Por que todos os beneficiários do Bolsa Família tem mais motivos para votar no PSDB do que no PT?

3
134

bolsa-familia

A coisa é bem simples e não há como restarem dúvidas: quem recebe o benefício do Bolsa Família tem mais motivos para votar no PSDB do que no PT. Na verdade, se hoje em dia muitos beneficiados pelo Bolsa Família votam no PT é por que o partido governista tem feito terrorismo ideológico, ameaçando os eleitores de perderem o benefício caso eles não estejam mais no poder. É uma crueldade que não tem limites. Já refutei vários truques neste post, mas é importante falarmos um pouco mais para desmascarar mais instâncias da mitomania petista.

Como vimos naquele post, o PSDB criou o Bolsa Escola e o Bolsa Alimentação, dando pontapé inicial para os programas assistenciais garantindo renda mínima aos cidadãos. Naquele mesmo post também vimos que quando Aécio Neves propôs em 2014 uma melhoria no programa (dando seis meses a mais de pagamento para quem arrumasse um emprego), o PT ficou contra. Além do mais, também vimos que o PT lutou contra a implementação desses programas quando eles surgiram. Foram eles que criaram o termo “bolsa esmola”, inclusive. Quer dizer, se dependesse do PT não teríamos nenhum desses programas no Brasil, assim como muito menos teríamos estabilidade econômica (vinda pelo Plano Real), que tornou esses programas viáveis.

Como se isso não fosse suficiente ainda vemos que a unificação dos programas de renda mínima (que viraram o Bolsa Família, em nível nacional) foi iniciada por Marconi Perillo, então governador de Goías… pelo PSDB. Se vivêssemos no tempo de Stalin, muito provavelmente os petistas (que são stalinistas até a medula) lutariam para esconder esses fatos, mas hoje vivemos na era dos vídeos espalhados por todos os cantos. Sendo assim, segue a evidência de que até mesmo na estipulação do Bolsa Família temos uma criação do PSDB, aproveitada pelo PT (nas palavras do próprio Lula):

Por tudo que vimos até agora, está claro que já passou da hora do cidadão recebedor deste benefício chutar os fundilhos do PT, que, como sempre, nada fez além de usurpar os méritos dos outros e tentar ganhar na propaganda suja. Ou seja, se hoje o cidadão recebe Bolsa Família, isso ocorre não por causa do PT, mas apesar do PT.

Em tempo: segue um bom meme (a ser viralizado) criado a partir do conteúdo exposto por este blog:

Clique para ampliar
Clique para ampliar
Anúncios

3 COMMENTS

  1. Como sempre o PT amarra o seu burro em algum tronco mas logo tem que desamarrar para poder fugir do xerife. Claro que eles imaginam que sejam o Zorro e nós o sargento Garcia. A bem da verdade a questão do bolsa família é simples. Instituiu-se um pequeno sistema de apoio social (dar esmola) e posteriormente acusa-se o outro de não querer dar esmola. Ora, isso é rir da nossa cara. Enquanto o bolsa família for utilizado para ganho político, é certo de que não se fará o Brasil crescer. O que se deve fazer é submeter o programa a uma fiscalização séria (há alguns meses atrás saiu notícia de que um funcionário da prefeitura havia posto como dependente seu gato) e torná-lo política de Estado, sem fins eleitoreiros. A justificativa dos programas de transferência de renda é colocar dinheiro nas mãos de quem não participa da economia, melhorando o consumo dessas famílias, e garantir uma margem de negociação para o trabalhador quando vai para o mercado de trabalho, e não gerar filhos, o que pode levar a fome. O sucesso do programa será a redução gradual do número de beneficiários, se a política de emprego estiver sendo bem conduzida. Obviamente não é o que se vê. A presidente anuncia aumento da bolsa família pouco antes das propagandas eleitorais (claro que logo depois inicia com inserções irregulares, pra não perder tempo). A proposta de inserção do bolsa-família na lei da Assistência Social não é aceita pelo PT no Congresso. E, por fim apesar dos 789.847.338 empregos gerados pela Dilma (e não pelas empresas nem pela iniciativa própria através de microcrédito e linhas de financiamento com juro zero), o número de concessão de bolsas só aumenta. Não está claro quem o nobre contribuinte deveria apoiar? Quem criou o programa ou quem o transformou em ganho político?

  2. Luciano, por que os tucanos tem tanta dificuldade de, para usar a palavra do momento, “desconstruir” as falácias do pt (em minúsculas) em torno do bolsa família? Há um problema de comunicação dos tucanos com o pessoal mais pobre que é assistido pelo programa, pelo que me parece. Algo tão simples de ser feito, mas que não é colocado na prática. Se os tucanos foram os responsáveis por instituir esses programas sociais, natural seria que se dissesse isso em alto e bom som. Mas deixaram que o pt surrupiasse a paternidade de uma criação alheia. Já está na hora do PSDB retomar o filho (bolsa família) das mãos do sequestrador (o pt).

    Aliás, acho que isso geraria um bom tema para viralizar: Libertando um refém (bolsa família) do cativeiro petista.

Deixe uma resposta