PT dobrou a meta: número de demitidos em julho é duas vezes superior ao público da Marcha dos Pixulecos

4
88

gmgmgmgmgm

Ultimamente o PT tem optado por se fingir se maluco na ânsia de enganar incautos que ainda estão ao seu lado (tirando os que se nutrem de verba estatal, pois estes de bobo não tem nada). Nesse intento, estão comemorando um alegado “sucesso” das manifestações convocadas pelo PT, que teriam levado às ruas 70.000 pessoas por todo o Brasil.

Isto definitivamente é coisa de quem faz encenação ou pirou de vez. Fãs de futebol até hoje estão traumatizados com a traulitada que o Brasil tomou da Alemanha no fatídico 7×1 durante a Copa 2014. Pois os petistas estão comemorando terem tomado uma goleada de 10×1 (pois foram 750.000 pessoas nas manifestações pela liberdade em 16/08, contra 70.000 em favor do partido dos pixulecos). Depois alguns acham que é exagero lembrar de fatos como os ditadores da Coreia do Norte alegarem falar com unicórnios e Maduro afirmar receber mensagens de Chavez por via de passarinhos. O discurso insano proferidos por socialistas agarrados ao poder simplesmente não pára.

Agora a coisa complicou com a divulgação dos números de pessoas que perderam o emprego em julho: 150.905, isto é, mais do que o dobro dos que compareceram à Marcha dos Pixulecos. Leia mais:

O Brasil cortou 157.905 vagas de trabalho com carteira assinada em julho, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta sexta-feira (21). É o quarto mês seguido com fechamento de vagas, e o pior resultado para julho desde 1992.

Com o saldo negativo de julho, o número de vagas de emprego com carteira assinada caiu 0,39%, na comparação com junho.

Considerando informações passadas fora do prazo pelos empregadores (a chamada série ajustada), o Brasil perdeu 494.386 empregos com carteira assinada de janeiro a julho deste ano. Em 12 meses até julho, foram 778.731 vagas a menos. Em junho, o país havia fechado 111.199 vagas de trabalho com carteira assinada.

O resultado veio pior do que o previsto por analistas. Estimativa do jornal “Valor Econômico” feita com 11 economistas apontava o fechamento de 115,8 mil postos de trabalho com carteira assinada.

Pesquisa da agência de notícias Reuters mostrou que a mediana das expectativas de analistas era de fechamento de 112 mil empregos.

Vamos aguardar agora o próximo show de discurso insano planejado para tentar transformar mais este resultado lastimável (embora intencional) em “case de sucesso”. Dessa gente, não podemos duvidar de mais nada.

Em tempo: é para isso que bolivarianos pensam dia e noite em censurar a mídia. Além de esconder escândalos de corrupção, uma mídia controlada esconderia também os indicadores de desemprego, ou ao menos atribuiria a culpa ao “imperialismo ianque” ou aos “empresários inescrupulosos”, provavelmente dizendo que seus líderes no governo tem a receita para a economia, já que recebem orientações de dragões e unicórnios através de sonhos.

Anúncios

4 COMMENTS

  1. Eu acho que 10 x 1 seria o placar se fosse noticiado pela Globo, com narração do Luciano Huck e comentários do Jô Soares. Para um número inferior de pessoas comparado com as manifestações dia 16/08, o Datafolha publicou que 2 milhões participaram da passeata gay em São Paulo.

  2. As “manifestações” a favor da Dilma provaram que a esquerda brasileira não tem tantos seguidores como se imaginava. Essa gente só foram para as ruas porque estavam sendo bancadas financeiramente.

    Mais do que nunca temos uma grande oportunidade de acabar com essa hegemonia dos pensamentos esquerdistas no país.

  3. Uma atenção especial deve-se ter aos seguintes dados do CAGED:

    De todos os setores da Economia, acho que são 18, somente 2 tiveram saldo positivo de empregos:
    + Agricultura
    + Setor Público

    O 1° GERA riqueza e distribui renda e empregos, por quem produz.
    O 2° RETIRA riqueza, renda e empregos, de quem produz.

Deixe uma resposta