Folha afirma que órgão da ONU diz que declaração de Bolsonaro a Rosário é “inaceitável”. Só que não…

33
172

olsonaro

Se há uma demanda no “mercado” de blogs republicanos é para o desmascaramento de notícias da mídia adestrada pelo governo. O Ceticismo Político é focado na guerra política (e na dinâmica social da guerra política, além de aplicações do ceticismo político em si), e só desmascara notícias de vez em quando. Outros blogueiros republicanos também desmascaram notícias da mídia chapa branca de vez em quando. Mas urge uma publicação com foco só nisso. Fica a dica.

Hoje, por exemplo, a Folha publicou a notícia “Inaceitável”: diz órgão da ONU sobre declaração de Bolsonaro a deputada. Aqui está um pedaço:

Um órgão de defesa dos direitos humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) condenou, nesta segunda-feira (15), uma declaração do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), que durante discurso na Câmara, na última terça (9), disse à colega Maria do Rosário (PT-RS) que “não a “estupraria” porque ela “não merece”.

“As declarações são uma ofensa não apenas para a deputada, mas também para a dignidade das mulheres e de todas as vítimas de abusos graves como violência sexual e estupro”, disse o representante para a América do Sul do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Amerigo Incalcaterra.

Segundo ele, esse tipo de afirmação é “inaceitável” em uma democracia como a brasileira, principalmente quando se trata de autoridades públicas eleitas por voto popular.

Em nota, Incalcaterra manifestou apoio à representação protocolada contra Bolsonaro, após o episódio, pela Secretaria de Direitos Humanos e o Conselho Nacional de Direitos Humanos na Procuradoria Geral da República.

“Fazemos um chamado ao Congresso Nacional, às autoridades políticas, judiciárias e a toda a sociedade brasileira a condenar amplamente este tipo de discurso de ódio e a defender a dignidade humana em todo momento”, afirmou.

Eu também acho problemática a declaração de Bolsonaro. Eu mesmo já disse por aqui que foi uma declaração mais grossa que rolha de poço. Mas a ponto de ser “inaceitável” para uma democracia? É claro que estamos diante de treta.

Mas é só ler a notícia com cuidado para descobrir o embuste: não foi a ONU que declarou algo, mas um secretário sul-americano, com histórico de associação a grupos da extrema-esquerda. Falamos de um sujeito (Amerigo Incalcaterra) que tem as mesmas prioridades de Maria do Rosário e o mesmo discurso, o que pode ser observado por um breve histórico de suas demandas.

Se há algo que você jamais observará é Incalcaterra se preocupando com os policiais vítimas de violência. Mas é fácil vê-lo chorar por criminosos violentos. Assim como Maria do Rosário.

Incaltaterra não é a ONU. Na verdade, é um sujeito que está lá ocupando algum espaço por questões políticas. Enfim, a ONU não disse absolutamente nada. Quem disse foi um tal de Amerigo Incalcaterra, que não fede nem cheira. Em suma, a Folha mentiu na cara dura.

A coisa está nesse nível ultimamente, especialmente depois que a Dona Dilma cortou as verbas estatais para a revista Veja. Essa ação serviu como uma mensagem para o restante da mídia: “ajoelhem-se que os próximos serão vocês”. Como resultado, vemos a Folha lançar uma manchete mais falsa que as risadas de fundo da Praça é Nossa. E sem ficar corada.

Anúncios

33 COMMENTS

  1. Luciano, o que eu vejo na net de direita é a hiper-fragmentação. Poderia haver um portal que agregasse vários autores.

    Os esquerdistas sabem aonde devem “beber”, a grande torre de babel esquerdista é a Folha de São Paulo. O Restante é Satélite.

    E pensar que, por mais de 6 anos eu fui um leitor assíduo da Folha, daquele que pegava o jornal às 6 hs na porta de casa, e consequentemente era um PTista ferrenho, eleitor de tipos como Mercadante, Marta, Erundina, Lula, e outros esquerdistas.

    • Cancelei minha assinatura desse jornal desde dez/2013 por começar a notar a tendencia à esquerda e a cegueira com relação ao PT. Com relação ao Bolsonaro, falem o que quiserem, ele se tornou IDOLO de milhares de brasileiros pelo simples fato de dizer o que gostaríamos de falar. Com relação aos fatos, ele propos uma lei CONTRA os estupradores (fato) e ela vive nas portas de cadeia tentando livrar a cara dos mesmos! Que é COERENTE?

    • A Folha de São Paulo há muito tempo que é tendenciosa, puxa o saco do governo descaradamente, e ainda vem com uma manchete desse jeito, tentando enganar todo mundo, muito embora a ONU nada tem a ver com os problemas políticos do Brasil. Que gente sem personalidade e sem independência. Façam como a revista Veja, percam as publicidades governamentais, mas não mintam para a opinião pública, pois isso é desinformação.

  2. Luciano, mais sobre o caso em questão:

    1) Você viu esta declaração da Mara Gabrilli? No mínimo poderíamos considerar como aquele comportamento típico de mulher de querer apoiar outra mesmo que esteja errada, o que envolveria agir de boa fé. Porém, estamos falando de uma deputada federal e somos obrigados a levar em conta outras possibilidades, como a de o PSDB estar integralmente na estratégia das tesouras ou mesmo ser linha auxiliar do PT, o que deixaria a coisa pior. Sobre Mara Gabrilli, acrescente-se o fato de que ela foi contra, na qualidade de relatora da Comissão de Seguridade Social e Família, um projeto que propunha não sancionar deficientes físicos e mentais que porventura não exercessem a obrigação de votar, o que a mim soa um tanto contraditório se considerarmos que há pessoas com deficiências bem graves (principalmente mentais) que impedem que se exerça o voto mesmo que ele fosse facultativo por implicarem incapacidade de entender o que está sendo proposto;

    2) Agora temos Ricardo Melo jogando pedra em Bolsonaro, querendo vinculá-lo ao regime militar (aqui leia-se torturas) e dizer que o deputado apoia o estupro, sendo que o parlamentar apresentou leis endurecendo a pena para quem pratique tal ato.

    • E eis que a Procuradoria Geral da República denuncia Bolsonaro no STF por incitação ao estupro. Eu acho que ele se safa dessa história, uma vez que seu histórico mostra que ele sempre foi contra o estupro e apresentou medidas de endurecimento na punição de quem pratica isso. Porém, aqui também fica a lição de que ele deve controlar melhor o frame e embalar melhor seu discurso para que não dê margem a histerias de marxistas-humanistas-neoateístas.

      • Cara, ele realmente tem chance de escapar disso? Espero que sim. Eu to torcendo por ele mas depois que vi a mesma notícia na globo.com to muito preocupado.

      • Pelo seu histórico, se for analisado, e tiver alguém com neurônios funcionando, entenderá, o que foi dito naquele episódio, foi sarcasmo. A outra via, será deixar o Bolsonário como bode expiatório, uma decisão, simples de tomar, porém, pode se tornar uma faca de dois gumes. Expondo mais a frente, muita coisa que possam estar abafando. E sabemos, que o deputado, não é de deixar bater sem dar uns belos pontapés. O que será bem, delicado, se fizerem isso. E sem contar, que uma parte da população tem empatia com o bacana.
        Compremos as pipocas e os refrigerantes, e assistir o desfecho?!

      • Acho que ele pode entrar com ação por denunciação caluniosa, mas alguém teria que avisa-lo.
        Ele é bem intencionado mas é muito atrapalhado.

    • Enquanto pipocam em vários pontos do Brasil pessoas que querem cassar o mandato do deputado Jair Bolsonaro, eu estou do lado contrário. Defendo o deputado e seu mandato. É verdade que o comentário foi infeliz. Ele poderia passar sem essa. Mas não foi criminoso, ofensivo nem sequer atentatório à dignidade do Congresso Nacional, se é que aquela casa legislativa ainda tem alguma dignidade.

      Antes de mais nada, o simples fato das palavras proferidas pelo deputado terem sido parte de um discurso feito na tribuna da Câmara, no uso de suas prerrogativas de deputado tornam seu discurso absolutamente impassível de gerar qualquer processo contra o mesmo. O artigo 53 da Constituição Federal é expresso em relação a isso. Assim, ainda que fosse ofensivo, discriminatório ou mesmo incitador da prática de crimes, o fato de ter sido proferido na tribuna no tempo regular reservado ao deputado o tornaria impassível de qualquer processo criminal ou mesmo disciplinar, independentemente de qualquer consideração sobre o mérito de seu conteúdo.

      Mas mesmo que essa imunidade não pudesse ser evocada, o discurso, por seu conteúdo não poderia ser considerado como criminoso. O deputado disse que NÃO estupraria a deputada Maria do Rosário. Isso NÃO pode ser considerado como uma ameaça à deputada, a não ser que ela reivindique o direito de ser estuprada pelo autor do discurso e o acuse de ameaçar não cumprir com esse dever.

      Não pode também ser considerado como uma incitação ao crime. Bolsonaro não proclamou o direito para ele ou qualquer outra pessoa para a prática dessa violência.

      É importante lembrar também que o deputado, ao proferir essas palavras, estava apenas relatando um fato que aconteceu 11 anos antes. Se algum crime houve relacionado com essas palavras, ele aconteceu em 2003 e já estaria prescrito.

      Impossível pensar que as pessoas que acusaram o deputado – políticos profissionais com muitos anos de experiência – não soubessem disso. Por isso mesmo eu os acusei de denunciação caluniosa. vejam no link a seguir https://www.academia.edu/9894664/Representa%C3%A7%C3%A3o_criminal_contra_os_que_acusaram_Jair_Bolsonaro_por_seu_discurso protocolado na Procuradoria Geral da República sob o número de protocolo 20140073976.

      Convido os que pensam como eu a saírem em defesa do deputado com atos como esse.

  3. … já existe blogueiros de primeira como você, mas cada um fica lá… com o seu grupinho. Deveria haver um grande portal, com duas abas, uma conservadora e outra liberal. Uma aliança, coordenada.

    q vc acha Luciano?

  4. E o Reinaldo Azevedo usou essa declaração que não tem qualquer validade prá descascar em cima do Bolsonaro. Flertou até mesmo com a cassação dele, o golpe urdido pela extrema esquerda. Acho que mandou muito mal.

  5. CORRIGINDO

    … já existem blogueiros de primeira como você, mas cada um fica lá… com o seu grupinho. Deveria existir um grande portal, com duas abas, uma conservadora e outra liberal. Uma aliança, coordenada.

    q vc acha Luciano?

  6. Quando estou na fila (enorme) do banco do Brasil, e digo para os demais (na fila), que o atendimento tá ruim porque o governo gasta 200 mil com cada propaganda; Todos ficam doidos de indignação. Tem que dar um jeito. TIPO: No final da propaganda na TV, mostrar o valor que o governo está pagando pela veiculação. OBS: No banco funciona, pois se o Gianequinho (garoto propaganda do BB) aparecer ali tá ferrado.

  7. Em meados de 1992 a Folha apos a queda do Collor, até veiculou uma propaganda na tv. Desdenhando o acontecido; A frase era: A folha não chuta cachorro morto. Luciano, você não vai dar essas não né ??? (Mudar de lado).

      • Eu só lembrei o fato de que, quem derrubou (jornal que mais se empenhou) o Collor, foi a folha (o Collor mandou a PF invadir a redação da folha), “E agora “porque” eles mudaram a ideologia ???” E POR FIM: Só brinquei (provoquei), perguntando se você também Não ia mudar e aceitar propaganda do governo.

  8. E enquanto isso, nego enterra a treta da peixebrás, os mensaleiros curtem a vida, e o projeto bolivariano segue em frente.

    É sempre a mesma tática de distração – e sempre funciona.


    RESP

    Agora na Petrobrás, a fase é de coleta de evidências. Agora quanto a Petrobrás, é esperar.

  9. Cancelei minha assinatura desse jornal desde dez/2013 por começar a notar a tendencia à esquerda e a cegueira com relação ao PT. Com relação ao Bolsonaro, falem o que quiserem, ele se tornou IDOLO de milhares de brasileiros pelo simples fato de dizer o que gostaríamos de falar. Com relação aos fatos, ele propos uma lei CONTRA os estupradores (fato) e ela vive nas portas de cadeia tentando livrar a cara dos mesmos! Que é COERENTE?

  10. É Inacreditavel o que vem acontecendo com a Folha de S Paulo, depois de anos de Méritos por sua imparcialidade agora se ajoelha e faz e passa vexame perante seus leitores e a Opinião publica. Parece que aderiram à moda Global ( rede Globo de televisão ) Está jorrando grana então vamos seguir o Enterro e usufruir tb das granas oficiais e que se dane o povão, a opinião publica, aos olhos internacionais e tds que não concordarem Ok. Quando mais precisamos de Orgãos coerentes e Independentes mais aparece gente sem excrupulos para defenderem as razões pelas quais o País se encontra nessa Balburdia, Lamentavél. Quem sabe acordarão e irão rever seus conceitos de realidade Brasileira e Isenção Geral de assuntos nada agradaveis pela Folha criada. Dá tempo. ” O Nome Folha de são Paulo ‘ é mais importante do que qualquer fato distorcido para que seus interesses sejam preservados. Um mabraço a tds. Essa reportagem se veridica deverá envergonhá-la e faze-la rever os equivocos produzidos.

  11. Essa ONU é uma cambada de libarastas degenerados, comunistas, socialistas, pederastas, sionistas, maçons e idiotas da geração podre dos “Hippies” de 1968, com uma palavra, essa ONU é um lixo mundial!!

  12. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk CAMARA DOS DEPUTADOS DESMORALIZADA??????????!!!!!!!!!!!!!!!!!! ISTO É HILÁRIO visto NÃO TEREM MORAL, ÉTICA NENHUMA para JULGAR, CONDENAR E CAÇAR NINGUÉM!
    ROSÁRIO MINHA CARA e os milhares de reais dos quais você se beneficiou ao levar grana de uma empreiteira? E A JÔ QUE NÃO VOTOU A CASSAÇÃO DO VARGAS? Ah! VOCÊ TAMBÉM NÃO VOTOU?
    FAÇA NOS UM FAVOR :—-SEJA COERENTE COM O QUE PENSAS, FALA E DEFENDES! NÓS QUE DEFENDEMOS OS DIREITOS REAIS DAS MULHERES NÃO PODEMOS ACEITAR NADA QUE NOS OFENDA, MAS SUA FALA NÃO É A MESMA CARÍSSIMA ROSÁRIO.NÃO NOS DEIXAMOS MANIPULAR POR VOCÊS MULHERES QUE comPacTuam COM OS HOMENS? OU VERMES que ESTÃO DESTRUINDO O BRASIL.

  13. O jornalista militante de extrema-esquerda, Glenn Greenwald, escreveu, ou melhor, quis assassinar a reputação de Jair Bolsonaro: https://firstlook.org/theintercept/2014/12/11/misogynistic-hateful-elected-official-democacratic-world-brazils-jair-bolsonaro/.

    A extrema-esquerda tem os seus correspondentes internacionais para fazer panfletagem e perseguir adversários. Mas o mais divertido foi ler os comentários abaixo. Ele recusou um comentário meu, mas nem foi preciso – alguns usuários refutaram-no completamente, lançando um shaming que lhe cola muito bem: defensor do Hamas, que assassina brutalmente homossexuais. Além de terem refutado outras questões mais sobre Bolsonaro, replicadas pelo próprio autor do texto nos cometários.

  14. Luciano, enviei um e-mail para a representação da ONU no Brasil, em apoio ao deputado e esclarecendo os fatos. Como era de se esperar, me retornaram uma mensagem com essa notícia do representante sul americano e que essa era a posição da ONU. Disse então que iria traduzir e enviar a mensagem para a sede nos EUA. Ele me respondeu dizendo que a sede dos direitos humanos da ONU fica em Genebra e não nos EUA. Respondi que iria enviar a mensagem para os dois. De qualquer forma, imagino que seja um esforço inútil pois a própria ONU é um organismo vendido. Estou coletando informações sobre entidades e canais de imprensa de direita na América Latina e América do Norte. Como os esquerdopatas estão instigando grupos internacionais a fazer pressão sobre esse caso, penso em fazer o mesmo, mostrando os fatos para entidades mais dispostas a analisa-los e pedir uma manifestação sobre o caso. Não é possível que mesmo com o apoio que o deputado está tendo de uma grande maioria da população, todos os órgãos de imprensa estão participando desse linchamento público. São pouquíssimos os jornalistas e apresentadores que estão demonstrando um pouco de bom senso, como Rachel Scheherazade, Danilo Gentili e Felipe Moura Brasil. A maioria esmagadora da imprensa não dá ao menos o benefício da dúvida ao deputado. Até o Reinaldo Azevedo resolveu pegar em pedras para se juntar a multidão!

  15. Olavo esclarecendo algumas coisas ao Reinaldo Azevedo que parece que não entedendeu o que está acontecendo.

    “Para facilitar o raciocínio:
    Prezado Reinaldo: Não sou um “seguidor do deputado Bolsonaro” e, é óbvio, jamais assinaria qualquer petição para tirar você da Veja, mas peço que você preste atenção a estas explicações:
    (1) Ao chamar o seu colega de “estuprador”, sem a menor provocação, a deputada Maria do Rosário lhe imputou caluniosamente uma conduta criminosa;
    SIM OU NÃO?
    (2) Ela não o fez no calor de uma discussão, mas por iniciativa unilateral;
    SIM OU NÃO?
    (3) Ela repetiu a acusação calma e friamente, ao responder “É sim” quando o deputado lhe perguntou “Agora sou eu o estuprador?”.
    SIM OU NÃO?
    Isso denota conduta deliberada.
    SIM OU NÃO?
    Em resposta, tudo o que o ofendido fez foi uma piada de mau gosto.
    SIM OU NÃO?
    Interpretar a coisa como apologia do estupro é logicamente inviável. Não creio ser necessário lembrar que ele não disse que a colega MERECIA ser estuprada, o que seria, sim, apologia do crime (aliás cometida pelo sr. Paulo Ghiraldelli impunemente contra a apresentadora Raquel Scheherazade), mas disse que ela NÃO O MERECIA, o que é uma observação sarcástica de ordem estética e nada mais — injusta, no meu entender, já que a sra. Maria do Rosário não é tão feia assim.
    SIM OU NÃO?
    O ato do sr. Bolsonaro inclui-se claramente nos dois tipos de atenuantes que a lei brasileira admite para o crime de injúria (a) se a ofensa é emitida EM REVIDE a uma ofensa anterior; (b) se é emitida IMEDIATAMENTE após a ofensa.
    SIM OU NÃO?
    A conduta da sra. Maria do Rosário não tem atenuante nenhum, tem os agravantes de deliberação e da ausência de provocação.
    SIM OU NÃO?
    Não há o menor senso das proporções em nivelar a conduta dos dois, muito menos em enxergar maior gravidade nas palavras do sr. Bolsonaro que nas da sra. Maria do Rosário.
    SIM OU NÃO?
    A inversão da escala de julgamento torna-se ainda mais intolerável quando se conhece o contexto da discussão. O sr. Bolsonaro estava apresentando um projeto de lei que pedia punições mais graves para os estupradores e reduzia o prazo de maioridade penal de modo a que a punição pudesse atingir tipos como o Champinha, um dos estupradores e assassinos mais cruéis que este país já conheceu. A sra. Maria do Rosário, em contraposição, defendia privilégios legais para os Champinhas da vida. As palavras que ela disse ao sr. Bolsonaro revelam um esforço perverso de INVERTER o sentido dos acontecimentos, fazendo do sr. Bolsonaro um apologista daquilo que ele combatia e ela protegia.
    SIM OU NÃO?
    Sob qualquer ângulo que se examine, a investida geral da mídia contra o sr. Bolsonaro está acobertando a conduta criminosa da sra. Maria do Rosário e falsificando a realidade do que se passou.
    SIM OU NÃO?
    P. S. – Dar às palavras do deputado Bolsonaro o sentido de que “estupro é matéria de merecimento” é trasmutar um sarcasmo em afirmação literal e expressão formal de um juízo de valor. Se aceitamos esse tipo de manipulação da linguagem e ainda queremos fazer dele a base para uma condenação judicial, então fica difícil criticar o mesmo expediente quando usado pelos petistas.
    SIM OU NÃO?”

  16. O problema da midia(TVs, jornais), é que todos recebem dinheiro do governo(propaganda),
    aumentando a receita e os salarios dos apresentadores; RESUMINDO:
    Se apenas 1(um) canal perder a bolsa(propaganda), ele quebra; Não tem como manter os
    altos salarios de mercado que o governo estrategicamente aumentou.

  17. A HISTÓRIA ESTUPRADA DO BRASIL

    Corre mata adentro, cansada, ofegante, vencida.
    É o bandeirante desbravador estuprando a índia. E é ela a selvagem, claro!
    Tapa a boca, escraviza a alma. Chora, vendida.
    É o senhor da casa grande, proprietário de carne, estuprando a negra na senzala. E é ela a escória, claro!
    É o militar patriota estuprando a comunista subversiva nos porões da ditadura. E é ela a ameaça ao país, claro!
    É o policial vestido de hipocrisia que atende a mulher violentada agora há pouco, perguntando que roupa ela usava na hora do ocorrido. E é ela que se veste errado, claro!
    É o pai de família que faz sexo com a esposa indisposta. Mas isso não é estupro, é só sexo sem consentimento mútuo, claro!
    É o macho alfa que estupra corretivamente a lésbica “mal comida”. E é ela a doente que precisa de cura, claro!
    É o aluno de medicina, estudante da “melhor universidade da América latina”, que estupra a caloura bêbada. E é a denúncia dela que mancha o nome da Universidade, claro!
    É o político defensor dos “bons costumes” que só não estupra a deputada porque ela ‘não merece’. Ufa, pelo menos alguém sensato nessa história violentada do Brasil.
    -Valdson Almeida

Deixe uma resposta