O poder da mentira política petista e o que fazer contra ela?

19
155

joao santana

No Facebook, um leitor me mandou um comentário bem interessante, que compartilho com vocês:

A mentira a respeito de Arminio está no ar desde o início da campanha, mas o PSDB se recusa a exibir a manchete da Folha em que Lula pede a permanência dele no seu futuro governo. Quando for exibir já não terá efeito neutralizador algum. Ou se reage de imediato ou entrega os pontos. Parece que os marqueteiros do PSDB querem perder.

Eu não diria que os marqueteiros do PSDB querem perder, mas que, ao menos no que diz respeito à campanha de TV do partido, não parecem muito focados em construir uma estratégia adequada para a vitória. A sorte é que nas redes sociais, voluntários tem agido contra o PT.

Na guerra política, há vários “times” atuando, que são, dentre outros:

  • voluntários e profissionais nas redes sociais
  • marqueteiros de TV
  • marqueteiros de rádio
  • argumentadores, profissionais ou não, em diversos meio

Parece que os “times” de Aécio estão bem alinhados em prol de ajudar o candidato, mas a campanha de TV não tem seguido o mesmo nível, mesmo que o programa de sábado tenha sido ótimo e o programa de domingo também, ainda que não tenha feito nenhum ataque contundente ao PT – explica-se: era o momento de mostrar as alianças com a família de Eduardo Campos e com Marina.

Enfim, se um domingo sem ataques era não apenas justificável como elogioso (pelas alianças novas, como já disse, que deveriam ser comunicadas), o mesmo não pode ser dito do que tem sido feito a partir desta segunda, pois aí os programas de Aécio começaram a deixar de contra-atacar a maior parte das mentiras do PT. Em alguns casos, repetiam-se trechos de programas anteriores. Parece até que a campanha televisiva de Aécio entrou em ato de contrição.

Só que as massas motivadas (nas redes sociais, principalmente) tem agido com empolgação por causa do estilo incisivo de Aécio nos últimos 2 debates eleitorais no fim do primeiro turno. Mas não podemos contar apenas com os debates. O tempo de TV é precioso é precisa começar a ser bem utilizado.

É o momento de perdermos o medo de criticar quem está do nosso lado, mas errando. A crítica interna construtiva sempre é útil. Então, podemos criticar a campanha de TV do PSDB por:

  • não ter feito nada para defender Armínio e nem sequer atacar economistas do PT que queriam o Plano Cruzado (uma grande vergonha nacional)
  • não ter feito nada para neutralizar o ataque de Dilma em relação a “Aécio não ter ganho em MG”, mesmo que a campanha pudesse dizer que o PT perdeu em São Bernardo e Santo André, berço do PT, e que os candidatos de oposição somados tiveram mais votos que Dilma (ou seja, a mensagem do Brasil é que o povo não quer Dilma)
  • não ter desmascarado nenhum dos indicadores falsos do PT
  • não ter derrotado o frame “quebrou o Brasil três vezes”, o que seria facilmente desmascarável;
  • e várias, várias outras posições que simplesmente não estão sendo combatidas.

Claro que isso torna o papel das redes sociais ainda mais importante, pois há um adversário adicional. Temos que vencer o PT e a campanha de TV do PSDB.

Como já disse, a nosso favor, temos a possibilidade de Aécio ir muito bem nos debates, os fatos (especialmente sobre corrupção, que não são bons para Dilma) o brilhante trabalho feito nas redes sociais (e não podemos perder o pique), e, pelo que soube, a campanha de rádio de Aécio.

Nunca foi tão fácil vencer o PT, mas realmente é bizarro o PT estar repetindo afirmações sem um contra-ataque sequer em horário eleitoral de TV. Se estou exagerando, leiam esse texto do Lauro Jardim com atenção – e o que ele diz está alinhado com a constatação de que a repetição dos frames “FHC quebrou o país três vezes” e “Aécio foi rejeitado em seu estado” já foi tão constante e tão pouco contra-atacada que chega a ameaçar a candidatura de Aécio:

O ataque petista a Aécio Neves começa a fazer efeito. Uma pesquisa qualitativa feita por uma grande agência de propaganda que acompanha de perto a eleição constatou que a afirmação, repetida um sem número de vezes nos últimos dias, de que “o PSDB quebrou o Brasil três vezes” está pegando numa faixa do eleitorado de classe média emergente recém-convertido a Aécio. Se o PSDB não reagir com algum antídoto, verá escoar votos de neoaecistas.

Um leitor me disse o seguinte: “Não estou gostando do que estou vendo. Já teve gente que veio me falar que estava desistindo de votar no Aécio por que ele não foi bem em MG”.

Este é o problema de que falamos. Como agravante, há tempo suficiente para que o PSDB neutralize todos os ataques. É basicamente uma questão de opção. Por exemplo, em relação ao frame “Aécio foi rejeitado em MG”, temos neutralizações como “Dilma perdendo em Santo André e São Caetano”, “Dilma mal avaliada no Brasil inteiro” e “escândalo dos Correios melando eleição em MG”. Nada disso foi utilizado na campanha de TV até o momento.

O que seria um ataque em termos de guerra política? Veja um exemplo:

Dilma é uma gerente desqualificada? Um gerente qualificado saberia que entregar um país com 7% de inflação, após receber um país com 900%, como fez FHC, é um resultado muito melhor que entregar um país com 7% de inflação tendo recebido um país com 5%, como fez Dilma. Um gerente qualificado saberia [coloque mais duas ou três refutações de mentiras de Dilma sobre economia aqui]. Agora você viu os absurdos que Dilma disse, e que nenhum gerente qualificado faria. Quais as alternativas: (a) Dilma é uma gerente desqualificada, (b) Dilma mente para enganar o eleitor, (c) Ambas as alternativas, o que é mais provável.

Caso as refutações às mentiras de Dilma sejam “empacotadas” deste jeito, o resultado será positivo.

É possível fazer um ataque refutando várias mentiras de Dilma sobre economia usando menos de 2 minutos e programa

O míssil teleguiado “Aécio perdeu em seu estado” foi lançado há 5 dias pelo PT. Estranhamente, o “Iron Dome” tucano ainda não lançou um míssil teleguiado de volta.

Vai perder? Não disse isso. Mas o que quero dizer é que os erros cometidos de não atacar o PT em quantidade suficiente (e disputando todas as posições que eles estão conquistando na mente do eleitor) vai dificultar algo que não precisava ser tão difícil.

O maior poder que o PT tem nessas eleições (como nas outras) é a capacidade de mentir em maior quantidade que seus adversários se motivam para reagir. Mas será preciso reagir, o mais rápido possível.

Anúncios

19 COMMENTS

  1. A arte da guerra se baseia no engano. Portanto, quando és capaz de atacar, deves aparentar incapacidade e, quando as tropas se movem, aparentar inatividade. Sun tzu.
    O PT, esta se concentrando muito nos temas, Minas+Armínio+ PSDB quebrou o Brasil, temas fáceis de ser refutados pq eles não fazem?
    Estar certo e atacar é importante, porém estar certo e atacar na hora exata é muito mais. Aécio, vai atacar Dilma nos debates, vai apresentar a matéria sobre Armínio no debate, como fez com a ata da Petrobrás, onde Dilma ficou perdida. Aécio, mesmo sendo um orador mediano vai massacrar Dilma nos Debates, ela vai ficar irritada e perdida.

    • Tomara que Aécio refute totalmente tais pontos se Dilma lançar esses frames contra ele.

      Mas infelizmente, acho que ele irá desviar do assunto ou responder de forma superficial, não desmascarando totalmente tais frames.

    • Em minha opinião, não acho uma boa estratégia. Por mais eficiente que o candidato seja no debate, é no horário político que ele fala com o povão.

      A propaganda eleitoral vai ao ar diversas vezes durante o dia. O debate ocorre apenas uma vez e em horários muitas vezes proibitivos para o trabalhador que dorme cedo porque tem de acordar mais cedo ainda ou porque está trabalhando.

      • Erreve, a estratégia é usar Dilma perdida no debate como propaganda política na tv e internet, Aécio fez duas perguntas no debate da globo e chegou no segundo turno, imagine em três debates com a Dilma.

      • Legal, Atylla, estou torcendo aqui junto com todos os demais, mas acho que vejo mais o negro (ou seria o vermelho?) das nuvens do que o azul do céu para ficar um tanto relaxado até 26/10. 🙂

  2. Olhem essa pérola(velha, admito, mas pertinente) que achei no Pragmatismo Político. A canalhice é tão escancarada, tão facilmente verificável por qualquer zé-ninguém, que se alguém a relatasse para mim eu diria que esse alguém está mentindo. Vejam: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/07/colaborador-de-aecio-neves-defende-privatizacao-das-universidades.html

    Deixei lá o seguinte comentário(que provavelmente não será aprovado por eles):

    “Ele defende que os cursos de ensino superior públicos tenham mensalidade, não a ‘privatização das universidades’. Tenho certeza que o autor desse artigo distorceu isso propositalmente pois, salvo o caso de ele ter problemas mentais, seria impossível ele ler o artigo original na Folha, sobretudo o último parágrafo, e ainda assim achar que ele está falando de privatização. Depois, o autor aproveita essa distorção para emendar mais uma fraude: parte do fato de que Samuel Pessôa não mencionou o ProUni para então insinuar que ele despreza o programa. É LÓGICO que ele não mencionou, pois ProUni é pra instituições privadas e o que ele está defendendo é mensalidade para universidades públicas.

    Mais uma coisa: como é evidente da própria definição do termo, o “conselho curador” da equipe de Aécio Neves serve para atuarem em sua campanha política e não em seu governo, de modo que se um integrante dela defende uma tese, isso não quer dizer que o Aécio vai aplicá-la durante seu governo. Isso fica ainda mais evidente quando observamos que não existe a proposta de cobrar mensalidades em universidades públicas na propaganda do candidato.
    Nota para analfabetos funcionais: Não defendo a tese de Samuel Pessoa, só estou mostrando como este site é mesquinho mesmo.”

  3. Aécio apenas perdeu em Minas Gerais, pois o norte do estado é praticamente uma Bahia que depende totalmente do Bolsa Família. Nas regiões mais desenvolvidas e metropolitanas de Minas ele ganhou.
    Isso + aliado ao fato dos correios terem sabotado uma propaganda eleitoral justa + o fato do PT amedrontar as famílias carentes do PSDB cortar o Bolsa Família, esse foi o resultado.

  4. Além do PT ter perdido feio em SP – berço do partigo, também perdeu de lavada em Pernambuco – terra do seu criador, Lula. O PSDB também deve jogar isso na mídia!

  5. LI TUDO COM ATENÇÃO MAS, COMO NÃO SOU ESPECIALISTA NO ASSUNTO, DEIXO PARA O MEU CANDIDATO AÉCIO A ESCOLHA DA HORA EM QUE DEVE FALAR , REBATENDO AS MENTIRAS ORQUESTRADAS PELO PT. CONFIO QUE ELE NÃO DEIXARÁ ESCAPAR A MELHOR OPORTUNIDADE. FAÇO MINHA PARTE COMPARTILHANDO NO FACE BOOK TUDO QUE PODE AJUDAR O ELEITOR A AVALIAR COM CONHECIMENTO DE CAUSA PARA PODER FAZER SUA ESCOLHA, QUE ESPERO SEJA A DO CANDIDATO DA MUDANÇA.

  6. Eu li uma pessoa escrever que se o Aécio respondesse todos os ataques do PT, seria o que o PT quer, seria comprar a pauta do PT e deixar o PT pautar a campanha, e o povo está cansado dos ataques do PT, que vem desde o primeiro turno contra a Marina Silva, olha, só pode ser isso porque não responderam, além de espero estarem abalizados em pesquisas mas o outro lado também está.

    • Isso aí é balela, basta vir para o mundo real e a constatação é a de que as pessoas repetem aquilo que vêem na TV, uma mulher, amiga da minha mãe, que é formada em Biologia, que é negra e tem dois filhos negros formados por méritos próprios hoje veio aqui em casa repetindo coisas que ela viu na campanha da TV como: “O PT acabou com a pobreza”, “FHC vai voltar, é o fim, vamos voltar atrás”, “Hoje nós somos classe média [quando na verdade ela é classe alta pelos critérios do PT]”, “O Aécio que vender o BB! O BB! Como pode isso?”, enfim, tudo o que ela viu na propaganda.

  7. A estrategia tem que ser com os iletrados, conservadores em sua maioria, querem ascensão de vida por mérito, tem orgulho do esforço que fazem pra ter as coisas, são pessoas inteligentes, mas não acessam Internet, nem lêem jornais. Vêem tv, ouvem rádio. É aí que tem que mirar. Falar direto que vão conseguir, que não vão perder o que tem., que é o maior medo das pessoas.
    Nao são facilmente enganados não. Vou dar um exemplo:
    Houve uma grande publicidade em torno de obras do PAC, aqui nó Rio, saíram pintando prédios de conjuntos habitacionais, na Cidade de Deus, ouvi o comentario: antes eu morava na mer…, agora eu moro numa mer. .. pintada de verde.!
    esses programas furrecas alardeados nas propagandas choramingosas cheias de pobres agradecidos não reflete a realidade, o povo tem raiva dessa caridade meia sola, prefere um salário digno a vergonha de receber esmola.

  8. Nem é preciso ser cientista político ou marqueteiro para ver o quanto o pessoal do PSDB é lerdo. Essa contenda entre PT e PSDB até lembra a fábula A Tartaruga e a Lebre. O fim da fábula todos conhecemos, mas, se o PSDB não acordar, quem vai vencer essa corrida é a lebre-PT e, com a tartaruga-PSDB, também perdem o Brasil e a democracia.

Deixe uma resposta