Começou o show de delírio: “Indonésia deve ser banida dos Jogos Olímpicos no Brasil”

29
81

viomundo

O blog Tribuna da Internet está em meus feeds. É um blog interessante, que mistura opiniões da extrema-esquerda e da direita. Às vezes algumas bizarrices surgem por lá, como esta de Jorge Beja, que no mínimo são engraçadas:

O que deveria levar o governo indonésio à recusa de participar das Olímpiadas de 2016 é porque o evento ocorrerá justamente no país e na cidade onde Marco Archer nasceu e cresceu, até ser fuzilado pelo estado indonésio. Todo o ocorrido representou outro assassinato ao chamado Espírito Olímpico, bandeira e mote de todas as Olimpíadas. Espírito Olímpico é respeito, solidariedade, excelência, congraçamento. Para Frei Betto “as olimpíadas são o prenúncio de um outro mundo possível, o mundo solidário no qual a humanidade viverá como uma grande família”.

Qual o lastro moral, de solidariedade e de integrar uma grande família, que a Indonésia desfruta para vir à Cidade do Rio de Janeiro participar das Olimpíadas-2016, se no dia de ontem, com arrogância, com sadismo, com desacato às leis internacionais e sem considerar os apelos do Brasil, a Indonésia assassinou, por fuzilamento, um filho da cidade-sede das Oimpíadas-2016?

Na abertura dos jogos teriam os atletas indonésios passos firmes, cabeças erguidas e sorriso nos lábios para desfilar ostentando hasteada a bandeira daquele país? Estamos diante de situação delicada e grave, a ser examinada pelos governos do Rio (Estado e Município), do Brasil, da Indonésia e, principalmente, pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), sempre sensível a tais situações. Tomo emprestado o adjetivo de Carlos Newton para concluir: Indonésia: país hipócrita e que assassinou um carioca não pode participar da Olimpíada-2016 no Rio.

O que ele propõe aqui é criar vítimas especiais, de países especiais, em condições especiais. Tudo bem que dificilmente ele pensaria em banir Cuba e Coréia do Norte por matarem gente à torto e a direito.

Ah, mas espere um pouco. Ele mencionou o critério: “país hipócrita e que assassinou um carioca não pode participar da Olimpíada-2016 no Rio”.

Quem não tinha entendido o que significa o estratagema erístico distinção de emergência, agora viu um exemplo claro para nunca mais esquecer.

Neste caso, é pura palhaçada.

Anúncios

29 COMMENTS

  1. Enquanto a “Indonésia do Mau” será impedida, outros “países do bem” como – Venezuela, Rússia, Irã e Cuba – Serão aceitos com naturalidade.
    Tá serto.

  2. Hipócrates esse senho Betto que se intitula frei odeia a revolução do Brasil mais é apaixinado pelo Fidel pela revolução Cubana que assasina prente tortura ..cambada de HIPÓCRATES a maioria dos cariocas e Brasileiros odeia traficantes deixem de serer otario …PODEM VIR AMIGOS DA INDÓNESIA VOCES SERÃO BEM VINDOS POIS PARA NOIS VOCES SÃO UNS HEROIS…

    • “HIPOCRATES” (sic), “PARA NOIS” (sic). Imbecil político e lixo gramatical: teu lugar é na escola, que teu regime militar destruiu na ditadura. Tosco.

  3. Uma daquelas para suspeitar se é mesmo racha interno no Foro de São Paulo ou uma aparente simulação de dissidência em que na realidade o marxismo-humanismo-neoateísmo mantém-se monolítico em sua cissiparidade: Maria do Rosário critica a glorificação que estão fazendo de Marco Archer e o destino de suas cinzas. Diz ela agora que o cara não era herói, mas sim traficante, o que vai gerar margem de comentário para o pessoal que dela não gosta.
    Segue o tweet que ela soltou a respeito:

    http://twitter.com/_mariadorosario/status/556844973371686913

    E os tweets anteriores dela sobre isso:

    http://twitter.com/_mariadorosario/status/556486362816610304

    http://twitter.com/_mariadorosario/status/556484381880369152

    • Monolítico nunca foi, e nunca vai ser.
      Esquerdista vive se estrepando e brigando.
      Tem neo-ateu é que é liberal (no aspecto econômico pelo menos)

      Eles só estão forte por que a direita brasileira morreu politicamente junto com Carlos Lacerda, e está renascendo só agora. Se eles fossem mais “competentes”, isso aqui já estaria pior que a Venezuela.

  4. ESSA MOÇA mARIA DO rOSÁRIO ESTÁ TOTALMENTE EQUIVOCADA. NEM TODO PAÍS É BAGUNÇADO COMO O BRASIL. ACORDEM ! ESSA É A REALIDADE DO NOSOS MUNDO. E OS INOCENTES QUE ESSES TRAFICANTES MATAM TODO DIA NO BRASIL?

  5. Se for assim, então o próprio Brasil deve ser banido das Olimpíadas do Rio. Ninguém no mundo mata tanto carioca quanto a incompetência e a leniência com o crime do Estado brasileiro.

  6. Hahahaha! Que bosta heim ? … e foi o fim do Querumim! pena que não foi antes, ainda passou mais de 25 anos espalhando cocaina pelo mundo e empurrando no nariz dos filhos e filhas adolecentes de pais irresponsaveis que acham tudo normal, inclusive deixarem seus filhos nas baladas como se fosse sinónimo de modernidade e de socialização do futuro! Deveriam começar executar também os consumidores de drogas, pois são eles a gasolina do tráfico. Coitadinhos!… Que dó!!!

  7. Quanta gente pagando pau pra esse país hipócrita! Hipócrita sim, e vou repetir o que já falei no outro tópico: liberaram milhões dos cofres públicos para que uma ASSASSINA indonésia fosse liberada da Arábia Saudita, onde havia cometido tal crime. Por que não deixaram ela lá, pra que fosse executada lá, de acordo com as leis de lá?
    Não sejam tão ingênuos.
    Se essa hipocrisia os exclui das Olímpiadas? Não sei. Mas olhar com carinho pra um país que liberta terroristas bem sanguinários (pesquisem no Google), que gasta pra salvar uma ASSASSINA, e quer pagar de justo e firme matando um traficante estrangeiro, porra, vão ser idiotas-baba-ovo assim na casa do Caralho.

  8. Sugiro banir a Bolívia e a Colombia, que provavelmente produziram a cocaína que Archer levou para a Indonésia. Olha…a cada dia que passa me convenço de que o Brasil não é um país de meia tigela… é um país de um quarto de tigela e olhe lá!

  9. E os países que praticam a pena de morte para crimes prescritos pela Sharia (muitos de gravidade bem menor do que tráfico de drogas), serão convidados para a Olmipíada?

  10. E os países que praticam a pena de morte para crimes prescritos pela Sharia (muitos de gravidade bem menor do que tráfico de drogas), serão convidados para a Olimpíada?

  11. Que barbaridade, o Estado mata alguem que comprou um produto de alguem que voluntariamente lhe quis vender e revendeu para alguem que voluntariamente quis comprar. Que niguem consume contra sua vontade.
    Quem é o papai-estado para dizer oque as pessoas podem ingerir e oque não podem? Pra proibir algo que não obriga nenhum terceiro a nada? Para matar por algum motivo banal?
    Quando o Feliciano intercedeu por esse cara a imprensa esquerdista deu as costas por que era o Feliciano que estava pedindo. Agora é a direita que está dando as costas a esses condenados somente porque é a Dilma que está pedindo. Se esquecendo que um direitista defende a liberdade individual.
    Olhem para o caso em si e não para quem está intercedendo.

  12. Quem pode dizer que este Pais é serio?? Esta mulher defende um traficante, que sabia dos riscos, conhecia a lei do Pais, se tivesse conseguido passar com a sua ‘MERCADORIA’ estaria rindo a toa, agora vem uma presidenanta, falar em direitos humanos? Cade os direitos dos trabalhadores?? dos aposentados? das pensionistas do INSS?? Ela devia era tomar um pouco mais de vergonha, e copiar a lei de lá, pois pelo visto funciona e muito bem, para estes traficantes, que cada dia estão mais ricos a custas de um bando de viciados, pena de morte já para todo tipo de crime hediondo neste Pais, Dilma pegue suas coisas e vai consolar traficantes longe do Brasil por favor.

Deixe uma resposta