Aécio diz que “a mentira venceu a eleição”. Não, não foi não…

42
140

tucanos

Um Aécio mais barbudo voltou à cena nos últimos dias, mas repetindo um discurso já um tanto batido – e já está na hora de atacar mais a proposta de censura de mídia e a candidatura de Chinaglia. Veja o que ele disse:

Destruíram nossa maior empresa e não tiveram a capacidade de, agora, reconhecendo os desvios, minimizar as perdas […] Cada vez mais, vai ficando claro que quem venceu as eleições foi a mentira, infelizmente, e não a verdade.

É preciso que se diga que de fato o PT mentiu mais que o Barão de Munchausen. Mas não é por isso que o PSDB perdeu. A derrota veio por que as milhares de oportunidades dadas pelo PT (isto é, as mentiras) não foram convertidas em misseis teleguiados pela campanha tucana.

Uma mentira descoberta sempre fornece ao outro lado uma oportunidade de desmascarar um impostor. Todavia, desmascarar um impostor não é o mesmo que ficar na defensiva, “rebatendo mentiras” ou dizendo “a cada mentira, viremos com uma proposta”. Desmascarar um mentiroso é imputar ao oponente o rótulo de desonesto, cínico e mentiroso, especialmente quando isto é cabível. Os shamings não podem ser economizados.

Bastou que Marina falasse que votou a favor da CPMF (o que é verdade) para o PT chamá-la de mentirosa, sem economia de termos – e aqui o PT é que mentiu, pois Marina disse que “já havia votado a favor da CPMF” e não “jamais votei contra a CPMF”. Observe que mesmo sem uma oportunidade em mãos, o PT se aproveitou para rotular sua adversária de mentirosa. Enquanto isso, o PSDB tinha muitas oportunidades reais e legítimas a mais, sem aproveitá-las.

Daí fica muito fácil colocar a culpa nas mentiras do oponente, ao invés de reconhecer que o PT nada mais fez que sua obrigação de acordo com seu senso moral (perverso). Enfim, mais uma vez a oposição reclama pelo fato do adversário fazer o que devia ter feito, enquanto eles próprios não fizeram sua obrigação.

Anúncios

42 COMMENTS

      • Eu acompanho e vou às palestras. O Novo definitivamente não pensa a política desta forma. Visite os sites, leia as entrevistas, vá aos eventos. Eles são um partido “propositivo”. Não se fala nada sobre guerra política lá dentro. Nem sequer falam de outros partidos.

      • O Partido ainda está começando e são muitos voluntários. Dê algum tempo para eles.

        PS: Já mandei mensagem criticando a forma pouco incisiva do presidente numa entrevista.

      • Bom, também não dá pra gente ficar cobrando sapateado de quem ainda nem aprendeu a andar, né? Segue um trecho do artigo “A falta que a militância faz”, do Olavo de Carvalho:

        Militância, por seu lado, não se cria da noite para o dia. Ela começa com círculos muito pequenos de intelectuais que, por anos, nada fazem senão discutir e discutir, analisando diariamente, com minúcia obsessiva, uma conjuntura política na qual não têm o mínimo poder de interferir. É do seu debate interminável que emergem, aos poucos, certas maneiras de pensar e falar que, consolidadas e simplificadas em esquemas repetitivos, se tornam espontaneamente a linguagem dos insatisfeitos em geral. Quando estes aceitam a linguagem do núcleo intelectual como expressão de suas queixas (por mais inadequada que essa linguagem seja objetivamente), é então que começa o adestramento da militância propriamente dita. De início suas iniciativas podem parecer deslocadas e pueris, mas elas não visam a alcançar nenhum resultado objetivo: são apenas ação imanente, destinada a consolidar a militância. Isto é tão importante, tão vital, que todo movimento político sério tem de começar sacrificando eleições e cargos ao ídolo da solidariedade militante.

        Ao meu ver, o NOVO está fazendo o certo: dando palestras, discutindo ideias, tirando vantagem das redes sociais para difundir sua marca. No momento, não existe quaisquer possibilidade de ação política por parte do partido, mas assim que houver, ele precisa estar preparado para suprir a carência do eleitorado brasileiro por políticos liberais e de direita. O importante agora é não pular etapas e fazer a lição de casa direitinho. Ou seja: estudar muito, discutir muito e fazer doações sempre que possível. E assim vamos.

      • Exato Rafael, primeiramente ele precisa recrutar membros na sociedade insatisfeitos com essa realidade que estejam dispostos a se engajar(e estudar) para que tenhamos uma base para conseguir resultados políticos eleitorais maiores.

    • Que crítica bem feita, misturando a série com a realidade na Argentina! Pena que não consigo compartilhá-la no face, ou enviá-la por E-mail para a minha amiga argentina que mora em Buenos Aires e que está sofrendo horrores com toda a situação sob o governo da Kretina, como ela diz.

  1. Tem um comunista com uma faca no Youtube, dizendo que vai “CORTAR A CABEÇA” dos seguidores de OLAVO DE CARVALHO.
    Será que eles estão desesperados?

      • Esse daí é desequilibrado mesmo. Mas não é único. Ontem, estava no buzão, indo pro centro da cidade, quando uma aloprada sentou no banco trás do meu e começou a vomitar asnices. Numa delas ela se mostrou insatisfeita com a “perseguição” da imprensa à Dilma: “Eles ficam infernizando a mulher, não sabem perder”. Quando ouço esse tipo de coisa acho que o Brasil vai afundar mesmo.

      • Como diria o gaúcho, “barbaridade, tchê!” Até onde chega o fanatismo da religião política! Quem

        discorda dos vermelhos merece o extermínio? É exatamente assim que os genocidas socialistas do

        século XX “pensavam” , igual a esse demente. Resultado: 200.000.000 de mortos e contando…

        Vamos combater o socialismo sempre, pessoal. Força ao Luciano. Eu também denunciei o vídeo.

  2. resumindo, dá para se dizer que o psdb e Aécio não tem jeito, não vão aprender ? porque após tantos socos na cara e ainda não se darem conta do por que estão levando estes socos pra mim ou são masoquistas, ingênuos políticos ou falsos por estarem simulando uma oposição….

    não consigo imaginar outro motivo.

  3. “Vamos elevar o nível do debate”, dizia Aécio nos debates. Desmantelar sistematicamente as mentiras apontadas pelo oponente na época, uma raridade, uma exceção. Agora que a vaca já engasgou de tanto tossir, eles continuam com o discurso de “bem que eu avisei”. O PT joga e o PSDB assiste, enquanto o PT mete o dedo no olho e joga areia na cara, o PSDB corre e conta pra mãe. Basta! Temos de ensinar “malícias” para esta criança.

  4. Ué? Mas me parece que agora ele está fazendo o que sempre deveria ter feito. Só que com o tradicional estilo bola-mucha do PSDB. Mas é importante enfatizar que dilma = pt, dilma = mentira ==> pt = mentira

  5. Bando de otários do PSDB? Duvido! Eles sabiam que quem venceu as eleições para refraudar Dilma foi a Empresa Smartimatic,da Venezuela que é contratada pelo Foro de São Paulo.Todos os países signatários ao FSP tiveram seus candidatos eleitos por fraude,e,por conseguinte os mesmos percentuais 50% contra 49% das urnas apuradas,foi assim na Venezuela,no Equador,Na Bolivia,Na Argentina,no Brasil,nas Filipinas…E ainda pagaram 136 milhões para o TSE cria uma sala vip à acomodar a equipe da Smartmatic,afastando o TSE da leitura das apurações,o Dias Toffli ficou de fora.O TSE foi anulado,apareceu apenas para informar o resultado tramado.Aguardem que a Lva-Jato vai chegar as verbas da corrupção no TSE.Quem pagou,quem contratou a Smartimatic???

  6. Tem razão. Se o PSDB nã amadurecer, não souber fazer uma oposição à altura, corremos o risco ainda de ter que engolir tudo o que a quadrilha nos forçar.

  7. Luciano, é justificável ser um direitista pessimista não por causa de PT e PSDB, mas por causa dos direitistas brasileiros? Porque PUTA QUE PARIU, tá foda. Vejo isso principalmente nos seus posts no Facebook. Você diz que João Santana só fez o que tinha que fazer como marketeiro (alinhando-se ao discurso do cliente e incorporando suas regras morais) e nego responde que ele é mentiroso e desonesto. Você diz que se deve evitar o discurso de “estratégia das tesouras”, e os caras respondem que não adianta pressionar o PSDB porque ele está mancomunado com o PT. Você diz que pedir auditoria nas urnas eletrônicas é algo que se deve fazer ANTES das eleições, e filho da puta responde que há muitas provas de fraude e por isso deve haver anulação das eleições. E o pior é que falam isso tudo como se fosse uma obviedade patente, uma verdade universal plenamente observável.
    Estou usando o exemplo de seus posts só pra ilustrar. Em praticamente TODAS as análises o comportamento dos “direitistas” é semelhante.

    Sério, sou seu leitor há mais de três anos, comento aqui sempre. talvez seja um dos mais assíduos deste blog. Mas ultimamente tá foda. Você sempre falou na direita depressiva, mas esta geralmente surgia em decorrência da apatia diante das ações do PT, e não da constatação da total inépcia da direita brasileira. Sempre desprezei os ditos direitistas pessimistas, mas, paradoxalmente, os direitistas têm me deixado extremamente pessimista. É inacreditável tamanha inaptidão para a guerra política.

  8. Luciano. Concordo com sua avaliacao sobre a derrota do Psdb, e que devemos aprender a licao para que possamos melhorar. A eleicao ja passou e entendo que nao devemos lutar as do passado. A lutas de agora sao as que voce defende, mas manter o discurso da mentira nos ajuda, pois deixa a esquerda nas cordas e agora podemos dizer que tambem estao mentindo no discurso da regulacao da midia etc .

  9. Enquanto isso na Bolivariana Venezuela:

    http://noticias.portalvox.com/internacional/2015/01/governo-da-venezuela-autoriza-forcas-armadas-atirar-contra-manifestacoes.html

    E os vagabundos daqui (que a imprensa chama de manifestantes) reclamando de balas de borracha.

    Por falar em imprensa, ontem o Globo News deu um show de cinismo.Quando o assunto era o aniversário da morte de Churchill, os jornalistas faziam de tudo para não chamar Churchill daquilo que ele era (conservador).Se fosse um socialista eles repetiriam que ele era socialista umas quinhentas vezes.
    Quando o assunto era Grácia eles diziam que muitas pessoas consideravam o partido eleito como de extrema-esquerda e (agora vem a piada) que a Grécia vinha cumprindo tudo o que a UE tinha “imposto” e não teria razão para sacrificar mais o povo.
    Na realidade a Grécia não vem cumprindo com suas obrigações desde antes da crise:

    http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2017

    No próprio programa eles usaram uma rotina pra lá de patética.A de dizer que o partido atual Grego não é de extrema-esquerda porque o Partido Comunista Grego não os consideram de esquerda.Não precisamos ir longe para saber que um PCO da vida não considera o PSTU como a “verdadeira” esquerda, embora ambos partidos sejam de extrema-esquerda.

    Também teve um “especial” sobre a Grécia na Globo News, onde eles classificam o partido atual como “chamado por alguns de extrema-esquerda”.Curiosamente, a idéia do “chamado por alguns…” desaparece quando eles falam da aliança de partido nacionalista, aí é só extrema-direita.

    Recomendo ao dono do blog assistir a Globo News, principalmente o programa Estúdio i (que mais parece um encontro de sociólogos da Vieira Souto).É um “bom” canal para encontrar um monte de rotinas esquerdistas e falácias para defender governos de esquerda.

    • Exatamente! E o Roberto Kovalick destacou que Churchill reutilizou o gesto do V da vitória, que já era feito pelos ingleses, e que teria ajudado a popularizá-lo mundialmente (observação, poderia-se dizer, até então banal pelo quilate de Churchill), mas como você citou, o jornalista não mencionou que Churchill era um conservador e longe de citar aquelas célebres frases anti-comunistas dele. Esse jornalismo brasileiro é uma lástima! E o governo quer “regulamentar” a mídia (lê-se controlar e censurar) o que já é regulamentado há muito tempo pela esquerdalha gramsciana.

  10. Concordo com a crítica, embora tenha votado nele. Faz muito tempo que vemos a oposição, principalmente o PSDB, não conseguir sacar as coisas. Aécio foi até melhor que outros, porém não ataca como deveria.

  11. O Aécio perdeu mas não foi por nada disso, ele perdeu pq chamou a Dilma de leviana, o PT aproveitou pra taxar ele de machista e teve muita mulher que acreditou, geralmente as brainwashed by feminism
    Aquela pequena virada no final foi entre as mulheres, isso vc n comenta né Luciano? Esse é um dos problemas de se preocupar em ser popular…

    • Então, ele perdeu não por que a Dilma o chamou de “agressivo com as mulheres”, mas por que Aécio não jogou o caso de Marina Corina Machado, de Eduardo Gaievski, de Yoani Sanchez, e até a violência contra Marina TUDO NA CARA de Dilma. Tivesse feito isso, o rótulo seria jogado contra Dilma, não contra ele. Mas o PSDB optou pela musiquinha…

      Eu comentei isso na época da eleição.

  12. Luciano!
    O prof Olavo nos mostra frequentemente que a liderança do PSDB não irá enfrentar o PT no debate ideológico, mas somente fará as acusações em nível de questões administrativas. Pergunto: por quê a insistência com o Aécio? Ele não é um peso morto? Ainda tem cura?

Deixe uma resposta