Como um desonrado pode avaliar se alguém possui honra ou não?

29
166

fhc

Ontem, Fernando Henrique Cardoso mandou a seguinte pérola sobre Dilma Rousseff:

Eu a considero uma pessoa honrada, e eu não tenho nenhuma consideração por ódio na política, também não pelo ódio dentro do meu partido, [ódio] que se volta agora contra o PT.

E então o partido que o demonizou durante toda a campanha eleitoral comemora efusivamente mais esta ridícula rasgação do líder tucano.

Uma coisa devemos todos convir: depois das mentiras lançadas contra ele na campanha, qualquer babação de ovo seria uma desonra absoluta.

Mesmo se não observássemos por este aspecto constrangedor, ao definir Dilma como “honrada”, ele endossa todo o discurso de campanha da presidente. Por que isso? Por que, mesmo que Dilma fosse inocente nos casos de corrupção, ainda assim mentiu copiosamente na campanha. Se isso é uma atitude “honrada” para FHC, logicamente significa que ele perdeu a capacidade de fazer qualquer julgamento moral.

Sobre a questão de Lula ir para a cadeia, ou não, ele diz:

.Isso dividiria o país. Lula é um líder popular. Não se deve quebrar esse símbolo, mesmo que isso fosse vantajoso para o meu próprio partido. É necessário sempre ter em mente o futuro do país.

Uma pessoa moralmente sadia diria: “Se é culpado, que vá preso; se é inocente, que fique livre”. Para FHC a coisa funciona de jeito inverso: ele unicamente avalia as consequências (e ainda por cima falsas) da prisão de Lula para decretar que Lula não deve ser preso. Eis um sistema moral digno do cão.

É um fato: FHC apresentou em seu discurso falhas gravíssimas de caráter e honra. É por isso que o fato dele dizer que Dilma é “honrada” não deveria merecer qualquer credibilidade.

Aécio Neves se saiu muito melhor: “Estamos sendo governados por um governo mitômano […] O governo se habitou tanto a conviver com a mentira que já não consegue viver sem ela. Recorre à mentira mesmo quando ela é desnecessária e escancarada a ponto de ser desmascarada no dia seguinte”

É de se perguntar: será que a mitomania da presidente é considerada uma atitude “honrada” por FHC?

Anúncios

29 COMMENTS

  1. Luciano,
    Você realmente acredita que FHC perdeu o discernimento?
    Ele segue a risca o marxismo cultural de Florestan.
    Pragmatismo talvez seja abolir qualquer pretensão de mudanças na atitude passiva e conivente tucana.
    A fila anda e Marcel Van Hatten, Lorenzoni, Caiado e Mendonça Filho e ate o Bolsonaro precisam de espaço nesta floresta ensombreada.

    • Paulo Jr.

      Só esses deputados que você citou não produzem aprovação de leis no Congresso.

      Como exemplo, quase todos tucanos votaram pela redução da maioridade penal.

      Você depende a retirada de pressão, dando o monopólio da pressão sobre tucanos para os PETISTAS?

      Abs,

      LH

  2. O tempo dele passou. O PT destruiu o Real por ciúme e õdio, dentre outros valores. Quer implantar sua moeda. A estrela vermelha.

  3. FHC noticia que é inviável encontro com Lula para conversarem sobre a crise.
    Realmente não precisa do encontro, FHC já está sendo chutado por Lula e falando em entrevista na Alemanha, tudo que lhe é soprado, entre outras coisas que Dilma, é um doce de coco para o Brasil e suas instituições.
    Há uma maioria que ainda tem respeito e consideração por FHC, inclusive eu. Mas ele que é tão zeloso, está destruindo sua história, parece que fez, em algum momento o papel do menino do MEP do qual Lula abusou quando estava preso. Hoje, FHC é apenas um refém do Canalha se fazendo de canalha também. Desconsidera o Brasil, os brasileiros, o sistema politico e jurídico democrático que ainda nos resta.
    Só de FHC, não ter feito a defesa de dona Ruth quando Dilma jogou pedras na reputação dela, sempre o deixou mal na fita da história. Agora, sai em defesa de Dilma, como se fosse a pessoa mais impoluta do Brasil.
    Essa atitude não é de homem honrado. FHC não passa de um crápula dentro de uma camisa com punhos de renda, que gosta mesmo é de levar chutes na cara e no traseiro dados por Lula. PQP. Vai ser sem noção assim, no inferno.

    Rodrigo Cortes

  4. Em tempo:

    Para FHC,

    Lula, o líder popular, acabou há muito tempo, ficou esquecido no fundo vazio de uma garrafa de cachaça vagabunda.
    Hoje só existe um Lula, o líder de uma Quadrilha de Criminosos.

    Rodrigo Cortes

  5. É esse mesmo populismo que não diferencia muito o FHC do Lula. O antigo rouba mas faz. Eles institucionalizam a roubalheira e a incompetência e depois alegam que não há outra forma de se administrar mesmo que vejamos outros países com instituições governamentais eficientes, honestas e com custo inferior ao do Brasil. Agora vai ter que bajular o Collor que caiu por menos.

  6. Republicou isso em Enquanto há vida, há esperança!e comentado:
    Obviamente, como dizia Araci de Almeida, Fernando Henrique Cardoso é “aquele a respeito do qual não resta a menor dúvida”. E ele sempre fez questão de deixar isso claro. Como pode o homem que durante todo o governo do PT foi bombardeado, caluniado e cujo exercício da presidência foi destituído por Lula de seus verdadeiros méritos, dizer ao mundo que Dilma “é honrada” e que Lula, por ser um “líder popular”, pode fazer o que quiser e não pode ser preso?

  7. Alguns políticos, em parte, vivem no século passado, FHC é um, a gente ainda teve sorte dele “não” ter feito acordo de ajudar Lula, se é que esse acordo não foi feito, que pelo discurso dele, parece que entraram num acordo de fingir oposição ao mesmo tempo que apoia, ainda bem que o Brasil quase nem mais depende desse. Se bem que, tem outros PSDBista, que adora aparecer em fotos apertando a mão do Lula e Dilma, e “nem” pensei em Alckmin.
    Na Alemanha antes do nazismo, hitler também foi “símbolo popular”, e por tipos de pessoas com essa mentalidade de que alguns são intocáveis, devem ser imunes a justiça, que aconteceu a merda que virou anos depois. É hora da sociedade dar um passo digno, e começar a criticar pesadamente esse tipo de “intelectual”, famosos e políticos inconsequentes, antes de mais estragos que eles vem causando com seu apoio a qualquer coisa.

  8. Desculpe o comentário anterior Luciano,
    Muito bem bloqueado.
    É que o sangue sobe e dá uma baita tristeza de ver em quem precisamos nos fiar para fugir do mal maior.
    Que os tucanos continuem sendo expostos e modulados com maestria para que nos sejam úteis.
    Para eles é trilho ou lama.

  9. Luciano, postei isto na página dele: “O que Lula e Dilma fizeram com Dona Ruth foi imperdoável. Nessas horas, meu caro, que se dane a política! Ainda mais com pulhas como esses dois. Sinto muito, mas em minha opinião, o senhor foi um bunda mole. Ou está devendo…”

  10. TUDO INDICA Q DILMA DESCOBRIU UM RABO PRESO DO FHC E AGORA ESTAO NEGOCIANDO.

    SEMPRE QUIS Q A POLICIA FEDERAL FIZESESSE UMA VARREDURA NA EVOLUCAO FINANCEIRA DOSEX PRESIDENTES DESTE PAIS TAO GRANDE E TAO BOBO!!!

  11. O FHC acha que o povo tem a mesma concepção de político que tinha à época em que se elegeu senador. Até votei nele, e o reelegi à presidência. Hoje, sequer lhe dou ouvidos. É um anão intelectual, ou desonesto mesmo.

  12. Luciano, encare os fatos. FHC é unha e carne com o pt. Olavão já o tinha desmascarado há anos, mas fomos teimosos demais para acreditar. Esse indivíduo é um comuna da pior espécie que não se importa com o Brasil nem como o seu povo. Quer implantar esse regime hediondo no país e para isso ele defende até o capeta se for necessário. É uma pessoa ignóbil.

    • Jacqueline,

      Não sei se aplica 100% à sua forma de pensar, mas aqui vai abaixo o que escrevi dia desses sobre pressão:

      “Eis porque digo que devemos pressionar o PSDB, ao invés de liberar a pressão. O partido está, em sua maioria, a favor do encerramento do governo petista. Não é que eu tenha fé no PSDB, ou que eu tenha simpatia por eles. Na verdade, me indigno com várias atitudes tucanas. Porém, é claro que o PSDB não está comprometido com entregar tudo de bandeja pro PT, mesmo sendo também um partido esquerdista e inchador de estado.
      O que sempre defendo é a pressão contínua sobre todo político que não esteja COMPROMETIDO com o projeto contra o qual devemos lutar.
      Em suma, devemos dizer aos partidos sob pressão: “vocês nos devem algo”. O que geralmente critico é a postura desanimada de alguns derrotistas (ou puristas), que dizem o oposto: “vocês não nos devem nada”.”

      • Luciano,

        Quando li a chamado da matéria ia sugerir exatamente o que você respondeu acima para a Jacqueline. No meu modo de ver, a tática tem que ser precisamente esta: mesmo que meu inimigo, tenho que juntar forças à ele para destruirmos um inimigo maior, e depois, vejo como faço para destruir esse meu inimigo menor e que já vai estar enfraquecido pela luta com o inimigo em comum. Simplificando: nós, direitistas (simplificando mesmo) temos que nos “unir” ao PSDB, pressionando o mesmo a pensar que estão fazendo a vontade do povo, lutarmos contra o PT, e assim que estiver finalizado a “batalha” contra o PT, temos que tratar de derrubar o PSDB também. Parece maquiavélico mas acredito ser muito mais Stalinista, nos aproveitando das táticas inimigas contra eles mesmos, correto?

  13. Luciano,
    Já me retratei da escorregada no pragmatismo e acuso um eritema pela puxada de orelhas, mas talvez possamos ser mais pragmáticos não somente modulando tucanos.
    Acredito que reforçar o papel de liderança oposicionista pro Caiado ou pro Marcel (atraindo a juventude) seja também um aspecto positivo da guerra política.
    Deixar tucanos acomodados em pedestais enquanto pedimos migalhas não pode ser entendido como acovardamento?
    O que peço, e a maioria dos que postaram aqui, é uma tangente. Veja por exemplo o Caiado. Nunca vi um post sobre a história familiar do cara, que é belíssima. Tem um bisavô abolicionista, liberal e conservador na sua árvore genealógica, por exemplo.
    Que tal usar sua influência junto a quem até já foi citado pelo Caiado no congresso para levantar a bola deste senador?
    Não esqueça que no jogo político, como no amor, flertar com novos caminhos pode até lhe render melhores resultados.

  14. Na situação que se encontra o Brasil, um político do quilate de FHC teria que ter uma postura responsável , firme e definitivamente uma atitude corajosa capaz de indicar para a oposição e povo brasileiro uma luz nesse túnel. Foi no entanto leviano. Eles, Dilma e lula e cia ltda devem estar comemorando. Procura – se um político capaz, realmente capaz de fazer uma real leitura desta situação criada pelo pt e Dilma como atual presidente tem que responder pelos seus atos. Essa mulher não merece e nem pode estar no poder.

  15. A máxima do socialista é se mover pelo ódio .Só o ódio constrói, e por aí vai.
    FHC foi criado nesse âmbito,e assim floresceu. Como lâmina cega da mesma
    tesoura,quer continuar enganando a quem o considerou um mal menor.
    Seu destino será como seu irmão siamês Lula,olixo da história.

    • Muita hora nessa calma.
      Não exagera, não se deixe levar pela emoção, também não pode julgar os “erros” de FHC dessa maneira, ele não vem da mesma vertente do petismo e nem nunca usou todas as mesmas táticas sujas, nem é tão maquiavélico.
      Acho que ele, como muitos outros, até políticos, tanto sofreram com a manipulação petista que, pode ler os comentários aqui e acreditar que as críticas de pessoas revoltadas com a atitude deles, podem ser ódio e não críticas de alguém que sentiu-se traído, vendo a falta de visão da realidade que eles apresentam ao observar os líderes petistas.
      Porém, não podemos perdoar os políticos que errar ao analisar as atitudes políticas, é um erro grave, e quem erra assim representa um perigo para a democracia e ao país, pois, é nas mão de pessoas influenciáveis e com visão limitada que queremos deixar o Brasil?

  16. Acho que mesmo sabendo que FHC é um comuna dos bons, temos que pressionar o PSDB. Não dá pra aceitar tudo calados. “Ah, é assim mesmo” , “sempre foi assim”. Que cada partido responda por seus componentes.

  17. Do FHC “50 tons de cinza” não poderíamos mesmo esperar outra coisa. Quanto mais apanha mais gama. O que não se pode fazer é tratar todo o PSDB como se fosse uma extensão dele. Há outros quadros que fazem discursos bem mais consistentes. Não vejo nenhum tucano falando no tom certo, mas ao menos alguns ainda chegam mais próximos.

    Nos resta continuar pressionando esses quadros e criticando as falas do FHC. Se não for o suficiente para pressioná-lo (o que acho que não vai ser), ao menos que sirva como exemplo para quem esteja pensando em amarelar.

    É necessário que ele pague o preço pelo que falou. Se for mais fácil amarelar do que continuar no papel de oposição, podem ter certeza que é o que muitos farão.

Deixe uma resposta