O dragão na garagem de Rodrigo Janot. Ou: ceticismo político se opõe a credulidade política.

16
123

janot

Enfim, nada de novo: o procurador geral de Dilma, Rodrigo Janot, denunciou Eduardo Cunha. Leia mais, conforme a Folha de S. Paulo:

A PGR (Procuradoria Geral da República) denunciou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e o senador Fernando Collor (PTB-AL) ao STF (Supremo Tribunal Federal) nesta quinta-feira (20). Cunha foi denunciado pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção supostamente praticados dentro do esquema da Lava Jato. A denúncia ainda precisa ser aceita pelo STF para que os parlamentares sejam considerados réus no processo. Novas denúncias ainda poderão ser feitas nos próximos dias.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pede a condenação de Cunha pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro e da ex-deputada federal Solange Almeida, atual prefeita de Rio Bonito (RJ), por corrupção passiva.

Além da condenação, Janot pede a restituição do produto e proveito dos crimes no valor de US$ 40 milhões e a reparação dos danos causados à Petrobras e à administração pública também no valor de US$ 40 milhões.

No caso de Collor, a PGR afirma que a denúncia é sigilosa e não há informações sobre por quais crimes o senador foi denunciado.

Aí me perguntaram: “E agora?”.

Novamente, preciso relembrar o motivo pelo qual este site se chama Ceticismo Político: eu defendo que as alegações políticas de nossos oponentes devem ser tratadas da mesma forma que um cético investigador do paranormal trata as alegações de médiuns.

Antes, para entender como devemos tratar as alegações de Janot, melhor rever o conto “O Dragão na Garagem”, escrito por Carl Sagan para seu livro “O Mundo Assombrado pelos Demônios”. Melhor ainda, veremos em formato vídeo, com uma narração que facilita a “visibilidade” do absurdo de toda a situação:

Tudo o que está no vídeo vale para as provas de Rodrigo Janot. Elas simplesmente não existem. Ou então não foram exibidas.

O inocente perguntaria: “Mas Janot não poderia ter guardado tudo para mostrar depois?”. Improvável, uma vez que ele próprio deixou “escapar” que faria a denúncia contra Cunha antecipadamente. Isto é, o que há contra Cunha é vazado de forma antecipada. Por que não ocorreria o mesmo com tais “evidências”?

Alias, Eduardo Cunha, caso queira, tem evidências fortes em mãos de que Rodrigo Janot deixou vazar sua denúncia de forma antecipada. Dito de outro modo, o procurador geral de Dilma utilizou seu cargo para fazer jogo político, visto que denúncia não é algo que se vaze antecipadamente. Este também é um indicativo de embuste. (A não ser que Janot queira alegar que um espírito invadiu sua mente para roubar a informação de que denunciaria Cunha, mas aí já seria ultrapassar ainda mais a cota de alegações sem provas)

Janot alega que Cunha teria cobrado propina. Como prova, Janot deveria apresentar um áudio da gravação, no mínimo. Provavelmente já o teríamos ouvido, em caso de existência. Como ainda não há evidência de cobrança de propina, a alegação salta para favorecimento (por causa da alegada propina). Porém, desde 2003, Cunha ocupa cargos como deputado estadual ou deputado federal, portanto sem alçada para aprovar compras de navios ou qualquer coisa que valha. Assim, de novo vemos que as alegações de Janot são respaldadas por tantas evidências quanto aquelas do sujeito alegando a existência de um dragão na garagem.

É evidente, no entanto, que Janot não denuncia políticos petistas. Quanto a Dilma, então? Nem pensar, mesmo que as evidências de dinheiro sujo na campanha da presidente são evidências reais, e não apenas afirmações sem provas. E, para piorar, Dilma ocupa cargos com alçada desde o início da candidatura de Lula. A conclusão é inescapável: contra Dilma, há muito mais evidências do que contra Cunha.

Desculpe se estou magoando sentimentos daqueles republicanos que optaram pela credulidade em Janot. Mas se for assim, é a vocês que eu lanço o desafio: “Afirmou? Prove! Alegou? Demonstre!”.

Abaixo uma palhinha sobre James Randi, mostrando o padrão de como se desafia um crédulo:

Ah, e como cético, fico em uma posição confortável. Se surgirem as evidências, que sejam evidências de fato, revisarei minha posição. Assim como se surgir evidências de um dragão na garagem do sujeito da parábola de Sagan, reavaliarei minha posição.

Então, crédulos de Janot, mãos à obra! Vocês tem muito trabalho pela frente.

Anúncios

16 COMMENTS

  1. À parte as questões (pertinentes) de lógica colocadas no artigo, um detalhe na notícia tem me incomodado.
    Segundo a Folha, “O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pede a condenação de Cunha pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro (…) No caso de Collor, a PGR afirma que a denúncia é sigilosa e não há informações sobre por quais crimes o senador foi denunciado.”
    Se ambas as denúncias coincidem na origem (as investigações da Lava Jato) e na condição dos acusados (ambos membros do Poder Legislativo), não parece estranho que somente o teor da denúncia contra Cunha tenha vindo a público?

  2. Há uma chance de que ele realize as demais denúncias depois que seja efetivado no cargo.

    Acho estranho um politico com o nome sujo no cartório venha a se expor tanto em tempos de crise. Não me parece algo estratégico. O mais racional seria se esconder no meio da multidão… e o Cunha me parece um dos melhores estrategistas do jogo politico atual.

  3. Janot é uma vergonha! O que mais causa indignação é exatamente o duplo padrão de quem defende o governo. É hipocrisia tendendo ao infinito.

    • Exatamente. A maior arma do PT é a capacidade ilimitada de mentir. Eles vão roubar, vão ser pegos roubando e vão dizer: Vocês estão sendo levianos. Acho apenas que erramos.

    • Não confio nesse site antagonista cujos donos são esquerdistas assumidos da linha de marx. São apenas vermelhos oportunistas.As analises são curtas e sem conteúdo.Fatiam a mesma noticia dezenas de vezes por mais acessos. Idolatram o Janot e ofendem blogueiros de direita. Também ofendem e agridem abertamente os seus leitores que não pensam como eles, isso quando não censuram no estilo ditadura. O que achava interessante eram os comentários inteligentes de alguns leitores, mas estes ao perceberem o embuste já se foram.
      Graças aos céus, descobri esse blog, com textos e analises objetivas e corretas. Se me permitirem, aqui ficarei, não pela quantidade a “varejo” de noticias como outros, mas pela qualidade das informações, precisas e claras.

  4. Tudo muito estranho. As tais “provas” contra Cunha, onde estão? Se existem, por que não foram apresentadas? Já contra dilma, há um caminhão de provas, e nada? E os crimes de lula? E o enriquecimento do lulinha? Ninguém mais fala na Rosemary? E aquela “braça direita” da “presidenta”, que roubou à vera? Cadê a ordem de prisão para ela?

  5. Os deputados que estão hoje pedindo o afastamento de Cunha são todos de esquerda. Isso é golpe contra a democracia e golpe Eduardo Cunha não vai deixar acontecer. Cunha sabe muito bem que isso não é um jogo de xadrez contra outro estrategista com regras bonitinhas e respeitadas. É um jogo de poker onde o PT é o jogador líder da quadrilha com um baralho extra debaixo do paletó e que aprenderam a blefar desde a infância do partido.

  6. Olha, só sei de uma coisa, estou com Cunha e não abro, ao menos até surgirem evidências contra ele. Nesse caso, o inimigo do meu inimigo se torna meu amigo. Cunha tem feito muito bem para a oposição. Estou com Cunha principalmente após hoje ter ouvido os petistas o achincalhando, pois infelizmente tive de passar pelo meio da passeata petista (não por vontade própria, mas sim por necessidade, estavam no caminho pelo qual passo todo dia). Engraçado que o céu no final de tarde hoje em São Paulo estava trevoso, apocalíptico, cinza, nuvens escuras, um céu de filme de terror mesmo. Foi uma experiência bem ruim atravessar no meio daquela gentalha toda (gentalha mesmo, e enfia o politicamente correto no CU), devo narrá-la amanhã no meu humilde blog.

    No mais, CUNHA neles.

    • isso ae Caue! Pra mim é puro assassinato de reputação, infelizmente no Brasil ninguém faz isso melhor do que a gentalha.

      Sobre os manifestantes, da maioria tenho dó, porque ficou refém dos “cumpanhero” e agora tem que aceitar o pão com mortadela e os 35 conto pra fechar o mês. Já os militonto não, esses tinham que cair raio na testa e se molhar muito, pegar pneumonia e depois irem no sírio-libanês junto com os coxinhas kkkk

      Só acho “engraçado” que teve passeata numa quinta-feira antes do fim do dia em quase todo o Brasil: esse povo não trabalha não?

      • A estratégia deles é iniciar o ato um pouco antes da saída do trabalho, esperando a adesão, voluntária ou inconsciente de gente que trabalha, lançando palavras de ordem que mais confundem para que os incautos adiram sem saber bem contra ou a favor de quem ou de que estariam manifestando..

        .

      • “Sobre os manifestantes, da maioria tenho dó, porque ficou refém dos “cumpanhero” e agora tem que aceitar o pão com mortadela e os 35 conto pra fechar o mês.” Eu tenho denunciado isso no Facebook como a verdadeira exploração da condição de vulnerabilidade econômica dos mais pobres, visando a capitalização política. E tento sempre frisar que boa parte ou, em alguns casos, a totalidade dessa vulnerabilidade foi criada justamente por este governo.

  7. Na verdade falando sobre os protestos a favor de Dilma, eles fazem durante a semana pois assim as ruas estão cheias de pessoas indo e vindo e que em fotos e vídeos acabam se confundindo no meio do protesto, se fizerem no fim de semana onde não tem ninguém nas ruas o fracasso ficaria mais evidente.

  8. Se sente bastante seguro para um novo biênio à frente do aparelho de que se servem Dilma e o PT para “engavetar” pedidos de inquéritos ao STF quando for o caso de investigações de políticos citados pela Lava Jato que pertencerem à base de sustentação política da Orcrim e da própria Tonta que envergonha o Brasil como quando encontra Angela Merkel com seus “39 ladrões” http://www.handelsblatt.com/…/merkel-in-brasi…/12211030.html.

    No caso de inimigos políticos da 171 e do PT citados na ditosa e profícua operação da Polícia Federal já na sua 18ª fase, ele, o cabeleira alvinha e farta, para pagar uma das parcelas do preço exigido para sua recondução ao prestigioso cargo de engavetador por mais um lucrativo biênio e pelo qual já topou pagar, começou a selecionar alvos do agrado da Pedaladeira, entre os quais Eduardo Cunha.

    Poxa, Engavetador, tudo bem… mas e as provas contra Cunha doutor ? As provas ?? Ora não brinca.

    Por que Fernando Circunspecto Baiano não corrobora que Cunha embolsou o jabá de vez que aquele e Júlio Medroso Camargo estavam todos juntos com o Presidente da Câmara na hora do dinheiro trocar de mãos?

    Bem sabemos que delação do Júlio Cagão para ser aceita pelo Judiciário tem que se sustentar em provas mas onde a prova contra Cunha, doutor da cabeleira alva precoce ??

    Uns idiotas deputados federais liderados pelo petista Molon do Rio de Janeiro este com 1,4% de votos na última eleição contra 3,04 % de Cunha o estão pressionando para derrubá-lo, mas outros tantos ou mais apóiam o Presidente da Casa pois ainda não viram as misteriosas provas…

    A Samsung coreana ainda não foi questionada sobre se conhece desta transa de pagar ao Presidente Cunha um suposto “faz-me rir” de US$ 5 mi!

    Aliás, faz sentido Molon pedir a cabeça de Cunha pois com isso seu companheiro de Orcrim, o senador petista Lindinho como é chamado em Nova Iguaçu Lindberg Farias, e igualmente enrolado na operação Lava Jato, sai de frente dos holofotes e mistura-se com o bando de depravados que estão na zona de esquecimento como Edinho Mutreteiro Silva, Gleisi Dilma Estamos Juntas Hoffmann, Humberto Ínclito Adorador de Baal-Lula Costa, e outros petistas ansiosos em permanecerm isolados e protegidos pelo dono da cabeça branca.

Deixe uma resposta