Lula diz que é para “virar a página” do golpe fiscal. Como isso pode ser possível?

6
81

De-Volta-para-o-Futuro-Foto-2

O líder do PT no Senado, Humberto Costa, afirmou que o ex-presidente disse o seguinte em uma reunião reservada com a petralhada:

O presidente chamou a atenção, e nós estamos de acordo, de que é preciso virar a página do discurso político.

Ele falava sobre o golpe fiscal dado pelo PT, principalmente após o partido ter demolido a economia nacional, ao mesmo passo em que nenhum dos milhares cargos comissionados foi cortado. Redução de ministérios? Nem pensar. Corte de doação do BNDES para ditaduras? Nem em sonho. O que restou ao PT foi dar um golpe fiscal mesmo.

Só que, especialmente na era da Internet, é cada vez mais difícil apagar o passado. Especialmente se as ações do passado estão tendo consequências no presente, além de prontas para nos atormentar bastante no futuro.

Não dá para “virar a página” em um país corroído pela inflação, assombrado pelo desemprego, devastado em sua riqueza e, além de tudo, envergonhado por tantos escândalos de corrupção.

Claro que Lula pode até tentar “virar a página”, mas seria até imoral que seus opositores o permitissem. A não ser que ele tivesse em mãos a tecnologia do filme “De Volta Para o Futuro”, que lhe habilitaria voltar ao passado para reescrever o presente. Mas como isso não é possível, a única “página virada” aceitável é a derrubada do PT.

Anúncios

6 COMMENTS

  1. Ele não quer apenas “viria a página”, ele quer que esqueçam. Bem por isso que precisamos não esquecer, e citar as pedaladas ou golpe fiscal todas as vezes que criticarmos as ações petistas que nos trouxeram essa crise, temos que ver e memorizar o golpe fiscal como prova que eles sabiam da crise que eles negavam, pois o golpe fiscal foi um modo de esconder o que estava por vir, e que mesmo o governo petista sabendo, nada fez para amenizar os problema antes que crescessem.

  2. Incrível é ver como estes presidente medíocres das Américas e do Caribe se elegeram para sustentar os comunistas ideológicos.Não se tem conhecimentos de uma só frase de sustentabilidades deles.O império da vergonha.

  3. Sim Lula, vamos virar a página, mas é a sua.
    Mas não deixo de me impressionar como meu amigos em geral são anestesiados, covardes e trêmulos quando se é necessário que tenhamos audácia e coragem para lidar com esses criminosos.
    Hoje recebi algumas mensagens para batermos panela no Jornal Nacional. Eu bateria panela o dia inteiro na frente do Alvorada.

  4. Dessa eu até dei risada.

    Não surpreende vindo do principal nome de um partido que quer “virar a página” na vida de menores criminosos. Um partido que se tiver em mãos um criminoso como Champinha dirá para ele “beleza, você matou, estuprou e torturou, mas a gente vira a página e tá resolvido”.

Deixe uma resposta