Dilma Bolada tenta dar golpe virtual em Eduardo Cunha

23
72

jefferson

Sempre com a ética trotskista, baseada em dissimulação e enganação sem limites, os petistas acabam se entregando. A turma que ama uma verba estatal irá evidentemente apelar aos truques mais sujos na guerra política contra Eduardo Cunha.

No caso de Jefferson Monteiro (a Dilma Bolada), a coisa já não fica tão fácil, pois ele foi pego em sua própria página de Facebook armando um golpe virtual a ser praticado na página de Eduardo Cunha. Golpe, é claro, que pode ser facilmente desconstruído pela equipe do presidente da Câmara.

Uma dica que uso sempre para os embates virtuais: sempre que surgir um comentário, clique no link para visitar o perfil de Facebook do indivíduo. Ademais, sempre revise os comentários. Os usuários infiltrados pelos governistas devem, é claro, serem banidos.

Em suma, preparem-se para a luta contra a pior escória moral que a humanidade já viu. Ou seja, o socialista em sua eterna luta pelo poder estatal (e as verbas que lá existem).

Anúncios

23 COMMENTS

  1. No fundo, esse povo da esquerda luta mesmo por dinheiro e poder, como você bem resumiu. A preocupação com os mais pobres, a luta por um mundo mais justo, a guerra contra os capitalistas-burgueses-opressores-neoliberais, tudo é apenas conversa para enganar os incautos e se apoderar do estado.

  2. Basta DELETAR os comentários e ficar de olho e lendo toda hora para ver se um “elogio” foi deletado. Escreva alguma verdade num Brasil 247 da vida e conte quantos ,minutos o cometário fica no ar; Tolinhos… Aliás, sou Cunha desde criancinha!

  3. O mercenário Jeferson Monteiro, dono do perfil Dilma Bolada, não era muito afeito à sua “homenageada” antes de emplacar o projeto. O perfil pessoal de Monteiro no Twitter trazem comentários sobre as plásticas, o tártaro, o peso e a sexualidade da presidente da República. Monteiro mudou de opinião simplesmente porque o que ele gosta mesmo é “de uma bolada” que o sustenta com o dinheiro do contribuinte.

    http://tinyurl.com/ponjwmg

  4. “pasmem, eles existem”

    E deve ser maior do que os 9% de apoio a ex-terrorista.

    Eu me lembro que quando ocorreu aquele incidente com o Ed Motta (que só disse verdades), esse tolo veio com a falácia do apelo à multidão, dizendo que os shows da Ivete Sangalo (que recebeu 650 mil reais do governo do Ceará para inaugurar hospital) lotavam nos EUA e os dele não, sendo que a discussão não era sobre muito ou pouco público, mas sim sobre ele ter pedido para que brasileiros parassem de ficar gritando nos shows dele lá fora.

    http://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,ceara-paga-r-650-mil-para-ivete-sangalo-inaugurar-hospital-imp-,988003

  5. Republicou isso em Enquanto há vida, há esperança!e comentado:
    Cuidado com os MAVs! O link abaixo é de um beneficiário petista que usufrui do saque ao nosso dinheiro, o Dilma Bolada. Ele dá uma dica de como um MAV pode tornar a sua uma página de apoio a Dilma e divulgação do PT. Pessoalmente participava de um grupo , “Aécio Neves 2014” quando comecei a receber, do grupo, mensagens em defesa da Dilma, lula e do PT. A última recebida foi de uma “pastora” orando pela Dilma. Foi a gota d’água, me desliguei do grupo.

    • Infelizmente não podemos descansar ou temos que admitir que mesmo cansados temos que contra-atacar. As táticas da militância da esquerda são inúmeras e a desonestidade é só uma delas.

  6. OFF: Luciano, já pensou em fazer tipo uma mini aula(sugestões que você daria se encontrasse um candidato) de como transformar um Bolsonaro,por exemplo, em um candidato que possa ganhar uma eleição presidencial?

  7. Luciano. Aprecio muito seu blog. Tenho uma questão aqui aproveitando a deixa dada pelo amigo Ceticista. O que você acha sobre fazer um Vlog nos moldes do seu site? Você teria uma audiência consideravelmente grande, o que ampliaria ainda mais a base de leitores do seu blog. Sem contar que você tem uma base teórica muito forte, o que contribuiria muito para formar opinião. Obrigado.

  8. Sou um sujeito pacífico, mas não pacifista. Em caso de agressão atual ou iminente, contra mim ou contra terceiros, não tenho nenhuma reserva em matar quantos agressores for preciso para interromper a agressão, em caso de ataque grupal. Um agressor isolado, geralmente, imobilizo, desarmo e entrego à autoridade policial. Geralmente, pois nem sempre isso é possível ou mesmo exigível. Não seriam meus dotes retóricos as armas que usaria então. Não ficaria de ‘conversinha’ com bandido, de qualquer faixa etária. No caso da agressão à lógica perpetrada pelo sr Tomazine, bastaria mandá-lo enfiar no cu seu argumento, porque é malicioso, mas não farei isso antes de esclarecer a todos (menos ao sr Tomazine, que não quer que nada se esclareça, quer só semear confusão) que o mote não é a diminuição da maioridade penal, e sim, a diminuição da impunidade no Brasil. Começando então pelo sr Tomazine, para que não fale merda sem castigo: “Vai tomar no cu!”.

  9. olá Luciano, este é meu primeiro post aqui. Vi o que disse sobre ter algo neste sentido para 2016 e gostaria de dizer que fico até ancioso para saber o que é, pois nesta democracia representativa não ter absolutamente ninguém que me representa chega a ser triste. Precisamos imediatamente de um Think Tank.

    abraços

Deixe uma resposta