Esquizofrenia petista: Mensalão não existiu, ops, pera, existiu, mas…

6
76

Depois de estar liberado para dar entrevistas, Roberto Jefferson disparou a metralhadora, ao falar sobre o Mensalão, no último sábado 6/6.

Jefferson afirmou: “As malas chegavam com R$ 30 mil, R$ 60 mil, R$ 50 mil. Não se comprovou porque não fotografaram”.

Outro momento divertido: “Caiu aquele véu que havia sobre o PT, de partido ético, moralista. O PT posava de corregedor moral da pátria. Ali caiu a máscara. O PT a vida inteira deblaterou contra os adversários, mas “blatterou” a prática política padrão Fifa. O PT impôs ao país o padrão Fifa da corrupção.”

Como ele diz, sua denúncia barrou o projeto do PT de ter Dirceu como presidente: “O Dirceu saiu da fila. Se fosse ele o presidente, nós já estaríamos vivendo aqui a Venezuela. A Dilma é o Maduro. O Chávez é o Dirceu. Com ele, teria cerceamento das liberdades democráticas, perseguição à imprensa livre, cadeia para opositor. Não ia ter papel higiênico”.

Aí doeu forte na turma do Foro…

Como resultado, os petistas estão chorando por todos os cantos dizendo que “alegação de mensaleiro não vale, alegação de mensaleiro não vale”. Isso que meses atrás Lula dizia que o Mensalão “jamais existiu”.

Petistas, decidam-se: alegação de mensaleiro vale ou não vale?

Anúncios

6 COMMENTS

  1. Nada disso, Jefferson e um grande brasileiro e denunciou o Mensalao nao porque queria receber mais dinheiro ou coisas que a petralhada fala mas denunciou porque se era um dinheiro para ser entregue ao PTB por parte do PT legalmente ele queria receber a copia do recibo que entregara. Nao quizeram dar, ele entregou porque ja estava cheio de ver tanta corrupcao e nao se arrependeu do que fez. Grande Roberto Jefferson, gracas a voce vemos a nossa Justica fazer alguma coisa pelo menos para mitigar os maleficios petralhas e colocar os infames na cadeia. Sinto por ter ido junto mas e sempre assim a maioria o acusava e os juizes nao tiveram o discernimento de investigar a fundo. E voce errou tambem quando blindou o chefe da gang. Ai eu nao gostei nada. Mas enfim obrigada por chutar o “pau da barraca” do Dirceu. Ele mereceu.

  2. Você não entendeu Luciano.

    1) O mensalão não existiu, por que não havia ninguém do PT envolvido.

    2) O único mensaleiro foi o Roberto Jefferson, por isso é que ele foi condenado.

    Tipo assim – Ele enchia as malas de dinheiro e entregava pra ele mesmo, por isso, o mensalão só teve um mensaleiro, e por isso que só ele foi condenado.

    (Tente não rir desses pensamentos)

  3. Eu só quero saber qual a aplicação financeira usada por esse senhor Luís Inácio Lula, pois tornar-se um dos mais ricos do País “apenas” com salário aposentadoria e de político não é pra qualquer um…!!!

  4. Putz, como me dá água na boca quando alguém sai disparando em metralhadora giratória as coisas. Petistas fingirão não ouvir ou dirão que é tudo mentira, mas com isso as paredes já delicadas do partido vão ruindo cada vez mais. Ansiando por ver o partido tombar e se espatifar ao chão.

    Segue coluna do João Pequeno no Jornal Destak de São Paulo de hoje (10/6/15), com destaque ao segundo parágrafo, relacionado ao assunto do post:

    – – – – – – – – – – – – – –
    O AMOR ESTÁ NO AR

    Crime de intolerância é a alegação de políticos-pastores para tentar culpar à representação de um Cristo Gay na parada de São Paulo. A mesma intolerância é alegada pelos paradeiros que sonham em criminalizar piadas sobre gays, as quais (também) travestem de “homofobia”. Em ambos os lados da moeda dos fanáticos que se retroalimentam, ser crente de que seu credo é impassível de ser satirizado é muita viadagem – cada vez mais na moda quando até senadores investigados por suspeita de corrupção querem legislar sobre o linguajar alheio.

    O Ministério do Amor tem precedente no partido que já tentou proibir a imprensa de usar o termo “mensalão” – pelo qual parte de sua cúpula foi condenada e está na cadeia. O amor está novamente no ar no 5º Congresso do PT que antecede o Dia dos Namorados em Salvador. Desta vez, eles querem IMPEACHMENT para os ministros do STF que votaram pela condenação de seus companheiros – punir quem ousou punir criminosos, como mostra seu caderno de teses: migre.me/qcKC4

    Falando em igrejas, também sonham em estatizar emissoras de TV que tenham programas religiosos (cassando a liberdade de credo) e… claro, a Globo – da qual querem mais dinheiro. Na novilíngua de R$ 198,4 bilhões, protestar contra isso é “ódio” contra O Partido. Como não se apaixonar por tanto amor?

    PS: o Estado Islâmico volta a executar gays e menores estupram meninas no Piauí – uma morre. Dizer mais o quê?
    – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Deixe uma resposta