Por que os intervencionistas ainda não entenderam o óbvio ululante sobre os tiros no pé que eles dão?

16
210

intervencaomilitar

Cada vez mais os intervencionistas nos dão mostras de que não estão aptos ao diálogo diante de quem os questiona fortemente. Diante do texto Está cada vez mais claro: os adeptos da intervenção militar são aliados do PT recebi, no meio de alguns comentários críticos bem interessantes, uma série de ataques infundados e irracionais, típicos de quem não leu o texto com cuidado e já entrou de sola achando que seus preconceitos seriam o suficientes para incomodar este blogueiro.

Somente a simulação de falso entendimento (o mesmo recurso usado por Jandira Feghali para fingir que a expressão “vai para Cuba” significava “vagabunda”) explica uma indignação na qual alguém me pede para “provar” que os intervencionistas são “pagos pelo PT”, quando eu jamais disse disso. O meu texto é claríssimo ao dizer que a aliança entre intervencionistas e petistas pode muito bem ocorrer, em alguns casos, sem que os primeiros tenham ciência do que estão fazendo.

Vou partir da hipótese de boa intenção por parte desses intervencionistas, para tratar essa argumentação deles como um erro lógico, não uma dissimulação. É basicamente o princípio da caridade na hora da argumentação. Por esse princípio, nota-se que provavelmente que os intervencionistas não entenderam um raciocínio lógico extremamente simples.

Porém, mesmo simples, esse raciocínio lógico parece ter abalado muito investimento emocional feito em uma crença. Por isso, vou explanar o argumento de outra forma.

Imagine a empresa WinterFresh vendendo um produto usando frames como “satisfação”, “facilidade” e coisas do tipo. Todos frames positivos, evidentemente.  Agora imagine a empresa concorrente, UltraX, propondo frames péssimos, e rejeitando quem compra produtos por “satisfação” e “felicidade”.

A partir desse momento o gerente de marketing da WinterFresh começa a morrer de rir, pois acha que o sujeito da UltraX enlouqueceu de vez, já que a propaganda do UltraX, sem querer, está vendendo o produto WinterFresh. Não surpreende que UltraX esteja afundando nos indicadores de vendas.

O fato é que o marqueteiro da WinterFresh entendia as regras da propaganda. Já o marqueteiro da UltraX vivia como se essas regras não existissem. Quando questionamos o marqueteiro da UltraX se ele tem ou não noção de estar sendo um aliado involuntário do marqueteiro da WinterFresh, ele tende a se indignar.

Na verdade, o marqueteiro da UltraX vive em um mundo particular, regido por regras que não funcionam para o contexto onde ele se encontra. Ele se torna arrogante ao viver achando que busca um ideal, quando na verdade somente age um serviçal de seu oponente.

Uma vez que ele conheça as regras do marketing e da propaganda, irá reconhecer que serviu, por muito tempo, ao seu concorrente, mesmo que não intencionalmente. (Isso no caso dele ser uma pessoa honesta)

Como os intervencionistas realmente parecem acreditar fazer algo de útil pelo Brasil  -quando na verdade servem ao PT, mesmo que não saibam, assim como fazia o marqueteiro da UltraX -, eles ficam realmente indignados quando lhes apresentamos os resultados trágicos de suas bandeiras lamentáveis posicionadas quase como estrategicamente para a ridicularização de todos ao seu redor.

Como sempre, intervencionistas podem usar o discurso do “beco sem saída”, dizendo que “não há outra saída”. Antes de limpar esse terreno, cabe lembrar que “beco sem saída” é uma tática de persuasão que opera no seguinte modelo: “Compre P-Trax, por que você não tem escolha”. Mas ainda há muitas possibilidades a serem exploradas, pelas vias democráticas, para desgastar o governo atual.

As táticas de persuasão intervencionistas incluem questões como:

  • “O que fazer se o governo vai a Unasul e quer unificar Forças Armadas de seus países?”
  • “O que fazer se o governo ataca manifestantes que protestam contra a LDO?”

Basicamente, todos são instâncias do “beco sem saída”. Mas na verdades situações assim são oportunidades para gerarmos indignação no povo e aumentarmos o desgaste sobre o governo. Mas todas essas oportunidades serão perdidas pela mera presença de alguns gatos pingados pedindo “intervenção militar” ou “ruptura da ordem democrática”.

O modelo de atuação petista, complementado pelo discurso bizarro intervencionista, é simples. A propaganda do PT é baseada em pedir “democratização, democratização, democratização, contra golpistas”. Claro que o discurso é mais falso que propaganda de pasta de dente. Mas aí os intervencionistas complementam dizendo “sim, golpistas somos nós, pois queremos intervenção militar”. (É fato que eles não verbalizam a frase “golpistas somos nós”, mas é assim que a propaganda do PT é feita, e por isso os petista precisam tanto de pessoas discursando por “intervenção militar”)

É claro que é um momento doloroso (especialmente para o ego) descobrir que sua ação é apenas um sintoma da doença da qual pretende ser a cura. Mas essa é a mais dura verdade.

Ainda a título de caridade, vamos supor que estejamos em tal estágio que nem os métodos de Gene Sharp (que são usados para derrubar ditaduras pela via não-violenta) sejam úteis. Nem a Venezuela chegou nesse ponto, mas vamos lá. Ainda assim, a pior alternativa possível é ir para as ruas pedir intervenção militar. Se chegarmos um dia nesse estágio calamitoso (o beco sem saída) então a melhor coisa a fazer para os intervencionistas é tramarem secretamente, não em público. Você já imaginou se as polícias começassem a divulgar via Internet todos os pontos onde elas irão investigar? Ia somente iria facilitar a vida dos bandidos. Ou você acha que os petistas chegaram aonde estão declarando suas intenções totalitárias? E então vocês querem ganhar deles declarando intenções totalitárias? Chega a ser cômico.

Mais cômico ainda são os discursos dessa gente dizendo que “temos todos que nos unir”. Mas, como já vimos antes, isso não passa da ausência de percepção de que eles só servem, mesmo que involuntariamente, como propaganda para o adversário.

O intervencionismo só surge pela ignorância completa de como funciona a guerra política. Como o PT domina essas regras, morre de rir.

Anúncios

16 COMMENTS

  1. Luciano eu não consigo acrescentar nada no que você coloca sobre esse assunto porque representa tudo que eu penso.
    Eu tenho minha conta no twitter e ali coloco minhas opiniões e repasso links que podem sustentar meus pensamentos ou gerar debates.
    Num mesmo dia recebi uma mensagem de um esquerda dizendo que eu era um reacionário seguidor do Lobão (que sigo no twitter) corresponsável pela morte de um gay sei lá onde e pouco depois uma mensagem de um intervencionista que eu era tinha culpa na morte de um padre na Bahia porque não defendia a idiotice estratégica da intervenção militar.
    É dose!

  2. Seria muito mais produtivo se esse pessoal que pede intervenção militar exigisse outro tipo de intervenção:

    A intervenção da mídia.

    Essa sim é a única intervenção que tem potencial altamente destrutivo para o PT, com possibilidades de riscar de vez o Partido dos Trambiqueiros da história. Por isso a obsessão dos petistas em calar a boca da mídia pela força da lei.

    Deveríamos sim redobrar nossos esforços em cobrar dos barões da mídia um posicionamento imparcial sobre os podres do atual governo no Brasil. Isso sim é o que o PT mais teme. E como fazer isso? Aceito sugestões. Mas não esqueçamos que Dilma ganhou as eleições por uma pequena margem %. E isso os barões da mídia estão bem cientes.

    • Concordo plenamente, somente a mídia tem o poder de destruir esse deletério “partido de trabalhadores”, que na realidade, é uma organização criminosa de alta periculosidade que está destruindo esse país! Mas infelizmente, ela está tímida! E a maior rede de televisão do país, ainda prodigaliza esses comunistas, é só ouvir os vagabundos e idiotas comentários daquela pseudo jornalista política, Cristian Lobo, na verdade, uma verdadeira porta voz do palácio do planalto, fora as Mirians Leitão e outros.

  3. Luciano, sinceramente, ou essas pessoas tem algum bloqueio mental ou são petistas infiltrados. Não sei como você ainda tem paciência com essa gente.

    PS: Achei muito esquisito o Lobão ter chegado a dizer que o MBL apoia IM um dia antes do evento.

  4. Luciano, você viu esta notícia envolvendo discurso de ódio contra travesti. Como você poderá ver, quem está perseguindo é com certeza gente muito opressora:

    http://liberdadeeconomica.com/jeffersonulisses/files/2014/12/tra-1024×576.png

    http://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1498936843727368&id=100008332007295

    http://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1499393843681668&id=100008332007295

    http://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1499779220309797&id=100008332007295

    http://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1499905983630454&id=100008332007295

    Observe-se que partiram contra um travesti conhecido por Amara Moira, que estuda na Unicamp e é alguém de fama mais circunscrita àquela universidade. E, como poderá ver, com certeza não é alguém contrário ao marxismo-humanismo-neoateísmo:

    http://www.facebook.com/photo.php?fbid=1475684176052635&set=a.1395747407379646.1073741825.100008332007295&type=1

    Com certeza as feministas em questão não iriam atrás do Laerte, uma vez que este é bem mais famoso. É também o primeiro passo na importação de uma briga que já está existindo no exterior: feministas contra LGBTs com cromossomo Y, baseando-se na ideia de que esses seriam opressores por serem homens e estariam ocupando espaços que só deveriam ser de quem tem dois cromossomos X.
    O que podemos dizer? Mais uma vez é aquele lance de pegar um coco verde, esticar a cadeirinha, abrir o coco, pôr um canudinho e ficar assistindo ao tiranossauro brigando contra os velociraptores sem que eles se deem conta de que brigando entre si na prática ajudam a combater a causa dos dinossauros. E agradecer ao tiranossauro por sem querer salvar os humanos que perseguia e que também eram perseguidos pelos velociraptores:

    • Luciano, mais um momento em que o gramscismo combate o próprio gramscismo pode ser visto nesta notícia do UOL sobre as tais pichações homofóbicas no banheiro feminino da Unicamp. Sabemos serem as militâncias feminista e gay duas cabeças da mesma hidra e isso costuma gerar uma espécie de “espiral interna do silêncio”, em que não deixarão que surja para o grande público a roupa suja que possuem, mas agora é tarde e as fraquezas internas se instalaram no império.
      Porém, em estando no UOL a coisa já vai para um alcance além daquele possível pelo Facebook, uma vez que passa a ser visível por qualquer pessoa com conexão de internet. Na esfera mais explicitamente gramscista, eis que temos esta postagem na Fórum de Jarid Arraes, assim como esta do Geledés. Estamos vendo briga de tiranossauro contra velociraptores e agradecendo de os dinossauros estarem se atacando mutuamente, pois ao mesmo tempo eles lutam contra a causa dinossáurica e salvam os humanos a quem perseguem, humanos esses que podem fugir numa boa e não precisam combater bichos bem nutridos e brabos.
      No texto do Geledés, diz Amara o seguinte a respeito das pichações:

      Por fim, Moira acredita que as pichações foram manifestações individuais. “Não acredito que venham de coletivos organizados feministas, mas sim de mulheres isoladas, que se julgam feministas ao defenderem os interesses das pessoas que portam vagina original de fábrica”, critica.

      Observe-se que Amara já está notando que a postagem em questão abriu ao mundo as convulsões internas do gramscismo e nessa, já está querendo dizer que não seria algo oriundo de grupo feminista, mas sim de pessoas isoladas. Observe-se também uma possibilidade de “falácia do escocês verdadeiro” quando diz que essas mulheres que picharam o banheiro seriam pessoas que se julgam feministas em vez de serem feministas de fato. É de se imaginar que cada um desses escritos tenha sido feito por uma pessoa só, até porque não consigo imaginar duas mãos segurando um único pincel atômico. Porém, não vamos descartar a possibilidade de isso ter um coletivo feminista por trás, baseando-se no fato de que no exterior já estamos vendo feministas dizendo que transexuais são opressores por terem cromossomo Y e que estariam roubando o protagonismo do movimento feminista das mulheres.
      E seguem mais postagens de Amara sobre o ocorrido:

      http://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1499917053629347&id=100008332007295

      http://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1500439766910409&id=100008332007295

      http://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1501286803492372&id=100008332007295

      Novamente, como já disse, o negócio é sentar no camarote e ver no maior conforto os marxistas-humanistas-neoateístas se digladiarem.

  5. Esse mané só não reparou que esse governo civil é todo esquerdista, e todos tem a mesma intenção: levar a cabo os planos da NWO. Não existe mais direita, é tudo farinha do mesmo saco. Veja o PSDB aprovando na calada da noite os projetos do PT, como aconteceu agora em SP. Esse sujeito do artigo acima não percebeu que ESTA TUDO DOMINADO.

    Procurem na lista dos parlamentares que votaram contra o calote da Dilma o nome do senador Aloysio Nunes e Aécio Neves.
    kkkkkkkk. Como eles fazem o povo de palhaço.”
    Vcs não irão encontrar o nome deles quando o Brasil mais precisava.Gente,acorda .

    Estou cansado de falar pra vcs que esse governo civil é uma tremenda farsa , mas é foda, o povo não consegue entender….
    São vinte anos levando na cara e não aprende. São 20 anos fiingindo de oposição, e a doses homeopáticas implantando uma ditadura comunista aqui no Brasil.

    • Você está um tanto xarope hoje.

      Aloysio Nunes e Aécio Neves não votaram pois OBSTRUÍRAM a votação, mas não foi suficiente.

      Não creio que você caiu nesse truque da BLOSTA.

      Mas, enfim, o discurso do “beco sem saída”, seria, vamos ver… para nos convencer de que é preciso intervenção militar, certo?

      Abs,

      LH

  6. Uma série de erros primários está sendo cometida neste estágio do movimento:
    – incentivar o divisionismo, filtrando quem pode e quem não pode ir para a praça. Neste caso, o PT (inimigo comum) não precisa nem se preocupar em “dividir e conquistar”;
    – mendigar apoio dos meios, a maioria dependente de verba do governo e, pior, simpática ao PT;
    – esmolar apoio político. Esse erro é fatal: (1) a maioria da população não acredita nos políticos e nos partidos, (2) abre caminho para o oportunismo característico das lideranças políticas, (3) os interesses partidários levam a mais divisão no movimento.

    A consequência desses erros pode ser notada no visível enfraquecimento das mobilizações. Espero que consigam corrigir o rumo. Todo apoio (político e imprensa) é necessário, mas ele deve estar a reboque da mobilização e, no caso do apoio político, o mais discreto possível. Fazer o contrário é enterrar a _espontaneidade e a _diversidade da mobilização, neste aspecto considero uma irresponsabilidade a militância escancarada (só faltou vestir a camisa do ‘vemprarua’) de alguns líderes políticos.

    E, pra encerrar, sou contra intervenção militar (considero uma quase falência da sociedade civil). Mas, na hora do ‘pega pra capá’ contra os vermébiles, prefiro mil vezes estar ao lado de um intervencionista do que ao lado de um fã do FHC. Eu gostaria de confiar no psdb mas os fatos … ah! os fatos.

  7. Oi, Luciano.
    Acompanho seu blog, e eu tambem questionei pq vc diz que os intervencionistas sao petistas infiltrados ou algo assim. Voce me parece nao estar satisfeito com o pt, e milhares de nós tambem nao. Hoje vc escreveu novamente um texto de uma maneira digamos “pejorativa” dos Intervencionistas. Se voce é um de nós insatisfeitos com o governo e tem ideias para contribuir, por favor, noa fique apenas criticando como se voce soubesse a fórmula de resolver os problemas, e se vc sabe, contribua com a causa. Nao é dificil encontrar esses “lideres” do intervencioinismo nas redes sociais, pq vc nao procura por eles e da dicas, da maneira melhor para fazermos manifestacoes. Parece que vc se coloca num pedestal e criticando. Vc deve saber o qto o povo es´ta desesperado, e nao tem pratica em manifestacao, técnicas de abordagem para o maior numero de pessoas, já participei de hangouts com pessoas que planejam manifestacoes, e chegamos a conclusao que nao ha outro jeito senao a Intervencao Miitar. Veja que o Lobao/REvoltados fizeram a manifestacao, mas para que? Colocar politico “velho de guerra” no caminhao? Os mesmo que estao ai só observando a roubalheira a anos, e nunca fizeram nada. SAbemos que isso nao dará em nada. O povo está clamando por intervencao por desacreditar na democracia, se é que ela existe ainda. Dilma em Quito ja deu as cartas e agora nao esconde absolutamente nada do projeto totalitario comunista. Ajude-nos, procure a Cristina Peviani, o ex militar Durval Ferreira.. as pessoas estao precisando de apoio. Desculpe as palavras, se estou sendo indelicada, mas só criticar nao dá mais. Como disse, acompanho seu blog, e vi cada dica que voce dava na Campanha de Aecio, viu que nao adiantava nada? Parece que ele nao queria ganhar (fiz muita campanha para ele), depois da eleicao ele simplesmnete sumiu, agradeceu dilma pela derrrota (sim..pelo jeito agradeceu), reclamou quando o pessoal mais conservador comecou a cobra-lo, afirmando: “nao me chame para a direita, pq eu nao vou”. Feranndo Henrique esteve todo prosa com Dilma num evento. Td isso, e mais fatos, nos levam a crer que nao ha oposicao. Nao sei o que vc pensa, mas minha visao de tudo isso é que estamos vendo o Golpe ser dado e nao estamos querendo acreditar. Enfim, ja me perdi nas palavras, estou escrevendo com pressa pois estou no trabalho. Espero que vc contriubua mais, com as pessoas que estao insatisfeitas, só criticas é meio desanimador. Mas de qqer forma obrigada seus post´s, eu gosto bastante.

  8. Depois de ontem acredito que ninguém mais tem duvidas sobre a pequenez, o clientelismo e o partidarismo dos atuais Ministros do STF. Despudoradamente, sem nenhum decoro, aviltam as leis que deveriam proteger, com o intuito único de ajudar Dilma e Lula. Não temos mais independência de poderes, uma vez que o Judiciário (STF) se confunde com o executivo.

    Para piorar o quadro, o STF usurpou poderes do legislativo, quando, ferindo a Constituição, anularam o rito de impeachment estabelecido pela Câmara, de forma legal, ano passado, para poderem proteger a patroa deles, a Dilma, e não a Constituição, como deveria ser.

    Ontem o Ministro Marco Aurélio extrapolou de vez quando disse que a saída da Dilma não resolve tudo. E claro que não, todos sabemos disso, mas a saída dela estanca de vez a hemorragia que ela esta causando aos cofres públicos e o dano sem precedentes que ela vem causando a população mais carente, pela falta de emprego e assistência médica hospitalar.

    Esse “Ministro” cara-de-pau não tem nenhuma sensibilidade nem solidariedade com os menos favorecidos que estão sendo massacrados pelo atual desgoverno, pois com certeza vive como nababo, as custas dos cofres públicos e esta no cargo não por mérito mas por influencia e favores. Este mesmo Ministro e o Teori, ultimamente não estão se contendo e estão indo a publico criticar o Juiz Moro e a operação Lava Jato e portanto-se a favor do Lula, numa das maiores transgressoes a moral, decência e decoro que um Ministro do STF pode cometer.

    Nos do povo temos nossa parcela de culpa nisso, pois no momento em que o STF violou a Constituição para proteger a Dilma ano passado, deveríamos ter ido as ruas exigir a saída dos Membros do STF principalmente o Barroso, cujo voto deve ter sido um dos mais vergonhosos da historia do STF. Deveríamos também ter ido, em massa, a frente dos quatro principais quarteis generais do exercito e acampar la ate eles se mexerem e cumprir a obrigação deles de zelar pela constituição e pela independência de poderes, flagrantemente violados pela Dilma, Lula, PT, capitaneados pelo STF.

    A falta de tomada de posição das FFAA diante do desrespeito a Constituição e a independência de poderes, feitas pelo executivo e Judiciário(STF) nos leva a crer que o Alto Comando das Forcas Armadas, infelizmente, foi contaminado pelo PT. Mais ainda, a fala do Comandante do Exercito que foi a publico recriminar quem pede intervenção das FFAA, somado as declarações do José Serra, conhecido esquerdista, que disse que a situação atual e muito mais grave e passível de intervenção do que foi em 1964, nos da quase a certeza que a doença, a praga, a peste petista permeiam tambem os altos escalões das FFAA.

    Assim, nos do povo, só temos uma coisa a fazer que e voltar as ruas, em massa, desta vez protestando especificamente contra o STF e exigindo que as FFAA parem de proteger este desgoverno e cumpram sua missão constitucional de proteger a Constituição e a independência de poderes. As irresponsabilidades e abuso persistentemente cometidos pelo executivo e Judiciário(STF), cedo ou tarde obrigarão as FFAA a agirem, quer queiram ou não. Ou terão que conviver com o povo acampado nas portas dos quarteis.

    O espirito daquele velho personagem do Chico Anísio, Deputado Justo Veríssimo parece que incorporou nos membros do STF e das FFAA, pois do modo que um porta e pela omissão do outro, eles querem mesmo e o que o povo se exploda. Não estão nem ai. Sequer passa pela cabeça deles de que quem os sustenta são os contribuintes. Não e a Dilma, Lula ou PT que os pagam, somos nos, gente do povo, a grande massa trabalhadora que eles desconsideram. Precisamos lembra-los disso!

Deixe uma resposta