Cunha e a lógica exigem que Dilma faça acareação com Yousseff

5
149

eduardo-cunha1-e1434057062999

Para merecer aplauso de pé essa declaração de Eduardo Cunha, sobre acareação:

Não tem nenhum problema. Pode haver acareação com quem quiser. Mas aproveita e chama o Mercadante e o Edinho Silva para acarear com o Ricardo Pessoa e a Dilma para acarear com Youssef (doleiro Alberto Youssef) […] Acho oportunista querer falar em acareação. Estou disposto a fazer em qualquer tempo. Aproveitem e convoquem todos os que estão em contradição. O ministro Mercadante e o ministro Edinho negam o que foi dito por Ricardo Pessoa. A presidente nega o que foi colocado pelo Youssef. Que façam acareação de todos.

Ia ser divertido ver Dilma Rousseff em acareação com Alberto Youssef. Seria um show de gaguejar épico. Mas, enfim, como são bons os ventos da oposição independente: agora Eduardo Cunha pode dizer o óbvio ululante, isto é, se ele deve fazer acareação (por causa de uma delação), o mesmo deve ocorrer com Dilma, já delatada não apenas por Youssef, como vários outros.

Anúncios

5 COMMENTS

  1. Vale notar a inteligência e estratégia do Cunha, pois ao estar contra a parede, reverteu a situação como um golpe de judô. Ele faz a acareação sim, mas com a Dilma encarando Youseff…

  2. Eduardo Cunha entende da Guerra Politica pelo jeito, ao ser atacado não perde tempo se defendendo igual Aécio fazia nos debates, pelo contrário ataca de volta muito mais forte, ele já cita três adversários de uma vez pra dar ainda mais corpo ao argumento. Depois chama todo mundo que ataca ele de oportunista, notável que desse parágrafo todo ele usou apenas uma linha e um terço de linha pra se defender, o restante foi só de ataque. No mínimo ele entende o que Reagan dizia “Se você esta se explicando você está perdendo!”

    • Estratégia ótima. Desvia a atenção do que estavam falando antes e coloca a atenção no acusador inicial. Memória existe pra isso, deve usá-la mesmo.

Deixe uma resposta