Depois da campanha do nível do esgoto, Dilma agora quer dialogar com Aécio e Marina. O Aloysio Nunes é que está certo…

22
118

Terminator-talk_to_the_hand_man

Alguém devia dizer para a presidente reeleita Dilma Rousseff que cinismo tem limite. Ela realmente passou do nível da afronta tradicional petista e parece estar querendo tirar com a cara de todo mundo.

Leia a notícia Dilma diz que chamará Aécio e Marina para dialogar, da Folha:

A presidente Dilma afirmou, em entrevista ao “Jornal do SBT” na noite desta terça-feira, que aceita em seu segundo mandato dialogar com os dois candidatos que ameaçaram sua reeleição, Aécio Neves e Marina Silva.

“Sem a menor sombra de dúvida estou aberta ao diálogo. Acho que a palavra correta no início de um governo é se abrir ao diálogo com todos os setores, o Aécio, a Marina. Sim, posso chamá-los sim”, disse.

Ela não eu detalhes de como ou quando esse possível diálogo poderia ser estabelecido.

“É necessário que a gente crie no Brasil pontes. Não precisa de ter as mesmas posições. Quando eu falo em união, eu não quero aquela união que torna tudo pasteurizado. Quero aquela união que as pessoas mantenham suas diferenças de opinião, que possam agir de forma diversificada e que, ao mesmo tempo, conversem. A conversa não implica em abrir mão de nada. Ela mostra generosidade, mostra espírito público.”

Minutos antes, em entrevista ao “Jornal da Band”, ela havia dado declaração parecida em relação a dialogar com Aécio.

Segundo ela, esse diálogo terá que ser não apenas com a oposição, mas também com a “os setores produtivos, os bancos, as representações da sociedade”, disse na Band.

Durante todo o seu primeiro mandato, Dilma foi criticada por não ouvir políticos, empresários e movimentos sociais.

Aécio, não caia neste jogo. Essa senhora tem que fazer o trabalho dela e você o seu, de oposição.

Faz muito bem o Aloysio Nunes ao dizer o tom com que ela deve ser tratada a partir de agora. Veja em matéria do Estadão:

Dois dias após o segundo turno, o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), ex-vice na chapa de Aécio Neves à Presidência da República, afirmou nesta terça-feira que rejeita participar de qualquer acordo com a presidente Dilma Rousseff (PT). Para ele, Dilma não tem “autoridade moral” para propor um diálogo. Em inflamado discurso da tribuna do Senado, o tucano disse que Dilma não pode dizer que “não sabia o que estava acontecendo” dos ataques que ele e Aécio sofreram na internet de pessoas “a serviço do PT”.

“(Não se pode) transformar as redes sociais em um esgoto fedorento para destruir adversários. Foi isso que fizeram. Não diga a candidata Dilma que não sabia o que estava acontecendo. Todo mundo percebia as insinuações que fazia nos debates e os coros nos debates sociais, dizendo que o Aécio batia em mulheres era drogado. Quem faz isso não tem autoridade moral para pedir diálogo. Comigo, não. Estende uma mão e, com a outra, tem um punhal para ser cravado nas costas”, criticou o tucano. Aloysio Nunes disse também ter sido informado por familiares de que, nas redes sociais, o nome dele chegou a ser vinculado ao tráfico de drogas.

O tucano disse que pretende discutir reforma política, como defendeu Dilma no discurso da vitória no domingo (26), mas destacou que antes quer que sejam concluídas as investigações dos escândalos da Petrobras, para que não digam que há “corrupção na política porque faltam recursos de financiamento público para as campanhas”.

Aloysio Nunes reafirmou o discurso, já relatado em reportagem do jornal O Estado de S. Paulo de hoje, que não dará trégua ao governo.

O tucano disse que Dilma não cumpriu nenhuma das promessas para a PF e para a Polícia Rodoviária Federal. E concluiu o discurso, em duro tom: “Eu fui pessoalmente agredido por canalhas escondidos nas redes sociais a serviço do PT, de uma candidatura. Eu devo essa satisfação às minhas famílias, amigo e à nação. Não faço acordo. Não quero ser sócio de um governo falido, e nem cúmplice de um governo corrupto”.

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), afirmou que “de nenhuma forma” o PT, como partido, ou Dilma teriam estimulado ou patrocinado qualquer tipo de agressão nas redes sociais. O petista disse que não se pode atribuir essa ação ao PT e exemplificou que, no dia da eleição, foi atribuído a petistas a suposta morte por envenenamento do doleiro Alberto Youssef, delator do esquema de corrupção na Petrobras, que foi internado em um hospital em Curitiba no final de semana.

Se bem que se Aécio usar este tom, Dilma pode se fingir de ofendida de novo e dizer que ele está sendo “agressivo com as mulheres”.

Melhor que ele mande Dilma dialogar com sua mão…

Anúncios

22 COMMENTS

  1. Por outro lado isso é uma faca de 2 gumes.
    Aécio tem o dever de se manter todos esses 4 anos o mais visível possível. Aumentar sua popularidade. Visitar o Norte e Nordeste. Mostar que está com o povo.

    PSDB perdeu. A vida continua. Agora é focar des de já em 2018. O judiciario já é um braço permanente do PT, mas ainda podemos mudar o legislativo e o executivo….. eu acho

    • O Aécio durante o período que foi governador de Minas e senador passava mais tempo aqui no Rio de Janeiro do que em Minas e tomou na bunda tanto aqui quanto lá.
      O que ele precisa é tomar vergonha na cara e virar homem! Entender que as pessoas que votaram nele fizeram isto não porque ele traz inspiração, e sim porque estavam contra o PT. O que ele precisa é virar homem, honrar as bolas que tem e fazer uma oposição sincera tratando a Dilma e o PT como devem ser tratados. Ou seja, como organização criminosa.

      • O PT chega na frente do Aécio e fala:
        – Tire a roupa agora, que irei democratizar seu cú
        – O que? Espere, vamos conversar senhor? Isso até parece o que chamam, de (com todo respeito) estupro
        – Mas que absurdo!! Mídia golpista!!!! Caluniador, difamador!! Iremos processar você por discurso de ódio!! Veja povo brasileiro, ele está tentando acabar com o bolsa família!!!! Machista!! Pra que tanto ódio contra os nordestinos, Xenofabo!!!
        – Desculpa, acho que fui mal interpretado
        – Não tem desculpa, abaixa as calças, e irei democratizar seu cu agora, se não você irá sofrer as consequências legais cabíveis!
        – ok

  2. Eu tava pensando em o Aécio e a Marina só aceitarem dialogar com a Dilma caso a mesma se desculpe publicamente por CADA UMA das mentiras lançadas durante a campanha.
    É claro que é muito mais fácil eu ganhar cem vezes seguidas na mega sena e receber um presente do Papai Noel do que isto acontecer.

  3. O Aécio não parece estar muito interessado em averiguar as fraudes nas urnas eletrônicas, e há bastante material na web sobre ocorrências no mínimo estranhas com urnas, teve urna votando sozinha, pessoas achando boletins de urnas e material de mesário no lixo, mesário relatando urnas que davam 400 votos para Dilma e 0 para Aécio, pessoas relatando que já haviam votado por elas, e sabe-se lá mais o que que aconteceu e não foi registrado com uma câmera.

    Fazer o que, assim ele perde toda a credibilidade como opositor, para que votar em uma pessoa que, se concorrer em 2018, e novamente a eleição for escamoteada, ele não vai fazer nada, e falar no facebook “por favor não dispersem”. Agora é hora de denunciar a eleição e o Dias Toffoli, e procurar um político com coragem para bater no PT de verdade.

  4. Dilma, vá ver se estamos na esquina vendendo picolé. Vá dialogar com o Lula. E se vire com o Governo. Para mim quanto pior, melhor. Agora sim.

  5. Senhores, até 2018 é muito chão, até lá não haverá a necessidade de apoiar o Aécio Neves, provavelmente haverá a oportunidade de apoiar uma candidatura como a da Denise Abreu, do Bolsonaro (embora ele tenha uma postura radical) ou qualquer outro que surja nesse interim. Eu espero do fundo do meu coração não estar com o Aécio, nada contra, ele é o “doce príncipe” como fala um amigo meu da zueira, mas como oposição se mostrou fraco, esperemos esses 4 anos, há muito o que rolar até lá.

  6. Conversa mole pra boi dormir. Ela quer dialogar com o tacape na mão. Nem vem que não tem. Depois de detonar com os adversários, vem com flores murchas para tentar enganar os trouxas. Diálogo com gente sem escrúpulos? Só entre seres da mesma espécie. Oposição, bota pra quebrar!

  7. CORJA DESGRAÇADA!
    Mas, nestas eleições eles precisaram por de lado a “capa de cordeiro” e foram desmascarados! Devemos agora pressionar o Aecio e a Marina para que NÃO ACEITEM DIÁLOGO ALGUM! OUTRA COISA IMPORTANTÍSSIMA, É PRESSIONAR PARA A RETIRADA DO BANDIDO DO TOFFOLI DA PRESIDÊNCIA DO TSE!

  8. Se o Aécio se deixar levar por essa conversa mole estará traindo os 51 milhões de eleitores que votaram nele com o objetivo de tirar o pt do poder. Se não se assumir como líder da oposição, será colocado na lata do lixo da história, como aquele que poderia ter sido um estadista e preferiu ser um serviçal oportunista. Se não quer ser líder da oposição, os milhões de eleitores que votaram nele procurarão quem o queira. Os 51 milhões de que votaram em Aécio não querem que ele se torne um novo Silvério dos Reis. Mas se ele quer isso, então que o faça e arque com as consequências. Haverão outros nomes para liderarem a maioria que não votou no pt.

  9. No Blog do Coronel, há uma mensagem de vídeo do Aecio para seus eleitores.
    Agora é hora do Blocao do Não! Conversa nenhuma! Falou o Aluízio Nunes.

    Não sei se o Aecio vai conseguir coordenar a indignação de seus milhões de eleitores , espero que não dispersem, os vermelhistas não dão ponto sem nó

    derrubaram o decreto Sinistro, menos mal, mas tem um monte de entulho autoritário na pauta escondidos em projetos decretos, etc.

    e o site do Fofucho? Hein ? Pego na operação Lava Jato! Imaginem o resto !

  10. Esse sim é dos meus, Aloysio Nunes pra presidente! Esse é o discurso, sem medinho, sem elogiozinho, sem carinhos e afagos, não não, ele tá chamando pelo nome, e tá sendo educado até eu diria hein…

    E está certo ele: SEM ACORDO.

    Sempre quis levar isso aí como lema da oposição, e é o que ele levantou:
    SEM ACORDO.

    NO WAY.
    DE JEITO ALGUM.
    NÃO.

    NÃO.

    Não tem conversinha.
    Não tem cafézinho.
    Não tem papo de mesa de bar.

    Não sei vcs, mas pra mim, já era as amizades petistas. Chega.

    Aturei os últimos meses, no pesadelo da democracia (festa é o caralho, foi um pesadelo), um monte de amigos “aff, essa elite branca”, “quem vota no Aécio é idiota”, “nojo nojo nojo”, e fazendo propaganda pró-PT, e “chora coxinhada”, “chora tucanada”
    EU LÁ QUERO ACÉFALOS ASSIM PERTO DE MIM?

    Deus me livre.

    Cortei mesmo. Não quero mais. Chega.

    Tem petista com quem preciso conviver por obrigação, mas eu que não sou mais simpático com eles não. Merecem meu desprezo, por sorte não estou descontando neles minha ira.

    Estou me unindo aos meus iguais, aos 48%. União dos 48%, pra que possamos GUERREAR. Pra mim é GUERRA.

  11. Aécio não pode cair nessa. Tem que bater pra nocautear, ela não é mulher, é presidentE! Com “E”!!! E, como ela mesmo disse, se não aguenta o tranco, não deve tentar ser presidentE.

  12. Realmente, se a Marina e o Aécio aceitarem dialogar com corruptos, e bandidos…. estarão tirando o diploma de otários…, ele simplismente poderia dizer que não pode dialogar com um partido que teve toda a sua cupula presa na cadeia……., e não dialoga com “manipuladores” do povo….

  13. Tarde, meio tarde, Aécio…

    _______________________________________

    Aécio volta à cena e se coloca como líder da oposição
    Folha de São Paulo | 29.10.2014

    Depois de um pronunciamento tímido minutos após ser oficialmente informado de sua derrota, o candidato do PSDB ao Planalto, Aécio Neves, publicou um vídeo nas redes sociais em que agradece os votos que recebeu.

    Na mensagem, o tucano diz que vai fiscalizar o governo eleito e que a “força” que adquiriu na disputa é “que vai levar o Brasil à verdadeira mudança”.

    A fala foi interpretada por aliados como uma forma de Aécio se colocar como protagonista da oposição ao governo Dilma Rousseff (PT) e, principalmente, marcar posição no debate interno sobre a disputa ao Planalto em 2018.

    “Disputamos uma eleição desigual, com o outro lado usando como nunca a máquina pública, a infâmia e a mentira contra nós. Mas aconteceu uma outra coisa extraordinária, que foi o Brasil acordando. As pessoas indo pras ruas, tentando ser protagonistas do seu próprio destino”, diz o tucano no início do vídeo publicado na noite desta terça-feira (28) em seu Facebook.

    “Essa é a maior força que temos hoje”, continua, para dizer que irá ” fiscalizar” a petista. “Fiquem tranquilos que eu estarei atento e vigilante para que cada compromisso da campanha seja cumprido. Ou será cobrado.”

    Aécio encerra sua fala citando o ex-governador Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo durante a disputa, e Tancredo Neves, seu avô.

    Ele usou frases de ambos para pedir que seus apoiadores não se desmobilizem. “É isso que peço a cada um de vocês. Não vamos desistir do Brasil e não vamos nos dispersar. A força que nós adquirimos é a força que vai levar o Brasil à verdadeira mudança.”

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1540078-aecio-volta-a-cena-e-se-coloca-como-lider-da-oposicao.shtml?cmpid=“facefolha”

    • O que eu, particularmente acho simplório é ele achar que em 2014 vai conseguir fazer o que não conseguiu em 2014, por exemplo, impedir que o pêtê use a máquina pública para eleger seu candidato. Coisa difícilde vir acontecer, principalmente se, numa desgraça para a pátria brasileira, o pêtê conseguir dar o Golpe da nova constituinte para mudar a lei eleitoral e sabe-se lá o que mais.(embora todos aqui já possam ter uma ideia do que eles farão com a nossa constituição se uma nova constituinte for comprada pelos que deveriam defender a nossa liberdade e a nossa soberania)

      Afinal, mudar a Constituição está nos planos do pêtê desde que se recusaram a assinar a Constituição atual. Portanto, é uma possibilidade bastante real isto vir a acontecer, mesmo na ilegalidade, como o que o partido está propondo, já que vivemos num país em que, contra nossa própria lei, partidos brasileiros estão filiados e subordinados a uma organização internacional e a presidente usa nosso dinheiro para distribuir benesses e fazer obras faraônicas em países dominados por ditadores e assassinos sanguinários, sem que nada, nem ninguém aqui possa impedi-los.

Deixe uma resposta