Na reta final, Aécio precisa vencer sua campanha de TV e rádio

27
147

politica-aecio-neves-campanha-goiania-goias-baixa-20140909-001-size-598

Independentemente do resultado das eleições no dia 26, terei um alívio: não precisarei mais aturar a bizarra campanha de TV e rádio feita pelo PSDB. Eu ainda assisto por causa das análises políticas feitas por aqui, mas a coisa já está beirando insuportável. Para quem não está torcendo por Aécio, seja ele neutro ou petista, o resultado deve ser cômico.

Por isso digo que é hora em que Aécio deve meditar, antes do debate da Globo, e saber que ali está o seu momento decisivo.

Esta é a mensagem para Aécio: “não dê ouvidos ao pessoal que criou a sua campanha de TV e rádio”. O negócio é ir para o ataque, de forma a fazer o debate do SBT parecer um chá das cinco. Como já disse várias vezes por aqui, o PSDB é o partido da munição infinita. Se essa munição não foi usada até agora, é a coordenação da campanha tucana que deve explicações a todos nós.

A maioria dos livros de ciência política dão sono. Ciência política tradicional é uma coisa. Guerra politica é outra coisa totalmente diferente. A turma da ciência política tradicional costuma ver as coisas como elas deveriam ser. Pela guerra política, vemos as coisas como elas são. O PT está jogando a guerra política. Ao que parece a equipe de marketing do PSDB não entendeu o que isso significa.

Na guerra política, disputam-se posições na mente do eleitorado, dividido em segmentos (regiões, sexo, idade, etc.)

Quando Aécio usou o termo “leviana”, bastou a petista usar a sensibilidade artificial histérica para ocupar a posição “melhor para as mulheres”.

Mas por que o PT ocupou essa posição primeiro? Por que foi para o ataque, de forma contínua e repetitiva. O PSDB poderia ter neutralizado o ataque logo que Rui Falcão disse que Aécio era machista, imputando ao PT o rótulo de machista. Deveria reforçar o frame “leviana”, e dizer que “a presidente é ainda mais leviana quando se finge de ofendida semanas após ter dito que Marina não poderia ser presidente por ter chorado” (ou seja, isso é ser agressivo com mulheres, pois é violência psicológica), e ainda esfregar na cara do PT suas vítimas, como Maria Corina Machado, Yoani Sanchez e as meninas estupradas pelo pedófilo Eduardo Gaievski.

A regra é clara: um psicopata não pode ter o direito de se fingir de vítima. Ele precisa ser desmascarado.

Lamentavelmente, o debate da Record foi ofensivo, não para Dilma, mas para os eleitores de Aécio, que viram um candidato intimidado pelo jogo psicológico planejado por petistas cínicos e seus jornalistas aliados. Felipe Moura Brasil tratou muito bem essa questão há poucas horas:

Se o Hamas ataca Israel, não há notícia. Se Israel reage, a notícia é a sua agressividade. Se as Farc atacam a Colômbia, não há notícia. Se a Colômbia reage, a notícia é a sua agressividade. Se Dilma Rousseff ataca Aécio Neves, não há notícia. Se Aécio reage, a notícia é a sua agressividade.

Onde houver um conflito físico ou verbal, bélico ou político, envolvendo forças antagônicas que subentendem posições ideológicas distintas, haverá noticiários falsificados pela inversão revolucionária do sujeito e do objeto da agressão. A inversão pode aparecer explícita ou camuflada na condenação genérica à “agressividade” da disputa. De uma forma ou de outra, cresce então uma campanha contra a agressividade da vítima, feita intencionalmente para evitar que ela reaja com a firmeza necessária aos ataques daqueles que jamais sucumbirão a apelos semelhantes – e que ainda se farão de vítimas eles próprios. Assim se faz a pressão midiática pelo suicídio real ou político de um país, um grupo ou alguém que a mídia militante despreza.

Felipe está certo! E isso é algo que a equipe de marketing do PSDB ainda nem sequer percebeu.

Alguns podem dizer: “Mas o Datafolha não falou da agressividade maior de Aécio do que Dilma?”. É a política, estúpido!

O PT começa a atacar e ao mesmo tempo se finge de vítima, sempre dizendo que “a campanha do outro é agressiva”. Sempre foi assim na história da extrema-esquerda, por que agora seria diferente? O que acontece é que o frame “agressivo” pairou sobre Aécio não por que ele foi agressivo, mas por que o PT o chamou de agressivo mais vezes, mesmo que a campanha do PT tenha sido a mais agressiva (e baixa) da história da política nacional. Em outras palavras, a maior agressividade do PT ao lançar desonestamente o frame “agressivo” sobre Aécio é o que o fez parecer agressivo, mesmo ele sendo muito mais pacato do que Dilma.

Em resposta a isso, Aécio deveria ter ido para o debate da Record com os dois pés no peito, mas usando o debate propositivo assertivo, conforme sugeri aqui, e aproveitando-se do Efeito Calígula que se abateu sobre o PT.

Dilma se fingiu de vítima por causa do termo “leviana”? Deve ser lançada sobre ela toda vergonha do mundo por promover uma campanha sórdida de difamação pela Internet (o caso da “agressão à esposa”) e em seguida se fingir de vítima pelo uso do termo “leviana”, tentando enganar o eleitorado fingindo que isso significa “prostituta”. Simulação de falso entendimento é uma monstruosidade moral. Não há problema em usar esse tom diante de Dilma.

Se é para ser mais “light”, Joice Hasselman dá uma ótima dica. Joice fez o que a equipe do PSDB não fez: mostrou o quanto é vergonhosa a atitude de Dima.

Dá para notar a munição infinita do PSDB, enquanto o PT tem balas contadas no tambor. E mesmo que o PT tenha sido mais agressivo, atacou primeiro chamando o oponente de agressivo. É claro que o pessoal da campanha de TV e rádio está dormindo no ponto.

Sobre ataques em geral, um leitor escreveu o seguinte:

O PSDB aceitou um “acordo de não agressão” com o PT, trato firmado junto ao TSE onde ambos os partidos se comprometeram a apresentar suas propostas na campanha televisiva sem fazer acusações e ataques ao adversário.

Chegou o horário eleitoral e a campanha do PSDB cumpriu o acordo, fez críticas como qualquer partido de oposição e apresentou suas propostas.

Na hora do PETÊ foi um show de acusações infundadas, atacaram Aécio da forma mais covarde e mentirosa possível como sempre!

Em nota o PT disse: “Já tínhamos gravado o programa!”

Então Aécio, meu voto é seu, mas aprenda de uma vez por todas: NÃO HÁ NEGOCIAÇÃO COM TERRORISTAS!

Será que nunca vão aprender?

Mas será que o pessoal da campanha tucana não notou que os petistas atacaram o quanto quiseram, da forma que desejaram, baixando o nível como jamais foi feito e, depois de satisfeitos, “sugeriram acordo de paz”. É brincadeira?

Essa vergonha de marketing está na hora de parar. E o debate da Globo é onde Aécio deve mostrar o líder que realmente é, não uma figura orientada por marqueteiros que parecem lutar pela manutenção de seus dogmas, não por resultados.

Política é guerra. Simples assim. E quem não entendeu isso tem que sair da frente e dar espaço para quem entendeu essa obviedade:

Em quase todas as posições, o PT foi assumindo a dianteira, não por ter munição ilimitada, mas por atacar muito mais. E na guerra política, o agressor geralmente prevalece. Ademais, política é guerra de posição. Se ocorreram perdas no eleitorado feminino, é pela falta da compreensão desses dois princípios.

Acho que quase todas as questões e dicas já foram abordadas em outros textos, seja aqui ou em outros blogs. Aécio já deve ter a munição. Agora a receita para o sucesso se baseia em usar a munição, atacar sempre (até quando estiver se defendendo) e não dar ouvidos a marqueteiros que ainda acreditam no mito de que “agressão não funciona” ou que “campanha de medo não dá certo”.

É hora de vencer o PT e a campanha de TV e rádio do PSDB.

Anúncios

27 COMMENTS

  1. Luciano,

    Hj foi a única vez que vi o programa do PT na tv e até vi que se não tivesse certo valores e compreensão escolheria eles se chegasse hoje no Brasil.

    Essas pesquisas para mim só servem para uma coisa: o Aécio ir pro pau e ser aquele do SBT.

    Na dúvida Aécio leia esse blog e veja uns episódios do Jack Bauer, com terrorista não tem papo, tem ação.

    • Exatamente Pablo: ou o Aécio, no mínimo repete sua atuação no SBT neste último debate na Globo, ou viveremos os 4 próximos anos angustiados sob a ameaça bolivariana/cubana, a começar pela “Reforma Política” com base numa Assembléia Constituinte. Erros na política que poderiam ser resolvidos através de algumas PECs.

  2. O PT fez uma campanha baixa, vil. sórdida, mas o Aécio foi incompetente para responder, pode-se dizer que foram os marketeiros mas ele está acima deles e o no mínimo foi conivente com a decisão deles, quem é incompetente fica longe do mérito da vitória.

  3. Não pode haver eleição!
    Ela é Presidente, em primeiro lugar, cometeu crimes no exercício do cargo, já de conhecimento da justiça, a delação premiada prova o envolvimento dela.
    Tem que ser impedida de de se candidatar!
    É um prejuízo enorme para a nação (fora o que já detam)
    Não se pode debochar das pessoas desta maneira, quem eles pensam que são?
    A maioria da população enganada,
    FFAA tá na hora de interromper essas eleições , sob suspeição
    Tem que entrar pra valer, não tem a mínima condição de acharem que haverá lisura
    Pessoas de bem do nosso Brasil, candidato Aecio, se você quer mudar mesmo, peça imediatamente a interrupção desta eleição, o impeachment da Presidente e a realização de novo pleito pra daqui seis meses.
    Se por acaso através de fraude ela for eleita, haverá um enorme risco de guerra civil ou uma cruel ditadura.
    Pessoas de bem não pode haver eleição! É compactuar, ser cumplice deste imenso golpe contra o povo Brasileiro!

    • É possivel trocar o candidato até o último dia,antes da votação,mas nesse caso da Dilma ela tem que ser afastada diretamente pelo TSE,é a Lei das eleições.E,ainda Dilma tem que responder processo sobre as fraudes nas pesquisas.A ojeriza é muito grande contra Dilma,Lula e o PT.Como se justifica Dilma está na frente das pesquisas sobre Aécio.O COMUNISMO nunca venceu a DEMOCRACIA pelo voto direto,em nenhum lugar do mundo.Vence pela fraude e sacanagem,golpes e corrupção,assassinatos,roubos,sequestros e por aí vai…

  4. RADIO VOX

    Pessoal a probabilidade dessa informação ser verdadeira é alta! Se não fosse o prof Olavo de Carvalho não iria compartilhar:


    JORNALISTA BRASILEIRA QUE RESIDE EM MILÃO , ITÁLIA , ESTÁ DE POSSE DE UMA GRAVAÇÃO DE UMA ESCUTA TELEFÔNICA ENTRE O DIRETOR DA DATAFOLHA COM UM ALTO DIRETOR EXECUTIVO DA GDK EM SALVADOR.

    O DIÁLOGO EM FITA ESTÁ NESTE MOMENTO VOANDO PARA CAMPINAS NUM JATO PARTICULAR PARA UMA ANÁLISE RESERVADA POR UMA EQUIPE ESPECIAL DA UNICAMP.

    ELA VAI APRESENTAR A FITA EM JUÍZO POIS TEM MEDO DE SER ASSASSINADA.

    NA FITA ESTÁ CLARAMENTE DITO O VALOR DE R$ 83,0 MILHÕES DE REAIS PARA FORJAR OS DADOS ATÉ A ELEIÇÃO , EM PROL DA CANDIDATA DILMA.

    VAZOU OS DADOS CORRETOS: AÉCIO TEM 68,34 % e DILMA TEM 31,66 %.

    COMPUTADOS 100 % DOS VOTOS VÁLIDOS.

    ESTA NOTICIA ACABA DE CHEGAR A MIM DA COSTA OESTE DOS ESTADOS UNIDOS.

    ATÉ SÁBADO TODA ESTA FORJA DE DADOS DE PESQUISA VIRÁ A TONA.

    GRATO

    SERGIO LUIZ DA MOTTA ZOROVICH
    CAPITÃO DE MAR E GUERRA

    ———-

    Sergio Luiz Zorowich

    Facebook ( https://www.facebook.com/sergioluiz.zorowich?fref=nf )

    NOTA DE ESCLARECIMENTO

    EU SOU O CAPITÃO DE MAR E GUERRA ( RR1 ) SERGIO LUIZ DA MOTTA ZOROVICH , HOJE PRESIDENTE DAS EMPRESAS DO GRUPO ZOROVICH.

    TENHO DUAS CARACTERÍSTICAS ÍMPARES :

    1.) EU NÃO MINTO.
    2.) NÃO TENHO ” RABO PRESO “.

    ———-

    • Quando virá à tona essas gravações. O Brasil e os brasileiros não podem deixar que essa putaria fique impune. Mensalão, Petrolão, etc……. . Por muito menos, em 64 os milicos deram à cara. E hoje, por que não há uma posição das nossas FORÇAS ARMADAS?

  5. Tucano não tem concerto Luciano, O Aécio tomou uma pechada de nazista na testa e responde dizendo: Nossa Lula, você se apequenou! VTNC Aécio! Mas voltando um pouco na história, Aécio terá merecida a derrota,se ela vier. Em 2004 no auge do escândalo do mensalão, Aécio Neves (então governador de Minas) foi o primeiro grande político da oposição a sair em defesa da reputação do Lula, dizendo que acreditava na sua inocência,com certeza no afã de obter lucros políticos no futuro. Taí o seu troco mané, vai aprender que psicopatas não sentem gratidão. Nossos políticos de “direita” brincam com fogo sem saber que ele queima.

  6. Oh céus, Luciano!

    Quanta lerdeza de atitude, falta de criatividade e excesso de burocracia na equipe tucana. O marqueteiro em nenhum momento pensou numa hipótese de desconstruir a armação de fazer o Aécio um Brucutu, só com alguns poucos pelinhos de barba que ele deixou aparecer em HD? Não percebeu que essa armação foi estratégica e que caiu como luva para conquistar os votos indecisos, esses já localizados na falta de opinião das donas de casa, essas mulheres submissas e ironicamente chamadas de “rainhas do lar”?

    Uma sugestão: Procurem Maria da Penha, essa mulher corajosa e obstinada que lutou por justiça contra a violência que viveu e assim promoveu a Lei que ampara tantas outras brasileiras ainda vítimas do machismo. Saibam conversar, respeitem a sua personalidade que parece avessa à participação política partidária, não encontrou apoio nas instituição e então teve que abrir sozinha um espaço jurídico. Acho que ela não topa dinheiro, se fosse desse tipo seria tão cordata quanto um Chico Buarque e por um custo bem menor que o dele. Ao que parece ela é cheia de brios, por isso respeitada, será que autorizou ser usada qdo citada na campanha do pt? Como ela avalia as ações do governo federal em defesa à violência contra as mulheres. Que eu saiba, o estado de S.Paulo é pioneiro e concentra o maior investimento em políticas públicas de apoio às mulheres, delegacias, terapias, abrigos, hospitais, capacitação profissional, etc Se conseguirem uma gravação p/ TV, não precisa se defender o candidato, basta responder se está satisfeita com este governo federal e se acredita nas promessas eleitoreiras. Se concorda que a Lei c/ o seu nome sejam explorados para denegrir imagem de uma pessoa que talvez ela não conheça pessoalmente, de ser citada em propaganda sem escrúpulos e de última hora, quanto mais impune ,mais abusiva. Seria uma entrevista de pauta, hoje a Lei é comentário geral, de Norte a Sul, Leste a Oeste, o Brasil sabe quem é Maria da Penha.

    Que descubram o contato e selecionem alguém, da equipe do Aécio ou da mídia amiga, com preparo e sensibilidade para essa entrevista, tem que ir para rádio, net e TV já nesta noite de 24/10 , ou no sábado no mais tardar,e continuar repicando em reproduções, repasses e compartilhamentos, inclusive no domingo.

    Não pode transparecer que é ação política, tem que se caracterizar apenas como entrevista. Não preciso dizer que é URGENTE.

    Se por acaso vc concordar com minha sugestão talvez queira fazer algum comentário, pode levar diretamente à equipe do Aécio, se é que tem acesso fácil, só peço o favor de não publicar nada sobre isso, o pt se infiltrou em tudo e tem militância ladina e articulada para roubar e fazer jogo com qualquer ideia que possa ser aproveitada em seus objetivos espúrios. Vc me ensinou isso.

    Abçs

    Luiza

  7. Muito bom este texto, ele precisa ser urgentemente compartilhado com a página do Aécio. É importante que os ataques venham com breves e simples explicações da razão do ataque. Por exemplo, se a Dilma mente descaradamente, e Aécio resolver chamar de leviana, acrescente que algo como “bom, se voce é irresponsável a ponto de fazer graves acusações sem o menor indício ou prova do que diz, você está sendo leviana”, mas o ideal é usar termos mais claros e direitos para o povo, assim voce precisa explicar menos, como chamar de mentirosa, irresponsável, antiética, sem senso moral etc. Amanhã é um dos dias decisivos, talvez o mais decisivo, será necessário que a oposição fique alerta, criando memes, vídeos, fazendo comentários etc.

    Olho de tigre

  8. Senhores, já foi muito falado sobre as fraquezas de Dilma. São as fraquezas de Dilma que permitem a um combalido e diminuído PSDB, sem os aliados históricos, disputar uma eleição e ir para as urnas com uma desvantagem inicial ínfima (se é que ela realmente existe).
    As pessoas reagem seja emocional, seja racionalmente ao que se fala. Temos visto uma campanha muito forte levada pelo emocional em favor de Dilma, enquanto a do Aécio peca por valorizar apenas o racional. Excitar as paixões não é algo que precise de veracidade, raciocínio, inteligência, leveza, grau superior. Basta, como tem sido dito aqui, ocupar posições, defender o seu posto, imputar ao outro um rótulo e garantir para si a vantagem “ao lado do povo”. Isso requer DISCURSOS INFLAMADOS. Dilma não é boa nisso, ela se perde nas palavras. Ela é boa em mentir incessantemente. Ela é uma leninista. Desde a ditadura, quando fazia a organização das ações subversivas, ela age assim, como uma mulher no meio de um monte de homens, armados e sem caráter. A força da Dilma é notória na sua reação e no contraste. Vejam quando Dilma se tornou a pretendente do PT. Está no youtube o vídeo com a discussão no senado com o Sen. Agripino. Ganhou os holofotes da mídia internacional com uma discussão inócua em que poucas pessoas sequer acompanhavam a tv senado. Resultado disso, até hoje mantém uma comissão da verdade que devassa totalmente a orientação do STF sobre a lei da Anistia.
    Do outro lado, notadamente no NE, há a fraqueza atual do Carlismo, abatido pela derrota de uma campanha em que eram grandes favoritos (pelas pesquisas), do governo desastroso do Dem no RN, no Ceará onde Eunício, que seria no mínimo neutro em comparação com o outro candidato dos irmão Gomes/PT (podendo se inserir a proposta Aécio com mais penetração no eleitorado), e a mesma do grupo Sarney (aqui apoiado pelo PT mas como o adversário era mais a esquerda, fechou o espaço para o PSDB). Pessoalmente arvoram-se em sumidades e pavoneiam para lá e para cá, sem compreender o momento crítico em que se vive. Sequer acreditam nas suas propostas, aceitam que não há mais a fazer no front das cidades pequenas e sem grandes oportunidades econômicas do que pedir dinheiro ao governo federal. Com isso ganham a política, cidadezinha por cidadezinha, onde nem tem internet, onde a TV e o jornal é o da concessão do Collor. Perderam a proposta, perderam os media, perderam o rótulo “amigo do povo” de lavada para o PT. Em SC é o oposto, o povo não aguenta mais interferência do governo. O amigo do povo é quem quer mudar esse estado de coisas. No NE em geral a mudança é mais governo, no rótulo.
    Ora a Dilma é subestimada como debatedora. Ela é uma leninista. Ela vai se vitimizar sim, ao máximo, para jogar a carta mulher/machista/torturador/opressor/homem branco católico – para atacar por esse lado o PT faz um misancene a favor da Palestina, absolutamente inócua, ao passo em que o clero é PT por n fatores (o que não significa que os cristãos tenham essa opinião forçadamente). Ela vai desprezar arrogantemente quem perde para ela, sim, aliás arrogância é o que não faltou nos últimos 4 anos, e alguns não aprenderam. Ela vai manipular versões dos fatos, inflar números, desfiar críticas excessivas (desconhecendo qualquer mérito no adversário), tratar o adversário como inimigo público, como um traidor da pátria/revolução. ISSO É A DILMA. ISSO É O TARSO GENRO, no RS (com roupagem diferente, a de homem importante do partido/país). É coerente com uma mulher com idéias extremamente progressistas (e teóricas), que não vai medir escrúpulos no modo de defendê-las porque simplesmente estão longe de ser atingidas (alguma sequer são possíveis). Acrescento que não vejo nela utopias socialistas, apenas um reflexo do partido, hoje nefastamente conduzido por um arremedo de gente como o Rui Falcão. Sob qualquer condição e em qualquer tempo o PT vai achar o congresso conservador. O STF tucano. O Genoíno um santo. O Dirceu um dínamo. O Lula um deus. Os petistas mesmos não se entendem com a cúpula, que faz acordos de não criar lei de aborto e têm que saciar a vontade da bancada fazendo “concessões” como a retirada da necessidade de BO para aborto em caso de crime de estupro (vale a palavra, ou seja não existe mais um processo tecnicamente nem uma investigação sobre o suposto agressor). Continua brandindo a etiqueta pro choice, por ser mulher e “progressista” em relação ao Aécio, e ao mesmo tempo não desagrada aos católicos (berço PT) por causa do acordo e desinformação. Ganha nas duas frentes. Os sindicatos, professores, servidores, em grande número já pendem para o PT.
    Em compensação, os doutos formadores de opinião querem fazer crer que não se pode “atacar”. Mas essa é a única forma de expor as incoerências entre palavras e atitudes. Para neutralizar essa postura o Aécio precisa ficar muito sereno, pensar que é ali o lugar em que se preparou para estar nos últimos 26 anos. Que está a um passo da vitória. E ter a informação completa sobre o adversário. No debate do SBT, sentados, ele ficava mais tempo lendo seus papéis, inclusive usava o início do seu tempo para isso, o que lhe ajudou. Permanecia parado, o que lhe evitou algumas respostas reacionais ao gatilho emocional formulado pela Dilma. Simplesmente Dilma tem um arsenal a sua disposição de truques e cascas de bananas e não dá pra raciocinar tudo na hora. Ao mesmo tempo em que seus pontos fracos não a permitem deixar a postura ofensiva, tornando necessariamente o debate “ruim”. Ele deve abandonar a estratégia da Record em que tentava amenizar unilateralmente o clima. Amenizou mas perdeu a opinião pública. Não pareceu “presidenciável”, não pareceu um líder, no máximo um diplomata.
    Aécio agora não é desconhecido, é o mais rejeitado. Ele precisa, independemente do tema em questão, dar a impressão de que é aquilo que diz que é. Aqui em SC o candidato Bauer explicou a gestão inteligente da saúde. Eram 3 pontos curtos e que davam credibilidade a sua proposta no campo saúde. O Aécio faz isso quando fala de economia. Só que eles ficaram mais espertos com o tempo e com o estilo bully do Mantega que achou pontos fracos, justamente no ponto forte que é o Fraga. O grande calcanhar de aquiles do PT é política externa (deve evitar mencionar com frequência porque é complexo), serviços públicos e corrupção. Para parecer crível ele tem que formular a resposata atento a tudo que falou até agora e causar impacto na resposta, mostrando com ma dicção pausada capacidade para realizá-lo e segurança. A pausa no momento certo fará o espectador esquecer da versão da Dilma, sem necessidade de verborragia, impossível nos 2 minutos. A cada elogio que ele faz a um programa social é um ponto que ele dá para o PT. Deve apenas dizer “Manterei o bolsa família, iniciado pelo meu partido” e jogar o jogo político, conforme diz o Luciano. Ele tem ampla chance de sucesso e de ganhar a eleição se fizer isso. As perguntas do público pela surpresa vão pegar Dilma desprevinida, nem que seja uma ou outra vez, onde a capacidade natural do Aécio argumentar e bolar alguma frase de efeito sobressairá e poderá ganhar bons momentos. Após isso o encerramento que ele faz com magistral diplomacia. A tática é começar atacando e vencer no cansaço, sendo sereno. Quando mudar o bloco, o telespectador respira. E deve ter cuidado ao formular as perguntas e respostas para neutralizar o combo tréplica + pergunta onde o candidato pode ficar 5 minutos (se houver alguma interrupção) monopolizando as atenções e levando o debate ao seu favor.

  9. A eleição será decidida no debate da globo.

    Por um lado é até positivo que o tucano apareça atraz nas pesquisas: se o PT P-R-E-C-I-S-A-R, ele ira fraudar eleições sem a menor sombra de dúvida. Mas tenho certeza que não são loucos de fazer isso toda a hora… só irão fazer mesmo se for algo estritamente necessário, e fácil de esconder…

    Com a Dilma na frente nesse momento (supondo que os orgãos de pesquisas não tenham sido comprados) com certeza não haverá fraude.
    Por outro lado Aécio tem chanses de subir na ultima hora assim como fez no 1o turno. Os votos da Dilma tem uma inércia enorme. O que ela vai ganhar é o que está ai, para menos. O 1o turno mostrou isso. Já os indecisos, estão na real indecisos entre Aécio e nulo. Aécio tem uma ultima chanse de ganhar se for mitico no debate da globo. Caso contrário, já perdeu.

    Eu não acredito na vitória de Aécio, mas também não acreditava que ele fosse para o segundo turno…

    Há, se confirmando as projeções de que a Dilma vencerá, devemos definir como prioridade 0 impedir a todo custo que a constituinte de reforma política ocorra. Se ela acontecer será o fim do Brasil assinado, somente um contra-golpe para reistituir a constituição de 88 + a extinsão do PT para colocar o Brasil de volta nos trilhos do desenvolvimento. Tenho muito mais medo disso que inflação de 15% ao ano, que é garantida a partir do segundo semestre de 2015.

  10. Sinceramente… Estou pensando em votar nulo, serinho… Se o Aécio vier com sangue de barata no debate amanhã acabou, não quero nadar e morrer na praia, deixarei ele sozinho, pois ele mostrará que não tem sangue pra governar, que nem Marina, imagina o Aécio frente ao PT como oposição? Porra, vai passar mal e quem vai mandar no congresso vai ser eles, enquanto a oposição for essa aí, de compadre… No chance, que a Dilma segura a porrada que está pra vir na economia brasileira, já espero o pior.

  11. Há aproximadamente 1 mês ouvi duas palestras de Silvio Medeiros no youtube sobre David Horowitz e Saul Alinsky, onde inclusive recomenda o site Ceticismo Político, onde obtive maiores informações. Com este conhecimento elementar sobre o assunto, entendo claramente quase tudo que diz o artigo acima. O que não entendo, é como o Aécio e sua equipe se deixam levar pela propaganda do PT, principalmente nos debates, quando deveriam prever tudo que o oponente vai fazer. Afinal, deveriam ser profissionais.

  12. Atenção pessoal, hoje quando anoitecer, fiquem de olho na primeira estrela que aparecer no céu e façamos um pedido:

    Que hoje o Aécio, no debate, nem de longe pense em cumprir esse acordinho de paz de merda. Vai pra briga com muito sangue nos olhos, Aécio. Não nos decepcione, por favor, envergonhe aquela Jamanta, é tão fácil pô…

    (não digo pra pedirmos pra estrela pra que ele ganhe as eleições pois isso já pedi bastante, e ganhar as eleições envergonhando a Dona Encrenca no debate será mais divertido)

  13. Hoje eu vi a propaganda do PSDB e do PT. O Aécio começa falando, agradecendo, e com uma versão instrumental do hino nacional ao fundo. Depois da fala dele, o hino continua sendo cantado, eu até cantei junto! Nunca algo me pareceu tão correto quanto aquilo. E depois, os pesos-pesados que estão apoiando ele – agora junto com o Neymar, alguém por quem eu não tinha o mínimo de admiração mas agora tenho respeito.

    Na propaganda do PT, começa um interlocultor falando da Veja. Acho que a palavra mais usada no programa deles foi “Veja”. Gastaram o tempo do último programa se defendendo de uma denúncia na capa da revista que a maioria das pessoas não iriam ver, e acabaram divulgando a revista e fazendo as pessoas terem curiosidade de ir atrás para saber o quê botaram lá de tão absurdo.

    No mais, um grande acerto do PSDB: em ambos os programas, ao mostrarem imagens dos comícios e campanha de rua, com o Aécio só tinha bandeiras do Brasil, enquanto que com a Dilma só havia bandeiras vermelhas com o nome dela e do PT.

    A mensagem ficou clara, agora só quem for muito idiota ou mal intencionado vai votar nela.

Deixe uma resposta