Venezuela 2: PT tenta iniciar um golpe de estado ao lançar rotulagem desonesta e antecipada sobre o PSDB

35
88

capriles-aecio

As evidências começam a aparecer em grande quantidade de que o PT de fato está usando o mesmo truque contra o PSDB que o partido de Nicolas Maduro iniciou contra o partido de Henrique Capriles na Venezuela.

Por exemplo, temos o texto Pedido tucano de recontagem de votos venezueliza a política brasileira, de Eduardo Guimarães, e A nova direita brasileira lembra cada vez mais a velha direita venezuelana, de Paulo Nogueira.

Observe então, em detalhes, a afirmação deles: “Aécio Neves é como Henrique Capriles, o PSDB é como o Primeiro Justicia. Logo, o PSDB e Aécio são tão golpistas como Capriles e o Primeiro Justicia”.

Era disso que eu precisava! Que eles reconhecessem, em público, a tal equiparação. Assim, finalmente podemos estudar o caso brasileiro para entender os eventos ocorridos na Venezuela em 2002, quando Chavez venceu Capriles por 55% a 45%. Após a morte de Chavez, em 2013, seu sucessor Maduro teve 50,66% dos votos, contra 49,44% de Capriles.

Como se nota, o pedido de recontagem de votos gerou extrema irritação nos chavistas. Tudo isso enquanto o governo ia destruindo cada vez mais a liberdade de expressão e devastando a economia do país. Hoje, Venezuela já é uma ditadura, onde as eleições são apenas uma fachada para um governo totalitário e bárbaro que só sobrevive no poder por ter controlado a mídia. Os chavistas efetivamente deram um golpe de estado, enquanto Capriles agiu dentro dos parâmetros democráticos o tempo todo.

A coisa fica pior ainda quando vemos, pelas palavras dos próprios bolivarianos (e eu citei dois exemplos de textos de bolivarianos do Brasil), que Capriles é exatamente igual a Aécio, e que o Primeiro Justicia agiu exatamente igual ao PSDB. Assim, ao estudarmos o comportamento de Aécio e do PSDB, estudamos também como funcionaram as falsas acusações de “golpismo” usadas pelos chavistas na Venezuela contra Capriles. Guimarães e Nogueira, obrigado por facilitarem meu trabalho!

O que é, então, que os bolivarianos chamam de “golpismo”? Exemplos:

  • pedir imprensa livre
  • criticar o aparelhamento estatal
  • lutar para impedir que o governo crie um quarto poder a partir de coletivos não-eleitos
  • evitar que o governo possa meter sua mão boba na Constituição, via assembleia constituinte
  • pedir democraticamente auditoria nas eleições, especialmente quando surgem diversas denúncias de eleitores

Na página do Facebook Queremos oposição de verdade, vemos algo muito coerente e lúcido:

O PT tem a cara-de-pau de acusar o PSDB de golpista por pedir uma auditoria especial na eleição presidencial, o que não tem nada de ilegal.

O PT sim age de forma antidemocrática e golpista:

-O PT já tentou varias vezes criar uma nova assembléia constituinte, o que é na pratica um golpe de estado, pois uma nova constituinte significa jogar a atual constituição no lixo e começar outra do zero, sem nenhum dos direitos garantidos.
– O PT se submete à uma organização internacional chamada Foro de São Paulo. Não é atoa que nos cumprimentos que Dilma recebeu pela vitória, vindos de outros partidos bolivarianos da América Latina, se falou em consolidação de uma coisa chamada Pátria Grande. É golpe contra a soberania nacional.
– O PT já criou dois mega-esquemas de corrupção com o objetivo de COMPRAR votos de parlamentares do Congresso Nacional -Petrolão e Mensalão, o que é um golpe contra a democracia.

Golpista e antidemocrático é o Partido dos Trabalhadores!

Corretíssimo!

O que podemos entender é que, no léxico dos bolivarianos, golpistas são todos aqueles que se opõem às suas tentativas reais de golpe de estado.

Enfim, o mito de que havia uma elite “golpista” na Venezuela se desfaz, principalmente depois do reconhecimento público de dois colunistas bolivarianos (e os demais estão seguindo pelo mesmo caminho) de que a oposição brasileira é igual a da Venezuela.

Não. Os partidos que estão no poder é que são iguais em seu golpismo.

Mesmo assim, é inacreditável que muita gente não tenha percebido o truque do PT ao rotular o adversário de golpista.

O que o PT tem praticado é guerra política, pura e simplesmente. Lembremos que política é guerra de posição, na qual o agressor geralmente prevalece.

Como o PT quer dar um golpe de estado, chama o adversário de “golpista” e “antidemocrático” para tentar marcar essa posição. Cabe agora, de novo, que o PSDB recupere as posições ocupadas. Já não vimos isso em toda a eleição?

Aliás, o PSDB fez o pedido de auditoria por pressão das redes sociais. Agora é essencial que o partido seja pressionado a entrar na guerra política. É um absurdo total entrar com um pedido desses e não estar preparado para todas as artimanhas golpistas que o PT tentaria em seguida.

Nunca, nunca, nunca (sob hipótese alguma) pensem apenas nos argumentos quando tratarem questões políticas, especialmente diante de um partido especialista em guerra política como o PT.

Algumas pessoas tem afirmado o seguinte: “se eles [do PT] não tivessem nada a temer, não estariam tão incomodados”. É uma constatação lógica, mas ainda não se converteu em um míssil teleguiado. É preciso urgentemente começar a entender como funciona a comunicação petista. Ela não é só baseada em argumentação (no caso deles, péssimos), mas principalmente em conquista de posições.

Como vimos antes, o jogo que eles estão tentando fazer sobre o PSDB é exatamente o mesmo jogo que Maduro fez contra Capriles, chamando-o de “golpista” de forma antecipada para justificar atrocidades e reduzir o potencial de percepção do povo sobre suas próprias atitudes totalitárias futuras.

Ou seja, enquanto o pessoal do lado de cá está pensando ainda com foco na argumentação, o pessoal do lado de lá está planejando uma conquista totalitária de poder. A linguagem para nós tem sido uma ferramenta, para eles é uma arma.

Já passou da hora de que nós percebamos isso. Não é possível que o golpe de Chavez e Maduro na Venezuela não nos tenha ensinado nada…

Muitos me pedem dicas sobre guerra política, achando que existe um livro dizendo “como fazer”. Bem, estou compilando um material e terei novidades em breve. Pode ser um curso, um ensaio, uma cartilha online, etc… Algo vai sair de forma bem mastigada.

Essencialmente, o framework que uso vem de diversas fontes, muitas delas não relacionadas diretamente à política. Algumas fontes vem da psicologia social e do marketing, por exemplo. O termo “guerra política” foi definido por David Horowitz, mas ali temos apenas o começo da coisa.

Sobre “guerra de posição” uma dica é o livro “Positioning, the Battle for Your Mind”, de Al Ries e Jack Trout, uma obra-prima do marketing.

Vamos repetir para que tudo fique mais didático e internalizado em nosso conhecimento político: o PT quer reduzir a percepção do eleitorado em relação às suas tentativas de golpe. O partido encontrou no pedido de auditoria das eleições do PSDB um pretexto para chamar seus oponentes de “golpistas” e “antidemocráticos”.

Basicamente, eles estão marcando posição, associando os dois frames ao PSDB, de forma que quando investirem mais esforços para dar o verdadeiro golpe, a população fique “travada”, pois haverá uma simbologia de golpe/antidemocracia associada aos tucanos.

Os venezuelanos não perceberam o que estava acontecendo. Agora vocês já sabem…

Já vi pessoas dizendo que o PSDB está errado ao dizer que pediu auditoria “por causa da manifestações das redes sociais” e “que acha que o processo é bom, mas por causa das denúncias, quer ter certeza”.

Eu discordo. O erro não é esse, pois essa posição do PSDB os coloca como “mais moderados”.

O problema é outro: é como o PSDB vai se portar diante dos ataques que o PT fez de forma antecipada chamando-os de “golpistas”.

O PSDB, de novo, tem munição de sobra, especialmente por ter adotado a posição mais moderada de início. Mas já vimos nas eleições o partido ter munição infinita e não usá-la. Cabe a nós pressionarmos para que eles comecem a disparar.

Como pode um partido (o PT) que tenta dar o golpe estar rotulando o adversário de “golpista” apenas por agir democraticamente ao pedir auditoria das eleições?

De novo: lembrem-se do erro fatal que foi abaixar a cabeça quando o PT usou a histeria artificial ao rotular Aécio de “agressivo” pelo uso do termo leviana…

Como já disse antes, atuei com auditoria um bom tempo. Sempre uma auditoria é apresentada de forma positiva, dizendo que o objetivo é “confirmar a validade dos controles”, por exemplo.

Isso dá maior autoridade moral para a área de gestão que solicitou a auditoria. Ninguém pode te acusar de “ser contra equipe X, Y ou Z”, pois você mesmo se posicionou como alguém querendo usar a auditoria para “confirmar a lisura”.

Fazendo isso, quem se posiciona contra a auditoria é facilmente rotulado de forma negativa. Mais um exemplo mostrando como o PSDB tem munição de sobra.

Me perguntaram como o PSDB poderia se reposicionar. Um outro leitor já deu o exemplo de como poderia ser. Veja: “Como assim um partido é contra auditorias em serviços públicos?”. Ele está certo!

A partir daí devemos tratar todas as declarações petistas nessa questão com assombro. Outros exemplos:

  • O PT ofende todos os auditores do Brasil.
  • O PT despreza todos os eleitores que se manifestaram sobre irregularidades nas redes sociais, trazendo provas (que devem ser investigadas).
  • O PT é um partido golpista e ditatorial, por não admitir o direito à auditoria de serviços públicos essenciais, e por não admitir o direito de questionamento.
  • No dia em que um pedido de auditoria se tornar polêmico (como quer o PT), teremos nos transformado em uma ditadura. Não vamos deixar isso acontecer.
  • O PT não pode tratar os eleitores que questionam os resultados como cidadãos de segunda classe. Isso é moralmente criminoso.

Como eu falei, a munição é infinita…

Anúncios

35 COMMENTS

  1. A gritaria começa e o adversário se intimida. Isso é usado nos níveis mais básicos de relacionamento interpessoal. Já tentaram esse truque sujo comigo algumas vezes e quebraram a cara. Não me deixo intimidar por pessoas que estão erradas em suas condutas. Se eu cometer um erro, peço desculpas como um cristão de verdade deve agir. Mas se não estiver errada, sai da frente. Teve um colega de trabalho que quis me ofender, eu respondi à altura. Hoje quem está sem graça é ele. As palavras que usou contra mim devem torturar a sua mente vazia. Não aceito desaforo e ponto final. E sempre falo à minha mãe: não tenha vergonha de fazer o que é certo porque as pessoas não têm nenhuma vergonha de fazer o que não presta.

  2. A oposição na mostrou sua força, um exército de 80 milhões, disse não!
    Como vivemos numa democracia representativa, cabe aos líderes da oposição respeitarem essa decisão é fazê la valer no Congresso!
    Ou vão querer que os 80 milhões vão para rua dizer não pessoalmente?

      • Que não concordam com o PT, principalmente,
        existem várias razões para não votar,
        ser contra voto obrigatório
        não estar no seu domicílio
        não ter dinheiro para ir ao local da sua seção (conheci gente nesta situação)
        não querer nem um nem outro candidato
        Estão mortos,
        as abstenções podem ser frutos de fraude, (já documentadas nas eleições na Venezuela e denunciadas – votos do opositor foram desviados para abstenções)

        de qualquer maneira podemos computar que aqueles que se abstiveram não queriam nem um , nem outro candidato. Mas não votaram no candidato Vencedor! Não votaram PT. São oposição!

  3. 2015, sTF:

    “O sobrestamento ab initio do processo de improbidade administrativa, corroborado nesta corte ad quem, se impõe de imediato, pois não foram caracterizadas, na interpretação desse ministro e corte, as denúncias de abuso fidejussório, conduta enfiteuta e tributação anatocista para com a população brasileira por parte do governo federal sinistrofílico, definindo-se, desde logo, a não obrigação propter rem e o evidente actore non probante absolvitur reus, seja pela incapacidade postulatória, seja, mutatis mutandis, pela conduta pustulatória dos operadores em questão, bem como a ausência de direito dotado da liquidez autorizadora do mandado de segurança, prerrogativa instrumental que anula o anteposto revogante e o antepasto discursivo, corroborando o acto infringente da conclusão estabelecida, deferindo-se pois a imediata absolvição dos réus e a suspensão imediata de toda e qualquer conduta astreinte deste poder sobre o solvens.”

  4. Atenção para alguns FATOS:
    1-Por que o PT odeia tanto o PSDB?
    Resposta: Porque nao consegue nem comprá-lo nem cooptá-lo.
    2-O que todo mundo diz que é a frqueza do PSDB, que é não cair na baixaria, de fato é a FORÇA do partido.
    3-Com esse discurso que MUITA gente critica como fraco, o PSDB foi o ÚNICO partido que NÃO sucumbiu a quase 30 anos de ataques diários e sistemåtico do PT.
    Concluindo….ENTRE TODOS OS PARTIDOS DO BRASIL, O PSDB FOI ATÉ AGORA O ÚNICO QUE RESISTIU AO MASSACRE DO PT, MANTEVE OS ESTADOS MAIS RICOS E DESENVOLVIDOS, E SE CONSEGUIU ISSO É PORQUE TEM ALGO DE MUITO, MAS MUITO BOM E SÓLIDO NESSE PARTIDO!
    O que faltava era uma liderança que dissesse exatamente o que o Aécio disse: NÃO TENHO MEDO DO PT!
    Portanto, em vez de enfraquecer o PSDB, a gente TEM QUE FORTALECÊ-LO! Porque depois de tantos anos de massacre sistemático, mesmo uma fortaleza sofre abalos.
    E depois…DEPOIS…que conseguirmos tirar a rataria vermelha, AÍ sim é hora de fundar outros partidos, etc. O PSDB já provou que não tem NENHUM problema em alternar o poder.
    Portanto, agora É hora de APOIAR o PSDB. De se filiar, enviaram sugestões e vestir a camisa.
    Querem fazer um petista perder a cabeça? diga pra ele “SOU TUCANO SIM, COM ORGULHO”.
    O bicho fica doido, começa literalmente a babar e espumar.
    Temos que AJUDAR O PSDB com TODA NOSSA CAPACIDADE, Faltava um líder, e apareceu um.
    Vamos em frente!

      • Padre Paulo Ricardo tem uma visão muito diferente dessa relação PT e PSDB. Na verdade, ele acha que o PT está servindo de navio quebra-gelo. Como fazem isso? Segundo o padre, sendo desastrados. Eles vão fazendo uma coisa tão repugnante que vão levar um basta, mais cedo ou mais tarde. Só que a sociedade já vai estar com a cabeça atravancada de socialismo. Quem se apresenta para por ordem na bagunça? Isso mesmo, o PSDB. Qual a consequência disso? Um país insuportável para os cristãos.

  5. Será que o Dias Toffoli não cometeu este crime ao julgar o Mensalão? Algum jurista pode responder?

    Art. 39. São crimes de responsabilidade dos Ministros do Supremo Tribunal Federal:

    2 – proferir julgamento, quando, por lei, seja suspeito na causa;

  6. Não sei o Aécio está disposto a se sacrificar como o Capriles. Creio que ele esteja com muito mais medo dessas denuncias de fraude nas urnas e uma recontagem do votos do que propriamente a Dilma, pois em se confirmando essas suspeitas, e a cada dia as evidências vão se acumulando mais e mais, será necessário quebrar um aparelhamento gigantesco e uma ruptura institucional, podendo até ocorrer um conflito nas ruas, e é preciso ser forte o suficiente para encarar uma luta dessas.
    Não sei onde estava o Aécio esse tempo todo em que o PT sugava o Brasil, fez um bom papel nas eleições e pronto, não me parece ter o perfil necessário para lutar em prol do Brasil e das liberdades democráticas, talvez aceite a ” luta ” pela presidência e só, assim como o seu partido.

    E ai Luciano, o Aécio vai topar deixar esse papel de representante da oposição e assumir de fato o papel de líder contra o PT e sua sanha bolivariana? Vai abandonar essa vida de político pop star, baladeiro e pegador de mulher, e ser o líder abnegado que sacrifica seus próprios interesses em nome de algo maior?

    • Elegeremos outros que não sejam criminosos, que cumpram as Leis!
      Mas cuidado todos , podemos estar sendo levados a fazer uma “nova constituinte” , porque “este estado morreu”,
      Entenderam?

      A serpente é Astuta!

      Olho Vivo!
      Cadeia para os criminosos,
      Respeito às Leis!
      Ordem e Progresso!

  7. Luciano, outro frame poderoso, mas que vai magoar um pouco a direita militarista, da qual eu tenho alguns pontos em comum, afinal, sou militar, é lembrar que o período conhecido por não haver auditorias foi JUSTAMENTE a DITADURA MILITAR! aauhuahhua

    Partindo desse frame acredito que possamos jogar o rótulo de ditadores em cima do PT, eu já joguei esse frame na minha página de facebook, vejamos os resultados.

    • Outra coisa Luciano, eu já ia me esquecendo, eu já falei dessa Rotina na sua página mas parece que você não leu.

      Essa rotina consiste em dizer que a mídia é golpista e que você é amigo da Veja, eu chamei até essa Rotina de Amigo da Veja. No caso é uma rotina que vem de um falácia, de invalidar o argumento à priori atacando a fonte, dizendo que ela não é parcial, e, portanto, nada do que você falou é válido.

      Eu tenho lidado com essa rotina demonstrando que todo conhecimento emana de fontes, e que essas fontes são tão questionáveis entre si quanto todas as outras, ou seja, a pessoa tem que provar que suas fontes são mais confiáveis que a sua, ou mais imparciais, também é bom mostrar que essas mesmas fontes ditas golpistas já falaram à favor do outro lado também, lembrando que a mídia não é unânime e que há tanto os que apoiam um, quanto os que apoiam o outro, ou seja, não há Ditadura da Mídia, pelo contrário, a Mídia fala daquilo que lhe convém, tendo que responder caso haja levianamente.

  8. Luciano, parece que o ministro do STF Gilmar Mendes andou lendo o seu blog:

    “É a oportunidade de o TSE encerrar os boatos e dialogar com a comunidade. É preciso serenidade para encarar isso (o pedido). Não é motivo para grande preocupação. Estou convencido de que o sistema é seguro, mas é preciso convencer os usuários.”

    😉

  9. CF/88 – Art. 4º A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais pelos seguintes princípios:
    Parágrafo único. A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações. (URSS – União das Repúblicas Socialistas Sul Americanas).

    E SÓ AGORA VC’S PERCEBERAM O ÓBVIO? O Brasileiro é o bicho mais estúpido do mundo, não busca informação e depois reclama. Esta desde 1988 – expresso – a intenção da esquerda, só não enxerga quem é cego, surdo, mudo e burro. Agora é tarde!

Deixe uma resposta