E a verba do BNDES para a Venezuela? Como fica agora?

4
44

venezuela

Conforme blog do Políbio Braga, a Venezuela foi a maior beneficiária dos empréstimos “de pai para filho” do BNDES. Podemos até dizer que, se não fossem as mamatas dadas pelos governos de Lula e Dilma, a ditadura de Maduro estaria praticamente sem verbas.

Ontem, senadores do Brasil foram agredidos pelas milícias bolivarianas. Logo, o Brasil foi agredido, uma vez que os senadores estavam em missão oficial. Em resumo, a Venezuela agrediu o país que lhe cedeu bilhões de reais, ao passo que Dilma criava intencionalmente um déficit em nossas contas, comprometendo a educação, a saúde e outras áreas.

Enfim, como fica a questão moral do financiamento a um país que lhe agride em retorno?

Anúncios

4 COMMENTS

  1. Bolivarianos maquiavélicos e sem limites, na tentativa de atrasar senadores para esperar a comissão 2 de senadores sem interesse na verdade, Maduro tenta impedir o avião, mas percebendo a insistência e que ficaria muito claro a tentativa de esconder o que acontece com os presos político, ele permite que o avião vá mas usa suas milícias para tentar dizer que o povo venezuelano não os queria lá, não colou, aí culpa uma suposta conspiração internacional contra seu ótimo governo de bem estar ao povo que precisa perder um dia inteiro de mercado em mercado em busca de alimentos e remédios. Um povo com governante sujo assim, não precisa de inimigo estrangeiro, tem seu próprio e maior inimigo governando.

  2. Pelo jeito, pode faltar papel higiênico, mas o estoque de mortadela ainda está parrudo na Venezuela. Repararam como o “povo” (50 pessoas) é igualzinho ao “povo” que sai às ruas apoiando dilma no Brasil, todos de uniforme camiseta vermelha?

  3. Eles tem a mesma cara dos mortadelas daqui, de fato!… Será que recebem pão co mortadela também, ou será outro tipo de pagamento-lanche em espécie?…

Deixe uma resposta