Ao tergiversar sobre o Foro, Lula confessa crime contra o patrimônio brasileiro

28
244

foro

Acabei de ler um troço inacreditável, que por si só já deveria levar o Sr. Luís Inácio Lula da Silva para a cadeia. Está na notícia Lula critica Foro de São Paulo e propõe nova organização de esquerda, do Estadão. Bem lembrou Ricardo Almeida, no Facebook: “O Estadão diz que Lula critica uma organização que não existe e propõe criar outra que eles vão esconder a existência no futuro.”

Diz o Brahma, em evento que contou com a presença do vice-presidente da Bolívia, Alvaro Linera:

Faço o mea culpa. O PT não soube transformar em grandeza de política internacional aquilo que fizemos aqui no Brasil. O PT poderia ter feito muito mais. Nós ficamos só no Foro de São Paulo e cada vez com menos gente importante comparecendo. Temos que criar um instrumento na América Latina para unificar as forças de esquerda.

Quer dizer: já não estão satisfeitos com o butim. O caso é que os partidos do Foro já saquearam todos seus países, e daí, em um mundo globalizado, estão se complicando. Por isso, estão tendo que apelar a golpes mais radicais e muita violência para se sustentar no poder. Mas isso dá trabalho. Qual a solução? Organizar mais países no “esquema”.

Mas a coisa ainda piora. Veja isto:

Petrobrás. Ao lado do segundo homem na cadeia de comando da Bolívia, Lula revelou que foi consultado por Evo Morales, então candidato a presidente do país vizinho, sobre a possibilidade de estatizar as plantas da Petrobrás em território boliviano.

“O Evo me perguntou: ‘como vocês ficarão se nós nacionalizarmos a Petrobrás’. Respondi: ‘o gás é de vocês’. E foi assim que nos comportamos, respeitando a soberania da Bolívia”, disse Lula.

No dia 1º de maio de 2006, assim que assumiu o poder, Morales determinou a nacionalização de toda cadeia de exploração de gás e petróleo da Bolívia e a ocupação militar das plantas, inclusive da Petrobrás, sob alegação de que as petroleiras ganham muito, pagam pouco ao Estado e que os contratos haviam sido fechados em governos anteriores sob suspeitas de corrupção. A estatal brasileira havia investido US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 6 bilhões) no país andino desde 1997.

É isto!

O Foro de São Paulo também serve como um cartel, cujos membros combinam táticas e métodos para tomar o poder totalitário, e utilizarem o dinheiro suado de seus pagadores de impostos para manutenção de ditaduras. Conforme a necessidade, um líder político ajuda o outro. Basicamente como funciona um cartel do tráfico de drogas.

Mas será que Lula havia bebido nesse dia? Pois ele soltou a língua e confessou ser um entrevista, praticando um crime contra o Brasil. Ele não podia combinar o jogo em um cartel dessa forma, pois a Petrobrás não é sua propriedade privada. Ele só poderia ser considerado inocente se conseguisse convencer aos demais de que “não sabia de nada”, mas suas declarações demonstraram o exato oposto.

Fica a pergunta: será que ninguém vai fazer nada?

Outra dica: há muitos direitistas que acham que os ataques ao Foro de São Paulo devem ser priorizados – enquanto outros acham que priorizar o ataque ao PT, neste momento, é melhor. Para os primeiros, que tal transformarem esse discurso em realidade e exigirem que deputados não-bolivarianos do Brasil exijam a prisão do Sr. Lula e, agora sim, punições mais assertivas ao PT, pelo crime de lesa-pátria?

Anúncios

28 COMMENTS

  1. Uma resposta típica que poderia ser atribuída ao Sr. Marco Antonio Villa (historiador professor da UFSCAR). O comentário abaixo é meu.

    “Como ele quer criar outro Foro de São Paulo? A Folha, O Globo e etc jamais nem noticiaram a existência do Foro de São Paulo “Versão Original”. Como assim Foro de São Paulo? pensei que Lula era só mais um político ladrão. Lula não roubou só para construir um triplex no Guarujá?”

    • A Folha já noticiou sobre o FSP sim, é só procurar no Google ou no arquivo deles,o Globo nao sei, não entro no site deles, o que vcs querem é que eles falem todo dia sobre isso, e embaixo façam um ode ao Olavo por ter feito a descoberta.

  2. Não será a oposição que vai ter que fazer barulho para denunciar o Molusco pois os mesmos estão preocupados em defender apenas seus interesses. Agora ta mais que na hora de dos direitistas conservadores, os funcionais do Olavo mostrar e partir para ação concreta mostrando como se faz a tal ocupação de espaço levando assim os criminosos esquerdopatas para a cadeia.

  3. Com o Foro de SP cada vez mais em evidência, não podendo mais ser negada a sua influência, Lula trata de diminuir a importância do mesmo para que possam voltar a atuar na clandestinidade (esquerdista adora isso): “Nós ficamos só no Foro de São Paulo e cada vez com menos gente importante comparecendo.” Sim, sim, vejam bem, o Foro de SP acabou, não tem mais ninguém importante aparecendo, ora, esqueçam essa bobagem de Foro. Como diria a Xuxa, “aham, Brahma, senta lá”. Agora a esquerda latino americana funda outra organização mequetrefe para atrair todos os holofotes enquanto o Foro de SP continua quebrando a banca sem ser incomodado, afinal de contas, “ninguém importante vai nas reuniões do Foro”. E o Lula tem que ser preso pelo crime que confessou nesta entrevista. Cabe também a cassação do registro do PT junto ao TSE por subordinação a entidade estrangeira.

  4. Mas, como são burros, onde essa gente chega, tudo apodrece. Esse sujeito não sabe mais para onde atirar, e cada vez que puxa o gatilho, acerta os pés dele e de todos os que com ele se identificam.
    É só se entregando, o tempo todo, é patético!
    Tenha lucidez uma vez na vida, recolha-se na sua insignificância, quem sabe “pagará” menos “mico”.
    Será que não possui a mínima capacidade de raciocínio???
    Será que não enxerga que tudo o que faz, ou irá fazer, está fadado à derrota, pelo simples motivo de não estar alicerçado na verdade e na decência, mas, sim em motivos pessoais, em fome grotesca de poder?Pode até dar “certo”, mas assim será por um curto espaço de tempo, afinal, a vida cuida do equilíbrio, e,se assim é, tudo o que for aberração irá fracassar, pois a vida não deixa ninguém desfrutá-la impunemente…
    Siga Lula, siga atirando com a boca e com os seus atos, mas saiba que será no próprio pé!

  5. O Lula já confessou seu crime junto ao Foro mil vezes inclusive documentando no site da presidência da republica através de discurso. Acredito que nunca dará nada ele poderá ir ao fantástico e dizer “eu, junto com fidel e chaves roubamos a petrobras para financiar o regime venezuelado” e nada vai acontecer.

  6. Basicamente é por essas coisas que a Constituição proibe que o país esteja sob o guarda-chuva de organizações estrangeiras.

    A oposição, ao meu ver, ganhou um presentaço com essa confissão. Todo mundo já sabia que foi combinado, mas faltava ouvir isso de alguém.

  7. Ei, direitistas revolucionários, fãs de Olavo de Carvalho, conservadores que amam a moral e os bons costumes: cadê vocês exigindo a prisão do Lula com estas declarações?

  8. Meu palpite é que a “evolução” do Foro de SP vai ser 1) sobretudo cosmética mas tb uma mudança real de ideologia e 2) de alinhamento internacional.

    Eles perceberam que o discurso tosco e anacrônico do castro-chavismo e suas ideias econômicas bizarras quase detonaram o projeto de poder e isso atrasou eles. A mesma metamorfose que o PC Chinês, Putin e PC Vietnamita fizeram (até os Castro estão fazendo) – vão aceitar a economia de mercado pra salvar o essencial – o poder.
    A consequência ideológica disso vai ser, lentamente, rejeitar o marxismo e migrar para um nacionalismo populista. Não se surpreendam se nascer uma esquerda nacionalista tb no Brasil, com discurso pró-terceiro mundo (mas aceitando economia de mercado), focada nessas teorias imbecis de imperialismo. E não se surpreendam quando isso cooptar muitos dos que se dizem hj conservadores.

    A mudança de alinhamento é uma oportunidade. O Foro temia os EUA e China/Rússia não tinham lá muito interesse no Foro porque ainda não se estava num momento de jogo global permanente. Ambos mudaram, não há mais razão pro Foro se esconder dos EUA e operar no escuro já que o Obama é um bundão e China/Rússia agora querem mover peças na América Latina.

    Na prática eles vão esconder Evo, Correa e Maduro e vão colocar outras pessoas na frente, tentar refazer as pontes com Peru e Chile, repensar a Colômbia (vão tentar cooptar Santos e ceder no que for)… Lula é uma metamorfose ambulante e vai encarnar qualquer mudança. Mas meu palpite é que também vão usar faces “amigáveis” como Mujica, Bachelet e Scioli.

  9. É inacreditável!Mas pensem bem,vcs conseguem acreditar que este fantoche do crime organizado(A única coisa no brasil que conseguiu se organizar plenamente,tá aí o resultado pra quem quiser contestar)está realmente confessando mais um de seus crimes,eles continuam testando seus poderes,seus investimento no caos total!Ver conversa de luciana genro!Há algo muito grande em andamento e enquanto pessoas inteligentes e cultas estiverem em negação sobre esse plano macro que envolve um plano autoritário para américa latina já,e que o brasil é parte integrante primordial por motivos q nem precisa explicar,vide o seu papel,ficara bem difícil de lutar de verdade pela democracia e recuperação do brasil!

  10. […] Faço o mea culpa. O PT não soube transformar em grandeza de política internacional aquilo que fizemos aqui no Brasil. O PT poderia ter feito muito mais. Nós ficamos só no Foro de São Paulo e cada vez com menos gente importante comparecendo. Temos que criar um instrumento na América Latina para unificar as forças de esquerda. Petrobrás. Ao lado do segundo homem na cadeia de comando da Bolívia, Lula revelou que foi consultado por Evo Morales, então candidato a presidente do país vizinho, sobre a possibilidade de estatizar as plantas da Petrobrás em território boliviano. “O Evo me perguntou: ‘como vocês ficarão se nós nacionalizarmos a Petrobrás’. Respondi: ‘o gás é de vocês’. E foi assim que nos comportamos, respeitando a soberania da Bolívia”, disse Lula. No dia 1º de maio de 2006, assim que assumiu o poder, Morales determinou a nacionalização de toda cadeia de exploração de gás e petróleo da Bolívia e a ocupação militar das plantas, inclusive da Petrobrás, sob alegação de que as petroleiras ganham muito, pagam pouco ao Estado e que os contratos haviam sido fechados em governos anteriores sob suspeitas de corrupção. A estatal brasileira havia investido US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 6 bilhões) no país andino desde 1997. http://www.facebook.com/elysilmarvidal/posts/10208076153607375http://lucianoayan.com/2015/10/06/ao-tergiversar-sobre-o-foro-lula-confessa-crime-contra-o-patrimoni… […]

  11. Apesar da postura detestável, a fala de Lula não configura crime. A possibilidade de nacionalização de recursos naturais é amplamente aceita no Direito Internacional, e tudo o que ele fez foi afirmar isso. O grande problema foi o modo violento que a expropriação foi feita, além da inexistência de compensação pronta e justa. O grande escândalo não está nessa fala, mas na postura do governo brasileiro após o fato, que ocorreu ao arrepio do Direito Internacional e demandava protestos diplomáticos e talvez reclamação formal em alguma corte internacional.

    Claro que a postura mais correta ao meu ver seria protestar no momento em que foi informado. Mas a defesa da chamada “soberania permanente sobre recursos naturais” é tradicional na diplomacia brasileira. Só que isso não o impedia de tentar costurar um acordo prévio para compensação e muito menos de adotar os procedimentos padrão após a efetivação da expropriação. É aí que está a verdadeira traição ao país em favor do Foro de São Paulo.

    Acredito que insistir numa narrativa que pode ser facilmente rebatida pela Resolução 1803 da Assembléia Geral da ONU pode ser um tiro no pé. O argumento não é bom.

    • Marcos,

      Combinar a “entrega” de um ativo de 1,5 bilhão de dólares (quando deveria haver luta) não é crime?

      Você está sendo desonesto ao julgar a coisa sob a ótica do EVO, e não sob a ótica do governo brasileiro.

      Uma coisa são RECURSOS NATURAIS da Bolívia. Outra, completamente diferente, é uma REFINARIA…

      Nem petista faria uma confusão tão absurda.

      O que você está tentando fazer é utilizar VÁRIAS MUDANÇAS DE MODO E MANIPULAÇÕES SEMÂNTICAS para criar um “liberou geral” no saqueamento de patrimônios dos países por seus PRÓPRIOS presidentes.

      Abs,

      LH

      P.S.: Outro ponto. Quem falou em “direito internacional”? Falamos de uma atitude de Lula contra o Brasil que configura um crime de lesa-pátria, a ser julgado por aqui.

      • Primeiramente, deixo aqui registrado meu pedido de desculpas por dizer que você censurou o post, quando apenas demorou na moderação.

        Em segundo lugar, não tenho intenção alguma de ser desonesto ou buscar a ótica do Evo. Acho que me expressei de forma bem pouco clara. Quis dizer um seguinte:

        1 Há previsão no Direito Internacional da possibilidade de expropriar ativos de empresas ligados a recursos naturais. Aliás, o Brasil sempre apoiou esse tipo de coisa. Sim, mesmo a propriedade de empresas está abarcada nisso. Temos vários casos do tipo.

        2 A declaração atual de Lula, lida isoladamente, apenas declara isso.

        3 Não acho uma boa estratégia dar destaque a essa declaração isolada, exatamente por isso. Basta um petista puxar a Resolução da ONU e usá-la como se o caso se encerrasse só com isso, enganando os incautos.

        Ah, então o Lula agiu certo? Claro que não. E digo o motivo:

        1 O Direito Internacional NÃO protege expropriações sem pronta e justa compensação, e menos ainda aquelas realizadas por meios violentos. Esses talvez não fossem dados disponíveis na época em que o Evo o comunicou, mas já está provado que o governo Lula impediu a diplomacia brasileira de tomar as medidas cabíveis quando a expropriação ocorreu. Sem dúvida, isso é sim um crime.

        2 Ainda que pudesse afirmar a possibilidade de expropriação do Evo, cabia ao presidente brasileiro buscar um acordo prévio, de forma a obter uma compensação financeira para Petrobrás. Trocando em miúdos, cabia a ele dizer: “você tem o direito de expropriar, desde que nos pague um valor justo pelos ativos que vamos perder. Vamos negociar um acordo agora”. Ele agiu contra os interesses brasileiros ao destacar apenas o direito boliviano, sem exigir a contrapartida devida a empresa brasileira. Pensando agora, estava errado ao diminuir a importância disso. Mas o meu ponto é que perto do que ele fez depois, isso nem parece ser tão grave assim. Até aqui ele ainda poderia alegar ingenuidade, pois seria óbvio que a expropriação teria que ser compensada. Mas o que aconteceu depois torna inequívoco o ânimo de espoliar o patrimônio brasileiro.

        Acho Lula tão culpado no caso quanto você. Apenas penso que o ponto a ser enfatizado é outro, para que possamos impedir qualquer tipo de contra-argumentação. Reconheço que seu post realmente é relevante, já que você também deu destaque ao outro fato.

    • Putz, você conhece o termo: Analogia? Se você acompanhar o texto, verá que o Luciano explica que existe um esforço em conjunto para tomar as nações dominadas pela extrema-esquerda latina, isso é o que pra você? Um grupo de leitura? A turma do chá?

  12. “Pois ele soltou a língua e confessou ser um entrevista, praticando um crime contra o Brasil.”

    Luciano, tem alguma coisa de errado com essa parte do texto, você precisa revisar. Não faz sentido essa primeira frase

  13. Lamentável a postura de censurar meu comentário nesse post, sendo que apenas levantei uma objeção em relação a interpretação feita do discurso, para evitar uma argumentação que caia no descrédito ou desconsidere certos aspectos jurídicos.

Deixe uma resposta