Depois de Fachin aprovado pela CCJ, a Justiça depende apenas de nós

15
105

245379516-luiz-edson-fachin-sabatina

Depois da vergonha histórica de ontem, só existe uma forma de encararmos o STF. É esta: caso o plenário confirme Fachin, a Justiça agora dependerá de nós. Só de nós. E ninguém mais. O Brasil não será mais um país onde possamos olhar o STF com qualquer forma de conforto. Justiça no Brasil passará a ser decidida por um fator e um único fator apenas: nossa pressão sobre sete pessoas.

Explico: com Fachin, Toffoli, Lewandowski e Zavascki, o PT tem quatro votos garantidos no Petrolão e em qualquer julgamento que queiram. Vejam pelo lado positivo. Se Cunha não tivesse conseguido aprovar a PEC da Bengala, talvez teríamos, além desses quatro, gente como Cardozo, Adams e aquele presidente da OAB do qual não me lembro o nome, tudo isso nos próximos anos. Com sete deste naipe no STF, o Brasil já não seria nem mais uma nação a ser levada a sério.

E por que digo que o PT conseguiria colocar Cardozo, Adams e outros nomes do tipo? Por que a nova estratégia do partido foi usar um nome que todos pensavam ser “oposição” (ex: Álvaro Dias) para endossar seus candidatos. O poder de marketing de usar um “opositor” como validador de sua indicação é muito forte. Por uma visão puramente cínica, o PT merece aplausos pela estratégia.

Mas, enfim, o que resta? Outros sete juízes que podem ser pressionados por nós. Ou então usarmos essa semana que resta para pressionarmos os senadores a rejeitarem Fachin. Estas são as opções que temos.

Anúncios

15 COMMENTS

    • Como posso ser contra Fátima, quando o avô dela se diz a favor de uma “lei que não deixa entrar videocassetes para você comprar produtos brasileiros, mesmo que sejam inferiores aos que fazem lá fora. Porque só assim pode ser que um dia este país tenha mercado para fabricar coisas melhores.”

      FÁTIMA PRESIDENTE JÁ!

  1. Luciano, o e-mail dos senadores foi divulgado já, mas e a respeito dos juízes que restam, como podemos fazer? Há um jeito de incluir o Cunha nisso?

    Reitero aqui a mensagem pouco educada, pois no momento o que esses coroinhas menos merecem é carinho e respeito, que enviei para os senadores psdbistas. Convido todos a mandar e achincalhar, ridicularizar, humilhar, fazer eles se sentirem os vermes do esgoto por estarem sendo tão bunda moles. Adicionei algumas coisas.

    Meu desejo é ver Álvaro Judas Dias na lama, na rua, na miséria, na doença. E foda-se o politicamente correto: desejo mesmo.

    – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
    SUGESTÃO DE MENSAGEM A ENVIAR:

    12/5/15 ficará marcado como o dia em que Álvaro Dias traiu a todos que votaram nele.
    Apunhalou a todos os eleitores do PSDB.

    Aquela propaganda do PSDB que foi ao ar no final de semana caiu por terra GRAÇAS A ELE. Foi para o lixo. Para a sarjeta, pra ser levada pela água do esgoto.
    Álvaro Dias causou isso. Como? Apoiando Fachin, a peça final que falta ao PT para aparelhar o país completamente.

    O que vocês gastaram com a propaganda foi em vão graças a esse traidor.
    “Oposição a favor do Brasil”? Não me façam rir. O que se viu foi oposição a favor do PT, conforme os próprios sites petistas estão comemorando, rindo da cara de idiota do traíra.

    Que papelão, e que traição!
    Pra sempre ficará carimbado na testa deste sujeito que vocês mantem em vossa sigla: TRAIDOR! Judas. X-9.

    Não adianta veicular propagandinha e dois dias depois deixar um de vossos membros fazer rasgação de seda para semelhante demônio que atende pelo nome de Fachin.
    Vocês sabem bem o quanto Fachin está de braço dado com o PT. Não bastou NÃO contar com a presença de Aécio e Serra, dois nomes fortes, na sabatina, ainda deixaram esse Álvaro Judas Dias ir lá e colocar na guilhotina todos nós que acreditamos no PSDB.

    Que oposição ridícula, fracote, infantil, amadora. Vão aprender a fazer oposição e parem de manter demônios como esse Álvaro Judas Dias convosco.

    Álvaro Dias não está nem sequer com os dias contados. Já está morto para nós que não apoiamos o PT – falo NÓS em nome de muitos, muitos que estamos realmente preocupados com o futuro do Brasil e nos reunimos para discutir estratégias, organizar apoio, ajudá-los a nos ajudar. Para nós, Álvaro Dias cometeu suicídio hoje, de forma bem ridícula e traidora.

    E o PSDB, se continuar assim, pode se considerar com os dias contados também. Oposição? Comportem-se como oposição de verdade, FRACOS.

    Ass: Eleitor apunhalado por Álvaro Dias.

    – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

    E-mails (só estão PSDBistas aqui):
    aecio.neves@senador.leg.br; aloysionunes.ferreira@senador.leg.br; alvaro.dias@senador.leg.br; antonio.anastasia@senador.leg.br; ataides.oliveira@senador.leg.br; cassio.cunha.lima@senador.leg.br; flexa.ribeiro@senador.leg.br; jose.serra@senador.leg.br; lucia.vania@senadora.leg.br; paulo.bauer@senador.leg.br; tasso.jereissati@senador.leg.br

    • Exato. E esse é dos mais perigosos, pois se julga intelectual e tem um séquito de bagrinhos no meio acadêmico. Talvez só esteja abaixo do Lewandowski em malignidade.

  2. E A MARTA SUPLÍCIO, HEIN?

    Está dizendo que vai “lutar com todas as forças por seu mandato”. Será que ela foi uma das que apoiou Fachin no desastroso ontem?

    Fácil alguém fazer da política profissão. E deprimente.

    Mais deprimente ainda é que esse final de semana, na casa da minha namorada, minha sogra disse “ah, a Marta tá saindo do PT, agora sim vou votar nela!” o que foi seguido por mais um monte de parentes lá tratando ela como a Redentora, a Maria Arrependida e Santa, só por ter se desfiliado do PT.

    Que pesadelo: tem gente acreditanto nas boas intenções dessa louca só porque ela caiu fora do PT!

    Imagina ano que vem aqui em São Paulo termos num segundo turno à prefeitura Marta x Haddad? SALVEM-SE! Tenebroso.

  3. São Paulo, 13 de maio de 2.015

    Prezado Sr. Ayan,

    Belo texto. Só entendo que sua contabilidade está equivocada. O PT possui cinco votos, pois o sr. esqueceu do tal Barroso, que patrocina a excrecência do chamado “direito achado na rua”.

  4. Se na votação do plenário houver um ataque de covardia coletiva, poderemos dizer no dia seguinte: lutamos como nunca, mas o PT venceu como sempre!
    Eu não pude acompanhar a sabatina. Gostaria de saber se o caso da COPEL foi mencionado. O procurador do Estado do Paraná Luiz Henrique Bona Turra encaminhou uma representação ao presidente Lula, em 2006, condenando CATEGORICAMENTE a conduta de Fachin. O caso foi exposto no último sábado no jornal Correio Braziliense. Ninguém no Senado está interessado no que disse Bona Turra (um procurador do Paraná!) sobre o queridinho de Álvaro Dias ?

    http://novo.clipclipping.com.br/impresso/ler/noticia/2555763/cliente/19

    • Tinha que perder todos. Esse cara cometeu suicídio e quero que o PSDB fique sabendo disso e o expulse se possível. Ele é a maçã envenenada na cesta, que já não tem tão belas maçãs.

      Ridicularização coletiva, extrema e impiedosa ao Trairálvaro é missão de todos os anti-PT.

  5. O jogo de xadrez.

    Esta é a história de um desafio entre dois enxadristas rivais.

    O jogador A é um sujeito que se prepara para a partida, estuda aberturas e, durante a disputa, analisa cuidadosamente cada movimento.

    O jogador B é tecnicamente fraco, mas faz “o diabo” para vencer e costuma obter bons resultados.

    Os amantes do xadrez gostam mais do estilo do jogador A, mas não costumam revelar a preferência em público. Isso ocorre porque o jogador B faz mais sucesso entre os professores de xadrez e também entre os donos de editoras que publicam livros de xadrez. Sem falar no fato de que muitos temem o jogador B

    Começa o jogo e, gradativamente, o jogador mais preparado vai obtendo vantagens decisivas. Em poucos lances já está prestes a massacrar o adversário.

    O jogador B não desiste.Em desvantagem, bagunça o tabuleiro, joga as peças no chão e dá um soco na cara do jogador A.

    O jogador A se abaixa calmamente, pega as peças no chão, arruma tudo de novo e diz: “sua vez, amigo”.

    O jogador B dá outro soco no oponente e realiza um movimento ilegal. O jogador A explica que aquela jogada não é permitida e o jogador A responde dando outro murro e jogando no lixo o bispo do exército inimigo.

    O juiz do torneio é chamado para resolver o impasse, mas todos os torcedores sabem que o juiz foi funcionário do jogador B na época em que ambos ainda eram especialistas em truco.

    Como imaginado pelos presentes, a decisão do juiz é favorável ao jogador B. A torcida se revolta nas arquibancadas, bate panelas, pede que o jogador B seja proibido de continuar a partida, mas o jogador A se levanta e diz que aquela não é a forma correta de agir. “Vou vencer de forma lenta, fazendo com que meu adversário sangre aos poucos e reconheça a derrota inevitável”, diz.

    O jogador B ri e enfia dois dedos nos olhos do jogador A. Com um punhal, mata o perseverante adversário e grita XEQUE MATE.

    Depois deste dia, todos os seguidores, fãs, amigos e colegas do jogador A foram proibidos de jogar xadrez.

  6. A votação na CCJ ontem foi secreta e, por isso, é inconstitucional
    Terça Livre / 1 dia atrás
    8 Votes
    Por Matheus Faria

    A votação na CCJ ontem foi secreta, e por isso, é inconstitucional. Portanto, outra votação deverá ser feita, sob pena de nulidade no processo de escolha do indicado, Sr. Luiz Edson Fachin. Senão vejamos:

    Assim dispõe a Constituição da República:

    Art. 52. Compete privativamente ao Senado Federal:
    (…)

    III – aprovar previamente, por voto secreto, após argüição pública, a escolha de:

    a) Magistrados, nos casos estabelecidos nesta Constituição;

    (…)

    A sabatina é a arguição pública. A arguição e a votação são públicas.

    A votação secreta se dá no plenário, quando todos os senadores votam, aprovando ou rejeitando o nome.

    Compete a qualquer Senador que compõem a CCJ suscitar questão de ordem e pedir nova votação, agora, aberta.

    Negada a questão de ordem, cabe ajuizar Mandado de Segurança no Supremo, ou mesmo o fazê-lo diretamente.

    Se o regimento interno dispor de maneira diversa quanto ao segredo da sabatina (não olhei o regimento ainda), é inconstitucional. Não interessa.

    O que interessa é que a sabatina foi nula.

    Vamos lá oposição? Vamos trabalhar?

  7. Na real, pensando com calma, não sei se a situação realmente muda MUITO.
    O fato do STF sempre ter sido composto por cargos apadrinhados aqui no Brasil, sempre fez com que seus julgamentos dessem em pizza na maioria das veses.
    Uma coisa e fato – políticos de foro privilegiados PTistas, seguramente não serão punidos ate ao menos 2035. Mas qualquer um que não esteja eleito poderá receber justiça.
    O que nos resta VERDADEIRAMENTE e o seguinte – tirar o PT pelo voto.
    Piorar piorou, perdemos o STF, mas tal perda sera anulada se retomarmos o executivo.

Deixe uma resposta