Contra a criação de ódio entre nordestinos e paulistas promovida pelo PT

24
296

lula-discurso

Algo de muito grave tem ocorrido nas redes sociais: mensagens de ódio vindas de eleitores do PT de várias regiões do Brasil, assim como mensagens de ódio (a maioria delas falsas) vindas de supostos paulistas contra nordestinos.

Por que isso tem acontecido? É preciso lembrar que o PT trouxe para o debate político a retórica de ódio elevada à enésima potência. Definitivamente eles são um partido incapaz de delinear uma linha sequer de discurso sem fazer a simulação de guerra de classes. Na mente pervertida dessas pessoas, sempre existe um “conflito” entre classes. Quase todos são artificiais, evidentemente.

É até possível que alguns paulistas tenham reagido às sucessivas provocações que tem recebido depois que o estado de São Paulo elegeu Geraldo Alckmin no primeiro turno, bem como deu a liderança dos votos para Aécio Neves.

Vejamos o desempenho de alguns “intelectuais” do partido: Emir Sader, enlouquecido, saiu dizendo que a crítica aos petistas é “racismo de paulistas contra nordestinos”. Maria Victoria Benevides, historiadora pró-PT, se disse “desolada com São Paulo”. Marina Chauí disse que devia ser feito um “estudo de caso” para entender a mente dos paulistas que não votaram no PT. Observe que, para essa gente petista, o rancor e estímulo de revanchismo simplesmente não pára.

O ótimo texto O combustível do PT é o ódio, de Rudy Rafael, é muito interessante.

Após o Partido dos Trabalhadores (PT) tomar a chefia do Poder Executivo do Brasil através da primeira eleição de Lula todo brasileiro passou a ter algo de seu Ego para defender e consequentemente luta contra alguém para defender isto. Existe uma indústria do ódio no Brasil onde as pessoas são adestradas para defender qualquer coisa em seu Ego e que às leva incondicionalmente a ter que lutar contra alguém para exercer esta defesa. No Brasil do PT as pessoas estão em conflito por causa da cor da pele, do sexo, da opção sexual, das ideologias políticas, da religião, do local de nascimento e até mesmo do time que torcem. Por mais que todos estes conflitos sempre existissem e eventualmente resultassem em algo mais gravoso, nunca houve a exploração política destas relações humanas através da propaganda com o espírito do ideal revolucionário comunista como tem feito o PT. O PT está jogando brasileiros contra brasileiros e o Brasil está ludibriado pela propaganda da defesa de algo que não importa, o Ego, e do que não existe, estas lutas de classes criadas com o intuito de fomentar o caos social.

O PT separou os brasileiros e no Brasil do PT não há mais brasileiros tentando formar uma nação. No Brasil do PT há o negro lutando contra o racismo que dizem que o branco tem contra ele, há a mulher lutando contra o machismo que dizem que o homem tem contra ela, há o ateu lutando contra o preconceito que dizem que o cristão tem contra ele, há o nordestino lutando contra o preconceito que dizem que o sulista tem contra ele, há o pobre lutando contra o sistema de opressão que dizem que o rico impõe sobre ele, há o homossexual lutando contra o preconceito que dizem que o cristão tem contra ele e há sempre alguém lutando contra alguém. Os brasileiros se olham e não vêem um irmão brasileiro que faz parte do mesmo país e que está junto na construção de uma nação. O brasileiro olha para o brasileiro e vê nele um inimigo, alguém que necessariamente tem algo contra ele por ele ter certa cor de pele, religião, opção sexual, ideologia política, nível social e uma infinidade de classificações. O brasileiro está odiando o brasileiro como jamais odiou e tudo isto é propaganda do PT que serve ao projeto de poder do partido.

É a luta de classes dos comunistas. A luta entre os supostos opressores e os pretensos oprimidos. Uma luta que é criada e fomentada pela propaganda no Brasil, um país onde já se fala inclusive em “islamofobia”, através do PT. Existe o Brasil verdadeiro, um país de paz onde todos convivem pacificamente e onde os crimes contra a vida não decorrem do ódio em massa de uma classe contra outra. No Brasil os crimes motivados por questões como racismo ou preconceito são exceções, não são regra. O brasileiro não odeia o negro, o homossexual, o judeu, o muçulmano ou a mulher e todo movimento no sentido de criação de lutas de classes, onde os negros precisam se revoltar contra os brancos, os homossexuais precisam se revoltar contra os cristãos, as mulheres precisam se revoltar contra os homens e alguém precisa se revoltar contra alguém é propaganda mentirosa e que serve apenas ao escopo da luta de classes de desestabilizar a ordem existente na sociedade. A bandeira do Brasil chama à ordem e ao progresso, mas o PT trabalha pela desordem e pela involução e a isto serve a luta de classes.

No Brasil, pessoas que jamais foram oprimidas se revoltam contra pessoas que jamais às oprimiram. Mulheres que jamais sofreram por machismo se revoltam contra homens que jamais às menosprezaram por serem mulheres. Negros que jamais sofreram por racismo se revoltam contra brancos que jamais os menosprezaram por serem negros. Homossexuais que jamais sofreram preconceito por serem homossexuais se revoltam contra cristãos que jamais os menosprezaram por serem homossexuais. Ateus que jamais sofreram por serem ateus se revoltam contra cristãos que jamais os menosprezaram por serem ateus. Neste ponto o PT nada mais é que um braço deste mesmo movimento que está em atuação no mundo todo. A mesma coisa que acontece no Brasil acontece no resto do planeta. As pessoas estão sendo movidas a lutar, lutar e lutar. Nascem e crescem com a propaganda de que alguém às oprime e que devem lutar contra esta opressão e assim vivem como desmioladas servindo à causa dos senhores dos partidos de esquerda. A esquerda não existe com a paz, só com conflitos.

O ódio que o PT cria não vem com uma faixa anunciando que é ódio, vem velado. Resta evidente que no mundo não é preciso que algo seja verdadeiro para que seja tido como real. A propaganda cria tudo e ela é ainda mais poderosa quando se antecipa ao problema que pretende criar com o intuito de alienar as pessoas. Se as pessoas não odeiam dançarinos que dançam música clássica vestidos de ninjas montados em ursos polares e cantando o Parabéns Para Você em esperanto, basta que comecem a falar que existe ódio contra os dançarinos que dançam música clássica vestidos de ninjas montados em ursos polares e cantando o Parabéns Para Você em esperanto e que este ódio precisa de uma resposta. Se é verdade que existe este ódio, pouco importa. As pessoas não se importam com a verdade, elas se importam com o que elas acham e o que elas acham é fundamentado no raso, no superficial, nas manchetes da mídia e no propagado pela multidão. Quando se trabalha com o Ego humano mais ainda. As pessoas não querem saber se tudo é uma opinião ou um preconceito, o que elas querem é defender sua animalidade, seu Ego.

O ódio move multidões. As pessoas fazem grandes manifestações pelo ódio que chamam de “sede de justiça”, mas nada fazem por Amor, o que só mostra o quanto o mundo é um lugar de bestas humanas. As pessoas se sentem maiores por odiarem alguém, não por amar, perdoar, compreender ou tolerar. O PT sabe disto, por isto não trabalha o perdão, trabalha a revolta. Com Amor e perdão não existe comunismo. O ódio une mais as pessoas que o Amor e o PT também sabe disto, assim como sabe que pessoas unidas contra um inimigo em comum representam votos em massa. Dizendo às pessoas de um grupo que as pessoas de outro grupo às odeiam por qualquer coisa (cor da pele, opção sexual, classe social, religião etc.), as pessoas deste grupo se unirão e votarão em quem lhes for apresentado como representante da classe, sendo que este representante fará necessariamente parte de um partido político que necessariamente ganhará representatividade e poder através da eleição do candidato. É algo extremamente estúpido, mas funciona. O inimigo é imaginário, o salvador é imaginário, mas o voto e o poder são reais.

O ódio não é um instinto humano, não é algo natural. Duas crianças desconhecidas ao brincar em uma praça pública vão compartilhar o brinquedo, não irão se agredir fisica ou verbalmente. Se as pessoas crescessem sem serem adestradas para a cultura do ódio não haveria o ódio, mas é evidente que isto não interessa ao PT. Em um mundo de paz e harmonia o PT não teria o que fazer. O PT só existe para mudar, mesmo que tenha que mudar o que deu certo na civilização. As pessoas pensam que são “contra o sistema” porque bebem, fumam, usam drogas, transam, frequentam determinados lugares, têm interesses por coisas espirituais que vão de encontro à religião, ouvem certo tipo de música ou se vestem de determinada forma, mas basta que a mídia diga que a população deva ser desarmada porque aconteceu um crime de alta repercussão e que tenha envolvido armas e já saem todas berrando que a população deve ser desarmada. Da mesma forma são alienadas para, odiando, lutar contra o ódio. O ódio é antinatural e precisa ser cultivado para existir e é isto que tem sido feito no Brasil, que já sente amor pelo ódio ao ódio.

A cultura do ódio se aproveita do emburrecimento notório do brasileiro. A mídia deita e rola no Brasil vendendo o peixe como quer. É desta forma que todo e qualquer crime cometido contra uma mulher se torna um crime contra a mulher, contra um homossexual se torna um crime motivado por homofobia, contra um negro se torna um crime motivado por racismo e tudo pode ser aproveitado da forma que melhor servir a certos interesses. Dizer que um crime foi cometido por ciúmes, inveja, raiva, ira, cobiça ou vingança não gera marchas, manifestações e projetos de lei. O brasileiro já foi adestrado para idolatrar o achismo baseado em sua opinião e para ele não importa se o ódio existe, importa como lhe mostram as situações e sua verossimilhança. Se parece verdade, então é verdade e está bom assim. A mais absoluta e completa ignorância do brasileiro sobre o dever de respeitar o livre-arbítrio alheio fomenta a demonização de toda opinião contrária à “verdade universal” revelada pelo sistema petista. O brasileiro chegou a tamanho nível de estupidez que acha bonito e se acha iluminado por querer calar o outro da “opinião do mal”.

É ignorância dizer que uma pessoa é homofóbica por ser contra o homossexualismo ou contra o casamento entre homossexuais, que é racista por preferir uma relação privada com pessoas de determinada cor de pele, que é islamofóbica por ser contra o islamismo e que toda opinião contrária ao Ego do ser que se vitimiza é um preconceito, um racismo ou uma fobia; assim como é burrice das grandes igualar uma opinião ou uma escolha a um ataque físico ou verbal. Ninguém se preocupa com a verdade, mas todos se preocupam com o próprio Ego. A verdade de que uma opinião não é um preconceito, um racismo ou uma fobia não interessa ser divulgada, pois a partir do momento em que as pessoas entendessem que a opinião é um direito de cada um não haveria mais a instrumentalização política do Ego e assim o sistema petista perderia uma de suas locomotivas eleitorais. Desta forma os tentáculos petistas trabalham para emburrecer as pessoas para que a cada manifestação de pensamento ou escolha haja um débil mental para sair gritando que aquilo é um preconceito, um racismo ou uma fobia. Ditaduras são assim, não toleram divergências.

O PT vive de propaganda e a propaganda é a alma do PT. É a propaganda que faz a opinião de uma pessoa sobrepor-se à de milhões de pessoas que pensam de forma contrária e faz estas milhões pensarem que estão erradas por pensarem o que pensam. Comunismo é ditadura e ditadura é isto: a opinião de um se tornar lei para todos. Se o líder do partido comunista que está no poder em um país que vive pelo regime comunista achar que ingerir leite com pepino é crime porque mata e o partido vai ter que gastar com a cremação de corpos, será crime. A elite dominante – esta de que todos gostam de falar mas que ninguém sabe quem é – é a cúpula do partido, o pessoal que dita as regras. A propaganda petista é covarde, pois não dá margem à defesa. O brasileiro está completamente emburrecido e não tem ciência do que lhe está sendo doutrinado. Qualquer criança já sabe berrar “preconceito”, “racismo” e “fobia” e sabe que deve fazer parte de um grupo para lutar contra algo qualquer, mas ninguém sabe a importância em todo o mundo da liberdade de expressão, da individualidade, da paz interior e da fé.

O mundo e o Brasil estão em transformação. Não a transformação natural decorrente da própria lei da vida – a mudança -, mas uma que resiste e vai de encontro à lei da evolução. Existem duas forças atuando na Terra. Uma trabalha pela evolução da humanidade e outra contra. Todo o progresso que o planeta custou tanto para ter está para ser jogado fora e tudo será feito pela escolha dos próprios humanos. A humanidade logo colherá um mundo que representará na matéria o que ela tem semeado no plano mental: uma prisão no nada. O mundo tem seus problemas e é indubitavelmente atrasado, mas tem suas boas coisas e o que deu certo. Em todo o planeta há uma ditadura da opinião, onde só uma forma de pensar é válida e todos que pensam diferente são demonizados por isto e tudo se fulcra na ignorância. Quando alguém não pode manifestar a sua opinião porque ela vai de encontro à verdade universal plantada pelo partido que governa o país e todo mundo tenta lhe calar a boca, pelos mais diversos meios, todos estão vivendo uma ditadura e ninguém à exceção dos chefões do partido será beneficiado com isto.

O combustível do PT é o ódio e o PT subsiste e vive disto, pois se não fosse a propaganda do “trabalhador votando em trabalhador contra a elite do mal” o PT jamais teria tomado a chefia do Poder Executivo do Brasil. O Brasil foi alienado em massa para que acreditasse que existia uma tensão entre ricos e pobres e que os pobres deveriam se unir para votar em “alguém como eles” para “dar uma resposta” “à esta gente”. Ainda hoje existem descerebrados que acreditam que o PT representa os pobres humildes do bem contra os ricos arrogantes do mal que têm prazer em ver o pobre andando de ônibus. Se uma mula candidata ao governo das mulas tentasse convencer as outras mulas a escolhê-la usando uma argumentação assim, nem sequer as mulas acreditariam em tamanha imbecilidade. Resultado da imbecilidade em massa de um país, há o Brasil do PT, um país onde as pessoas estão a todo segundo preparadas para agir em autodefesa antes que alguém faça ou fale algo contra elas. Se você não odeia ninguém e ninguém odeia você, não se preocupe: o PT tem alguém para você odiar e alguém para odiar você.

Reparem bem neste momento em específico: “há o nordestino lutando contra o preconceito que dizem que o sulista tem contra ele”.

Decerto existiram nordestinos criticando eleitores de São Paulo, Santa Catarina e Paraná por votarem em peso no PSDB, assim como alguns paulistas criticando eleitores do Nordeste por votarem em maior número no PT. Porém, como vimos antes, vários destes posts de “paulistas contra nordestinos” não passam de mais uma fraude intelectual do MAV-PT. Pois, como já sabemos, o combustível do PT é o ódio.

Se você se lembra daquele post falso mencionado ontem, veja agora quem é a usuária real das fotos usadas naquele perfil:

Clique para ampliar
Clique para ampliar

A vítima da falsificação, Luiza Tonello, diz:

Boa noite a todos! Peço a atenção e a ajuda de todo vocês!

Esse perfil fake vem utilizando minha foto no seu perfil, e além disso, vem tecendo comentários muito racistas a respeito dos eleitores da Marina/Dilma e sua cor de pele/situação econômica. Os comentários vêm ganhando visibilidade no fb e no insta e essa pessoa está utilizando minha foto.

Então peço a todos que DENUNCIEM o perfil, para que possamos impedir que essa pessoa preconceituosa (e muito imatura) pare de se esconder por trás de uma foto que não é dela.

https://www.facebook.com/profile.php?id=100005991814083

Notaram em que pé chegou a situação? Eles nem se importam de destruir a vida de uma inocente usando suas fotos para imputar a ela um crime que ela jamais cometeu. Dá para descer mais baixo que isso?

Como Luiza não mereceu isso que o MAV fez contra ela (e o povo brasileiro), aqui vai:

Clique para ampliar
Clique para ampliar

Enfim, esclareçam o máximo de pessoas o quanto possível a respeito de como os militantes virtuais do PT estão jogando baixo nesta eleição. Tudo, aliás, por culpa da postura do partido em criar divisão e ódio como forma de capitalização política.

Mas se ainda resta alguma dúvida de como o PT divide brasileiros, cometendo um crime moral gravíssimo, basta comparar a diferença entre a forma de Dilma e Aécio quando se dirigem ao eleitorado:

Clique para ampliar
Clique para ampliar

Realmente, não dá nem para comparar. Enquanto Aécio fala ao povo brasileiro, Dilma não consegue largar sua retórica de divisão e criação de rancor entre grupos.

O resultado pode ser visto na absurda quantidade de baixarias geradas pelas redes sociais. Nada melhor que mais algumas evidências de fraude:

Clique para ampliar
Clique para ampliar

Agora uma parte do trabalho vai ser demonstrar que para a militância do PT o fundo do poço não existe.

Anúncios

24 COMMENTS

  1. Luciano, complemente a postagem com mais esta: segundo Eduardo Guimarães, a entrevista do Fernando Henrique teria estimulado ataques aos nordestinos na Web. Tal postagem foi replicada no Brasil 247. Sim, mais uma vez querem usar a tática manjada do “efeito Sheherazade” de que a declaração de alguém geraria algo nas ruas e que esse alguém que declara algo teria de ser responsabilizado solidariamente àquele que praticou a tal coisa física.

    • Beleza. Seguindo esse raciocínio então não tem problema culpar os socialistas pelos crimes cometidos por URSS, China, Cuba, Coreia do Norte e outros regimes socialistas.

  2. Essa coisa do PT ser alimentado pelo ódio me lembrou de um personagem da DC. Ares, o deus da guerra, inimigo da Mulher Maravilha, depende do ódio e dos conflitos entre os humanos para que seus poderes aumentem, se houver paz plena, ele não tem poder algum, igual ao PT rs

  3. Como eu ja disse tem que analisar porque realmente existe um grande preconceito do sul/sudeste com o nordeste nesse caso não São pessoas que ligam para política e sim que aproveitam a oportunidade para xingar os outros.

    • Como disse no texto, podem existir pessoas que se ofendem MUTUAMENTE, mas o surgimento de FAKES com esse intuito é um sintoma da campanha petista. E eu mostrei exemplos dos ataques também CONTRA os paulistas, vindo dos intelectuais do PT. Isso pode acirrar a animosidade. Mais uma obra petista.

  4. A trofalaxia tem seguidores, conscientes ou não dessa condição, dentro da política (partidos radicais, principalmente à esquerda), da ciência (ateísmo e cepticismo), da religião (extremismo) e da arte (iconoclastia) que estimulam e se “alimentam” das baixas emoções (ódio, ciúme, inveja, etc.) que eles mesmos criam nesses contextos.

    Trofalaxia (http://www.ninha.bio.br/biologia/formigas.html): Trofalaxia é um processo de alimentação em que um indivíduo transfere para outro o alimento que se encontra dentro do seu próprio tubo digestivo por regurgitação (vômito). Muito do comportamento das formigas está relacionado, às vezes de modo sutil, com a trofalaxia. As operárias alimentam e cuidam das larvas porque quando estas estão bem alimentadas produzem uma secreção alimentícia baseada em ferormônios que as formigas sugam. O cuidado com as larvas é bem interesseiro pra falar a verdade. Em algumas espécies, rainhas invadem colônias da mesma espécie, matam as operárias sentinelas na entrada e provocam tanto pânico que as operárias correm para esconder as larvas. Mas a invasora consegue pegar algumas, que quando se transformarem em operárias, aceitarão a nova rainha. Pouco a pouco, a invasora assume o comando e mata a rainha adversária.

    Assim sendo, guardadas as proporções, na política brasileira temos uma espécie de “petelaxia” em que um líder (foro de SP) ordena suas sentinelas e operárias fiéis (partidos, sindicalistas, artistas, intelectuais, MAVs, etc.) a estimular as baixas emoções (ódio, inveja, etc.) e a restrição mental das larvas (brasileiros) para ter garantido o seu “alimento” e a se infiltrar e e tomar as colônias vizinhas.

  5. Tenho uma amiga no Facebook que chama “Alexandra Santos”. Tem recebido constantemente xingamentos e ameaças. Ela é pró Aécio e anti-PT (mais anti-PT que pró-Aécio), o que fez com que as pessoas confundissem as coisas. Muito foda

  6. Proponho que se VIRALIZE no FACE, o texto abaixo:

    “Oi! Sou Paulista!
    Nós NÃO ODIAMOS NINGUÉM.
    O PT é que nos odeia pois
    VOTAMOS CONTRA o PT, NAS
    ELEIÇÕES.Então se Vc
    receber MENSAGENS DE ÓDIO,
    de alguém dizendo ser
    daqui, SAIBA QUE É MAIS
    UMA MENTIRA!”

    Troque Pela sua Região e viralize o quanto puder! Nossa vantagem está NO NÚMERO!
    MAV algum vai poder equilibrar este número e a sua estratégia perderá efeito.

    Fiz o MAIS NEUTRO QUE PUDE, para que as pessoas não tenham medo de algum processo fraudulento ao divulgá-lo. Vou tentar fazer algo parecido para postarem no TWEETER, também.

    Ainda, quem puder colaborar e melhorar a ideia, seja bem vindo! Só acho que o texto têm de continuar muito curto e não pode ter ofensas ou as pessoas terão medo de divulgá-lo.

  7. SE EXISTE O ÓDIO QUE O PT PROPAGA QUAL A RAZAO DE UM SENHOR QUE SE INTITULA O LÍDER PERDER EM SUA TERRA NATAL, PERNAMBUCO, TUDO…SENADOR,GOVERNADOR E PRESIDENTE
    OU SERA PORQUE O CONHECEM BEM?
    PENSEM NISSO!

  8. Tem algo que eu tenho percebido nesta eleição que eu nunca senti antes. Eu sou o único que está sentindo um clima extremamente pesado? O PT conseguiu dividir o Brasil e eu estou sentindo um discurso extremamente agressivo dos petistas.
    Depois de 12 anos em uma zona de conforto mamando nas tetas do governo parece que esta mamata vai acabar e o medo deles perderem está se transformando em ódio.
    Vocês querem tirar um petista do sério? Não discuta mais com ele, apenas mande esta mensagem:

    “CHUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUPAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!! CHUUUUUUUUUUUUUUUUUUPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!
    AÉCIO ESTÁ COM 56% DOS VOTOS!!!!!!!!!!!!! A MAMATA DE VOCÊS VAI ACABAR!!!!!! AGORA VOCÊS VÃO TER QUE ARRANJAR UM TRABALHO DE VERDADE!!!!!!!!!!!!!!!!! CHOOOOOOORAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!”

    • Agora que eles estão se sentindo ameaçados, quanto mais o desestabilizamos, mais eles perdem a razão e disparam respostas emocionais deixando a máscara cair.

  9. Engraçado, o gaúcho, o carioca, o nordestino e o mineiro podem sentir orgulho de suas respectivas cidades. O pobre do paulista não pode manifestar orgulho da sua cidade, e nem expressar amor por ela que imediatamente será acusado de “racista bairrista”. O nordestino zomba do paulista aos montes e nem por isso ele é repreendido. Pelo contrário, ainda encontra apoio de todos os lados. Nós que carregamos esse país nas costas e ainda somos zombados por esses idiotas.

  10. Promovida pelo pt o cacete. Todo paulista sabe que paga imposto pro nordeste, e a destruicao que nordestinos promovem invadindo sao paulo. Isto nao e falso. Nos paulistas somos explorados agredidos e vitimas do odio por essa cambada ha decadas

Deixe uma resposta