E o “desafio” econômico da Dilma? Você está brincando, certo?

22
69

dilmal

Se você ainda estiver preocupado com a condução econômica do governo Dilma, esperando que ela vai buscar essas melhoras, como se fosse um “desafio” para os próximos meses, sinto lhe dizer: você ainda não entendeu o que está acontecendo!

Mas não fique tão chateado. Você não está sozinho.

Veja o trecho de um texto da Veja:

[…] Dilma pode confirmar a tradição segundo a qual os segundos mandatos são sempre mais árduos que os primeiros. A conjuntura não lhe traz facilidades. É notório que ela terá de lidar como problemas como a inevitável alta das tarifas de energia e do preço da gasolina, represadas pelo governo. A inflação dos preços controlados vai voltar com força em 2015 e deve superar a alta dos preços livres, o que não ocorria desde 2009.

Agora veja o que acha o economista Júlio Cesar Gomes de Almeida, em um texto do Ultimo Segundo:

Júlio Cesar Gomes de Almeida acha que o governo terá de cortar despesas e rever a política de renúncia fiscal em determinados setores – como as dadas ao Programa de Sustentação de Investimentos (PSI) e em alguns itens de bens de consumo. Descendo aos detalhes da economia, o governo deve também, conforme sugere fiscalizar uma série de gastos, com o salário desemprego, uma vez que os indicadores de desemprego baixo sugerem que pode estar havendo “vazamento” ou uso indevido do benefício.

Em uma análise do UOL, ambos os blogueiros Mário Magalhães e Josias de Souza concluíram ontem, dia 27/10, que 2015 será um ano “duro de roer” para Dilma.

Enfim, enquanto todos esses articulistas nos dizem que os próximos meses serão “de amargar” para Dilma, por causa da crise econômica, pergunto:

  • Os meses atuais estão sendo “de amargar” para Nicolas Maduro?
  • Os meses atuais estão sendo “de amargar” para Cristina Kirchner?

Acho que ingenuidade pode ser tolerada até um certo limite…

Hora de entendermos o framework bolivariano.

O Brasil foi levado à crise de maneira intencional pelo PT, assim como ocorreu na Venezuela e na Argentina. Ponto.

A crise é um pretexto para acirrar os ânimos, já contaminados pela retórica populista de guerra de classes.

Que eu saiba, por exemplo, ninguém que recebe o Bolsa Família deixou de receber o benefício na crise. Ou deixou? (Nada contra o benefício, mas como a forma com que ele foi usado, para terrorismo político)

Com a crise e os ânimos já exaltados, o PT tentará cada vez mais capitalizar com as reações da oposição, rotulada por eles de “golpista”. Da mesma forma, a mídia será tachada de “golpista” após ser culpada pelas reclamações contra a crise.

Com uma série de embustes, o PT tentará a animação de sua tropa com a vitória da eleição buscando impor a censura de mídia, assim como solidificar o decreto 8243 (derrubado pela Câmara hoje, e a ser derrubado no Senado) e meter a mão na Constituição (através do que chamam de plebiscito constituinte).

Hoje estamos no dia 28/10, dois dias após as eleições, e o PT não pára de falar nisso.

Aliás, em um mundo ideal (não pela cosmovisão bolivariana), deveriam ser as prioridades de Dilma:

  • melhorar radicalmente os índices da educação (não adianta vir com PRONATEC)
  • fazer o PIB crescer no nível dos melhores países da América Latina (competir com o pessoal da Aliança do Pacífico, no mínimo)
  • reduzir o número de homicídios para 40.000 por ano (só para começar como meta inicial)

Agora veja quais são as prioridades dela:

  • colocar a mão boba na constituição via assembléia constituinte
  • implementar a censura de mídia
  • tentar manter o Decreto 8243 (isso já complicou para ela)

Bem, agora você já sabe o que está acontecendo. E já sabe quais são as próximas prioridades em termos de luta política, certo? Assim, não se iluda achando que o “desafio” para Dilma é “vencer a crise”, mas “usar a crise” a seu favor.

Se um desastre econômico não ocorrer, não será por causa de Dilma, mas apesar dela.

Mais um motivo para uma atenção redobrada.

Anúncios

22 COMMENTS

  1. Eu me nego em acreditar que o pessoal da Veja não saiba que a crise econômica é proposital. Penso que eles não fazem tal denúncia pois já levam fama de golpistas. Se for inocência mesmo, ai já não é mais falta de senso crítico, é falta de vergonha na cara mesmo.

    • Deixa eu ver se entendi… O mamulengo fazia matérias para favorecer envolvidos na Operação Lava Jato? Hummmmmmmmmmmmm. Bem, o Brasil 171 é escancaradamente uma quenga do mundo jornalístico. Isso não me surpreende.

  2. Não sabia que você adotava essa visão, quero entender mais sobre isso, já ouvi Olavo e outros falando sobre a condução desastrosa deliberada, porém não consigo compreender como que eles conseguem controlar de tal forma que ela não seja generalizada.

  3. É dificil para qualquer pessoa de bem, entender o MAL COMO FORÇA ABSOLUTA, até que tenha se defrontado com este!

    Eu próprio reconheço que SÓ ACORDEI PARA A REALIDADE, em 2013 com o advento dos famigerados “BLACK-BLOCKS”: Alí, naquele momento, o véu que obscurecia a minha visão caiu de vez e pude ver um PLANO COMUNISTA EM ANDANMENTO. Alguns meses depois, um grande amigo meu me passou este Site do Luciano, e aqui estou, cada vez mais consciente e determinado a lutar contra este CANCÊR CHAMADO PT…

    Para aqueles que não entendem ainda plenamente o PORQUÊ DE AFUNDAR A ECONOMIA DE UM PAÍS, aqui embaixo vão as principais ideias e ideais perversos que se encontram associados a isso:

    1) Em um Estado com a Economia em ordem: O Povo está, em sua esmagadora maioria, FELIZ E, FELICIDADE = SEM “LUTA DE CLASSES”! O Comunismo vive de atirar segmento de população contra segmento de população! Sem isso o Comunismo não tem como vencer pois SEMPRE SERÁ MINORIA (existem muito mais pessoas saudáveis do que psicopatas, em qualquer população, exceto em um manicômio);

    2) Em um Estado com a Economia em ordem: O Povo tem recursos financeiros próprios e NÃO DEPENDE DO ESTADO PARA SOBREVIVER! Isto é um enorme problema, pois, uma população com recursos, estará muito menos inclinada a seguir o Governo como se fossem zumbis, que é o que os COMUNAS DO PT querem (para os comunas, sobreviver = apoiar o governo comunista);

    3) Em um Estado com a Economia em ordem: A População tem muito mais recursos financeiros, para lutar CONTRA O GOVERNO, exemplo: Dinheiro para viagens para pressionar Parlamentares no Governo, para pagar hospedagens de páginas CONTRA O GOVERNO, etc (ou seja: Dependência Financeira = submissão ao Governo). A este respeito, mais um dado importante: O Governo sobretaxou HOSPEDAGENS DE PÁGINAS NO EXTERIOR EM 50%! É outra forma de censura política, através da guerra econômica que está ocorrendo;

    4) TODO O GOVERNO COMUNISTA ALMEJA EXCLUSIVAMENTE UM GOLPE DE ESTADO: Portanto, o caos econômico é FUNDAMENTAL NO COMUNISMO PARA LEGITIMAR ESTE GOLPE, ATRAVÉS DAS CONVULSÕES E DESORDENS QUE SE SEGUIRÃO!

    Com este comentário, espero que fique um pouco mais claro, para todos os que AINDA NÃO PERCEBERAM, A EXTENSÃO DO MAL QUE É O PT E O SEU COMUNIMO BOLIVARIANO e, o porquê que o caos econômico de um País, é FUNDAMENTAL PARA ESTES PSICOPATAS…

    FORA PT!!!

    • Bom, eu conheci o mal absoluto com o DCE aqui da minha universidade.

      Na época que eu ainda me considerava “socialista de verdade” (quando eu ainda não conhecia a direita e o liberalismo), não sabia que ideologia politica seguir, mas já tinha como meta civíca fazer o máximo que eu puder pra impedir que aquelas pessoas (as do DCE, e dos “movimentos sociais”) ocupassem cargos políticos.

      Eu ainda, até pouco tempo atras tinha duvidas de quão próxima era de fato a relação do pt com essas pessoas…. esperança é a ultima que morre, sempre sonho que o pt vai tentar melhorar um pouco a situação, mas duvido.

  4. Análise muito percuciente e arguta. Quanto mais a economia desandar e mais gente depeender do governo petista, melhor para este.
    Pensar que a dilma irá adotar a ortodoxia econômica, dando nesta um giro de 180 graus, é apenas um exercício de wishfull thinking.

  5. Um dos principais nomes para substituir o notável Mantega é ninguém menos que Aloizio Mercadante, o grande intelectual que levou 12 (!!!) anos para concluir um mestrado em economia na … UNICAMP e mais 15 anos (!!!) para concluir um doutorado de economia também na UNICAMP. Quase trinta anos para terminar estas duas pós graduações. Um grande feito. Nada mal para um candidato a Ministro da Fazenda deste governo proletário que colocou no seu devido lugar o pensamento econômico burguês que só se preocupa com os banqueiros e os ricos…
    A dissertação de mestrado do iluminado tem como tema o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo. Uma belíssima e original contribuição ao pensamento econômico, sem dúvida alguma.
    A tese do preclaro, defendida em 2010, foi uma recauchutagem de livros publicados anteriormente pelo mesmo exaltando o governo lula. Mais uma espetacular manifestação de talento deste pensador econômico, de grande estatura intelectual, que teria todas as condições de ganhar um Nobel de Economia. Pensam que estou brincando?
    Um dos muitos prêmios recebidos por este notável e inigualável economista foi o troféu Dom Pedro Casaldáliga, conferido pelo movimento Sem Universidade. Casaldáliga, para quem não sabe,é aquele clérigo católico, dentre muitos, conhecido por ser afiliado da Teologia da Libertação e por fomentar maciçamente a invasão de propriedades rurais pelo MST.
    Mais informações no currículo Lattes do ilustre Mercadante estão aqui http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4327817H7 .
    Mercadante não tem um único artigo científico publicado, seja em revista nacional ou estrangeira, poderão objetar alguns. Mas que manifestação mesquinha de ranhetice! Isso seria implicância de invejosos e de recalcados.Quem disse que ter contribuições científicas à economia é algo relevante no critério de escolha de um Ministro da Fazenda? Somente um burguês alienado pelo pensamento neoliberal, ou algum integrante da direita raivosa, poderia considerar ser algo fundamental para um economista que se preze ter publicações científicas em revistas respeitáveis. O importante, neste governo popular e amigo dos pobres, é que o sujeito simplesmente reconheça a grande e incomparável obra do lula para tornar o Brasil uma nação invejada até mesmo pela Suíça. Neste quesito, não há ninguém à altura de Mercadante. Quem, no momento, teria defendido uma tese de doutorado reconhecendo que foi lula o grande mentor do salto econômico que fez o Brasil se tornar hoje o país que os grandes investidores internacionais mais admiram, tornando realidade o sonho do país do futuro? Não há termo de comparação. Só não vê quem não quer.
    Pode crer, Luciano, e demais comentaristas deste blog, que Mercadante é um nome que conta com o apoio total e integral de qualquer bolivariano que se preze, pois o mesmo conduzirá o Brasil aos píncaros do desenvolvimento econômico e social, pelo seu brilhantismo, talento e genialidade.

  6. Quem acha que partido revolucionário se preocupa com crise econômica precisa seguir o conselho de Luciana Genro: estudar( mas estudar direito). A equação é simples: quanto mais crise, mais pobre o povão fica, quanto mais pobre fica o povão, mais dependente fica do governo, e quem está no governo é o… PT, não é uma beleza. Quem acha que o PT deseja prosperidade para a população é no mínimo muito ingênuo. No final das contas é só encontrar o bode expiatório certo, na antiga União Soviética a fome era política oficial do estado, mas quem levava a fama eram os Kulaks, os únicos que produziam de fato no país. Não duvidem se o agronegócio for acusado pela grande crise que está por vir, idiotas para acreditarem nesta patacoada é o que não falta neste país.

  7. O Brasil está dividido e a coisa vai ficar muito pior daqui alguns meses ou menos ainda. Aí é que a divisão vai estourar mesmo. Alarde meu ? Preste atenção nesta noticia. http://veja.abril.com.br/noticia/economia/no-day-after-governo-nao-sinaliza-mudanca-e-bolsa-fecha-no-menor-nivel-desde-abril A economia vai muito mal. A eleição funcionou como uma distração para que as pessoas , os brasileiros esquecessem o quanto a economia anda mal. Quase não se falou de economia nesta eleição. Só a jornalista da Globo Miriam Leitão,Rodrigo Constantino não se esqueceram do tema economia. No transcorrer dos messes ou menos quando os brasileiros sentirem duramente a economia doente,principalmente o eleitorado anti-petista. Quando perceberem que estão se lascando por causa da super errada politica econômica , brasileiro anti-petistas vão explodir de raiva e culpar o eleitorado petista,Lula e Dilma pela situação. Coma situação econômica muito ruim pode-se esperar muito barulho. Vejam o caso da Venezuela.

  8. Luciano, antes de qualquer coisa preciso dizer, isso que vc faz aqui é maravilhoso mas como disse um camarada em outro post, é preciso que vc apareça mais, que seja mais conhecido, sei que está planejando coisas e espero que venha aí alguma atuação mais exposta, livros, o que queria mesmo era que vc viesse a ser candidato, viesse a querer ser presidente dessa bosta. Perdão por ficar pedindo mais coisa ainda além do que já faz, mas é inevitável quando se é a esperança em um cenário que nós temos coisas ótimas como Olavo, mas que não conseguirá ocupar uma posição que vc conseguirá, e colunistas como Constantino e Azevedo que são bons e eu votaria em ambos, mas não tem potencial pra assumir uma posição de liderança como vc tem.
    Transfiro o que gritei em um ato de rua pró-Aécio para você: NOS LIVRE DESSE MAL CHAMADO PT!

    E sobre o post, perfeito, a Gorda mal toma o tronco de novo, e só fala em dar a vez pros coletivos não-eleitos e censurar a mídia (coisa que Fidel Castro está pressionando pra fazer, conforme reportagem do O Globo).

    ESPALHEM ISSO.

    EVIDENCIEM ISSO.

    Usem o FB pra isso, envergonhem os “amigos” que votaram nessa nojeira chamada PT.

  9. Ahh, perfeita esta análise.
    É o que também achamos aqui em casa. Quanto à ingenuidade, as pessoas ficam em negação mesmo.
    Walter Ulbricht mandou construir o muro de Berlim em 13 de agosto de 1961. Isso após ter afirmado, em junho do mesmo ano, que “ninguém tinha intenção de levantar um muro”.
    Vários alemães já tinham saído, estavam saindo aos borbotões. Outros queriam ficar na Alemanha oriental, pelos mais variados motivos. Muitos pensaram seriamente em sair, mas acharam que tinham tempo para pensar melhor. Foram dormir achando que tinham tempo e acordaram aquartelados.
    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/08/berlim-lembra-inicio-da-construcao-do-muro-que-dividiu-por-28-anos.html
    Para quem assiste Walking Dead, lembram da cena do Rick dentro da Igreja, quanto ele fala e repete para o filho: “Vc não está seguro”?
    A pauta do PT é clara. Nós não estamos seguros e o PT já está em campanha, como sempre.

  10. Luciano, o estranhamento do economista quanto ao pagamento de seguro-desemprego em situação de baixo índice de desempregados se deu pelo fato dele não ter precebido que os índices esparramados pelo governo, aos quatro ventos, considera beneficiário do bolsa-família como EMPREGADO. Logo, não seria de se estranhar os cabrestados estarem recebendo seguro-desemprego e bolsa-família cumulativamente!

Deixe uma resposta