O que Karl Rove diria das declarações bizarras de FHC e Beto Richa nesta eleição?

41
116

120326_karl_rove_ap_328

Karl Rove foi vice-chefe da Casa Civil da Presidência da República dos Estados Unidos no mandato de George W. Bush. Ele foi o líder de marketing das vitórias eleitorais do candidato para governador do Texas (1994 e 1998) e, posteriormente, para presidente em 2000 e 2004.

Antes disso, ele era um Consultor Político com vontade de aprender. A respeito de The Art of Political War, de David Howoritz, ele disse que era o “guia perfeito para se vencer na política norte-americana.

Falaram aqui de um “Karl Rove para o PSDB”. É bom imaginar como ele reagiria à comunicação do partido, por exemplo, em duas ocasiões risíveis.

No começo do segundo turno, FHC disse:

O PT está fincado nos menos informados, que coincide de ser os mais pobres. Não é porque são pobres que apoiam o PT, é porque são menos informados […] Essa caminhada do PT dos centros urbanos para os grotões é um sinal preocupante do ponto de vista do PT porque é um sinal de perda de seiva ele estar apoiado em setores da sociedade que são, sobretudo, menos informados […] Geralmente é uma coincidência entre os mais pobres e os menos qualificados.

A primeira coisa que um Karl Rove perguntaria para FHC é: “Para que você disse isso? Isso atende a qual objetivo? Que sensações você quer evocar com isso?”

É evidente que FHC pisou na bola de maneira imperdoável, dando pretexto para que o PT iniciasse toda uma campanha de ódio jogando “a elite do PSDB” contra os nordestinos.

Aí Beto Richa disse:

Respeito muito a opinião do presidente, mas nesse aspecto discordo. Acredito que a votação forte do PT, não só agora, mas em todas eleições anteriores, é em função dos programas sociais, que têm uma predominância muito forte no Nordeste. E isso fez com que ao longo dos últimos anos fortalecesse demais o seu partido e os partidos aliados.

De novo as mesmas perguntas teriam sido feitas: “Para que você disse isso? Isso atende a qual objetivo? Que sensações você quer evocar com isso?”

Eu fico imaginando que respostas Richa e FHC dariam para estas questões.

Chegamos à uma constatação óbvia: em vários momentos, os líderes do PSDB nem sequer sabiam para que estavam se expressando.

Se Karl Rove tivesse acompanhado essa barbaridade, talvez diria que 48,50% foi até bom demais para essa eleição…

Anúncios

41 COMMENTS

  1. Com todo respeito, mas FHC calado é um poeta.
    Vale lembrar que foi graças a ele que a oposição desistiu de pedir o impeachment do Lula na época do mensalão.Cairam na conversinha de que seria melhor deixá-lo sangrar e deu no que deu.

  2. -off topic-

    Luciano, tenho a seguinte dúvida:

    Entendi que não se deve lidar com um esquerdista partindo do pressuposto de que ele é simplesmente alguém equivocado. E compreendo a necessidade de se desmascará-lo.

    Porém, eu mesmo, como acredito que muitos outros, já fui de esquerda, por conta da lavagem cerebral que sofremos nas escolas. Precisei de uma formação em engenharia, e de descobrir a existência de Teoria da Argumentação, para entender que havia sido doutrinado na escola. Só então, finalmente, resolvi procurar conhecer as ideias da direita.

    Ou seja, eu era simplesmente alguém equivocado! E o meu processo de “desintoxicação mental” levou muitos anos justamente porque eu não conhecia ninguém de direita para me ajudar com ele!

    Então, eu gostaria de saber se seria possível identificar se o esquerdista com quem se está argumentando é alguém a quem se pode mostrar que ele está de fato enganado ou se ele é simplesmente um histérico reproduzindo o pensamento do líder. Se sim, como fazer isso?

    Ou tentar realizar esta identificação seria perda de tempo, e o melhor seria mesmo ser sempre assertivo no desmascaramento?

    Mas, no caso de alguém simplesmente equivocado, a assertividade não poderia ser contraproducente, gerando uma reação emocional nele que faria com que ele desconsiderasse seus argumentos?

    Eu geralmente tenho partido para a assertividade / desmascaramento, mas simplesmente não tem funcionado (nunca encontrei uma “platéia” de indecisos; geralmente a “platéia” também é de esquerdistas, que passam então a apoiar o esquerdista com quem estou argumentando).

    Claro que compreendo que pode ser simplesmente falta de habilidade minha (eu não consigo nem convencer as pessoas de que o botão que regula a temperatura num aparelho de ar-condicionado é o botão em que está escrito “temperatura”, hehehe)… Mas tenho irmãos bem pequenos (10 e 12 anos – e as tentativas de doutrinação que passam na escola são pesadas, coitados) para quem consigo explicar conceitos básicos que os adultos com quem argumento não conseguem entender!

    Então não sei se simplesmente estou lidando somente com histéricos, ou se é minha abordagem assertiva que é o problema (se bem que já tentei não ser assertivo e também não resolveu).

    Para ser justo, também consigo explicar as coisas para a minha faxineira, e ela entende perfeitamente bem.

    Bem, a dúvida era essa. Se puder, por favor, me dê uma luz nesse assunto! Hehehe…

    Perdoe-me por ter escrito tanto e, por favor, continue com o ótimo trabalho!

    • Olha Gustavo, também tive uma mentalidade esquerdista do bom e bonito(não tinha reflexão das consequências do que eu defendia implicariam até fazer faculdade de ADM e conhecer um pouco do Olavo de Carvalho).
      A questão primordial é a seguinte na minha opinião: você está conversando com a pessoa sozinha ou está debatendo com ela(outras pessoas assistindo)?Por que a partir do momento que você debate, automaticamente você está querendo fazer a sua opinião se sobressair pelos demais,logo “fazendo a cabeça” dos outros(independente se e a pessoa é um vigarista ou ignorante). Em debater você deve dar tudo de si sempre para vencer.Em relação as pessoas próximas acho que você deveria conversar a parte com ela levantando os pontos.

      Treinei no canal do ótario debater com os militantes esquerdistas nesse post:
      https://www.youtube.com/watch?v=XpJxCgV1edc

      É só olhar o comentário do Bernardo Bartulic(tem 71 aprovações +-) e as respostas.

      PS:Gostaria da opinião do Luciano também

  3. Karl Rove é extremamente criticado dentro do partido republicano, longe de ser senso comum, se ganhou duas já perdeu duas, fora vários parlamentares que ele perdeu. Se foca e privilegia o “mainstream” do partido desprezando as bases.

  4. Luciano, haverá muitas manifestações nesse sábado em São Paulo contra o governo. Concordo com você que pedir o impeachment sem aguardar as provas é burrice, fica parecendo coisa de quem não sabe perder. Mas também não podemos perder essa oportunidade, essa motivação do povo de ir pelas ruas!

    Devemos ter foco! Criar slogans para repercutirem na mídia enquanto parte dela é livre! Algo como “Regulamentação da Mídia é censura!”, “Decreto 8243 é ditadura!” ou “Plebiscito é golpe”! Concordo que é tarde para reclamar das urnas mas, você não acha que pelo menos devemos gritar “auditoria das urnas já”? Mesmo que o TSE negue, seria importante levantar a atenção da população do porquê não ser possível ter recontagem!

    Qual seria a melhor maneira de aproveitar esse sentimento de revolta que corre o risco de esmorecer rapidamente? Dê suas sugestões e eu enviarei para os organizadores dos eventos.

    • Gostei de suas sugestões de pauta e acho que o caminho é esse.

      Escrevi algo nessa linha:

      “Deviam ser prioridades da Dilma:

      – melhorar radicalmente os índices da educação (não adianta vir com PRONATEC)
      – fazer o PIB crescer no nível dos melhores países da América Latina (competir com o pessoal da Aliança do Pacífico, no mínimo)
      – reduzir o número de homicídios para 40.000 por ano (só para começar como meta inicial)

      São prioridades da Dilma:

      – colocar a mão boba na constituição via assembléia constituinte
      – fazer censura de mídia
      – tentar manter decreto 8243

      E eles ainda dizem que são “o partido dos pobres”.

      É brincadeira?”

      Abs,

      LH

  5. Historicamente, o PSDB, embora esquerda(moderada), sempre assumiu um traço inequívoco dos partidos mais à direita:
    ABSOLUTA INCOMPETÊNCIA, PARA EXERCER O PAPEL DE OPOSIÇÃO!

    Quando falei em um post anterior sobre “EDUCAR A CLASSE POLÍTICA”, era em especial no PSDB que esta pensando. Dá vontade de pegar o FHC pelo pescoço e perguntar para ele: “Quer terminar teus dias CAPINANDO EM UMA COMUNA”, SUA ANTA ?? 🙁

  6. Olha que beleza o senhor FHC.

    “Não tenho dúvidas que o governo do PT ajudou mais o Nordeste. Eles foram beneficiados pela conjuntura favorável e ampliaram os programas sociais. Obviamente, com a prosperidade de 2004 a 2009, houve mais possibilidade de ampliar os programas sociais”, reconheceu, em entrevista à Rádio Jornal do Recife.

  7. Triste. Os caras acham que estamos no cinema norte americano dos anos 90, onde as eleições são disputadas romanticamente, com um piano ao fundo e tudo mais.

  8. A conclusão que eu chego é que Aécio era um bom candidato, mas o PSDB é um mau partido. Não deu o apoio que ele precisava nesse momento tão importante. E não foi nem por falta de boa vontade, e sim por despreparo mesmo.

    Os momentos em que Aécio apareceu na linha de frente, como os debates, foram os mais positivos. Agora, a equipe que estava por trás da campanha em geral era fraquíssima. Livro a cara somente do trabalho da equipe de preparação para os debates, que foi bem feito.

    • Na minha cidade ( 40 mil eleitores) nem comitê o PSDB montou, um guri que foi candidato na eleição anterior ( 600 votos ) assinou ficha no PMDB ) e quem fez a campanha do Aécio fomos nós do….. PP.Já lá em cudumundópolis ou lá em Fiofópolis a pt fez o diabo mesmo tendo 1000 e poucos elitopres do bolsa estômoago.

  9. Já que, agora, nos resta a oposição, como podemos responder ou até mesmo desconstruir as propostas de reformas governistas, principalmente a política, que estão por vir?

  10. Terceira lei de Newton: “Lex III: Actioni contrariam semper et aequalem esse reactionem: sine corporum duorum actiones in se mutuo semper esse aequales et in partes contrarias dirigi”. Ou “A toda ação há sempre uma reação oposta e de igual intensidade: ou as ações mútuas de dois corpos um sobre o outro são sempre iguais e dirigidas em sentidos opostos”. Assim, transferindo essa lei para a política e guardadas as devidas proporções, pergunto qual ou quais os partidos evidente e formalmente de direita no Brasil que poderiam fazer uma oposição à esquerda do PT? Qualquer partido de centro não poderia fazer “oposição” à esquerda, nem à direita, pois está no centro. E, como vimos, só a direita assumida pode, por uma questão ética e lógica, se opor à esquerda. Como o PSDB se coloca ao centro, está fadado a ficar parado ou, o mais provável, a ser derrubado pela força que vem da esquerda. Ao derrubar o “centro”, o PT assume essa posição central de “fiel da balança”, mas apenas para dar lugar a outra agremiação mais a esquerda ainda, tipo PSOL, que então assume o posto de esquerda. E todo o conjunto vai se “esquerdizando” ou se esquizofrenizando!

    • Li em algum lugar que o DEM pode fundir-se ao PSDB, e se o PP do nordeste largar o osso pode também associar-se ao bloco do PSDB fazendo com que a ala “esquerdofrênica” se escafeda para o PMDB, PDT ou outra sigla, em resumo, seria a volata do….. PFL.

  11. Luciano,

    O que você achou do discurso do Aécio após o resultado?

    Utilizando as indagações “Para que você disse isso? Isso atende a qual objetivo? Que sensações você quer evocar com isso?”.

    Não sei o que ele visava, mas pareceu frouxo e aceitando toda a posição tomada pela Dilma.

  12. Luciano, você já viu o que disse Rui Falcão, presidente do PT?

    “Só vamos obter a reforma política com mobilizações (de movimentos sociais). Só pelo Congresso Nacional, seja com essa legislatura, seja com a futura, é praticamente impossível”

    É ou não é a confissão mais clara de que o PT pretende, com o Decreto bolivariano 8.243, utilizar os coletivos não eleitos para burlarem o processo democrático?

    Eis aqui o link da fala de Rui falcão: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1539358-pmdb-resiste-a-proposta-de-dilma-para-reforma-politica.shtml

    Acho que seria positivo uma postagem denunciando e desnudando a fala desse petralha.

  13. Uma boa e partir para exigir o fim de urnas eletrônicas, tem que fincar uma posição a respeito disto. Não é possível participar do jogo, se os resultados NUNCA podem ser contestados?
    A possibilidade de fraude é gigantesca.
    Sem que possa ter recontagem de votos , e com “apuração secreta”, é uma aberração, continuar desse jeito. O juíz supremo participe um dos lados. !
    Aceitar esse jogo é compactuar com o crime contra a nação. Basta olhar para onde estamos indo, Motivo de chacota internacional, prejuízos estratosfericos , por conta da corrupção, impunidade em todas as esferas, aparelhamento
    Do estado pelo crime organizado. Acirramento das divisões entre a população e consequente aumento da violência, por aí vai.
    Porque? Porque as regras do jogo são uma Fraude desde o início. O Estado de Direito não existe por aqui.

  14. Concordo, FHC devia ter ficado calado em casa. Sua atuação foi um dos fatores da derrota, inclusive quando exigiu Pimenta da Veiga para candidato ao Governo de Minas.

    Aproveitando estava lendo agora mesmo a lista de livros que o Goebbels do PT e do Foro de São Paulo diz que fizera a sua cabeça:

    SERGUEI TCHAKHOTINE – ” A Mistificação da Massa pela Propaganda Política”.
    WALTER LIPMANN – “Public Opinion”, “The Cold War” e “The Public Philosophy”.
    EDWARD BERNAYS – “Propaganda”.
    GUSTAVE LE BON – “A Psicologia das multidões”, “A Psicologia do Socialismo”.
    MURRAY EDELMAN – “The Symbolic Uses of Politics”, “Politics as Symbolic Action: Mass Arousal and Quiescence”, “From Art to Politics: How Artistic Creations Shape Political Conceptions”
    DENNIS C. MUELLER – “Public Choice”
    REGYS DEBRAY – “Vida e Morte da Imagem”
    GLAKOFF – “Don’t Think an Elephant! Know your values and frame the debate”
    DREW WESTERN – “The Political Brain”
    WILLIAM MEYERS – “The Image Makers”
    GREG MITCHELL – “The Campaign of the century – Upton Sinclair’s race foi governo of California and the birth of media politics”
    THEODORE WHITE – “The making of the president”
    KATHLEEN HALL JAMIESON – “Eloquence in an electronic Age”

  15. Notícia antiga, mas serve para entender por que o governo do PT é contra a caridade

    ““Hoje, os incentivos dos governos para o setor, para que a iniciativa privada invista no social, são muito poucos. E os que existem são difíceis de se acessar, tanto para as empresas quanto para os projetos sociais”, diz Heloisa Oliveira, gerente de Investimentos Sociais e de Negócios do IAS.”

    http://odia.ig.com.br/noticia/economia/2013-12-20/brasil-e-pessimo-colocado-no-ranking-da-caridade-mundial.html

    E por que isso? Por que o governo quer manter no cabresto os mais miseráveis. Caso contrário, ficaria muito difícil fazer terrorismo eleitoral e se alimentar politicamente do medo dos mais necessitados.

  16. Olha a gorda aí querendo a tal constituinte , para respaldar o decreto Sinistro!
    Já falando de “reforma politica”, olho vivo, hora da guerra, se se desmobilizar e ficar chorando em cima da urna esparramada, vão passar o rodo em todo mundo,
    já que pelo menos um arremedo de oposição se fez presente, tem que chegar junto com os deputados , senadores e governadores eleitos, senão os caras ficam lá falando sozinhos, organização e a palavra Chave!
    Vão votar tal Projeto?
    Pra rua dizer sim ou não se for coisa polêmica, apoiar ou não nas redes, etc.
    Aparecer!
    Oposição eternamente silenciosa, ? Não vai nunca pelo menos uma vez na vida assistir uma sessão na câmara de sua cidade, ver como funciona, o que estão Fazendo? Aí fica fácil , porque eles são organizados, tão lá na porta esperneando, Aparecem !
    olho Vivo!

  17. O FHC tem alma petista. Em conversa com Cristovam Buarque, declarou que o PT e o PSDB tem os mesmos objetivos e lutam apenas pelo poder. De fato, foi isso que o acordo de Princenton estabeleceu mesmo: a divisão do poder no Brasil por esses dois partidos. Por isso é salutar esse despertar de um movimento conservador para permiitir a criação de um partido forte no futuro que quebre a supremacia daquela serpente de duas cabeças http://www.midiasemmascara.org/artigos/movimento-revolucionario/10740-o-ovo-das-serpentes-gemeas.html

Deixe uma resposta