina, os EUA foram chamados para comprar títulos da dívida, mas agora são responsabilizados por instigar contra o pais os fundos que passaram a ser chamados de “abutres”).

    É tudo um joguinho barato para manter tiranetes no poder, e os países da região não aprendem a enfrentar essas mentiras, caem nelas toda vez que o teatrinho é montado.

Deixe uma resposta