Dilma usa a mesma tática do ladrão pego roubando e dizendo “Pega ladrão!”

17
174

33

Conforme vemos no G1, Dilma já está dando uma de espertinha ao falar da Operação Lava Jato:

Em sua primeira manifestação pública sobre a nova etapa da Operação Lava Jato – que resultou, até agora, na prisão de 23 pessoas, entre as quais presidentes de empreiteiras e o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque –, a presidente Dilma Rousseff afirmou que as investigações do escândalo de corrupção podem “mudar o Brasil para sempre”. A chefe do Executivo comentou a sétima fase da operação policial em coletiva de imprensa concedida, em Brisbane, na Austrália, pouco antes do encerramento do encontro de cúpula do G20.

“Eu acho que isso [investigações da Lava Jato] pode mudar, de fato, o Brasil para sempre. Em que sentido? No sentido de que vai se acabar com a impunidade. Nem todos, aliás, a maioria absoluta dos membros da Petrobras, os funcionários, não é corrupta. Agora, têm pessoas que praticaram atos de corrupção dentro da Petrobras”, disse a presidente da República.

Durante a entrevista em Brisbane, Dilma ressaltou que, na visão dela, é necessário tomar cuidado para não “condenar” a Petrobras pelos atos de corrupção cometidos por alguns funcionários da estatal. A petista destacou ainda que o fato de a Lava Jato ter colocado atrás das grades “corruptos e corruptores” é uma questão “simbólica” para o país.

“Não se pode pegar a Petrobras e condenar a empresa. O que nós temos de condenar são pessoas. Pessoas dos dois lados: os corruptos e os corruptores. Eu acredito que a questão da Petrobras é simbólica para o Brasil. É a primeira investigação efetiva sobre corrupção no Brasil que envolve segmentos privados e públicos”, ponderou Dilma.

A presidente reeleita informou que os contratos firmados entre a Petrobras e as empresas investigadas na Lava Jato, operação que investiga um esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propina que teria movimentado cerca de R$ 10 bilhões, estão sendo revistos. Ela, no entanto, advertiu que não haverá revisão dos contratos envolvendo outras empresas públicas.

Bem fez o Ronaldo Caiado, que identificou o modus operandi da presidente:

A estratégia da presidente Dilma nesse escândalo bilionário não difere em nada daquele sujeito que é flagrado batendo carteira na rua e grita “pega ladrão”. Só que, nesse caso, sabemos a face, o DNA, as digitais e o endereço do grupo liderado pelo PT que destruiu a Petrobras. Não tem escapatória, Dilma.

Dilma é sempre assim. Se finge de investigadora enquanto é investigada. Depois de Dilma, a expressão cinismo deverá ser redefinida.

Anúncios

17 COMMENTS

  1. [off] Luciano, eu gostaria, por favor, de que vc se posicionasse a respeito do caso Julien Blanc, o cara que usa de artifícios agressivos para conquistar mulheres. As feministas barraram a entrada dele no Brasil.
    Eu não quero defender esses métodos porque, sendo eu cristão, eu não concordo com esse tratamento dispensado às mulheres. Por outro lado, estão tratando-o como um estuprador e, pelo que eu pesquisei, tudo o que ele faz é consentido.
    Eu tenho esboçado alguns frames para atacar a mentalidade feminista usando esse caso, mas gostaria, se possível, de ver a sua opinião, e como e extrair o máximo possível desse caso para atacar a mentalidade feminista. Abraços.

    http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/quem-e-julien-blanc-o-homem-que-enfureceu-mulheres-no-mundo

  2. Eu gosto desse discurso dela porque, ao falar bem das prisões, a Dilma vai totalmente de encontro com os blogs governistas acusando a PF de prender de acordo com as vontades da “imprensa golpista”. Quero ver como O Cafezinho vai reagir agora.

  3. Li esta notícia no início da tarde. A confiança de não serem responsabilizados por nada, ou, condenados, faz com que os membros petistas do governo ofendam nossa inteligência em tais declarações.

  4. No site Alerta Total, um internauta já disse que a prisão dos bilionários não passa de um teatrinho para acalmar a patuleia. Pode ser, né? O brasileiro é distraído por natureza. Vai que cola?

    • Eu concordo. E essas manifestacoes se nao comecar a mudar a tática, sei la, ir em Brasilia entregar um manifesto, procurar um politico ou um senador, um procurador da Republica..sei la alguem que oficialmente ouca a populacao, acho que daqui a pouco os manifestantes vao se cansar, o Pt nao liga do povo na rua, Dilma ja disse “o Brasil nao se abala por um escandalo”. Acho que está na hora de pensarmos numa tática mais contundente.

  5. “Depois de Dilma, a expressão cinismo deverá ser redefinida.” Acrescentarão nos dicionários ao verbete “cinismo” o sinônimo “Dilma”. No futuro os falantes de português e de outras línguas dirão: “Fulano é uma Dilma”!

  6. Perfeita a definição do Ronaldo Caiado. Mais elucidativa impossível – e com uma alegoria simplória, mas requintada, que nem o Bezerra da Silva imaginaria. Quando gritam “pega ladrão” a Dilma fica, dá uma de égua, isto é, finge que não é com ela, esta vaca, com uma desfaçatez sem tamanho e que dá raiva. Ela não manda investigar nada, até porque isto seria um autoflagelo; quem investiga é a Polícia Federal. Ela seria uma engavetadora se pudesse. Quando a imprensa noticia um caso de corrupção esta claque fica em polvorosa, acusando a mídia de ser golpista, mas tudo procede. Foi esta vagabunda que criticou a Veja, não é? Mas se ela defendesse mesmo investigar os casos de corrupção, cometidos mormente pelo PT, ela não censuraria previamente a imprensa. Dá raiva! O cinismo desta gente alcança picos de psicopatia. É psicopatia! A lama já está respingando nela. Ela sabia de tudo.

  7. Quem assume no lugar da ex-presidiária Dilma? O PMDB tem o plano A e o plano B,no P A assume Temer,no P B assume Marcos Cunha que luta para se eleger no comando da câmara dos deputados federais.Será que as manifestações de ruas irão entender?

Deixe uma resposta