Eis uma grande iniciativa: o Conclave pela Democracia

28
48

evento

Cliquem nesse link para saber mais sobre o Conclave pela Democracia, evento a ocorrer no National Press Club em Washington, DC, em Março de 2015. Precisamos, mais do que nunca, congregar esforços em prol da manutenção da democracia, por uma perspectiva republicana. E, pelo que vemos no link, o objetivo é exatamente esse: reunir líderes da oposição e ativistas políticos da América Latina e denunciar o Foro de São Paulo.

Além da denúncia sobre as urnas eletrônicas, espero que eles foquem suficientemente nas demais questões, mais perigosas, como a censura de mídia, unificação das polícias, uso de coletivos não-eleitos e daí por diante.

Leia mais:

O Conclave para a democracia será um evento no Clube Nacional da Imprensa em Washington DC. Março de 2015.

O objetivo do evento é congregar os líderes da oposição e ativistas políticos da América Latina para denunciar o Foro de São Paulo e a fraude eleitoral no Brasil.

A reunião também vai denunciar a empresa venezuelana SMARTMATIC como o “aparelho” utilizado para subverter a democracia na Venezuela, Nicarágua, Bolívia, El Salvador, Equador e Brasil.

O “Conclave” terá um webcast “AO VIVO” e pessoas da região poderão interagir com os participantes através do Skype em tempo real. No final será realizada uma conferência de imprensa denunciando os paises afectados pelo populismo e regimes autoritários.

Os participantes são: Ex-Primeiro Ministro da Espanha Jose Maria Aznar, Ex-Presidente colombiano Alvaro Uribe, Ex-Presidente mexicano Vicente Fox, Ex-Governador da Florida Jeb Bush, Senador Marco Rubio e os outros!

Em tempo: cliquem no link para fazer doações. Divulguem ao máximo.

Abaixo segue um link de Gloria Alvarez falando do problema vivido hoje pela América Latina, o que tem muito a ver com o tema do Conclave.

Anúncios

28 COMMENTS

      • Tanto o Jose Maria Aznar quanto o Alvaro Uribe são pessoas de extrema integridade e conservadores legítimos.
        Esse conclave é uma daquelas notícias que alimentam a esperança de um futuro livre e democrático.
        Vamos divulgar entre nossos amigos e familiares.

      • Como era de se esperar, a iniciativa já está sobre ataque. Estão semeando a dúvida e a discórdia a ponto de abalar o próprio idealizador do evento. Precisamos dar a este evento ampla divulgação e apoio. É o mínimo que pode fazer cada um de nós, que se horroriza cada vez mais com a descida que o Brasil está fazendo em direção ao abismo do Inferno Socialista.

        Não sei se já foi divulgado aqui, mas segue o endereço da página do Dalmo no Facebook, onde há um depoimento do Olavo de Carvalho desmentindo a desinformação que tenta desconstruir a seriedade do evento e que está sendo divulgada através do próprio Facebook:

        https://www.facebook.com/dalmoaccor?fref=photo

        E da página que ele mantém na Internet:

        http://www.resistirbrasil.com/Conclave/

    • Que visãozinha de terceiro mundo, não? Pesquise à respeito do evento, entenda como funciona esse país, o significado de uma democracia onde instituições não precisam de autorização do Estado para existir, etc… É sintoma grave de esquerdopatia sair pela tangente dizendo que tudo é golpe. Acorda Brasil!

  1. Prezado Luciano,
    Parabéns pela iniciativa de dar visibilidade à algo tão importante para o Brasil.
    Todos os tópicos mencionados são a base de.nossa batalha.
    Estamos nos preparando.
    As formiguinhas estão se mobilizando a todo o vapor.

  2. Comunista na Rússia no século passado:
    “Como o Deus Visnu, a minha imprensa terá centenas de braços e estes braços sentirão o pulso de cada possível opinião em todo o País.” Parece brincadeira… é o comuno-petismo

  3. Que bom que voltou das ferias, assunto nao vai faltar, a comunistada esta assanhada igual pipoca na frigideira, pulam pulam e caem pra fora estatelados no chao! Rsrs.
    A ideia do conclave e uma otima iniciativa , vamos ver se acordam , nao podemos dar tregua, reforcar nossa oposicao que vai ter que estar unida , o objetivo:por a vermelhandia (onde vivem os vermes vermelhistas comunistas bolivistas vigaristas) pra fora da vida publica!
    colocar a bandeira do Brasil de volta no mastro e corrigir o rumo.
    por a cambada na cadeia e jogar a chave no mar
    gracas a Deus os criadores dessa bocalidade de foro paulista ja estao com a veia da foice nas costas, menos mal.
    Madame Botijao que se cuide!
    Acabou s ferias! Ao trabalho!

  4. O problema a meu ver é ser realizado em Washington. Assim como se o “consenso” de Washington foi acusado de imperialista por ter sido realizado na terra do tio Sam não vejo como não seja alvo do mesmo esquema. Deveriam realizar todos os eventos em Paris ou melhor: no Panamá. Já estou antevendo a histeria por ser em Washington e os livros didáticos do futuro colocando chifrinhos nos líderes que discursarem neste evento.

    • Em minha opinião pouco importa que os socilistas sejam contra. Desinformação é com eles mesmo! Com ou sem o evento e, com ou sem Washington, eles já colocam os tais “chifrinhos” nos que lutam contra esta horda de narcotraficantes que invadiu a América do Sul. É só ver como tratam o Álvaro Uribe e toda a oposição continental às esquerdas.

  5. Excelente notícia e excelente inciativa!

    Eu acho que por ser em Washington, é ainda mais importante: Não esqueçam que, se tudo ocorrer como todos (menos os comunas, é claro), os Republicanos vão retomar o poder em 2016. Quanto mais informados eles estiverem sobre as falcatruas dos comunista aqui, tanto pior para os petralhas e tanto melhor para nós, os que se opõem a esta corja de zumbis bolivarianos.

  6. Olá Luciano

    Dando seguimento às minhas observações sobre a presença de Olavo na mídia, neste link http://www.olavodecarvalho.org/livros/neesquerdas.htm, Olavo analisa a obra “Comando Vermelho. A História Secreta do Crime Organizado”, de Carlos Amorim. No que tange à declaração do autor, de que não haveria provas de que esquerdistas tenham ensinado guerrilha a bandidos comuns com a intenção de formar guerrilheiros fora de seus círculos, podemos ver que Olavo interpreta as intenções do autor segundo a própria descrição dos fatos, e não pela sua declaração formal.

    “O que me faz interpretar as coisas desse modo é a desproporção entre a força da narrativa e a timidez dos argumentos em que Amorim sustenta sua opinião. Qualquer principiante do jornalismo sabe que a exposição dos fatos exerce sobre o leitor uma influência mais profunda do que a opinião expressa. A verdadeira intenção de um jornal está na sua maneira de selecionar e ordenar as notícias, e não no que ele afirma nos editoriais. As cabeças dos repórteres funcionam de modo análogo: inteligências antes narrativas do que analíticas, expressam-se mais plenamente contando os fatos do que alinhando argumentos. ”

    Aqui ele compreende e expõe muito bem a importância da seleção de conteúdo para influenciar o leitor. Segundo ele, é ai que se pode descobrir a intenção de um jornal.
    Dai eu pergunto; Por qual motivo a contratação de Olavo para o time de comentaristas semanais, por parte dos 5 maiores jornais do país, sendo ele um crítico ferrenho da própria mídia que o acolhia, estaria fora desta seleção intencional de conteúdo que formaria, segundo Olavo, a “verdadeira intenção” de cada veículo?

    No último comentario eu lembrava da relação entre esta exposição inicial maciça de Olavo na mídia e o que ele é hoje. Olavo definitivamente não é um fenômeno originado na rede, como muitos imaginam.

    Bem, se sua trajetória foi iniciada no jornalismo impresso, e que este o “tolerou” durante 10 anos, nos 5 maiores veículos do país, mesmo destilando suas críticas muito bem fundamentadas sobre a própria mídia que o acolhia, e sabendo agora que nenhum jornal “dá ponto sem nó”, concluímos que OLAVO OCUPOU SEU ESPAÇO NA MÍDIA IMPRESSA COMO PARTE DA ESTRATÉGIA DESTES VEÍCULOS.

    (Farei outro comentário falando mais sobre o conteúdo dos textos de Olavo, mostrando que seu ataque sistemático à mídia, sem que houvesse nenhuma reação do lado ofendido, era incompatível com a repercussão que recebia desta própria mídia)

    Levantei também no último comentário, a hipótese de Olavo estar “formando e ajuntando” as bruxas (opositores) para o abate. Sei que posso estar conjecturando demais, por isso mesmo não saio divulgando isso por ai. Esta mensagem, por exemplo, foi destinada para 04 pessoas apenas. Não quero ser leviano, apenas prudente.

    Em nome desta prudência, me permita sugerir que os formadores de opinião inspirados em Olavo não tenham receio de manifestar opinião contrária à dele. Sei que você costuma fazer isso, mas é diferente quando fazemos com aquele saudável “pé atras”.

    Posso citar como exemplo o repetido apelo de Olavo para que “extirpemos os comunistas da vida pública”. Ora, se estamos vencendo-os na internet, e a oposição está finalmente tomando corpo, por que não deixá-los definhar com as suas idéias obsoletas? Em que o uso do verbo extirpar nos ajuda neste momento? E o repetido termo comunista, ultrapassado perante os ouvintes? A expressão inteira apenas evoca o macartismo e constitui material para legitimar uma reação oposta.

    Peço que reflita nisso que te falei. Em breve tem mais.

  7. REPUBLICANOS NO PODER NOVAMENTE! Pro chão, comunistada. Rebolando, esfregando a piriquita no asfalto se quiser, mas pro chão, pra ser pisado feito insetos que são – dos feios, inclusive.

      • O principal termômetro do que acontecer em 2015 serão as eleições municipais do ano que vem, uma vez que serão as primeiras já sob efeito da multidão que tomou as ruas para protestar contra Dilma. Se olharmos para os resultados de 2012, pode ser que o viés de baixa do PT se acentue, pois já naquele ano todos os postes do Lula, exceto o Haddad, não foram eleitos e as únicas vitórias petistas maiores vieram pelas mãos de políticos que não fazem parte da ala lulista do partido.
        Claro que só derrotar o PT não é suficiente para tirar o Foro de São Paulo da jogada, uma vez que este também é composto por PDT, PC do B, PPS e PSB, só para ficarmos em partidos importantes e dos quais o pessoal ainda não se tocou que também fazem parte da tal entidade. Porém, vai ser jogada das mais importantes, mesmo que outros partidos integrantes ganhem eleições, uma vez que estes na prática iriam querer deixar as coisas mais com a cara deles e isso demanda um tempo de suspensão de avanço de etapas do processo socialista (transição, ruptura e consolidação).

        Se formos levar em conta só São Paulo, temos possibilidade de vitória do Foro por cissiparidade, com essa aparente briga de Marta Suplicy com o PT que na realidade cheira a uma manobra parecida com a que Marina Silva fez ao ir para o PV, depois para o PSB e por fim tentar fundar a Rede. Marta tem bem mais popularidade que o Haddad, algo que bem sabemos, e talvez até parasse algumas doideiras do prefeito de sobrenome árabe, como as ciclovias sem critério e o financiamento de craqueiros, uma vez que seria retração importante (aqui considerando um pensamento estratégico marxista-humanista-neoateísta). Daqueles tempos, o pessoal gostou dos corredores de ônibus e do fato de não ter havido tanta sanha arrecadatória da CET como vemos atualmente (vide velocidades ridiculamente baixas para avenidas, áreas de 40 km/h e outras). E como se pode observar, as partes práticas são perfeitamente exequíveis por algum candidato anti-MHN que porventura ganhasse a eleição na maior cidade do Hemisfério Sul. Logo, a mesma popularidade despencante do Fernando em questão, que será usada pela Marta, pode também ser usada pelo hipotético candidato anti-MHN que quisesse vir com força.
        Possivelmente sairemos do ano da Olimpíada com as 5.500 cidades brasileiras formando um conjunto menos MHN do que aquele já menos MHN em comparação a 2008 que surgiu nas últimas eleições. E isso, queiramos ou não, é trunfo importante não só para o dia a dia normal da administração pública brasileira como também para futuras eleições estaduais e federais.

    • Você estava certa e 60% do eleitorado brasileiro votou (ou não votou) junto com você. Entretanto estamos lidando com bandidos para os quais nada é obstáculo e é quase certo que fraudaram essas eleições para se manter no poder. O que nos resta fazer é lutar, se possível democraticamente, se não, pelo menos pacificamente, usabdo o “desafio político”.

      Eu, pelo menos, não estou disposto a viver num regime comunista. No meu caso pessoal é: Independência ou Morte!

Deixe uma resposta