O “amor” petista: Guilherme Boulos diz que Eduardo Cunha tem que ser “barrado na marra”

38
85

boulos_pt

O printscreen acima foi retirado da página de Guilherme Boulos, líder do MTST e um dos mais ferrenhos apoiadores do projeto bolivariano petista. Exemplo claro de incitação ao ódio, que já obteve resultados na mesma página. Ver a seguir:

resultados

Será que o Humaniza Redes acata este tipo de denúncia? Será que o site sequer nos fornecer um registro para tracking do incidente reportado, com todos os status passíveis de auditoria? Como diria o ceguinho esperançoso, veremos.

Anúncios

38 COMMENTS

  1. Ja enviei um e-mail de “provocação” ao nobre deputado. Cobrando uma reação da parte dele. Esse pessoal esquerdista tem problemas mentais!

  2. Para bom entendedista, uma frase escrota basta.
    É interessante ver um militante esquerdalha, fazendo pose de ‘tolerante’ usando foto com arco-ires, e concordando com o termo ‘barrar na marra’ e ao mesmo tempo pedindo para ‘abrir a cabeça’, claro que esse termo poderia ser de dupla interpretação, mas no caso, é claramente incitação a assassinato, veja bem que o autor do post disse:
    “…Cunha terá que ser barrado na marra…”
    Eis que o sujeito 2(do arco-ires) lhe responde:
    “Concordo. devemos nos organizar e abrir a cabeça de Cunha e dos q defendem as mesmas ideias deles”
    O sujeito do arco-iris acima, é o pior tipo de MAV petista, ele usa esse artificio para evitar que as pessoas ‘tolerantes’ e adeptas do exagerado ‘politicamente correto’ critiquem ele, e também como modo de se identificarem entre si, na campanha presidencial, a esquerdalha percebeu a presidenta colocar foto de infância e correram usar o mesmo artificio para evitarem criticas, pois são psicopatas e sabem que as pessoas pouco atentas sobre essa tática não a perceberiam e deixavam as sandices deles passarem batidas, até por essa tática afetar o emocional.
    A tática do arco-ires, é ainda pior, pois os MAVs usam isso para destilar ódio e sandices totalitárias, como mostrado acima, e assim aumentarem preconceito contra homossexuais, e com um pouco de sorte deles, um hater que pensa ser de direita atacar as ‘minorias’. Psicopatia pura.

  3. Luciano, sua frieza e objetividade neste momento de comemoração são memoráveis.
    Então vamos lá.
    1. A tática de enviar emails , postar mensagens , fazer uma gritaria em geral pode ser eficaz como comprovou este episódio. Então sugiro deixar em aberto uma planilha com todos os deputados e senadores divididos em colunas com partidos, emails e paginas no face e tweeter . Um esforço do grupo pode viabilizar isso. Assim fica mais fácil acessar os políticos.
    2. O mesmo pode ser feito pros ministros do STF, STJ, TCU, autoridades do executivo e demais órgãos gestores.
    3. Listar movimentos, ONGs, lideranças fora da esfera pública com potencial de influência.
    4. Mídias em geral, editores, redatores…
    5. Delegar papel de monitoramento ddos sites, perfis e portais de noticias que tenham notas dos bolivarianos, aos colaboradores daqui e de outros grupos.
    Já existe isso? É o Think Tank que pede o Olavo? Mais que conceitos e ideologias, esta é a ação?

  4. Ontem a hashtag “Cunhagolpista” estava em 1º nos tts do twitter durante á noite. Com a petralhada se fartando e ofendendo pra valer o Eduardo Cunha.
    Não tenho como passar agora nesse PC, mas dei um print no twitter do ex-BBB Jean Wyllys PSOL-RJ, que disse que: “80% (na verdade 87%) da população estava equivocada, como os alemães na década de 40 que “apoiaram” o extermínio judeu, se é que você já ouviu falar disso alguma vez na sua vida”, em resposta a uma pessoa que lhe perguntou pq votou contra a maioria da população.
    Bom, isso é de um cinismo e de um mau-caratísmo sem limites. Primeiro, que o PSOL não tem nenhuma moral para falar do holocausto judeu, pois eles (Deputado Babá PSOL-RJ) queimaram a bandeira de Israel em público, demonstrando um antissemitismo e um preconceito inegável.
    Segundo, porque essa comparação com a Alemanha da década de 40 é totalmente descabida (talvez o único termo de comparação possível seja o totalitarismo nazista [Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães] implantado na Alemanha e o totalitarismo PeTista bolivariano tentando se implantar aos poucos).
    Não se pode comparar uma perseguição, prisão e extermínio de um povo (6 milhões de judeus), com a redução da maioridade penal ! Por acaso a Lei aprovada diz: “de agora em diante TODOS os menores de 16-18 anos serão identificados, presos e mandados para campos de extermínio” ?. Ou a lei fala que serão punidos, APENAS os menores de 16-18 anos que COMETAM CRIMES ? E nem todos os crimes, como o Luciano já bem escreveu aqui. Tráfico de drogas está fora, e tem aquele vídeo dos menores cobrando pedágio e espancando um cidadão numa favela.
    E porque ele não falou das perseguições, expurgos e extermínios de Stalin e de Mao ?
    A verdade é a seguinte, esse Jean Wyllys fala muita merda e como todos os Petistas, Pisolistas e outros, precisa ser desmentido e desmacarado diariamente.

    • estive vendo lá e eles aceitam denúncias anônimas, sendo que eles próprios reclamam do anonimato! pra variar, sempre o padrão esquerdista, só vale para os outros. kkkkkkkk

  5. template de email:
    —————————–
    Excelentíssimo senhor deputado Eduardo Cunha.

    Infelizmente este não é um e-mail para tecer elogios a sua brilhante atuação na câmara, mas sim uma denúncia contra pessoas que estão ameaçando a sua integridade física:
    https://www.facebook.com/blogdoboulos/posts/494655690684987

    Os links dos perfis dos cidadãos:
    https://www.facebook.com/blogdoboulos
    https://www.facebook.com/viniciusaugusto.santos.5?fref=hovercard
    https://www.facebook.com/marco.catanho.7?fref=hovercard
    https://www.facebook.com/elomaranhao.mariafumaca?fref=hovercard

    Att

    —————————–

    Recomendo anexar os prints

  6. Eu fiz a denuncia no #HumanizaRedes:

    http://3.bp.blogspot.com/-dUHwhnUSTjk/VZV1g_2tSpI/AAAAAAAAH5g/7zr5oZxZ01U/s1600/Imagem1.jpg

    “Guilherme Boulos, líder do MTST, afirma que o Dep. Eduardo Cunha deve ser “barrado na marra, antes que seja tarde”, incitando o ódio entre seus seguidores, que falam claramente em “resolver na bala” e que seria “a hora de matar esse sujeito”. Aguardo providência do #HumanizaRedes para que o ódio que começa nas redes não se transforme em violência física, ou até pior. Mais Amor, Menos Ódio.”

    Obs. Site muito estranho, não pede e-mail, nome, nada. Acredito ser impossível verificar o andamento da minha denúncia.

    • Pode ter certeza absoluta que não vai dar em nada.

      Mas é interessante fazer a denúncia mesmo assim. É bom ser um exemplo vivo de como este projeto não “humaniza” a esquerda.

    • Ele diz que é fácil verificar no Google analytics mas nem mesmo onde encontrar os dados de visitação do site ele indicou, aí já começa o engodo, até por ele(247) saber que o tipo de público deles é facilmente enganado(quando não, finge ser). Segundo, que o tal serviço do Google possivelmente pode ser manipulado para apresentar mais visualizações, creio que bastaria usar o código do Google em uma página do site e usar essa como ‘janela oculta’ dentro de outro site, até de pornografia. O Analytics, do qual ele se referiu, foi feito para os administradores do site conseguirem informações sobre tráfego, e não para fins de comprovação á terceiros. Terceiro ponto, ele reclama do UOL usar público oriundo de pornografia, mas ele pode usar público espanhol que não sabe o quão mentirosos são(247), ele mesmo disse ter versão do site em Espanhol, agora, teria lucro uma estatal como o Correio fazer publicidade em site que tem leitores espanhóis?
      Vale mesmo criar artigo para refutar? Acaba dando visibilidade a eles, e os manés que caírem lá, podem ser enganados.

  7. Que “lindo”.A turminha que “coloriu” o avatar para mostrar apoio a tolerância sendo intolerante.

    Depois quando eu digo que isso (colorir avatar) não passa de uma modinha (a maioria ai deve xingar os outros de viado -como se gay fosse algo pejorativo-), essa turminha fica nervosa.

  8. Já eu prego algo bem mais humanitário para Boulos: exílio em qualquer dos 4 países, a escolher: Cuba, Venezuela, Coréia do Norte ou Afeganistão. Sem possibilidade de qualquer anistia até o dia da morte natural do mesmo.
    P.S. – é para viver como cidadão comum, não como amigo do rei, ok? Assim, até eu…

  9. Leitores do Luciano,

    peço que entrem neste site: http://www.mpm.mp.br/sistemas/ouvidoria/index.php?a=add e façam a seguinte representação:
    ……………………………………….
    No dia 01 de julho de 2015, o Sr. Guilherme Boulos, notório invasor de imóveis e inimigo da propriedade privada, publicou, na sua conta pessoal do Facebook (https://www.facebook.com/blogdoboulos/posts/494655690684987), uma postagem crítica ao Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e escreveu o seguinte:

    “CUNHA GOLPISTA

    Depois de aplicar o golpe no caso do financiamento empresarial das campanhas eleitorais, Eduardo Cunha está fazendo o mesmo agora com a redução da maioridade penal. Cunha terá que ser barrado na marra, antes que seja tarde!”

    Não obstante xingar reveses políticos de “golpes”, num ato de espantosa intolerância e absurdo desprezo pelo jogo democrático, pois deixa implícito que qualquer resultado político diverso do qual endossa significa uma afronta à ordem jurídica, prega abertamente que o Presidente da Câmara dos Deputados. seja impedido de exercer suas funções mediante o uso de força bruta.
    O particípio do verbo “barrar”, aqui, possui o sentido de impedir, obstruir, coibir etc. a indicar que Cunha não deve mais exercer seu cargo de Presidente da Câmara. Ademais, ao utilizar a expressão “na marra”, o Sr. Guilherme Boulos, inequivocamente, deixa claro que o Presidente deve ser “barrado” à revelia da Lei, da Constituição e do Estado Democrático de Direito. Esta expressão repele qualquer interpretação de afastamento nas hipóteses legais, tendo em vista que fazer algo “na marra” implica sempre num ato de força, de violência, nunca de direito.
    Ora, utilizar-se da força para impedir uma autoridade de exercer seu mister é restringir-lhe a liberdade pessoal, uma vez que tal impedimento tolhe seus meios de ação e lhe nega o direito de exercer seu ofício democrático, ao qual foi legitimamente conduzido.
    Qualquer cidadão pode demonstrar insatisfação com estas ou aquelas autoridades, criticá-las e mesmo defender que percam seus cargos, caso incorram nas hipóteses legais, afinal a liberdade de expressão é direito fundamental imprescindível numa democracia; não se pode admitir, todavia, que se pregue a destituição de uma autoridade de um dos Poderes da República, eleito pelo povo e pelos seus pares, na base da coação e da violência e à revelia do Direito, como bem denota a expressão “na marra”.
    Conclui-se que o Sr. Guilherme Boulos, livre e conscientemente, incitou a prática de atentado contra a liberdade pessoal do Presidente da Câmara dos Deputados, incorrendo no tipo do art. 23, IV, c/c art. 28 e 26, caput, da Lei 7.170/83. Veja-se que nos comentários da postagem, há a prática de condutas de semelhante teor.
    Isso posto, solicito a instauração de inquérito com o fim de se apurarem as condutas do Sr. Guilherme Boulos e dos comentaristas da sua postagem.
    …………………………

  10. Tinha qe reunir todas essas pérolas de amor do comuninhas queridinhos e guardar para esfregar na cara de qualquer palhaço de esquerda que venha com essa história de direita, fascista, homofóbica e raivosa. Tudo que eles acusam nos outros é para mascarar quem eles realmente são.

  11. Luciano,

    Há um tempo atrás li um artigo seu, dizendo que a esquerda é que precisava ser desmascarada por todos, e não apenas os seus partidos representantes.

    Isso foi um abridor de mundos pra mim e pra muita gente, pois até pouco tempo o conceito de esquerda era tratado como algo sacro. Intocável. Só tinha santo.

    Ninguém queria ser contra a esquerda e ser tachado disso ou aquilo. Um estado mental.

    Tanto que, quando mostrávamos a podridão do petê, bastavam eles se esconder atrás do escudo chamado esquerda, que todos os crimes estavam perdoados.

    Tenho sentido falta de você reforçar essa estratégia, principalmente para que pessoas que estão chegando agora também tenham essa epifania.

    Fica aí uma sugestão pra fica na fila!

  12. Não me surpreende o recalcado Joaquim Barbosa apelar contra a redução inventando uma suposta inconstitucionalidade, assim como não é de hoje que assistimos a gente do naipe de Guilherme Boulos incitar a violência e nada acontecer contra ele.

    Eu sou a favor de enviar Boulos para a Indonésia.

  13. Sério que vcs tão denunciando pro humaniza redes? Então vcs não sabem que essa tralha, (criada pra ser um PRETEXTO pro governo acabar com o anonimato na internet) só liga pros ‘crimes de ódio’ que são convenientes pra escumalha esquerdista?
    Pelo amor de Deus…

      • É bom denunciar e depois mostrar que nada foi feito a respeito, assim, é um modo das pessoas perceberem que esquerdalha é golpista em tudo que faz, ae atras de boas intenções está a perseguição da oposição, roubar impostos, aparelhamento, doutrinação, etc.

Deixe uma resposta