Travesti Talita Oliveira denuncia perseguição a homossexuais em países socialistas e é ameaçada de morte por militantes LGBT. Eu já tinha avisado…

12
219

talisa

O travesti Talita Oliveira não é apenas corajoso, como muito lúcido ao denunciar a incoerência de grupos defendendo discursos de ódio, criados unicamente para dividir e obter dividendos políticos. Ou seja, ela denuncia uma ideia fixa do movimento LGBT.

Na verdade, não apenas o movimento LGBT, como também o movimento feminista e o movimento negro sempre foram baseados em demandas artificiais. Eles jamais representaram os grupos que alegaram defender. Não passam de coletivos não-eleitos com a única finalidade de criar conflitos e desestabilizar uma nação. Com isso, não temos mais indivíduos colaborando, mas pessoas guerreando entre si, mesmo que muitas não saibam sequer o motivo.

Clodovil já havia sido vaiado pelo movimento LGBT em Brasília ao defender a família tradicional. Agora partiram para a ameaça pura e simples contra Talita, apenas por ele ter feito o mesmo tipo de declaração que Clodovil.

Assustado com as ameaças que tem recebido (lembrem-se que os LGBT alegam defender os homossexuais), Talita postou o vídeo abaixo, que pode salvar sua vida, principalmente ao levar esse caso de patrulhamento fascista e criminoso ao público. Como eu sempre tenho alertado, no momento em que indivíduos reagem em prol de seus interesses, são atacados por coletivos artificiais. Essa é a regra da extrema-esquerda.

Alias, é bom lembrar que o PSOL é o principal partido por trás desse movimento e que Marta Suplicy e diversos outros parlamentares do PT também sempre dependeram desse tipo de discurso de ódio para obter capitalização política.

É por isso que o principal grupo que os homossexuais e bissexuais devem temer é o movimento LGBT.

Assista o vídeo:

Anúncios

12 COMMENTS

  1. Só espero que o Aecio vença estas eleições e depois limpe o STF, deixando então a Federal livre para CAÇAR os petralhas e esse bando de coletivos não eleitos: Ninguém estará seguro enqunto essa CORJA DE BANDIDOS estiver solta.

  2. A verdade sobre como são tratados os homosexuais em países Socialistas/ Comunistas. E que a esquerda (PT, PSOL e etc..) não mostram: http://www.ggb.org.br/cuba_livre.html
    Gays exigem que Fidel Castro peça perdão pela perseguição aos homossexuais em Cuba

    O Grupo Gay da Bahia, a mais antiga ONG/Homossexual da América Latina, exige que o ditador Fidel Castro, antes de morrer, reconheça e peça perdão, pelos graves erros da revolução cubana, responsável pela desmoralização, perseguição, prisão em campos de concentração com trabalho forçado, tortura, expulsão e morte de milhares de gays, travestis e lésbicas em Cuba….

    Vale a pena ler e divulgar, porque isso a Luciana Genro não mostra !!

  3. Vamos resumir para não ter que desenhar.

    LGBT = inimigo dos gays.

    Movimento Negro = inimigo dos negros.

    Movimento feminista = inimigo das mulheres.

    Direitos humanos = inimigo das pessoas de bem.

    Toda a corja aí acima = amigos incondicionais dos capatazes do socialismo.

    Abram o olho para não virarem massa de manobra.

  4. Luciano, segue atualização sobre essa história e considero um golaço do pessoal que combate o marxismo-humanismo-neoateísmo:

    http://www.facebook.com/video.php?v=499891583484199

    http://www.facebook.com/magnomalta/posts/794178637292562

    http://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10152730878482192

    http://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10152732740492192

    http://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10152733789227192

    http://www.facebook.com/video.php?v=708630559220541

    http://www.facebook.com/video.php?v=533877270090142

    O assunto também foi constantinizado e agora, como poderá ver, se alguém encostar o dedo em Talita, vai ter reação dos evangélicos que por ela oram, bem como de olavetes e direitistas em geral. Se a família Bolsonaro engrossar a muralha que se está formando em torno dela, vai ser um respaldo ainda maior.
    Olhando a coisa pela perspectiva do Olavo, tenho para mim que ele teve a mesma impressão que eu tive a respeito do travesti em questão: alguém de origem simples, que não teve muita educação, mas que se articula muitíssimo bem. Logo, ele achou por bem engrossar as fileiras de seus alunos e também isso fica coerente com aquela história que ele sempre conta de que entrou na porrada uma vez para proteger um travesti que estava sendo agredido.

    Se formos pensar no caso do Marco Feliciano, isso acaba se somando àquele caso por ele contado em um culto sobre os 500 terreiros que pediam proteção ao deputado, bem como também fica coerente com aquela história do amigo homossexual de sua família que monta as festas de aniversário das filhas do também pastor. Pensando pela perspectiva cristã em geral, fica também aquela história de que adeptos de tal fé nem de longe saem por aí com tochas querendo queimar os homossexuais ou convertê-los à força, mas sim que valorizam a vida e a pessoa humana, seja fazendo algo concreto (como a tal mexida de pauzinhos do Feliciano) ou simplesmente orando pelos perseguidos e injustiçados quando não têm meios para ajudar. A ajuda de Magno Malta também vai no mesmo sentido.
    Note-se também, pela recepção majoritariamente positiva daqueles a quem os marxistas-humanistas-neoateístas dizem ser homofóbicos e pessoas a serem combatidas a todo custo, que fica desmoralizada aquela afirmação de que as pessoas em geral repudiariam alguém pelo fato de não ser heterossexual, quando o máximo que acontece é o de heterossexuais só falarem mais grosso com um homossexual se este por um acaso estiver querendo alguma coisa com eles para além do normal convívio respeitoso e amizade, sem que isso signifique algo além de falar que não são da mesma praia. E, como sabemos, ninguém é obrigado a aceitar cantada e investida de homossexual para mostrar que não tem preconceito para com eles. E isso não é nada diferente de um heterossexual que recusa os avanços de alguém do sexo oposto por não se sentir atraído pela pessoa em questão.

    Na postagem do Constantino, destaco um comentário que considero importante em relação a por que MHNs de matiz gramscista tanto querem que as pessoas se identifiquem por um único aspecto de suas vidas:

    Emília 10/10/2014 às 10:53

    Comunas têm mania de cadastro. Tudo eles cadastram: de armas a pessoas.
    Cadastrando, fica mais fácil exterminar determinados grupos.
    Por isso essa obsessão pela tal identidade cultural e por minorias.
    Ao fazerem tal segregação, começam por jogar uns contra outros para servirem de mediadores, juízes e algozes, mas reparem que eles não se identificam com absolutamente nada, colocam-se acima de tudo, não se comprometem e assumem ares professorais e oraculares, sempre consultando as tais bases.
    O maior engodo que alguém pode cair é acreditar que seu grupo específico pode ter privilégios. Até o dia em que incorrer na ira dos deuses de plantão.
    Como disse a Talita: sejamos apenas nós mesmos, um grande apelo à individualidade, a menor minoria.

    E aqui não é muito diferente daquilo que vimos ocorrer historicamente nos regimes MHNs, que de longe são os que mais mataram homossexuais na história da humanidade, assim como também praticaram perseguições étnicas (vide Camboja com vietnamitas étnicos e deslocamentos de populações inteiras na União Soviética) justamente porque tinham cadastros bastante completos das populações de seus países. O que estamos vendo nessa corrente pró-Talita vinda de anti-MHNs não é nada diferente daquilo que sabemos bem: conservador é aquele avozinho gente boa e piadista que sempre ajuda as pessoas que conhece e liberais clássicos são aqueles comerciantes com ampla freguesia, em ambos os casos respeitando os outros para serem respeitados.

    E já que falamos de Talita, dei uma olhada no perfil dela no Facebook e também repasso o que vem ocorrendo, como o caso desta mensagem desaforada por ela recebida:

    http://www.facebook.com/photo.php?fbid=821168624571755&set=a.333951966626759.76887.100000358754025&type=1

    Sim, exatamente aquilo que venho falando: quando lemos ou ouvimos o vocábulo “coxinha” no sentido inventado pelos MHNs, temos de não apenas entender como “alguém que não apoia minha ideologia e atrasa sua implantação” como também temos de considerar que o aumento da menção desse vocabulário pode significar prenúncio de ameaças seja a quem é chamado disso, seja em relação à coletividade em geral (vide médicos brasileiros sendo hostilizados por serem contra a vinda de cubanos sem Revalida, seja povo comum sendo acuado por black blocs). “Coxinha” é a versão brasileira do vocábulo cubano “gusano”, apenas com a diferença de que aqui desumaniza-se alguém usando um salgado enquanto lá usa-se um verme. Aliás, quem vir os comentários a essa postagem notará que provavelmente ela foi a que originou a ação do Marco Feliciano em prol do travesti em questão, uma vez que um dos comentários mencionava o deputado de ampla votação. E temos mais manifestações de Talita:

    http://www.facebook.com/talita.sayeg/posts/821557021199582

    http://www.youtube.com/watch?v=1OqjjAARSl4

    Termino com aquilo que não canso de dizer: existe gente com ódio de quem não é heterossexual e que quer agredir ou mesmo matar alguém por ser assim? Existe e sempre existirá, mas são minoria na humanidade, minoria menor que qualquer das minorias que os gramscistas dizem defender, mas que os gramscistas querem fazer parecer uma maioria maior que o todo das pessoas deste mundo. Assusta a todo mundo ver alguém sendo agredido ou morto por razões de ódio? Assusta sim, mas qualquer pessoa de bom senso irá ficar do lado da vítima e também levar em conta que essa vítima o foi pelos atos de um tresloucado qualquer e não porque esse algoz era alguém naturalmente bom que foi vítima de um espírito mau chamado “sociedade” que usou uma pessoa de “cavalo”.
    Enquanto isso, vemos esta nova sakamotagem querendo prosseguir naquela história de que não-MHNs e anti-MHNs seriam homofóbicos mesmo que provem o contrário e que só prossegue com aqueles clichês que ele não cansa de dar CTRL+V, como o de que homens seriam educados para serem agressivos e outros. Só peço que vejam o (por ora) baixo número de comentários lá e comparem com o tanto de comentários de não-MHNs e anti-MHNs apoiando a Talita. Virou prova prática do tamanho do espantalho que a MHNzada criou de quem não é MHN.

  5. TALITA DE OLHO NESTE MOVIMENTO COMUNISTA ISSO E DO DIABO ,, JESUS TE AMA TU ES HUMANO INTELIGENTE ;;;; JESUS TE AMA SAI DESTA VIDA TUDO TU PODE NO QUE TE FORTALECE JESUS ;;; SOU EX GUAI SOU FELIZ NÃO GOSTO DE OPINAR MAS NO SEU CASO FIQUEI REVOLTADO CORRE ATRAS PROCURE AJUDA PARABÉNS POR COLOCAR A BOCA NO TROMBONE GOSTEI DILMA OLHA PARA ESTE MOVIMENTO COMUNISTA COMO PRESIDENTA PODE FAZER ACONTECER PAZ PAZ DEUS ABENÇOE SEMPRE ABRAÇOS A TI TALITA SE PODER ME ADD ;;;

Deixe uma resposta