Um exercício mental para entendermos contra o que estamos lutando

21
156

food-line-in-venezuela-san-cristobal-2

Imagine que você não tenha nenhum caráter. Que tenha a mesma mente de um psicopata. Que não ligue para o sofrimento das pessoas. E que tenha alcançado o poder quase totalitário em uma nação. E que essa seja a sua maior obsessão.

Sua próxima meta é transformar esse país em um grande curral para você. E seus amiguinhos, é claro. Aqueles que te ajudarão a permanecer no poder. Mas lembre-se: você é o macho alfa de todo o empreendimento.

Imagine 200 milhões de pessoas todas como sua propriedade, como gado. Olhe para os maiores latifundiários que encontrar. Todos serão fichinha perto de você. Eles podem ter milhões de cabeças de gado. Você terá milhões de seres humanos. Para usar e abusar à vontade.

No poder, você ainda não conquistou tudo isto. Mas está em condições de fazê-lo, com o tempo. Com alguma paciência. Com alguns conchavos. Lembre-se que comprando a mídia, você terá seu caminho facilitado. Então sabe que precisa, antes de tudo, se manter no poder e no controle da máquina estatal.

Pergunta: até que ponto você estaria disposto a ir para manter o que já conquistou?

Se você fizer este exercício mental adequadamente, terá começado, enfim, a entender contra o que lutamos ao lutar contra o totalitarismo bolivariano.

Anúncios

21 COMMENTS

  1. Prezado Luciano ,

    SEUS TEXTOS SAO INDISPENSÁVEIS PARABENS POR SEU TRABALHO NESTE BLOG! O BRASIL DO BEM E DECENTE AGRADECE

    FORA DILMA LULA E PT!!AVANTE BRAVO LUCIANO E OBRIGADO!

  2. Eu sei o que é o bolivarianismo e o tanto de perigo que ele representa. Mas me sinto como no filme Invasores de Corpos (o primeiro, o mais antigo) tamanha a alienação de tantas pessoas. que sequer se dão conta da ditadura que estão endossando e defendendo em nome do “social”. É fueda!

  3. Ô Luciano, esse artigo é só pra quem já saiu do jardim de infância da politização. Escreva um bê-a-bá aí pra eu compartilhar com o pessoal do FB.

  4. Que tal consagrarmos a nomenclatura “pão com mortadela” para os esquerdistas?

    O shaming do rótulo é muito maior do que o “coxinha”.

  5. Sei perfeitamente disso! Luto todo o dia para conseguir dormir um pouco pois fazem já três anos que acordei em toda a plenitude para esse jardim dos horrores que a CORJA do “Fórum de São Paulo” está nos empurrando.
    Aliás, pergunto a quem quiser me responder: Que esperança podemos ter de vencer esta CORJA, sem os passarmos todos pelas armas? Não estamos sendo otimistas demais, buscando apenas desmascará-los?
    Leis, nada significam para estes doentes, bem como acordos e nem promessas! Como se derrota, em definitivo, essa legião de PSICOPATAS sem os enviar ao corredor da morte??

  6. O diálogo abaixo aconteceu nas dependências da Faculdade de Letras do Rio de Grande do Sul na última terça-feira

    — Militante do PCdoB: Olha, as pessoas quando olham para nossos projetos acham que vamos fazer igual Stalin, nós não vamos. Realmente houve muita perseguição, mas nós estamos preocupados com o verdadeiro socialismo

    Aí um rapaz perguntou
    – Mas então porque o estatuto do seu partido é uma xerox da Constituição Socialista Soviética? E os quadros de Lênin na sala do seu partido?

    o militante responde: Veja bem…. é….. é que ….. deturparam Karl Marx! O socialismo nunca existiu de verdade!

    FIM

    • Agora já temos um objeto específico a respeito do qual pressionar deputados e senadores sobre esse tema, que, embora não seja prioritário, será uma bela derrota para o governo.

  7. É preciso manter a mente alerta para as várias tentativas marxistas de impor sua doutrina de morte e assassinatos em nome do “pobre”. O coitadismo continua a principal arma desses canalhas vagabundos para dominar a mente e corações dos jovens.

Deixe uma resposta