Esforço de Dilma para liberar traficante brasileiro condenado na Indonésia dá em água

61
148

farc

Conforme vemos no UOL, a Indonésia negou pedido de Dilma para não executar traficantes brasileiros presos por lá:

O governo da Indonésia rejeitou o apelo feito pela presidente Dilma Rousseff (PT), na manhã desta sexta-feira (16), para que os brasileiros Marcos Archer Cardoso Moreira e Rodrigo Gularte, não fossem executados. A presidente falou, por telefone, com o presidente da Indonésia, Joko Widodo.

A conversa entre Dilma e Widodo foi a mais recente tentativa do governo brasileiro de evitar a execução de Archer, prevista para este domingo (18), por fuzilamento.

Em nota, a presidente Dilma disse “lamentar profundamente a decisão do presidente Widodo de levar adiante a execução do brasileiro Marcos Archer”.

Ontem, o Itamaraty divulgou uma nota oficial informando que o governo estava “acompanhando estreitamente”  o caso do brasileiro. Ainda segundo a nota, “o governo brasileiro continua mobilizado, acompanhando estreitamente o caso, e avalia todas as possibilidades de ação ainda abertas”, dizia a nota.

Em 2005, os advogados de Archer fizeram um pedido de clemência ao governo indonésio, mas o pleito foi negado. Em 2012, o a presidente Dilma entregou uma carta ao governo do país pedindo que Archer não fosse morto.

Atualmente, há 64 presos por crimes relacionados a drogas ilícitas condenados à morte no país asiático.

Archer trabalhava como instrutor de voo livre e foi preso em agosto de 2003 após tentar entrar na Indonésia pelo aeroporto de Jacarta com 13,4 kg de cocaína escondidos em uma asa delta desmontada. Na Indonésia, tal crime é punido com pena de morte.

No telefonema de hoje, Dilma disse que o ordenamento jurídico brasileiro não comporta a pena de morte, e que seu “enfático apelo pessoal”  expressava o sentimento de toda a sociedade brasileira.

Sentimento de toda sociedade brasileira, Dilma? Não, nem de longe. Alias, o sentimento da sociedade brasileira é bem diferente: querer punições mais severas para criminosos.

E foi um belo tombo desta “gerenta”. Praticamente o Brasil saiu como anão diplomático.

De onde surgiu a disposição para gastar tanta vela para defunto ruim? Será que o condenado é das FARC?

Em tempo: eu sou liberal na legislação sobre drogas, mas isso não se estende ao descumprimento das leis. Enquanto há leis proibindo o tráfico de drogas, é preciso cumpri-las.

Anúncios

61 COMMENTS

  1. ‘Em tempo: eu sou liberal na legislação sobre drogas, mas isso não se estende ao descumprimento das leis. Enquanto há leis proibindo o tráfico de drogas, é preciso cumpri-las.’

    Imagino vc antes da lei áurea: eu sou liberal sobre o fim da escravidão, mas enquanto há leis mandando os negros serem escravos, é preciso cumpri-las.

    • Ué, mas é preciso cumpri-las mesmo. Isso não diz nada se devemos lutar para mudar as leis que discordamos.

      Eu também não concordo com o que fizeram com o traficante brasileiro, mas se existe a lei, ela deve ser cumprida. A questão de ser desumana não justifica sua absolvição. Pode-se abrir a discussão e tentar alterá-la, mas quando ele foi pego a lei estava vigente, então deve responder segundo esta. Ele sabia dos riscos e preferiu continuar passeando pelos céus daquele país jogando pó em seus habitantes. Agora como uma boa mula deve aguentar o peso no lombo.
      Se o cara quebrou a lei ciente de que morreria se pegassem ele, tem que ser punido pra provar que não se pode ter perdão com arrogância e estupidez.

  2. Bem, você sempre fala que pessoas mentalmente sadias devem ter “senso de proporções”. Você acha proporcional a condenação à morte por fuzilamento de uma pessoa que apenas entrou em um país com alguns quilos de cocaína?

  3. Apesar de concordar com a necessidade de cumprimento das leis acho pertinente o pedido da autoridade máxima do país por clemência.
    No mais, tendo a concordar com tudo o que escreveste.

    • Isso foi uma tentativa de justificar a pena? Se foi, então se vc passar num sinal vermelho deve ser condenado à morte, já que motoristas imprudentes matam as mesmas 50.000 pessoas todo ano.

      • 1)Como ele pode ser condenado à morte se ele não cometeu nenhum crime e não esta em um país onde exsite a pena de morte?

        2)A existência de motoristas imprudentes não justifica o seu raciocínio, já que também existem motoristas prudentes.A propósito, você conhece algum traficante “prudente”?

        3)Dirigir um carro não é considerado crime.Tráfico de drogas sim.

        E sim, eu também sou contra a pena de morte, mas essa é a lei do país e o traficante sabia que poderia pegar essa pena.

      • Você sabe a diferença entre homicídio doloso e homicídio culposo?
        Quem fura o sinal e comete homicídio culposo não tem INTENÇÃO DE MATAR, nem ASSUME O RISCO de que uma morte aconteça. É diferente do traficante que COMETE ASSASSINATO ou que vende a droga sabendo que está financiando o assassinato de inocentes.
        Mas já que quer saber minha opinião, penso que pena de morte só deveria ser aplicada em caso de homicídio doloso ou crime mais grave com resultado morte (genocídio, latrocínio, estupro com resultado morte). Só quis dizer que não há motivo algum para ficarmos com pena do sujeito, já que ele não tem pena dos 50.000 brasileiros assassinados por gente que ele apoia e financia.

  4. Também não sou adepto da pena de morte, mas a lei de um país deve ser respeitada. Aliás, é pelo cumprimento das leis que devemos lutar no Brasil pois a sensação de impunidade que temos aqui é absurda.
    Não é possível que o brasileiro condenado não soubesse da severidade das leis da Indonèsia e mesmo assim optou por transgredí-las, além do fato de estar associado ao crime organizado, traficando um produto que condena a morte os seus usuários. Repito, não é o homem que tem direito de tirar a vida, nem o governo, mas isso é um entendimento cristão, o que não é o caso da Indonésia. O Brasil perdeu políticamente, como era de se esperar e agora nos resta refletir sobre os nossos problemas e como estamos enfrentando a questão da impunidade ao invés de pedir para que os indonésios não cumpram suas próprias leis. E à familia do brasileiro resta-nos dispensar as condolências.

  5. Mais um ato no teatro das aparências, a presidANTA pede clemência para um traficante de 3º categoria e ao mesmo tempo negocia e apoia o Presidente narco-traficante de cocaina o EVO sem Morales.
    Ao mesmo tempo que ela e o PT apoiam o TERRORISMO, o governo Indonésio é complacente com o terrorismo, recentemente libertou centenas de acusados de atos terroristas.
    Então Srs. e Sras. trata-se de mero “jogo de cena”.

  6. Na minha sincera opinião, os legisladores brasileiros deveriam era seguir o exemplo e punir com tal rigor os casos comprovados de tráfico de entorpecentes, crime esse responsável por grande parte da miséria que se vive no nosso país.

  7. Desculpe, mas não dá para falar em “esforço”. Até se justificaria, pois droga usa quem quer e o cara não matou nem estuprou ninguém, podia pegar uma cana brava sem esse exagero. Mas o esforço teria que ser feito antes, no bastidores, com tempo. O que deve ter acontecido é que alguém lembrou a Dilma que, embora a chance seja remota, poderiam criticá-la um dia por não defender o brasileiro. Então ela pegou o telefone, pediu para não matarem o cara, o indonésio negou e ela desligou. Pronto, ninguém pode dizer que ela não tentou.

    • Não foi só a Dilma. O mimimi ‘Salvem o traficante’ já vem desde o Lula-lá. O Lula mandou algumas cartas pedindo clemência… e depois a Dilma deu continuidade a esse “importante” projeto.

      É um “esforço” sim, pois cada uma dessas cartas é resultado de reuniões e telefonemas e aconselhamentos e consultorias e com certeza muitas e muitas horas/homem para decidir o posicionamento diante de uma situação que não deveria exigir posicionamento nenhum.

      Ainda bem que é tudo pago com dinheiro público… ufa.

  8. E a minha chefe esquerda-caviar, a quem volta e meia cito aqui, que adora se comover com casos de ~~maus tratos~~ a bandidos brasileiros dizendo que eles são vítimas da sociedade e nhénhénhé e a polícia os mau trata e nós nada fazemos por eles e nhénhénhé, PASMÉM, ontem estava COMEMORANDO a execução deste traficante.
    Incoerência, sintoma de loucura.
    Como Reinaldo Azevedo afirmou (enfim uma bola dentro após cada bolada fora que ele tem mandado): Indonésia é um país onde terroristas vão pra rua e estrangeiros são executados, e o Brasil está com a mesma moral que uma prostituta feia daquelas da Indianópolis, que fazem programa por 5 reais.

  9. Luciano, nesse caso eu fico contra sua opinião, ponderadamente. Porque ele não é homicida e deve pagar pelo que fez, sim. Mas você assistiu ao Expresso da meia noite, Leu Crime e Castigo? Pois é, tem de haver proporção entre as coisas. As drogas foram apreendidas, não houve distribuição, ele foi preso e estava pagando pelo crime. Nada mais justo. Mas há um limite para a dívida e para a clemência. Com foi dito, a Indonésia está empesteada de terroristas e nada é feito, são todos soltos. Além disso, pense que estrangeiros podem ser usados de mula pelos traficantes: Eles plantam drogas em suas bagagens e apreendem após a saída do aeroporto. Com tudo isso acontecendo, o turismo daqueles país ficará seriamente prejudicado. http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/a-indonesia-so-e-clemente-com-o-terror/

  10. Muita gente hipócrita! Quando a violência bater à porta de sua casa poderá dizer se tem pena de bandido ou não. É fácil ter pena deles daí, onde nasceu em berço de ouro, na sua mansão num bairro nobre, rodeada de câmeras e cerca elétrica. Vem viver a realidade, ter uma arma de fogo apontada para a sua cabeça sendo assaltado por um “cidadão” que preferiu começar a furtar o que é dos outros por achar que a sociedade não lhe deu oportunidades, chance de estudar. Eu nasci pobre, nem por isso escolhi ganhar a vida de maneira ilícita e graças a Deus primeiramente e a meu esforço to construindo algo bom para deixar a meus descendentes. Deve ser preso quem furtou sem violência, corrupção (em parte), desacato a autoridade, etc… Quem estupra, assassina, trafica, agride desproporcionalmente criança deve é MORRER, que Deus me perdoe, enfim, quando punirem tais crimes com a morte, não haveria mais cadeia lotada e certamente o Brasil seria um país melhor. Chega de “Direito dos Manos” que só defende criminoso.

  11. Olha essa reportagem de 2013 quando Feliciano foi até a embaixada da Indonésia pedir clemência para salvar o Marco Archer. A imprensa ignorou totalmente o ato do Feliciano e se preocupou apenas em atacá-lo por causa das causas gays. Ou seja, a esquerda que hoje choraminga pelo traficante fuzilado é a mesma que não apoiou o Feliciano quando ele foi tentar salvar os caras. E isso tudo por causa de lobby gay.

    http://www.tribunahoje.com/noticia/59004/politica/2013/03/27/jornalista-fala-besteira-diz-marco-feliciano-ao-criticar-a-imprensa.html

  12. A clemência está prevista na lei Indonésia. Se o presidente acatasse o pedido de Dilma, estaria cumprindo a lei também. Apesar de eu achar a Dilma preocupada nesse caso uma hipocrisia sem fim.

  13. A diplomacia dos EUA conseguiu reverter o caso de uma americano, que estava na mesma situação do brasileiro – Só que eles se moveram com meses de antecedência, e ficaram mais de ano na luta judicial.
    E não foi necessário Obama falar em público sobre o assunto.
    Agora, a diplomacia brasileira se moveu faltando 48 horas para o fuzilamento.
    Dilma já apareceu fazendo escândalo.
    É claro que não ia dar certo.

      • Boa? Honestamente, to achando bem tosca a defesa que to vendo alguns aqui e muitos no FB a esse presidente.
        “Então vc era contra o fuzilamento?”
        Acredito que há outras formas de pena para ESSE tipo de crime, e como foi dito mais abaixo para a Jacqueline, deixar uma pessoa no corredor da morte por anos… não sei se ESSE crime que ele cometeu é tão horrorizante assim pra ser merecedor disso. Mas ok, era o que determinava do país.

        AGORA, esse país que vcs estão colocando como ídolo, esse presidente que tá sendo muito elogiado, esse governo deles que vcs estão dizendo ser o ideal, muito melhor que o daqui, é um governo HIPÓCRITA DO CARALHO, pois liberou milhões dos cofres públicos para salvar uma indonésia que cometeu ASSASSINATO seguido de ROUBO na Arábia Saudita. E sem falar no tanto de TERRORISTAS que eles liberam com honra ao mérito das prisões.
        Pesquisem um pouco no Google e verão.

        Esse presidente da Indonésia é um FILHO DA PUTA, assim como o governo daquele PAÍS DE BOSTA, e vcs que estão elogiando falando que lá é bem feito e nhénhénhé tão sendo bastante trouxas, pois quem libera grana pra salvar uma ASSASSINA pra mim é um FILHO DUMA KENGA VAGABUNDA.

        Idiotas.

  14. Republicou isso em Enquanto há vida, há esperança!e comentado:
    O pior disso tudo é ser envergonhado pela terrorista “indignada”, que não me representa, porque sou um do 60% de brasileiros que não votaram no PT.

    Aí, em “retaliação” (imbecil) ela chama o embaixador brasileiro na Indonésia para estudar a melhor maneira de se vingar do povo indonésio.

    Ainda não percebeu que só os brasileiros frouxos e incompetentes que trabalham com ela se borram todos quando ela berra. Acredito que a Indonésia esteja preocupadissima com o “estremecimento” das relações com a “indignada”.

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/01/dilma-esta-indignada-com-execucao-e-chama-embaixador-ao-brasil.html

  15. E eis que o Diário do Centro do Mundo deu um perfil bastante completo de quem era o tal Marco Archer, que em nada condiz com a história de um pobre coitado que resolveu dar uma de “mula” do tráfico e foi pego de gaiato. O cara era traficante contumaz e cheio de regalias, inclusive na prisão. E, como poderão ver, também era fanfarrão até não poder mais. Quis dar de malandro na Indonésia, achando que todo mundo era otário, e se deu mal, como costuma acontecer com todo brasileiro que quer dar uma de brasileiro no exterior. E o que ficamos vendo mesmo são marxistas-humanistas-neoateístas acendendo vela boa para defunto ruim, não que isso não seja o hábito e a razão de viver deles.

  16. Hoje, eu estava num interlúdio musical. Comecei com Adele, passei pelo Tears for fears, terminei nos Titãs. Eita que ouvi Arthur’s theme do Christopher Cross. Tô viajando…

  17. Ok, galera! Li a matéria e todos os comentários.
    Num primeiro momento, parece que todos têm razão e não têm.
    Refletindo um pouco mais sobre a legislação da Indonésia, assim como, de outros países que praticam a pena de morte para crimes de tráfico de drogas, conclui-se que a essência da legislação não é o simples fato de traficar a droga, mas as conseqüências que o tráfico acarreta para a sociedade. Sem entrar em maiores detalhes, vamos analisar apenas uma única conseqüência: a situação humana em que fica a pessoa que se vicia apenas em crack (um sub produto da cocaína), que é igual a de um “zumbi”, praticamente um morto-vivo. A título de ilustração, assistam esses vídeos que foram postados no YouTube, dentre tantos outros com cenas ainda mais fortes:
    https://www.youtube.com/watch?v=ZTLWICNbV8c
    https://www.youtube.com/watch?v=0NoLxiY-1is
    https://www.youtube.com/watch?v=DPEW2qSupso
    https://www.youtube.com/watch?v=WWYF_1Qx4RY
    https://www.youtube.com/watch?v=mEqL7lbb8xM
    https://www.youtube.com/watch?v=vZrKndNcqME
    https://www.youtube.com/watch?v=Uhw86E3Fbu4
    https://www.youtube.com/watch?v=LEo9tkXCE6I
    https://www.youtube.com/watch?v=he3scaMp-Z8

    Agora eu pergunto: É isso que você quer para seus filhos, seus parentes e para a sociedade brasileira? Pela atitude do presidente da Indonésia, ele não quer isso para o seu país.

  18. E essa porra desse presidente (embaixador, sei lá que bosta de título tem esse cretino) da Indonésia veio pedir que “respeitem as leis da Indonésia”, por conta das críticas.
    RESPEITO?
    O mesmo respeito que tiveram pelas leis da Arábia Saudita pagando milhões pra liberar uma ASSASSINA indonésia da prisão de lá? Assassina que não foi nem será executada.

    Que raiva me dá ver gente aqui pagando pau pra esse lixo de Indonésia.
    Se a louca da Wilma não cortar relações com aquele país vai provar ser muito trouxa.

    Diante da podridão que é essa porra dessa Indonésia que vcs tanto tão elogiando aqui, sugiro um local muito bom para enfiarem o respeito que o presidente deles tá pedindo, e vcs estão dando com a perna aberta.

  19. No Brasil o desrespeito às leis é fato cultural. Roubar já faz parte da educação obtida no dia-a-dia por uma boa parte do jovem brasileiro. O menor comete um assassinato não vai para a cadeia e sim para a FUNDAÇÃO CASA. Esta instituição tem por finalidade executar as medidas socioeducativas aplicadas pelo Poder Judiciário aos adolescentes autores de atos infracionais com idade de 12 a 21 anos incompletos, conforme determina o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Os políticos fazem as falcatruas deles no governo e estas são descobertas e provadas não vão presos. E assim, os brasileiros vão se acostumando com essa impunidade. Bandidos, infratores e traficantes são tratados com muita indulgência aqui. No entanto, essa mesma escória, ao cometer um crime em outro país não tem tratamento semelhante ao do Brasil, pois, certamente, as leis são mais rigorosas lá e seguidas à risca.

  20. A melhor notícia que li no fim de semana foi sobre isso!
    O que a comunistada desta “República dos Atabaques”, não percebeu ainda é que a Indonésia é um País SOBERANO, com LEIS e que as APLICA INDISTINTAMENTE, bem ao contrário da bandidagem petista, que só usa as leis em proveito próprio, seja para FUGIR de alguma punição seja para PERSEGUIR algum opositor!

    Pergunta a que souber responder: Alguém sabe o email da Embaixada da Indonésia no Brasil? Quero agradecer a eles por terem nos livrado ao menos de um BANDIDO!

    • Diego, não é bem assim. Veja bem: não sou de defender bandidos NUNCA. Nesse caso aí, acho que pro crime que ele cometeu haveriam outras possibilidades de pena, mas ok.

      Agora, elogiar a Indonésia? Tem certeza?
      Pesquisa aí no Google o número de terroristas de lá, alguns MUITO sanguinários, com histórico de explosão de hotéis, de complexo de comércios e outras monstruosidades, cujos quais não são fuzilados simplesmente porque pediram perdão.
      Tem também o caso que eu to citando a torto e a direito aqui no qual o governo da Indonésia pegou milhões dos cofres públicos (ou seja, dos trabalhadores de lá, que nada tem a ver com crimes) para libertar uma mulher indonésia que cometeu ASSASSINATO e ROUBO na Arábia Saudita. Não respeitaram a lei da Arábia Saudita, pagaram pra deportar a indonésia de volta ao país e não a fuzilaram, nem sequer prenderam.
      E isso são só alguns casos que encontrei, não duvido que tenham outros.

      Vi gente elogiando o presidente de lá de monte, tem nego que perdeu completamente a noção das coisas, elogiando que pelo fato dele ouvir rock então não é carinhoso com bandido e etc… uma putaria da porra de misturas.

      Em suma: elogiar um país podreira daqueles, que liberta terroristas e assassinos enquanto mata traficantes? Nem pensar. Tão podreira quanto aqui, tão lixo quanto aqui, tão bandidos quanto o bandido brasileiro que mataram.

  21. Para quem suspendeu a lei de responsabilidade fiscal para poder assumir o segundo mandato, não é para se surpreender com essa atitude, esta defendendo um companheiro. Se essa moda da pena de morte pega vai salvar poucos da quadrilha que esta governando este pais. Que diferença que tem um traficante e uns ladroes que desviam dinheiro que poderia melhorar o serviço de saúde do povo, condenando milhares de pessoas a morte por falta de atendimento básico de saúde.

  22. Um bandido já se foi.Agora, o outro já está querendo emplacar o jeitinho brasileiro de se fingir de doente da cabeça para tentar escapar do merecido fuzilamento. Curioso é que, quando levou a droga para a Indonésia, não se fez de doido. Pelo contrário, estava mais do lúcido, tal como agora, que teve a lúcida ideia de fingir-se de aloprado. Francamente! Era só que faltava!

  23. Corrigindo: Um bandido já se foi.Agora, o outro já está querendo emplacar o jeitinho brasileiro de se fingir de doente da cabeça para tentar escapar do merecido fuzilamento. Curioso é que, quando levou a droga para a Indonésia, não se fez de doido. Pelo contrário, estava mais do que lúcido, tal como agora, que teve a lúcida ideia de fingir-se de aloprado. A loucura dele foi ter escolhido a Indonésia para traficar, ao invés de escolher traficar no Brasil. Francamente! Era só que faltava!

  24. Considero a lei da Indonésia desproporcional e por isso entendo que até caberia um pedido de clemência. O que não dá para perdoar é ela ter a cara de pau de falar em nome do povo brasileiro e ainda insistir no assunto, fazendo aquela palhaçada de chamar o diplomata. Aliás, deve haver uma certa identificação para que a petista se esforce tanto por um criminoso.

    Agir como ela agiu significa não reconhecer a soberania do outro país. É completamente inconstitucional. Aliás, o PT transformou o Brasil em um país viola rotineiramente a soberania e autodeterminação de outros países.

    Também não tem nada a ver comparar tráfico de drogas com escravidão ou infrações de trânsito. São analogias escandalosamente falsas.

  25. Muito relevante o debate. Dado que sinto o tema esgotado, resta-me observar a infelicidade do cara. Nasce no Brasil, cai no tráfico e vai traficar em um país onde exite pena de morte. Brasileiro, traficante e burro.

  26. bem este pais esta de parabéns e assim que se protege seu povo evitando que vagabundos entre e destrua muitas famílias, a nossa presidenta esta viajando na maionese ela tem que ver que ela tem netos e um traficante assim pode destruir ate sua própria família. Aqui no brasil tinha que ter essa lei aqueles que for pego no fragrante matando, corruptos os estupradores ou com o trafico de droga tinha que ter pena de morte sem direitos a advogado sem deixar repórteres se aproximar ou sem deixar o tau dos direitos humanos se aproximar pois eles só defende os vagabundos e se o povo brasileiro e tão medrosos e covardes para ter essa lei então e só negociar com a indonésia mandar pra lá nosso lixo humano eles ganha e nos também tirando esses ratos das ruas

  27. ai dilma boca aberta. porque voce não vai pegar os traficantes da cracolandia em s.p e levar para a sua casa e da mingal a eles. isso e la presidente dando apoio aos traficantes. sera que ela sabe o que ele feis aqui no brasil pra levar essa droga pra la.

Deixe uma resposta