PT define o “cenário trágico” com redução da maioridade penal

11
156

129_552-alt-Dilma-Rousseff

Direitistas deveriam adquirir a mania de ler o adversário. Mas ler mesmo. Não é só para consultar de vez em quando. Com isso, entramos na mente deles e conseguimos prever os próximos passos, mapear suas prioridades, compreender as estratégias e daí por diante. Com certeza eu leio mais a BLOSTA do que o material de direita, embora jamais deixe de consultar diariamente o que dizem Olavo de Carvalho (mais em relação aos posts do Facebook), Reinaldo Azevedo, Alexandre Borges, Marcus Vinicius Motta, Felipe Moura Brasil e outros.

Seja como for, o Brasil247 deixou escapar o seguinte: “[Com Alckmin no apoio, existe] a oportunidade de evitar o cenário considerado trágico para o governo e o PT: a redução irrestrita para 16 anos”.

O PT sabe o que quer!

Um país que revogue a lei do desarmamento e retire a licença de menores para matar, estuprar e barbarizar impunemente se tornaria um país onde seu povo recuperaria a dignidade. Automaticamente, isto resultaria em menos pessoas dizendo “é, devemos aceitar o sofrimento que o governo nos causa”. Este povo andaria mais de cabeça erguida do que hoje, sem ser continuamente humilhado e destruído por um estado sádico. Com o fim da licença de menores para matar, o povo deixaria de ser o Theon Greyjoy nas mãos de um estado Ramsay Bolton (quem acompanha a série Game of Thrones sabe do que falo).

Sim, isto seria uma verdadeira tragédia para os petistas.

Anúncios

11 COMMENTS

  1. Que podreira isso do Alckmin se aliar à Dilma para dizer não à redução da maioridade penal. Esses dois esquerdopatas querem mesmo matar o Brasil.

    Que papelão, hein PSDBostas?

    Esse PSDBosta tá precisando duma boa limpeza.
    Primeiro, Alckmin deveria virar homem e não apoiar o PT nessa insanidade de jeito algum.
    Que que ele pretende com isso? Ficar bem com a esquerdoPaTada? Vá à merda, Alckmin! O Brasil tem fúria de reduzirem essa maioridade penal e você vai lá e empata a foda assim? Traíra.

    FHC, bem, um esparadrapo na boca resolveria o problema.

    Trairálvaro Dias, esse não sei o que o PSDBosta ainda tá fazendo com ele lá…

    E precisariam EXPULSAR aquele ridículo João Campos, deputado federal de Goiás que deveria estar em algum partideco conservador insano.

    Essa porra desse João Campos é que criou a tal da cura gay e que agora está dando uma de islâmico-terrorista-que-mata-cartunistas querendo criminalizar quem fez a encenação de cruficicação na Parada Gay.

    ÓH A CARA DE CONSERVADOR QUE O INFELIZ TEM:

    http://static.psdb.org.br/wp-content/uploads/2013/02/Joao-Campos-Foto-George-Gianni-PSDB-.jpg

    Ei, conservadores: é assim, desse jeito, que os vejo.
    “Que que tem a ver?”
    Tem a ver que esse bosta é como uns bostas conservadores que comentam aqui que só atrasam o jogo, só dão prejuízo, só queimam filme. PORRA, UM MONTE DE INSANIDADE PRA ELE SE PREOCUPAR E ELE TÁ INTERESSADO EM ENCENAÇÃO DE PARADA QUE NEM NO ESTADO DELE FOI? DIABO!

    • Avalio que vc se equivoca ao apontar canhões para os conservadores. Sem entrar no campo do desrespeito ao que os cristãos consideram sagrado, temos aqui um importante elemento de guerra política e cultural: enfraquecer o fascismo gay é quebrar mais um flanco por onde o PT ataca a sociedade. Se for incutido na mente da população que o fascismo gay das Paradas é intolerante e totalitário, ao mesmo tempo em que se enaltece e se diferencia o indivíduo gay discreto, o entendimento médio convergirá para a conclusão de que é inaceitável a participação de patrocinadores estatais nesses eventos. E a gente sabe: sem patrocínio estatal, sem esbirros do PT nas ruas.

      É preciso tomar cuidado com os puxões de orelha públicos que se dá em aliados. Não é porque há o debate sobre a redução da maioridade penal que outros debates paralelos não possam ocorrer. Se não houvesse os então considerados “radicais”, que defendiam o ‘golpe’ do impeachment, esse assunto demoraria muito mais tempo prá entrar na janela de Overton – talvez nem entrasse. Particularmente, não censuro com veemência nem mesmo os intervencionistas. Dou muitos esporros neles e combato as estratégias, mas só até um certo ponto, pois tenho em mente que a bandeira deles, em uma situação extremíssima, pode ser a única alternativa possível (alguém ficaria contra militares venezuelanos que se insurgissem contra Maduro e o derrubassem?). Assim, está na hora de libertários extremistas e neo ateus deixarem um pouco de lado seus dogmas e seu ódio à religião, limitando os ataques aos conservadores em prol do fortalecimento das hostes antipetistas. Se quiserem criticar as reações religiosas à Parada Gay, o façam com discrição, medindo os termos. Essa é a tática política correta.

  2. A alegria do Emílio Surita ao descobrir que PT e PSDBundõess adoram, como ele, menores criminosos:

    http://f.i.bol.com.br/imagensdodia/fotos/20110823_resumododia_f_011.jpg

    Emílio Surita na colônia de férias que ele disse quando a Sheherazade foi lá ser a ideal para “recuperar” bandidos (pensamento dele “venham pro papai, to aqui super disposto a vocês”):

    http://ego.globo.com/Entretenimento/Ego/foto/0,,12092614-EX,00.jpg

    E, por fim, Emílio Surita com raiva do filho dele, por ser um garotão enquanto ele é um velhote que queria ser um:

    http://natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/img20120222235402.jpg

  3. Triste o assassinato e estupro cometido por menores no Piauí e, também triste, a militância esquerdista furiosamente derrubando quem estiver na frente para poder defender os menores criminosos. Demonizam qualquer um que achar justo a punição e beatificam os criminosos.
    Para a militância, tais menores criminosos são apenas “meninos que ainda não se formaram direito”. Esquerdistas pedem tolerância zero com abusadores de metrô (de acordo), mas pedem tolerância e carinho com menores que estupram e assassinam. E, claro, pedem a cabeça de quem quer punição aos criminosos.
    Alguém ainda tem dúvidas de que os esquerdistas estão do lado dos criminosos?

  4. Vejam a vigarice desse sujeito Tico Santa Cruz, petista velado. Fez um vídeo no qual já começa de cara dizendo que “ser contra a maioridade penal não significa passar a mão na cabeça de bandido”. Repete no vídeo umas 30 vezes que não quer achar bandido nenhum coitadinho.

    E eu me convenci?
    Óóóóóbvio… QUE NÃO!

    E não é pra NINGUÉM que tenha respeito à VIDA se deixar convencer. Eles querem SIM passar a mão na cabeça de menor assassino. Na cabeça e na bundinha.

    Não, caralho, NÃO: sem acordo! Não tem acordo! Vão enganar outros esquerdoPaTas como vocês.

    REDUÇÃO JÁ!

    • Aos 04:50 do vídeo sabe quem Tico Santa Cruz culpa pelo fato de haverem menores cometendo assassinato, estupro e tortura?
      A TELEVISÃO.
      É.
      Ele diz que se ligar a TV fica passando propaganda o tempo todo, anunciando produto o tempo todo, e aí o coitadinho do menor vê aquilo e sai matando.
      Por que ele não pode ter um celular de última linha então ele deve sair estuprando? Aquele menor filho de uma kenga que infelizmente não fez aborto, ele só assaltou um ônibus todo e estuprou uma moça na frente dos passageiros por que viu um comercial de celular na TV e ficou tristinho que não podia ter um?

      Emílio Surita também tinha dado uma sakamoteada dessas dizendo que a culpa era de quem comprava carro caro, e não dos menores que matavam.

      E essa porra desse Tico fica falando “vocês que criticam, o que sugerem? O que fazer com menores criminosos? Como recuperar?”

      Alguém que assassina alguém por causa de um relógio, que estupra e depois mata, é alguém que está transbordando de maldade. Uma pessoa cheia de maldades, tem recuperação? Será que tem mesmo? Vilão se redimir é só em último capítulo de novela.

  5. A pressão ao PSDB agora deveria ser a mesma ou até maior do que a realizada durante a escolha do Ministro do STF.

    Não podemos deixar o PSDB dar esse golpe. É necessário deixar claro que livrar a cara de homicidas (nem todo homicídio é crime hediondo) é nada menos do que uma TRAIÇÃO ao povo brasileiro.

    Limitar a punição adequada apenas aos casos mais graves é só tomar uma providência depois de uma tragédia acontecer. É o completo oposto da teoria das janelas quebradas, que já foi aplicada com sucesso na prática.

    Se a proposta do PSDB passar, os menores que estão barbarizando a população no centro do Rio de Janeiro continuarão impunes, sendo liberados no mesmo dia a cada vez que forem presos por roubo. Boa parte dos efeitos positivos da redução da maioridade terão sido neutralizados. Não há a mínima lógica nisso.

    Nossa única esperança é contar com a covardia tucana em face da revolta da população contra a impunidade. Eles devem ser empurrados com toda força possível no mínimo ao ponto de deixarem para a população escolher em referendo se quer a redução geral ou apenas para crimes hediondos. Essa seria a nossa melhor chance no momento.

Deixe uma resposta