Sem nenhum traço de pudor, FHC está incontrolavelmente petista nos últimos dias

37
246

fhc

Em dois momentos nos últimos dias, o ex-presidente FHC resolveu desafiar o bom senso e não está mais conseguindo disfarçar ou o petismo dentro do armário ou a falta de juízo. O primeiro foi em uma entrevista à Folha na sexta-feira, dia 25/09. O segundo sobreveio em uma palestra em Montevidéu, no Uruguai, em uma palestra para empresários e políticos, em 26/09. Uma parte da direita diz que o Pacto de Princeton define todos os acordos para garantir o PT no poder. Sempre fui cético quanto ao conteúdo desse acordo, e se ele envolve o “core” do PSDB, pois muitos tucanos não tem agido como cheerleader do PT. Quem está fazendo este papel ridículo é basicamente FHC, junto ao irremediável Geraldo Alckmin. Não dá para perdoá-los por isso.

O show de perversidades começa:

A presidente Dilma está num dilema grande. Ao nomear o [ministro da Fazenda, Joaquim] Levy, deu um sinal de que entendeu que o caminho que havia pego estava errado.

Vamos começar a falar no tom adequado com essa gente? Pessoas que tentam nos dizer que Dilma “apenas se equivocou”, ao invés de criar a crise deliberadamente para se reeleger (inclusive escondendo dados do IPEA na eleição), são mentirosas.

O impeachment depende de você ter uma argumentação convincente, não só para o Congresso, mas para o povo. Os que desejam o impeachment não construíram até hoje uma narrativa convincente. Pega as pedaladas. Você pode argumentar, como juristas têm feito, que não há como caracterizar um crime.

Vá ser mentiroso lá longe!

Claro que as pedaladas são um crime de responsabilidade. FHC aplica o mesmo discursinho morfético propalado por Geraldo Alckmin: “Se alguém cometeu crime de responsabilidade em forma de pedaladas, não é mais crime”. Mas por que? Por falta de vergonha na cara de quem argumenta dessa forma, dando ao PT o monopólio de cometer crimes  e não ser condenado.

Já no discurso em Montevidéu, ele se saiu com esta pérola:

[Acho que Dilma] pessoalmente não está envolvida em irregularidades. Acho que Dilma tentou frear o esquema, mas não conseguiu. Não se trata de corrupção tradicional, mas sim do financiamento da hegemonia. Existe o pensamento de que ‘só eu sou bom, então vou fazer de tudo para me manter no poder”.

Que bosta é esta?

Dilma foi presidente do board da Petrobrás por vários anos, denunciada por meia dúzia de delatores, escondeu dados do IPEA, mandou deixar como secretas as cláusulas de empréstimos criminosos a países tirânicos, confessou as pedaladas fiscais, e, mesmo assim, “não está pessoalmente envolvida”. Ou FHC está gagá ou é desonesto mesmo. Será que ele quer nos fazer acreditar que um demônio, no estilo Pazuzu do filme “O Exorcista”, possuiu a mente de Dilma para cometer todos estes crimes? Bem, se o ex-presidente tucano disse que Dilma “fez um pacto com o demônio”, talvez tenha sido isso que ele queira ter dito. FHC, não menospreze a inteligência dos outros!

Aliás, que lixo é isso de “não se trata de corrupção tradicional, mas sim do financiamento da hegemonia”? Ah, já sei. É aquela conversa de que se 100 milhões forem assassinados pela “causa”, não é mais assassinato, mas sim poesia concreta.

Puta que pariu!

O PT canaliza aspirações legítimas, mas seria necessário evitar que cheguem ao poder porque desejam ser hegemônicos. Lula talvez não tenha um sentimento tão favorável a mim. Não me importa.

Quais são as aspirações legítimas que o PT canaliza, FHC? Este é o tipo de discurso nojento, pois ele menciona “aspirações legítimas”, mas não diz quais. Não diz porque se o fizer vai tomar carão lançado por vários correligionários. Para o PT há só uma aspiração: tomar o poder totalitário através de discursos cínicos. Se isso é legítimo…

Observe que não estou dizendo que FHC não é um indivíduo que pode ser útil politicamente para acordos, principalmente se for para derrubar o PT. Mas também não é um sujeito em quem se confie. Ao contrário, é uma figura cada vez mais monstruosa, mas somente o é por sua conivência em relação aos crimes do PT. É preciso começar a falar deste indivíduo em termos mais fortes, questionando coisas como:

  • O que faz FHC cometer uma canalhice tão grande de dizer que a corrupção do PT “não é tradicional, por que é para financiar hegemonia”? Aí já não são dois crimes ao invés de um?
  • Por que FHC chama uma presidente que cometeu estelionato eleitoral, engendrou uma campanha eleitoral nazista, praticou pedaladas, foi denunciada por seis delatores, e muito mais, de “pessoa honrada”? Será que ele sabe o que é honra?
  • Será que FHC acha legítimo que um partido busque hegemonia através de golpes sujos e aparelhamento estatal? Isso não é apoiar uma ditadura, o que jogaria na lata do lixo todo o histórico de luta contra ditadura do tempo dos militares?

Com isso, mantemos a pressão sobre FHC, e cobramos o preço de suas afirmações cínicas (ou demenciais) em benefício do PT. Além de, em cada crítica, mantermos o ataque transversal ao PT, que é o inimigo a ser derrubado.

Anúncios

37 COMMENTS

  1. “Uma parte da direita diz que o Pacto de Princeton define todos os acordos para garantir o PT no poder. Sempre fui cético quanto ao conteúdo desse acordo, e se ele envolve o “core” do PSDB, pois muitos tucanos não tem agido como cheerleader do PT. ”

    Luciano, não seria porque só a raia graúda do PSDB teria o conhecimento do conteúdo do acordo?

    Veja, inicialmente alguns figurões pêssêdebistas, tentaram inflar-se contra Dilma e o PT, mas, “milagrosamente”, em momentos decisivos, um a um mudaram o discurso passando a legitimar o golpe petista.

    Creio que isso foi obra de FHC.

    O que vc acha?

  2. Considero tais declarações abjetas, até porque é Fogo Amigo em cima do PSDB. FHC demonstra cada vez mais ser um Socialista Fabiano. Em 2003 não conseguiu esconder sua satisfação em ver Lula como Presidente. Agora que está praticamente aposentado já não demonstra mais preocupação com a opinião pública e fala conforme suas mais intimas convicções de esquerda. Me parece também falta de auto estima, ou Síndrome de Estocolmo pois mesmo tendo sofrido uma oposição sistemática e radical do PT durante seu governo ainda demonstra profunda simpatia pela causa Petista. Lamentável.

  3. “Observe que não estou dizendo que FHC não é um indivíduo que pode ser útil politicamente para acordos, principalmente se for para derrubar o PT. Mas também não é um sujeito em quem se confie.”

    Na minha visão, uma sentença anula a outra. FHC já deu reiteradas mostras de que sempre irá apaziguar com o PT após eventualmente criticá-lo. Isto é praticamente uma lei que ele aplica a si próprio. Dessa forma, qual a razão para se pensar que um acordo com ele contra o PT é útil? Acho que isso só é válido para tucanos que não tenham a carga negativa de FHC, ou seja, aqueles que não ostentem esta repetição constante de rotinas que contribuem para a sobrevida política do Partido do Totalitarismo. Com FHC, só há uma relação possível: a pressão.

    Chegando aonde queria chegar, fica claro que a reunião do MBL com FHC foi equivocada, já que acabou apenas em cisões, brigas e desgaste desnecessário, sem qualquer resultado efetivo. Como sustentei desde o início.

  4. MBL não tem a mesma opinião.
    FHC sempre foi de esquerda, isso não vai mudar.
    Mas é um sujeito moderado, democrata.
    Ele fez o que foi possível em seu governo.

  5. Olha só que pragmatismo pelo MBL!
    Luciano,uma coisa é pressionar os congressistas numa posição de força(ruas), outra é ficar no congresso bajulando essa gentalha.
    Impeachment é importante?Claro!Porém não podemos deixar o discurso histórico cair na mão de gente como FHC e PSDB!!!Por isso apontei que foi novamente um erro levar o protagonismo para Brasília por parte do MBL(repito:isso não são 2 direitas,apenas 1 que não sabe onde fica o real poder).

  6. Claro que devemos PRESSIONAR ESSA GENTE, mais também temos que ter várias outras alternativas caso isso não surta efeito.

    Por isso uma dessas alternativas é começar a parar de contribuir com aquilo que sustenta esses parasitas da política: Os Impostos.

    Hoje com a internet temos a oportunidade de investir em moedas digitais como o bitcoin.

    Fazendo isso mataremos na fonte aquilo que sustenta a classe política…adeus arrecadação de impostos.

  7. FHC: porque no te callas? Se não pode ajudar, não atrapalha, por favor…
    E eu daria um outro conselho: consulte um médico, parece que você está com problema…

  8. Acho que Alckmin, FHC e as demais laranjas podres que estão em outros partidos sabem que se o PT cair, a limpeza anti-corrupção não terá mais volta. O sonho de voltar a roubar vai acabar…A entrevista no Uruguai dever ter sido sob efeito da maconha que está legalizada por lá.

  9. FHC cai cada dia mais no meu conceito. Não passa de um lacaio do PT. E um que gosta de apanhar! Hoje estou convencido que as duas únicas coisas decentes que ele fez (tímidas privatizações e a Lei de Responsabilidade Fiscal) fez a contragosto, porque não tinha outro jeito, senão o país quebrava!
    Vem a Dilma e NEM ISSO faz e esse bostinha vem defender!
    Ah, FHC!
    VTNC!!!!

  10. Há muito tempo que o fhc (em minúsculas, para um homúnculo) não me engana. Essa figura é o maior traidor da nação de todos os tempos. Supera de longe todos os outros traidores conhecidos, desde Calabar e Silvério dos Reis. É o maior agente do fabianismo no Brasil, office boy de globalistas como George Soros, que fazer de países como o Brasil uma pocilga. Gente que quer proibir o cigarro e liberar a cocaína. Pudera, cigarro não imbeciliza, mas cocaína sim. Quanto mais seres imbecilizados e retardados pelas drogas, melhor para essa gente. Fhc é um dos maiores responsáveis pelo caos que se instaurou sobre a nação, pois, desde o mensalão, tenta desesperadamente manter o pt no poder. Não foi ele mesmo que, quando do estouro do mensalão, disse que não se deveria fazer o impeachment do molusco, mas deixá-lo sangrar? Veio com a conversa mole de que o molusco era um símbolo, que tirá-lo do poder faria o país atravessar uma ruptura? Fhc, em entrevista a cristovam buarque (mais minúsculas para outro homúnculo), confessou que os objetivos do psdb eram os mesmos do pt e que ambos os partidos apenas lutavam para ver que liderava o atraso no Brasil. Ver aqui essa entrevista https://homemculto.files.wordpress.com/2012/09/195-216-entrevista-fhc.pdf

    A máscara de fhc caiu faz tempo. Deveria dizer claramente o nome dos seus patrões globalitários e confessar para quais interesses escusos trabalha. Que o diga o pacto de Princenton.

  11. PREZADO BLOGUEIRO LUCIANO,

    Com o fatiamento da Lava Jato, um crime de proporções inomináveis foi cometido contra o país. Por inocentes-úteis, suponho, no extremo limite da minha complacencia. Não cabe perguntar a quem interessa tal crime, pois todos sabemos a que e a quem essa patranha interessa. “Roma locuta”, mas, acredite, a causa não está perdida. Ainda não, dependendo do que fizermos.

    Vocês, blogueiros de oposição, em cujas mãos corajosas se encontra uma parcela importante da nossa esperança, não podem se calar sobre essa decisão infame. Simplesmente noticiar a infâmia e logo depois deixá-la para trás, como se faz com quase tudo neste país, é calar-se e fazer o jogo daqueles que querem impedir o avanço da Lava Jato até à cúpula da sofisticada organização criminosa que se apoderou do país. E calar-se diante da tese esposada por juizes que julgam como se fossem – eu disse “como se fossem”! – advogados de uma facção política que se revelou criminosa seria a suprema abjeção, não seria mesmo?

    Não sei o que você deverá fazer, mas indigne-se, seja criativo, use o seu precioso espaço, comunique-se com outros blogueiros, faça campanha, cerre fileiras em torno do juíz Moro e da Lava Jato,faça o diabo tal como os inimigos do país estão fazendo, sei lá… Mas, por favor, não deixe esse assunto morrer, não deixe a peteca cair! O país precisa de você! Aqui e agora, é de você que ele precisa,

    Lucas Daniel

  12. Infelizmente, não me surpreendo mais com Fernando Henrique nem com o seu PSDB desde que ele fez corpo mole na sua sucessão, em 2002, com o objetivo de passar a faixa para o “operário”. Comporta-se, desde então, como mulher de malandro do Pixuleco.

  13. Eu digo sempre no Antagonista que esse homem não me engana mais. É uma pessoa que põe a causa comuna acima dos interesses nacionais. É um fanático sem noção.

  14. Para muitos a idade traz sabedoria, mas para FHC, trouxe só velhice rabugenta sem conexão com a realidade. Como resultado temos mais lenha na teoria de fabianos.

  15. Mais um pouco e ligando um ponto aqui outro ali vc vai achar as verdadeiras respostas!Não vão agradar é claro,vai entrar em negação…depois vai aceitar a realidade desse mundo …É duro amigo mas a realidade é bem pior do que a ficção!

  16. Luciano, ele só pode estar devendo. O petê deve ter umas provas cabeludíssimas contra ele. Não tem outra explicação. Porra, os caras, a mando da Dilma, criaram um dossiê fajuto incriminando sua falecida esposa, o quê, dizem, precipitou sua morte, e ele ainda recebeu o sebento e a anta no velório. Esse cara não presta. Eu mesmo, muito otariamente, cheguei a me orgulhar em ter uma figura como ele na presidência. Mas, a verdade é que FHC é tão tralha quanto qualquer petista.

  17. FHC sempre foi petista, tanto é que lula que alavancou a carreira politica de fhc no começo e só não formaram um partido socialista unico porque os dois queriam o poder. A estratégia é a mesma, usa o Estado pra se sustentar no poder.

    O José Serra foi uma das principais lideranças estudantis de seu tempo, presidente da UNE e um dos fundadores da Ação Popular, grupo de esquerda que revelaria os petistas Plínio de Arruda Sampaio e Cristovam Buarque.

    O tucano Aloysio Nunes, vice de Aécio Neves na última eleição, foi membro da Ação Libertadora Nacional (ALN), organização guerrilheira liderada por Carlos Marighella – era seu motorista e guarda-costa. Aloysio realizou inúmeros assaltos à mão armada em nome da revolução socialista.

    Alberto Goldman, ex-governador tucano de São Paulo, teve uma educação marxista. Foi membro do clandestino PCB durante a ditadura.

  18. O FHC não cometeu nenhuma canalhice com suas declarações… Ele É um canalha esquerdopata e sempre demonstrou isso! Só Arnaldo Jabor e outros vendem sua imagem de político sério e coerente e muitos ingênuos compram … Um ateu e fumeta com cara e boca mole de cheirador, que foi fabricado e mitificado como sociólogo autor de livros que ninguém, e tenho certeza nem seu mais exaltado fã leu! Nunca me enganou, e foi desmascarado e pulverisado pelo Jânio naquele debate para candidatos à prefeito de São Paulo… Ressuscitaram essa íngua como ministro do I,tá mar!, dando-lhe a paternidade, ilegítima, do plano real e assim guindado ao cargo de presidente da república, para pavimentar o caminho do Lulalelé, que deu início a essa desgraça de desgoverno que temos que suportar até hoje! Merecia internação em campo de concentração ou hospício como idiota metido a intelectual…

  19. Fhc é bandido também pois no crime do Celso Daniel ele era o presidente da República e botou a polícia federal pra fazer a farsa e proteger os assinos, ele é comunista igual a Lula e sua coga de bandidos.

  20. Excelente texto Luciano, adorei os palavrões. Mas sem dúvida a pior declaração do FHC nos últimos dias foi esta aqui:

    O PT é um partido importante, é um partido necessário, que canaliza setores da sociedade que precisam ser canalizados. Eu sou democrata, não tenho essa visão de que o PT tem que ser destruído.
    Pela lei, tudo que foi feito pelo PT [no esquema de corrupção da Petrobras] era motivo de cassação da legenda. Agora, eu seria contrário. Você tem que democratizar esses partidos. E eles avançaram muito no sentido da democracia na verdade, de aceitar o jogo. Então eu não tenho essa ilusão destrutiva.

    Ele está dizendo abertamente que o PT deve ficar IMPUNE pelos crimes que praticou, que a lei seja violada para salvar o PT, porque ele tem uma vaga esperança de que um dia o PT se torne um partido decente.
    Cala a boca, FHC!

  21. Luciano, o que entendo da tática do fabianismo (da qual Gramsci se inspirou), é que deve-se apoiar aqueles e aquilo que contribui para nosso objetivo. Agora, que eu saiba, a outra metade da tática diz que quando essa mesma pessoa, por exemplo, atrapalhar o objetivo, o caso deve ser abafado com o maior grau de cinismo possível, mentindo, se necessário.

    No seu blog, há elogio quando é merecido, e há esculacho quando necessário, ou seja, você avalia ato por ato. Isso não é gramcismo (pela metade, talvez); é bom senso!

    Respeitosamente, digo que você vai ter que literalmente rolar na lama e fazer um pacto com o capeta se quiser ser um gramcista.

    Confesso que defendi essa tática por um tempo, mas hoje já tenho minhas dúvidas por causa das questões morais.

    • Felipe,

      Acho que você está confundindo o sistema moral de Antonio Gramsci, com o gramscismo em si.

      Por exemplo. Imagine que você quer revolucionar a TI da empresa onde chegou. Você fará uma revolução leninista, cortando várias cabeças de imediato, mudando toda uma cultura pelo autoritarismo.

      Ou então optará por mudanças passo a passo, quase que imperceptíveis, algumas vezes até dando a impressão de que você foi assimilado pelo status quo, focando na ação cultural, muitas vezes sutil? Se optar por esse caminho (que evidentemente gera mais resultados), você optou pelo gramscismo.

      É tão simples quanto isso.

      Abs,

      LH

  22. Luciano, você não acha que, em alguns casos, quando a gente faz uso excessivo de algum termo, ele acaba ficando vulgarizado, ou seja, perde a intensidade e mesmo o significado que se pretende que ele tenha?

    No caso dos seus textos, sempre muito bons “diga-se de passagem” (modo comentarista Neto), o uso excessivo do termo “golpe”, a mim me parece estar deixando-o desgastado… No lado petista, o termo tem um único significado: qualquer tentativa ou manobra, dentro da lei ou não, constitucional ou não, de cessar o mandato de Dilma Roussef. Sempre invocando o “fantasma” do golpe de 64, a ditadura militar, o “atentado à democracia”, coisas que, no imaginário de muita gente, ainda tem um significado forte… Dentro da linguagem futebolística, cheira a “virada de mesa”, o que pega mal para o cidadão médio com baixo grau de envolvimento político.

    Não sei se você concordaria, e também não tenho nenhuma proposta melhor, mas falar de “golpe fiscal”, “golpe militar”, “golpe parlamentar”, por parte do governo dilmista, me dá a impressão de que faz todo o significado para quem manja do riscado dentro da política, mas para a população que está insatisfeita mas não se aprofunda na análise, talvez possa confundir um pouco.

    Já o esclarecimento sobre a crise econômica não ter sido resultado de falhas, erros, ingenuidade ou inocência, mas propositalmente causada dentro de um projeto de hegemonia, cai bem no entendimento do taxista, do porteiro, da tia da limpeza, do balconista da padaria, do assistente administrativo, como bem pude conferir. Aí sim. Valeu, abraço.

    (A propósito, na minha opinião pessoal, o momento do impeachment chegou e passou, não creio que haja mais condições pra isso. No jargão esquerdista-marxista, a “correlação de forças” já mudou, e quase todos acham que uma ruptura seria pior pra todo mundo – leia-se: pioraria o cenário econômico por tempo demais, seria arriscado demais, ou seja, o cidadão médio, de qualquer posição social pensa no bolso antes de tudo. Pra mim, é necessário acumular forças e forjar alianças e fortalecer discursos para 2016 – eleições municipais, que serão um termômetro importante – e sobretudo para 2018, quando uma derrota das forças liberais e democráticas seria maior do que todas as outras.).

  23. Os bandidos do poder conhecem seus podres, tornando-o um refém…
    São tão límpidos os crimes cometidos pela classe governante que quem não puder proclama-los aos quatro ventos, auferiu ou aufere vantagens do sistema inescrupuloso que vigora. de longa data, neste país.
    Não é privilégio de FHC, todos os políticos e seus satélites que encontram qualquer motivo para enevoar a verdade são participes destes facínoras que destroem a nação.

  24. Quando eu vi essas declarações do FHC já pensei que iria ter tonto falando que o Olavo tem razão, não deu outra.O FHC sempre, sempre, desde o início foi contra o impeachment, qual a novidade?

  25. O que me impressiona é a total ausência de um pingo de dignidade, um pingo de honra nesses tucanos, os caras são achincalhados de todas as formas possíveis pelo PT, difamados, injuriados, caluniados, mas não conseguem ter uma gota de indignação contra as pessoas que fizeram tantas coisas contra eles; isso é mais do que omissão, condescendência, porque os caras vão lá e ainda defendem o PT, é incrível.

Deixe uma resposta